Os lugares mais caros para tomar aquela cervejinha

Cerveja. Crédito: Jose Varella/CB/D.A PressVocê gosta de tomar uma cervejinha e está achando que a loira gelada está meio cara ultimamente? Pois fique feliz por morar no Recife. A GoEuro, uma ferramenta online de viagens, fez uma pesquisa e listou os destinos mais caros para se tomar uma long neck.

A campeã é a cidade de Oslo, capital da Noruega. Por lá, uma cerveja custa, em média, R$ 10,69. O Rio de Janeiro aparece na lista, em décimo lugar. O detalhe é que os preços são das compras realizadas em supermercados. Em bares e restaurantes, o preço sobe. Confira o Top 10:

1º Oslo (Noruega) R$ 10,69

2º Zurique (Suíça) R$ 9,16

3º Tóquio (Japão) R$ 9,12

4º Tel-Aviv (Israel) R$ 7,15

5º Londres (Inglaterra) R$ 6,40

6º Kuala Lumpur (Malásia) R$ 5,92

7º Sydney (Austrália) R$ 5,88

8º Singapura R$ 5,77

9º Hong Kong R$ 5,55

10º Rio de Janeiro (Brasil) R$ 5,17

Empresas estão fazendo tudo descartável

celularesEu tive um celular por seis anos. E ele funcionou muito bem. Troquei porque o bichinho já estava cansado de guerra. Mas tenho saudade. Bons tempos aqueles em que a gente podia ficar com um telefone por anos. Hoje, parece que são todos descartáveis. Dão problema com uma rapidez danada. Basta uma passada nas redes sociais para ler uma chuva de reclamações, não só sobre celulares, mas sobre outros eletrônicos. E eletrodomésticos também. Um inferno.

A Proteste Associação de Consumidores divulgou na última semana uma pesquisa mostrando que 45% dos eletrônicos e eletrodomésticos comprados no Brasil dão defeito antes de completarem dois anos de uso. Surpresa? De jeito nenhum. Segundo o levantamento, câmeras fotográficas, computadores e os tablets lideram a lista dos equipamentos que mais dão defeitos nos primeiros anos de uso.

Para fazer a pesquisa foram ouvidos consumidores de todo o país que tinham adquirido pelo menos um produto eletrônico ou eletrodoméstico nos últimos 12 meses. Segundo a Proteste, para 62% dos entrevistados, o defeito aconteceu pouco depois de a garantia terminar. Mais uma vez, surpresa nenhuma. Por conta disso, a Proteste está lançando uma campanha pelas redes sociais para ampliar o prazo da garantia legal, que hoje é de apenas três meses, para dois anos.

A garantia legal é estabelecida pelo Código de Defesa do Consumidor e não depende de qualquer previsão em contrato. Segundo a Proteste, na maior parte do Reino Unido, a garantia legal é de seis anos. No restante da Europa, a média é de dois anos. O pessoal da associação acredita que, mudando a lei e ampliando o prazo, os fabricantes irão produzir bens com maior durabilidade. Seria bom. Afinal de contas, se são bens duráveis, eles deveriam durar.

Lista da Forbes com brasileiros bilionários tem 150 nomes

Ricos. Crédito: Maurenilson Freire/CB/D.A PressEike Batista já não faz mais parte do clube dos bilionários, a gente sabe. Mas se a conta do ex-bilionário mais famoso do país não é mais aquela, outros 150 brasileiros estão na lista dos bilionários da edição brasileira da Revista Forbes. O ranking está na edição de agosto, que está chegando às bancas nesta semana. Vinte deles entraram na lista neste ano.

Juntos, os 150 mega-ricos têm um patrimônio de R$ 643,6 bilhões, equivalente a 13% de tudo o que a economia do Brasil produziu no ano passado. Para entrar na lista é preciso ter um patrimônio de pelo menos R$ 1 bilhão em empresas, investimentos e imóveis.

O empresário Jorge Paulo Lemann, do trio que comanda a cervejaria AB Inbev, aparece no topo do ranking e conta com uma fortuna de quase R$ 50 bilhões. Silvio Santos continua na lista, com R$ 2,42 bilhões. O paraibano Janguiê Diniz, dono do grupo Ser Educacional, também faz parte do ranking, com uma fortuma de pouco mais de R$ 1 bilhão.

Confira abaixo o TOP 15:

1º) Jorge Paulo Lemann
Fortuna: R$ 49,85 bilhões
Origem do patrimônio: cervejaria/investimentos

2º) Joseph Safra
Fortuna: R$ 35,98 bilhões
Origem do patrimônio: banco

3º) Marcel Herrmann Telles
Fortuna: R$ 25,58 bilhões
Origem do patrimônio: cervejaria/investimentos

4º) Carlos Alberto Sicupira
Fortuna: R$ 22,3 bilhões
Origem do patrimônio: cervejaria/investimentos

5º) Roberto Irineu Marinho
Fortuna: R$ 15,93 bilhões
Origem do patrimônio: mídia

6º) João Roberto Marinho
Fortuna: R$ 15,86 bilhões
Origem do patrimônio: mídia

7º) José Roberto Marinho
Fortuna: R$ 15,86 bilhões
Origem do patrimônio: mídia

8º) Marcelo Bahia Odebrecht & família
Fortuna: R$ 14 bilhões
Origem do patrimônio: construção/petroquímica

9º) José Batista Sobrinho & família
R$ 11,92 bilhões
Origem do patrimônio: indústria alimentícia

10º) Francisco Ivens de Sá Dias Branco
Fortuna: R$ 10,99 bilhões
Origem do patrimônio: indústria alimentícia

11º) Walter Faria
Fortuna: R$ 9,80 bilhões
Origem do patrimônio: cervejaria

12º) André Esteves
Fortuna: R$ 9,55 bilhões
Origem do patrimônio: banco/investimentos

13º) Eduardo Saverin
Fortuna: R$ 9,52 bilhões
Origem do patrimônio: internet

14º) Ermírio Pereira de Moraes
Fortuna: R$ 9,15 bilhões
Origem do patrimônio: variada

15º) Abilio dos Santos Diniz
Fortuna: R$ 8,9 bilhões
Origem do patrimônio: varejo

Heineken e Mars abrem inscrições para programa conjunto de trainee

Trainee Mars e Heineken. Crédito: Reprodução da InternetCerveja e chocolate. Para muitos, uma dupla mais que especial. Imagina então poder trabalhar em duas empresas gigantescas de bebes e comes, passando por apenas uma seleção. A cervejaria Heineken e a Mars, dona de marcas como M&M e Snickers, repetiram a parceria, iniciada em 2012, para fazer o programa de trainee 2015.

Desta vez são 15 vagas para as áreas de supply chain (manufatura, logística e planejamento), marketing, vendas, finanças e recursos humanos. Para concorrer é preciso ter concluído (ou concluir) a graduação entre dezembro de 2011 e dezembro de 2014, ter mobilidade para viajar e residir em qualquer local do Brasil e ter inglês fluente.

O programa tem duração de três anos. Os interessados podem se inscrever até 2 de outubro no site www.traineeheinekenemars.com.br. “Esse é o único programa de trainee em que os candidatos têm a oportunidade de, com apenas um processo, poder trabalhar em duas grandes empresas em um único programa”, destacam as empresas.

Os candidatos aprovados nas etapas on-line serão convocados para as etapas seguintes, presenciais, que deverão iniciar na segunda quinzena de outubro. A segunda etapa do processo será composta por três fases: dinâmicas, painéis e entrevistas finais.

Quase 60% dos devedores que limpam o nome voltam à inadimplência em até um ano

Mar de dívidas. Crédito: Greg/DP/D.A PressSabe aquela história de limpou, tá novo? Não por muito tempo, quando a gente fala de quem tem o nome sujo na praça. Segundo uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (27) pelo Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), seis de cada dez devedores que limpam o nome voltam a ficar inadimplentes em até um ano.

O diretor de Sustentabilidade da Boa Vista SCPC, Fernando Cosenza, disse em nota que o resultado da pesquisa reflete um “aperto dos orçamentos” dos brasileiros. E lembra que as renegociações também não se encaixam na organização financeira do consumidor. Por isso, ele volta a dever.

“Muitas vezes, a reincidência na inadimplência ocorre devido à falta de planejamento na renegociação da dívida, gerando parcelas que efetivamente não cabem no bolso do consumidor. Na ânsia de limpar o nome, ele assume um parcelamento que não conseguirá cumprir”, afirma Fernando Cosenza.

As cidades com os hotéis mais limpos e os mais sujos

Tóquio. Crédito: Trip Advisor/DivulgaçãoUma pesquisa do site hotel.info pode ajudar quem está programando a viagem das próximas férias. O pessoal do site pediu aos internautas que dessem notas para a limpeza dos hotéis de várias cidades do mundo.

Acho que não chega a ser surpresa Tóquio ser eleita a cidade com os hotéis mais limpos. Na outra ponta, o Rio de Janeiro ganhou a medalha de ouro dos hotéis mais sujinhos. Confira os dois rankings:

Cidades com os hotéis mais limpos

1º lugar: Tóquio (Japão), com nota 8,93

2º lugar: Varsóvia (Polônia), com nota 8,76

3º lugar: Seul (Coreia do Sul), com nota 8,73

4º lugar: Bratislava (Eslováquia), com nota 8,54

5º lugar: Sofia (Bulgária), com nota 8,54

6º lugar: Moscou (Rússia), com nota 8,45

7º lugar: Lisboa (Portugal), com nota 8,41

8º lugar: Helsinque (Finlândia), com nota 8,4

9º lugar: Bangcoc (Tailândia), com nota 8,36

10º lugar: Berna (Suíça), com nota 8,35

Cidades com os hotéis mais sujos

1º lugar: Rio de Janeiro (Brasil), com nota 7,29

2º lugar: Londres (Inglaterra), com nota 7,52

3º lugar: Oslo (Noruega), com nota 7,53

4º lugar: Amsterdam (Holanda), com nota 7,58

5º lugar: Copenhagen (Dinamarca), com nota 7,6

6º lugar: Paris (França), com nota 7,63

7º lugar: Atenas (Grécia), com nota 7,68

8º lugar: São Paulo (Brasil), com nota 7,69

9º lugar: Bruxelas (Bélgica), com nota 7,71

10º lugar: Kiev (Ucrânia), com nota: 7,71

Rio de Janeiro Cristo. Crédito: Fábio Costa/JCom/D.A Press

Seara dá ao Chaves o maior sanduíche de presunto do mundo

Chaves e Seara. Crédito: Reprodução no YouTubeA Seara aproveitou a passagem dos 30 anos da primeira exibição de Chaves na TV brasileira para homenagear o fã de sanduíche de presunto (e ganhar um monte de likes no YouTube e no Facebook).

A empresa que agora tem Fátima Bernardes como garota-propaganda divulgou na web a campanha digital “O maior sanduíche de presunto do mundo”, usando imagens antigas do seriado e novas dublagens.

No vídeo, Chaves está assistindo à TV quando dá de cara com o comercial com Fátima. Ele decide ir até o poço da vila para jogar algumas moedas e pedir o maior sanduíche de presunto do mundo. Dá certo. Confira abaixo o resultado:

Vem aí um novo mutirão de negociação de dívidas com bancos

Banco. Crédito: Crédito: Ovídio Carvalho/ON/D.A PressVai rolar mais um mutirão de negociação de dívidas de consumidores inadimplentes com os bancos. Promovido pelo Procon Pernambuco, em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e o Procon Recife, o mutirão será nas próximas quinta (28) e sexta-feiras (29).

Na sede do Procon-PE (Rua Floriano Peixoto, 141, São José) o mutirão será das 8h às 15h. Já na sede do Procon Recife (Rua Carlos Porto Carreiro, 156, Boa Vista) será das 8h às 13h. Pode participar da ação quem estiver com parcelas em atrasos de empréstimos, cartões de crédito e outros contratos financeiros.

É o seu caso? Então preste atenção como vai funcionar o mutirão: você deve ir ao Procon com os documentos pessoais (RG, CPF) e os documentos que comprovem a dívida com o banco (contrato, extrato bancário, boleto, etc).

“Durante o atendimento, após ser identificada a situação da inadimplência, a pessoa vai preencher um formulário com as informações do débito e contatos pessoais (telefones e e-mails)”, explica o Procon-PE, em nota. Depois da análise por parte dos atendentes, serão formuladas possibilidades de acordo para serem enviadas aos bancos.

Os bancos terão um prazo de dez dias corridos para responder diretamente ao endividado, com cópia para o Procon. Caberá ao consumidor aceitar ou não a contraproposta do banco. Caso não aceite poderá entrar em contato diretamente com a instituição para avaliar outra opção de acordo fora do mutirão.

Por conta do mutirão, na quinta e na sexta, os atendimentos do Procon-PE e do Procon Recife estarão fechados para as aberturas de reclamação.

Marcas também participam do desafio do balde de gelo

Ponto Frio. Crédito: Reprodução do Facebook

O desafio do balde de gelo (#IceBucketChallenge) ganhou destaque depois que celebridades mundiais, nacionais e locais postaram fotos e vídeos tomando um banho gelado com o objetivo de promover doações para a ALS Association, representada no Brasil pela Associação Pró-Cura da ELA.

Depois de empresários, atletas, cantores, atrizes, modelos e apresentadores, a campanha extrapolou e agora chegou às marcas, que além de promoverem doações próprias passaram a divulgar a iniciativa. O Bolinho Ana Maria, a Ponto Frio, a McDonald’s, a Sony e a Tabasco Brasil foram algumas das empresas que postam no Facebook e garantiram já ter feito doações.

Sony. Crédito: Reprodução do FacebookBolinho Ana Maria. Crédito: Reprodução do FacebookMcDonald's. Crédito: Reprodução do FacebookA Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), também conhecida como Doença de Lou Gehrig, é uma doença degenerativa do sistema nervoso, assim como o Alzheimer ou o Parkinson. Não tem cura e tem um quadro irreversível. Afeta 1,5 em cada 100 mil pessoas.

Com o tempo, a degeneração dos neurônios motores no cérebro e na medula espinhal limitam os movimentos de pés, mãos e músculos usados para deglutir, falar e respirar. Quem quiser doar, fazendo ou não o desafio do balde de gelo, basta acessar o site da Associação Pró-Cura da ELA.

DNIT pede abertura de concurso com mais de mil vagas

Prédio do Dnit. Crédito: Edilson Rodrigues/CB/D.A PressDepois do INSS foi a vez do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) confirmar que aguarda uma resposta do Ministério do Planejamento sobre o pedido de um novo concurso público.

A expectativa do órgão é que o ministério autorize o provimento de 1.131 vagas para o órgão. As oportunidades serão para cargos de níveis médio e superior.

De acordo com informações que a assessoria do DNIT passou para o CorreioWeb, as vagas são para analista administrativo (R$ 6.647,41), analista de infraestrutura (R$ 8.703,01), ambos em nível superior, técnico administrativo (R$ 3.342,50) e técnico de infraestrutura (R$ 4.094,68), os dois últimos em nível médio.