Não deixe para comprar passagem aérea em cima da hora

Aeroporto de Brasília. Crédito: Correio BrazilienseA não ser que você consiga aquela promoção maravilhosa, deixar para comprar a passagem aérea no mês da viagem pode ser muito prejudicial para o seu bolso. Pelo menos é isso o que mostra um levantamento do site de compra de passagens ViajaNet.

O site simulou os preços médios das passagens aéreas compradas em setembro para embarque neste mesmo mês e das passagens compradas agora em setembro, mas com o embarque previsto só para dezembro.

Segundo a pesquisa, que foi feita com base em um milhão de procuras realizadas no site, os bilhetes comprados no mesmo mês da viagem chegam a ser até 87% mais caros do que os comprados com pelo menos dois meses de antecedência.

Pois é, pois é. Sabendo disso, melhor você não deixar para montar o seu roteiro de viagem muito em cima da hora da próxima vez. Não faça como a maioria, que deixa sempre para o fim.

De acordo com o levantamento do ViajaNet, 62% dos viajantes buscam voos para o mesmo mês da compra. Já 24% procuram com um mês de antecedência e só 14% procuram passagens com a diferença de pelo menos dois meses.

Trabalhadores dos Correios em Pernambuco continuam em estado de greve, mas ainda não vão parar

Trabalhadores dos Correios. Crédito: Breno Fortes/CB/D.A PressSe você está esperando receber alguma encomenda pelos Correios, ganhou mais alguns dias. Os trabalhadores em Pernambuco decidiram não entrar em greve. Por enquanto. Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (17), os profissionais optaram por manter o indicativo de greve até a próxima assembleia, marcada para o próximo dia 23.

Segundo representantes do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios em Pernambuco (Sintect-PE), a opção por esperar aconteceu porque ainda estão acontecendo negociações no Tribunal Superior do Trabalho (TST) e os dois maiores sindicatos do país (São Paulo e Rio de Janeiro) divergiram sobre a paralisação. Enquanto São Paulo optou por não entrar em greve, o pessoal do Rio decidiu cruzar os braços a partir desta quinta (18).

Os trabalhadores já tinham aprovado o indicativo de greve na semana passada. Os profissionais pedem reajuste de 11,30%, reajuste linear de R$ 300, piso salarial de R$ 3.079,91 e a contratação imediata dos aprovados no último concurso, entre outros pleitos. Agora é esperar pela próxima assembleia.

* Com informações da repórter Juliana Cavalcanti

Converse com seus pais sobre a sua carreira

Pai e Filho trabalho. Crédito: Caio Gomez/CB/D.A PressVocê pede conselhos ou fala sobre sua carreira com seus pais? Não? Talvez seja o caso de experimentar. Uma pesquisa divulgada pela LinkedIn, rede social voltada para profissionais, mostra que 72% dos profissionais brasileiros acreditam que os pais possuem conhecimentos que ajudariam em suas carreiras.

Os “velhos” podem até não ajudar – só 47% dos pais acreditam que podem -, mas podem dar “aquela força”, ouvir. Até porque, mesmo sem entenderem bem a vida profissional dos filhos, 94% dos pais se sentem orgulhosos por suas conquistas. É o que mostra a pesquisa, que faz parte da campanha Dia de Levar os Pais ao Trabalho.

O estudo mostra ainda que 69% dos pais acham que impactaram diretamente a carreira dos filhos. Eles falaram sobre o apoio financeiro durante a educação (65%), os conselhos profissionais (58%) e a moradia (50%). Em nota, a gerente e de comunicação sênior da LinkedIn, Fernanda Brunsizian, reforça o potencial de contribuição dos pais na vida profissional dos filhos.

“Mas esse conhecimento não está sendo passado para a geração mais nova. Os principais motivos são o desconhecimento sobre a vida profissional dos filhos e a sensação de que o mundo mudou tanto, que a sabedoria que tinham já não é mais válida”, lembra Fernanda.

Foram entrevistados 2.002 adultos no Brasil durante o período de 8 a 17 de julho de 2014. A pesquisa traz outro dado interessante: 87% dos pais já receberam um agradecimento de seus filhos pela ajuda concedida em suas carreiras. E 50% disseram que o agradecido é feito de forma regular.

Nestlé abre inscrições para programa de trainee

Trainee Nestlé. Crédito: Reprodução/InternetA Nestlé abriu inscrições para o Programa Trainee Faz Bem. Segundo a empresa, os interessados em participar da seleção devem se inscrever pelo website www.ciadetalentos.com.br/traineenestle até 6 de outubro. São 13 vagas nas áreas de Produção/Fabricação, Engenharia/Finanças, Vendas, Marketing e RH. Não foi divulgado o valor da remuneração. Mas não deve ser pouca coisa.

Podem participar estudantes das áreas de engenharia de alimentos, produção, química, elétrica, controle e automação, administração de empresas, administração com ênfase em Marketing, economia, relações internacionais, ciências econômicas, ciências contábeis, ciências biológicas, comunicação social – publicidade e propaganda, marketing, propaganda, propaganda e marketing, publicidade, criação, farmácia e química.

Para participar é preciso ser graduados entre dezembro de 2012 e dezembro de 2014, ter inglês avançado, bons conhecimentos do pacote office, além de mobilidade para mudança de estado/cidade e disponibilidade para viagens constantes. “O objetivo é identificar talentos promissores para, futuramente, com treinamento e desenvolvimento das mais diversas competências, levá-los posições de destaque na empresa”, informa a Nestlé.

O processo de seleção será realizado em cinco etapas: inscrições online; testes online; painel de negócios com gestores; entrevista com RH e gestores; e entrevista com diretor da área de negócio. O programa começa em janeiro de 2015 e tem duração de dois anos.

Maioria dos poupadores brasileiros guarda até 10% do salário

Porquinho. Crédito: Imeltron/DivulgaçãoTenho duas perguntas para você. A primeira é: você poupa? Se respondeu que sim, diga quanto. Até 10% do seu orçamento mensal? Se você também respondeu sim, então está entre a maioria dos poupadores brasileiros.

Segundo uma pesquisa divulgada pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) – entidade que reúne 75 seguradoras e entidades de previdência privada no país – 52% dos poupadores brazucas guardam até 10% do orçamento mensal.

Já 26% guardam entre 10% e 20%. E 2% conseguem a façanha de entocar 40% ou mais por mês. Tem ainda os 12% que guardam, mas não sabem quanto. Ainda segundo a pesquisa, a média de recursos poupados pelos brasileiros é de R$ 626,15 ao mês.

A pesquisa foi realizada pelo instituto Ipsos, que entrevistou 1,5 mil brasileiros com idade entre 20 e mais de 60 anos, pertencentes a todas as classes sociais.

Entre todos os entrevistados, só 30% disseram que têm o hábito de poupar parte da renda mensal. E a caderneta de poupança é o destino dos recursos para 85% dos poupadores. Depois vêm os fundos de investimento (5%) e planos de aposentadoria (3%).

Bancários podem cruzar os braços ainda este mês em todo o Brasil

Bancos em greve. Crédito: Nelsina Vitorino/DB/D.A PressMuita gente ficou surpresa quando foi ao banco nesta segunda-feira (15) pela manhã e encontrou a agência fechada. No Recife, as paralisações aconteceram em 14 agências do Centro (sete do Santander e sete do Itaú) e terminaram por volta do meio-dia. A ação fez parte do Dia Nacional de Luta. O protesto foi nacional e teve como foco a defesa do emprego, o fim das metas abusivas e do assédio moral, além de uma maior segurança nas agências.

Trabalhadores e Federação dos Bancos estão em negociação há semanas. Na próxima sexta (19), os bancos devem apresentar uma contraproposta para as reivindicações dos trabalhadores. Jaqueline Mello, presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, destaca em texto publicado no site do sindicato que “agora chegou a hora de recebermos o retorno e esperamos uma proposta decente. Caso contrário, vamos construir mais uma greve.”

A julgar pelo que aconteceu nos anos anteriores, melhor se preparar mesmo para a paralisação geral, que pode ser decretada ainda em setembro ou no começo de outubro. Vai depender de como a negociação avançar. Em 2013, a greve durou 23 dias, de 19 de setembro a 11 de outubro. Dos cerca de 12 mil bancários do estado, aproximadamente 90% cruzaram os braços, segundo informações do sindicato.

Em 2013, os trabalhadores receberam um aumento salarial de 8% (ganho real de 1,82%). Já o piso inicial dos bancários, que era de R$ 1.519, teve uma correção de 8,5%. Na negociação deste ano, os trabalhadores pedem, entre outras coisas, um reajuste de 12,5% (reposição da inflação + ganho real), além de instituição do 14º salário, salário de ingresso (de R$ 2.979,25 a R$ 6.703,31, dependendo do cargo). A pauta completa de reivindicações pode ser consultada aqui.

Voando no aperto

Sardinhas em lataAs eleições estão batendo à porta. Mas e se, ao invés de escolher quem vai governar o país e o estado, a gente entrasse numa cabine de votação para eleger o que mais incomoda numa viagem de avião? O que você acha que iria vencer? Certamente o efeito lata de sardinha, que deixa os passageiros mais grudados que arroz “unidos venceremos”. Uma pesquisa divulgada na semana passada pelo site de viagens TripAdvisor aponta o espaço entre as poltronas como o principal item da lista de reclamações dos passageiros brasileiros. Foram entrevistados 1,6 mil pessoas. E o aperto recebeu 71% dos “votos”.

Aqui no Brasil existe desde 2010 o Selo Anac, que classifica os assentos das aeronaves com letras de A até E. É muito parecido com o Selo Procel para eletrodomésticos. Os aviões da faixa A têm as maiores distâncias entre as poltronas, com mais de 73 centímetros. Já os que têm o selo B apresentam distância entre 71 e 73 centímetros. No selo C, ela varia de 69 a 71 centímetros. O selo D prevê o espaço de 67 a 69 centímetros para as pernas. Já as aeronaves marcadas com o selo E dispõem de menos de 67 centímetros entre as poltronas. Essas deveriam vir com um aviso de boa sorte, não de boa viagem.

Para saber se você vai voar no padrão sardinha ou atum, é só olhar a etiqueta na entrada do avião. A Avianca é a única empresa a oferecer todos os aviões classificados na categoria A. Até o ano passado, a Gol era a única que tinha aeronaves em sua frota com classificação E. Mas havia anunciado que iria mudar. Tomara. Quem não quer viajar tão apertado precisa pagar. As empresas cobram um “extra” para quem quer se sentar próximo às saídas de emergência. Em abril, o Procon-RJ entrou na Justiça contra TAM, Gol e Azul por causa da cobrança.

Enquanto aqui as brigas ainda acontecem nos tribunais, o povo anda se estapeando mundo afora. Nos Estados Unidos, pelo menos três voos fizeram pousos não programados nas últimas semanas por conta de brigas entre passageiros. “As empresas aéreas estão fazendo malabarismos com alertas terroristas na Grã-Bretanha, surto de Ebola na África e um vulcão na Islândia, mas a questão das brigas entre os passageiros por falta de espaço é hoje o problema que mais chama a atenção”, comentou em uma matéria da Associated Press Sara Nelson, presidente da Associação de Atendentes de Voos.

Em 24 de agosto, um passageiro em um voo da United Airlines usou um grampo chamado de “defensor de joelho”. O dispositivo custa US$ 21,95 e fixa a poltrona da frente à bandeja do passageiro de trás, impedindo que o assento seja reclinado. Como o homem se recusou a remover o grampo, a passageira da frente despejou no sujeito um copo d’água. O avião dos brigões, que iria para Denver, foi desviado para Chicago. Os dois foram retirados da aeronave.

Nunca vi o “defensor de joelho” em um voo aqui no Brasil. Mas não duvido que comece a aparecer. O dispositivo foi inventado por um sujeito chamado Ira Goldman, que tem 1,90 metro e passou a vender o equipamento online. Em uma reportagem do Washington Post, ele previu que o dispositivo seria “uma receita para a fúria nos ares”. Acertou em cheio.

Defensor de joelho. Crédito: Reprodução da Internet/GadgetDuc

McLanche Feliz e educativo

Mcdonald's Índia. Crédito: DNA IndiaO lanche pode não ser lá muito nutritivo, mas a rede McDonald’s iniciou um experiência bem interessante na Índia. Ao invés de dar brinquedos como brindes no McLanche Feliz, as lojas estão dando livros.

As publicações infantis são de temas científicos ou educativos. A experiência começou no mês passado e segue até outubro. No total são 16 livros, que trazem histórias sobre o corpo humano, espaço, história, animais e fatos científicos.

Em um comunicado, a rede destacou que “brinquedos foram por muito tempo parte da experiência do McLanche Feliz, e continuam sendo. Mas buscamos constantemente oportunidades para as famílias e crianças, com ofertas que agreguem valor e que sejam empolgantes, divertidas e educacionais também.”

Em entrevista ao jornal DNA India, Ranjit Paliath, vice-presidente de negócios de Operações da McDonald’s na Índia, lembrou que, enquanto no Reino Unido o número médio de livros pertencentes a uma criança com menos de 6 anos é de seis livros, na Índia, são só três livros para cada 100 crianças.

“Nosso objetivo é distribuir cerca de 1 milhão de livros durante o programa com o objetivo de ajudar apoiar os pais esforços para inculcar o hábito de a leitura entre as crianças de tenra idade”, disse Ranjit Paliath.

Interessante, não acham?

Brasil é o sétimo país com mais feriados

feriadoO segundo semestre não está sendo dos melhores para quem sonha com os feriados como forma de dar aquela escapada do trabalho. O último, o Sete de Setembro, caiu no domingo. O próximo, 12 de outubro, também vai cair em um domingo. Faz parte. Mas no ano que vem será diferente. Até porque o Brasil é o sétimo do mundo no ranking dos países com mais feriados durante o ano. São 12 paradas, sem contar os feriados estaduais ou municipais.

O levantamento está no relatório elaborado pela consultoria Mercer sobre normas legais e condições de emprego em 64 economias. A colocação do Brasil é compartilhada outros dez países, entre eles Peru, África do Sul, Eslovênia, Hong Kong e Taiwan. Segundo a pesquisa, a Colômbia e a Índia são os países com mais feriados. São 18 no total. Ficou com inveja? Já no México são apenas sete.

Ellyn Karetnick, líder da prática de mobilidade global da Mercer no Reino Unido, diz em nota que existem países que compensam um número menor de dias de férias subsidiadas com mais feriados. É o caso das Filipinas. Lá, os trabalhadores têm direito a um mínimo de cinco dias de férias legais. Esse número é compensado com 14 feriados anuais.

Agressor de mulher poderá ser proibido de ocupar cargo público

ProibidoUm projeto bem interessante está tramitando na Câmara dos Deputados. De autoria de Valmir Assunção (PT-BA), o PL 7614/14 prevê que quem pratica violência doméstica perca a chance de assumir um cargo público. A proposta também veda a participação em licitações e na prestação de serviços públicos.

O crime de violência doméstica e familiar contra a mulher está tipificado na Lei Maria da Penha. É qualquer ação ou omissão baseada no gênero que cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial.

“A proposta visa a ampliar ainda mais a atuação do poder público no combate a essa prática abominável”, destaca o deputado Valmir Assunção. O projeto de lei será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público, de Seguridade Social e Família, de Finanças e Tributação, e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* Com informações da Agência Câmara