Blogueira de férias

garfield-de-feriasVocês não verão minha cara por aqui durante algumas semanas. Mas minhas férias não são ilimitadas. E como também não ganhei na Mega-Sena, em novembro eu volto. Até lá.

Férias ilimitadas? Sim, elas existem

Resort. Crédito: Patrícia Banuth/CB/D.A PressNo início de 2013, um documento divulgado pela Netflix – companhia que oferece filmes e seriados pela Internet – causou furor em meio mundo. O comunicado sobre a cultura da empresa trazia, entre outras coisas um tópico sobre férias e feriados. “Não existe política”, dizia o texto. Simples assim. “A política radical do Netflix sobre a gestão da empresa encontra sua máxima na política de férias; férias ilimitadas. Os funcionários são deixados a decidir quando e quanto devem ficar de pernas para o ar na praia.”

Surreal, não? Pra gente pode ser. Para eles, não. A Netflix também substituiu todos os procedimentos burocráticos relacionados a custos de viagens por uma única diretriz. A empresa pede apenas que o funcionário haja com “as melhores intenções” aos interesses da Netflix. “As empresas que se transformam e se adaptam as novas economias parecem ter entendido algo que parece muito simples: 95% das pessoas não amam trabalhar, mas também não precisam odiar. Um ambiente alegre e desafiador é bom para todos.”

Na última terça-feira, o bilionário britânico Richard Branson, dono do grupo Virgin (aviação, música, viagens espaciais), anunciou no site dele que fará algo parecido com a Netflix. Passará a dar férias ou folgas ilimitadas aos funcionários. Num primeiro momento, essa “nova política” vai valer só para os empregados da equipe pessoal do bilionário – aproximadamente 170 pessoas no Reino Unido e nos Estados Unidos. Mas se der certo, a novidade será ampliada para todos os trabalhadores do grupo (cerca de 50 mil pessoas em mais de 30 países).

Segundo Branson, cada funcionário vai decidir, sozinho, se precisa tirar algumas horas, um dia, uma semana ou um mês de descanso. Não será preciso pedir aprovação prévia da chefia. O empresário só estipulou uma condição: os profissionais devem sair “quando estiverem 100% confortáveis de que suas equipes estão com os prazos em dia em todos os projetos e que a ausência não será, de nenhuma forma, prejudicial ao negócio – ou, ao que interessa, suas carreiras!”

Ainda de acordo com o texto publicado no site, Richard Branson diz que a experiência “será extremamente emocionante de assistir”. Ele também reconhece que decidiu adotar as férias ilimitadas depois de ter recebido um artigo da filha que falava justamente sobre o sistema adotado pela Netflix. O que vocês acharam? Seria ótimo se todas as empresas pudessem ser assim, não é mesmo? Quem sabe no futuro vire uma tendência.

Naturalmente, como fica subentendido, é preciso existir uma contrapartida do empregado. Seria algo mais ou menos assim: faça bem o seu trabalho, não enrole, trabalhe em equipe, deixe tudo “ok” e se jogue nas férias (ou folgas). Os preguiçosos/enrolões devem ser pegos – ou pelo menos deveriam. Já os que trabalham direito poderão sair tranquilos, com aquela sensação de dever cumprido.

Bancários entram em greve a partir da próxima terça-feira (30)

Bancos em greve. Crédito: Nelsina Vitorino/DB/D.A PressVem aí a greve anual dos bancários. Os trabalhadores decidiram em assembleia na noite desta quinta-feira (25) cruzar os braços por tempo indeterminado a partir da próxima terça (30). Pernambuco tem cerca de 12 mil bancários e aproximadamente 500 agências. A paralisação vai atingir tanto os bancos públicos quanto os privados.

Os trabalhadores seguiram a orientação do Comando Nacional dos Bancários, que considerou insuficientes as propostas de caráter econômico apresentadas pela Fenaban, após sete rodadas de negociação. A expectativa dos trabalhadores é de que a adesão seja tão forte quanto a do ano passado, que foi considerada a maior da história.

Em 2013, a greve durou 23 dias, de 19 de setembro a 11 de outubro. Dos cerca de 12 mil bancários do estado, aproximadamente 90% cruzaram os braços, segundo informações do sindicato. No ano passado, os trabalhadores receberam um aumento salarial de 8% (ganho real de 1,82%). Já o piso inicial dos bancários, que era de R$ 1.519, teve uma correção de 8,5%.

Na negociação deste ano, os trabalhadores pedem, entre outras coisas, um reajuste de 12,5% (reposição da inflação + ganho real), além de instituição do 14º salário, salário de ingresso (de R$ 2.979,25 a R$ 6.703,31, dependendo do cargo). Já a proposta da Fenaban prevê um reajuste de 7% (0,61% de aumento real).

Como acontece em todas as greves dos bancários, quem tiver alguma pendência para resolver nas agências vai ter de rebolar até a paralisação acabar. Mas não custa lembrar que para um monte de coisa há canais alternativos, como o internet banking, os caixas eltrônicos e as lotéricas.

NÃO SE PREJUDIQUE DURANTE A GREVE

* Tenha mais atenção à data de vencimento das contas e procure os meios alternativos. Não dá para usar a greve como desculpa para fugir dos compromissos

* Contas de água, luz, telefone podem ser quitadas em correspondentes bancários

* Boletos e carnês de lojas que oferecem um produto ou serviço podem ser pagos direto no próprio estabelecimento comercial

* Faça transações bancárias por telefone, internet ou nos caixas eletrônicos

* Nos caixas eletrônicos dá para fazer depósitos, pagamentos, saques, transferências, DOCs, retiradas de cheques, créditos de celulares

* Pelo internet banking é possível fazer até empréstimos

* Para quem tem FGTS a receber, as lotéricas, correspondentes bancários e salas de autoatendimento efetuam saques com o cartão cidadão

* Para pessoas que têm contas atrasadas de tarifas públicas, a orientação é ligar para as empresas e negociar uma forma de pagamento

* Aposentados e pensionistas do INSS podem retirar, como de costume, o dinheiro nos caixas eletrônicos. Quem recebe pela Caixa Econômica pode retirar o benefício nas casas lotéricas

* Se você não conseguir pagar uma fatura com nenhum outro meio alternativo, deve procurar o credor para negociar, por exemplo, outra data de vencimento para o pagamento

* O corte ou interrupção de serviços em função da inadimplência, se a conta não pode ser paga de jeito nenhum, é ilegal. Quem se sentir prejudicado deve procurar o Procon

O QUE DÁ PARA FAZER NAS LOTÉRICAS

Pagamentos

* Contas de concessionárias públicas (água, luz, telefone) até R$ 2 mil

* Tributos até R$ 2 mil

* Boletos bancários da Caixa Econômica até R$ 2 mil

* Boletos de outros bancos no valor de até R$ 700

* Guia da Previdência Social (GPS) no valor de até R$ 2 mil

* Guia do FGTS até R$ 2 mil

* Todos os pagamentos do Detran (como licenciamento, Dpvat, multa) até R$ 2 mil

* Contas do Oi Fixo e GVT, sem boleto, apenas informando o número da linha e o nome do titular. Valores até R$ 1 mil

* Contas de TV por assinatura (Sky, NET, Via Embratel) apenas com o número do CPF do titular, até R$ 1 mil

* Fatura do cartão de crédito da Caixa Econômica, sem boleto, até R$ 1 mil. Se for com boleto, até R$ 2 mil

* Prestação de habitação até R$ 2 mil

Movimentações financeiras

* Depósito em conta da Caixa Econômica até R$ 1,5 mil

* Saque de conta da Caixa Econômica até R$ 1,5 mil (por dia)

* Saque de conta do Banco do Brasil até R$ 500

* Saque do benefício do INSS se for cliente da Caixa Econômica. Com o cartão do INSS, a retirada pode ser de todo o valor. Se for em conta corrente, até R$ 1,5 mil por dia

* Saque de todo o valor disponível no Bolsa Família, com o Cartão Cidadão ou cartão do benefício

* Saque de todo o valor disponível do seguro-desemprego e do PIS com o Cartão Cidadão

* Saque do dinheiro do FGTS, o valor depende do sistema, com o Cartão Cidadão

Bebidas e utensílios que sobraram da Copa serão leiloados no dia 30

Vinho Faces. Crédito: DivulgaçãoUm pedacinho da Copa do Mundo pode ser seu. E não estamos falando de mais um gol da Alemanha. É que a Match, empresa que coordenou as áreas de hospitalidade dos estádios, fará um leilão no próximo dia 30 com itens que sobraram, como bebidas e utensílios. Dependendo do produto, o lance inicial pedido pode ter um desconto de 90% sobre o preço inicial.

Exemplo: uma pacote com 60 garrafas de Faces Branco, vinho oficial do Mundial de futebol, está com o lance inicial de R$ 240. No mercado uma garrafa da bebida produzida na Serra Gaúcha chega a custar R$ 39,90. Já no leilão, sai por módicos R$ 4. Redução de 90%. Claro que, quando os lances forem sendo feitos, o desconto vai cair. Mas, ainda assim, é vantagem.

Já um lote com 1.800 latas de Coca-Cola tem lance inicial de R$ 360. Cada lata sai a R$ 0,20. Pechincha para os cocólatras. Câmaras frigoríficas, enfeites, utensílios de cozinha (copos de vidro, talheres, pratos), artesanatos, caixas de isopor e lixeiras também fazem parte do leilão.

Interessou-se? Então entre no site da Sold Leilões para se cadastrar e dar um lance até o dia 29. Tem um detalhe: os produtos estão em São Paulo. Os lotes podem ser vistoriados em um depósito na Vila Paulista, zona sul da capital paulista. É preciso fazer o agendamento por e-mail (contato@sold.com.br).

Bruges, na Bélgica, vai construir um cervejoduto

Bruges. Crédito: M & G Therin-Weise/UnescoA cidade de Bruges, na Bélgica, conhecida pelos canais, chocolates e cervejas (e que parece uma cidade cenográfica, de tão perfeita e limpa) vai inovar e construir um cervejoduto. Isso mesmo, um cervejoduto. Ele ligará a cervejaria De Halve Maan (A Meia Lua, última cervejaria familiar que restou na cidade e que recebe cerca de 100 mil visitantes por ano) ao parque industrial, onde a bebida será engarrafada.

O duto subterrâneo para transportar a loira gelada será construído porque a administração da cidade está preocupada com a quantidade dos gases emitidos por caminhões circulando próximo aos canais. Com três quilômetros extensão, o cervejoduto terá a tecnologia usada no setor petrolífero. Quando estiver pronto, o duto evitará que 500 caminhões circulem anualmente pelas ruelas de paralelepípedo da cidade. O volume representa cerca de 85% do tráfego pesado de Bruges.

A construção vai começar em 2015 e será financiada pela De Halve Maan. “A cerveja vai levar de dez a 15 minutos para chegar à unidade engarrafadora. É algo inédito no setor cervejeiro, à exceção de uma cervejaria alemã, que instalou um sistema similar”, disse Xavier Vanneste, diretor-executivo da companhia, ao jornal local Het Nieuwsblad.

De Halve Maan. Crédito: Visit Flanders/Divulgação

Voos suspensos durante a madrugada no Aeroporto do Recife

Aeroporto do Recife. Crédito: Blenda Souto Maior/DP/D.A PressAtenção, pessoal que curte voar de madrugada para tentar conseguir preços mais em conta. O Aeroporto do Recife está retomando nesta segunda-feira (22) as obras de revitalização da pista de pousos e decolagens. Segundo a Infraero, os trabalhos devem seguir até 6 de dezembro. Nesse período, os voos das madrugadas ficam suspensos.

O aeroporto não receberá aeronaves entre a meia-noite e as 7h, até 18 de outubro. A partir do dia 19 de outubro – quando começa o horário de verão – a interdição será entre 23h e 6h. Se você já tinha viagem marcada e não recebeu nenhum aviso da companhia aérea, melhor ir atrás para confirmar os novos horários.

Com a interdição durante a madrugada, 31 voos diários serão alterados. A Infraero informa que as mudanças foram definidas de comum acordo com as empresas, a Aeronáutica e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Atuam no Recife, com voos regulares, as empresas American Airlines, Avianca, Azul, Condor, Copa Airlines, Gol, TAM e TAP.

A pista do aeroporto da capital pernambucana tem cerca de 3 mil metros de comprimento. “As obras de revitalização da pista do Aeroporto de Guararapes têm como objetivo manter os bons níveis de segurança nas operações de pouso e decolagens do aeroporto, representando um investimento da ordem de R$ 8 milhões”, informa a Infraero em nota.

Morando em uma casa de pombo

Casa de pombo. Crédito: Samuca/DP/D.A PressNunca me esqueço de quando dei entrada na compra do meu apartamento, 12 anos atrás. O imóvel tem 75 metros quadrados. Eu, horrorizada, batizei o bicho de apartamento-ovo. Afinal de contas, o apartamento antigo (antigo mesmo) tinha 88 metros quadrados. E olha que eram só dois quartos principais e um banheiro (compartilhado por quatro pessoas). O “novo” contava com três quartos e três banheiros (a glória). Mas era pequeno. Pelo menos era o que eu achava.

Olhando para os lançamentos de hoje, tem vezes que acho que moro numa mansão. Ok, não chega a tanto. Mas a conclusão – óbvia – é de que estão vendendo por aí casas de pombo travestidas de apartamentos. E cobrando muito caro por elas. Um bom parâmetro é a Pesquisa de Indicadores de Velocidade de Vendas (IVV), que acompanha o desempenho da comercialização de imóveis no Grande Recife e é produzida pela Fiepe.

Em 2003, o tamanho médio dos imóveis vendidos no Recife e cidades vizinhas era de 104,1 metros quadrados. Ou seja, eu tinha razão em chamar o meu lar de apartamento-ovo. Só que agora, em 2014, a média despencou para 61,7 metros quadrados. Incrível, não? Deem uma olhada no quadro abaixo, que retrata bem o encolhimento dos imóveis:

2003    104,1 m2
2004    97 m2
2005    99,2 m2
2006    93,9 m2
2007    90,5 m2
2008    82 m2
2009    73,1 m2
2010    71,7 m2
2011    71,7 m2
2012    64,6 m2
2013    62,5 m2
2014    61,7 m2

Se os apartamentos tivessem só ficado menores, tudo bem. Mas a gente sabe que, enquanto encolheram, eles ficaram com preços muito maiores. A pesquisa da Fipe/Zap, aquela que mostra preços de imóveis anunciados na internet, aponta uma alta de 96,5% no valor médio do metro quadrado no Recife entre junho de 2010 (início do levantamento) e agosto de 2014.

Hoje, o metro quadrado sai por R$ 5.819, em média, na capital pernambucana. Os preços quase dobraram no período. E o IVV diz que, entre 2010 e 2014, o imóvel diminuiu exatos dez metros (-14%).

Uma vez, um diretor do Sindicato da Habitação de São Paulo disse que os apartamentos diminuem porque os custos sobem. Como os custos sobem, os preços também aumentam. E já que o poder de compra da população não acompanha o ritmo, o setor precisa fazer mágica. E a tal mágica é diminuir os tamanhos dos imóveis. Sei…

Coincidentemente, enquanto concluía esse texto, recebi uma mensagem no celular de algum corretor imobiliário (como o pessoal consegue fácil o telefone da gente) me oferecendo uma “grande oportunidade” no edifício Fulano de Tal, de uma construtora de renome. “Nascente, três quartos, sendo uma suíte, 65 metros quadrados, R$ 425 mil.” Oi? Pagar isso tudo por uma casa de pombo, mesmo sendo de grife? Não, obrigada.

Não deixe para comprar passagem aérea em cima da hora

Aeroporto de Brasília. Crédito: Correio BrazilienseA não ser que você consiga aquela promoção maravilhosa, deixar para comprar a passagem aérea no mês da viagem pode ser muito prejudicial para o seu bolso. Pelo menos é isso o que mostra um levantamento do site de compra de passagens ViajaNet.

O site simulou os preços médios das passagens aéreas compradas em setembro para embarque neste mesmo mês e das passagens compradas agora em setembro, mas com o embarque previsto só para dezembro.

Segundo a pesquisa, que foi feita com base em um milhão de procuras realizadas no site, os bilhetes comprados no mesmo mês da viagem chegam a ser até 87% mais caros do que os comprados com pelo menos dois meses de antecedência.

Pois é, pois é. Sabendo disso, melhor você não deixar para montar o seu roteiro de viagem muito em cima da hora da próxima vez. Não faça como a maioria, que deixa sempre para o fim.

De acordo com o levantamento do ViajaNet, 62% dos viajantes buscam voos para o mesmo mês da compra. Já 24% procuram com um mês de antecedência e só 14% procuram passagens com a diferença de pelo menos dois meses.

Trabalhadores dos Correios em Pernambuco continuam em estado de greve, mas ainda não vão parar

Trabalhadores dos Correios. Crédito: Breno Fortes/CB/D.A PressSe você está esperando receber alguma encomenda pelos Correios, ganhou mais alguns dias. Os trabalhadores em Pernambuco decidiram não entrar em greve. Por enquanto. Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (17), os profissionais optaram por manter o indicativo de greve até a próxima assembleia, marcada para o próximo dia 23.

Segundo representantes do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios em Pernambuco (Sintect-PE), a opção por esperar aconteceu porque ainda estão acontecendo negociações no Tribunal Superior do Trabalho (TST) e os dois maiores sindicatos do país (São Paulo e Rio de Janeiro) divergiram sobre a paralisação. Enquanto São Paulo optou por não entrar em greve, o pessoal do Rio decidiu cruzar os braços a partir desta quinta (18).

Os trabalhadores já tinham aprovado o indicativo de greve na semana passada. Os profissionais pedem reajuste de 11,30%, reajuste linear de R$ 300, piso salarial de R$ 3.079,91 e a contratação imediata dos aprovados no último concurso, entre outros pleitos. Agora é esperar pela próxima assembleia.

* Com informações da repórter Juliana Cavalcanti

Converse com seus pais sobre a sua carreira

Pai e Filho trabalho. Crédito: Caio Gomez/CB/D.A PressVocê pede conselhos ou fala sobre sua carreira com seus pais? Não? Talvez seja o caso de experimentar. Uma pesquisa divulgada pela LinkedIn, rede social voltada para profissionais, mostra que 72% dos profissionais brasileiros acreditam que os pais possuem conhecimentos que ajudariam em suas carreiras.

Os “velhos” podem até não ajudar – só 47% dos pais acreditam que podem -, mas podem dar “aquela força”, ouvir. Até porque, mesmo sem entenderem bem a vida profissional dos filhos, 94% dos pais se sentem orgulhosos por suas conquistas. É o que mostra a pesquisa, que faz parte da campanha Dia de Levar os Pais ao Trabalho.

O estudo mostra ainda que 69% dos pais acham que impactaram diretamente a carreira dos filhos. Eles falaram sobre o apoio financeiro durante a educação (65%), os conselhos profissionais (58%) e a moradia (50%). Em nota, a gerente e de comunicação sênior da LinkedIn, Fernanda Brunsizian, reforça o potencial de contribuição dos pais na vida profissional dos filhos.

“Mas esse conhecimento não está sendo passado para a geração mais nova. Os principais motivos são o desconhecimento sobre a vida profissional dos filhos e a sensação de que o mundo mudou tanto, que a sabedoria que tinham já não é mais válida”, lembra Fernanda.

Foram entrevistados 2.002 adultos no Brasil durante o período de 8 a 17 de julho de 2014. A pesquisa traz outro dado interessante: 87% dos pais já receberam um agradecimento de seus filhos pela ajuda concedida em suas carreiras. E 50% disseram que o agradecido é feito de forma regular.