O petróleo é nosso. O emprego pode ser seu. Confira dez profissões que vão bombar no pré-sal

Plataforma de petróleo. Crédito: Petrobras/DivulgaçãoSe teve um assunto que foi onipresente na pauta econômica desta semana foi o leilão do campo de Libra, o primeiro do pré-sal. O leilão da maior reserva de petróleo conhecida no país foi “vencido” – lance único – pelo consórcio formado pela Petrobras e mais quatro empresas (Shell, Total, CNPC e CNOOC).

A presidente Dilma defendeu o sucesso da empreitada. A revista The Economist e o jornal Financial Times, ambos britânicos, desceram a lenha. E o que você tem a ver com isso? Bem, se a sua ideia é se colocar bem no mercado de trabalho, talvez você deva olhar com carinho para o setor de óleo e gás.

Um levantamento elaborado pela Michael Page, empresa especializada em recrutamento e seleção de profissionais de alta e média gerência, mostra que a procura por trabalhadores especializados deve crescer muito nos próximos anos. Haverá chances tanto para os mais jovens quanto para os mais experientes.

Bruno Stefani, gerente da divisão de óleo e gás da Michael Page, destaca que essas chances estarão em todas as fases da cadeia, da exploração à produção. A empresa listou dez profissionais que serão mais requisitados pelo setor. Vale a pena dar uma olhada, principalmente se você ainda não sabe o que fazer da vida.

1. Geólogo
Estuda as características da área potencialmente explorável. Em início de carreira, a remuneração varia entre R$ 6 mil e R$ 8 mil.

2. Geofísico
O profissional vai estudar fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, sísmicos. Quem tem menos experiência ganha de R$ 8 mil a R$ 12 mil. Profissionais experientes podem ter salários acima dos R$ 30 mil.

3. Petrofísico
É o geólogo com especialização em petrofísica, que conhece as propriedades físicas das rochas. No nível júnior, ganha de R$ 8 mil a R$ 12 mil. Os mais experientes chegam a receber entre R$ 35 mil e R$ 45 mil.

4. Engenheiro de perfuração
A formação em engenharia é obrigatória, mas a habilitação pode variar bastante entre os profissionais desse ramo. No nível júnior, com experiência de até 5 anos, a remuneração fixa varia entre R$ 8 mil e R$ 12 mil. Como costumam ficar embarcados, os adicionais podem dobrar o valor do salário.

5. Gerente de perfuração
É um engenheiro de perfuração que foi ganhando experiência técnica suficiente para ser um gestor. Geralmente tem mais de 20 anos de mercado. O salário pode ultrapassar os R$ 30 mil.

6. Gerente de contratos
Formação em engenharia é fundamental para gerenciar contratos de todos os tipos no setor de óleo e gás. O salário varia de R$ 15 mil a R$ 40 mil, dependendo do porte da empresa e da experiência do profissional.

7. Gerente de engenharia
É quem vai comandar a equipe de engenheiros nos projetos, que podem ser da tubulação de uma plataforma às partes mecânica e elétrica. O salário varia de R$ 15 mil a R$ 40 mil, dependendo do porte da empresa e da experiência do profissional.

8. Gerente de operação
Tem formação em engenharia. Diversas habilitações profissionais se encaixam no perfil. Profissionais com dez anos de experiência ganham, em média, R$ 35 mil. Quanto maior o tempo de experiência, maior o salário, que pode chegar a R$ 50 mil.

9. Oficial de náutica
Bruno Stefani diz que este é um gargalo de formação no Brasil. Os oficiais de náutica são formados pela Marinha. O salário para um comandante pode passar dos R$ 30 mil.

10. Gerente de plataforma
Formação em engenharia e experiência prévia são fundamentais para o cargo. O salário vai de R$ 25 mil a R$ 35 mil. Como ficam embarcados, a remuneração aumenta.

One thought on “O petróleo é nosso. O emprego pode ser seu. Confira dez profissões que vão bombar no pré-sal

  1. Boa noite, estou cursando tecnologia para auxilio de plataforma e logística do petróleo e gás e gostaria de saber em qual área esse curso se destaca, em qual área posso focar com esse certificado em mãos?? desde de já obrigado.

    att: Diego Manoel.