Batalha de La Plata

Gimnasia Y Esgrima de La Plata

Na Argentina, um playoff no fim da temporada decide a promoção à elite, com o 17º e o 18º colocados da primeira divisão e o 3º e o 4º lugares da Segundona. Neste domingo, o Gimnasia de La Plata, maior rival do Estudiantes (finalista da Libertadores), precisava vencer o Atletico Rafaela por 3 x 0 para continuar na elite.

O time não estava bem, já havia perdido por 3 x 0 no jogo de ida e atuava com um a menos em campo. E o jogo seguia 0 x 0 até os 27 minutos do segundo tempo.. 8-O

Aí começou o milagre, com a abertura do placar. Depois, outro jogador expulso. A pressão, porém, continuou… Aos 44, 2 x 0. Aos 47, após um cruzamento na área, 3 x 0. Festaço em La Plata para um time que nunca foi campeão nacional – ao contrário do rival, que até título mundial tem. Confira abaixo.

Comandante de Série A

Com apenas 10 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Náutico já teve 2 técnicos. Cada um comandou o time em 5 partidas. Primeiro, Waldemar Lemos, e depois Márcio Bittencourt, que perdeu todos os 5 jogos.

Assim, o Timbu segue afundado na zona de rebaixamento. A queda de Bittencourt já era esperada, e desde então dois nomes foram especulados em Rosa e Silva: Alexandre Gallo e Geninho.

Série A-2009: Atlético-PR 2 x 3 NáuticoO primeiro parecia mais real, já que está num patamar salarial na realida alvirrubra. Mas o Náutico fechou mesmo foi com Geninho. Pra mim, uma grande contratação. O Náutico será o 15º time de Geninho no Brasileirão desde 1987, quando ele estreou na elite.

Em 2007, comandando o Sport, Geninho pegou o Leão na zona de rebaixamento e por muito pouco não classificou o time (que havia acabado de sair da Série B) para a Copa Sul-Americana.

Campeão brasileiro em 2001 com o Atlético-PR (vídeo abaixo), ele começou a edição de 2009 da Série A no próprio Furacão, mas acabou deixando o time após um péssimo início. Foram 4 derrotas e um empate. Uma das derrotas foi diante do próprio Náutico, na Arena da Baixada, por 3 x 2, de virada (foto).

Abaixo, os números de Geninho na primeira divisão nacional.

349 jogos

131 vitórias
92 empates
126 derrotas

1 título (2001)
14 clubes

Spray liberado

Spray 100% nacionalDo Brasil para o mundo. Aos poucos, os outros países vão adotando uma ideia genuinamente brasileira.

E nada de dribles ou esquemas táticos, mas sim o spray utilizado pelos árbitros brasileiros desde 2000, para marcar as infrações durante as partidas.

Se antes a espuminha no gramado (que desaparece em segundos) era vista como “piada”, agora as outras federações vão vendo que trata-se de uma boa solução para o velho problema da distância da barreira, que é de 9,15m.

A Conmebol anunciou que está considerando a hipótese de adotá-la em todas as competições oficiais da entidade (veja AQUI). Inicialmente, ela será testada na Copa Sul-Americana, que começará neste semestre.

Na América do Sul, Argentina e Chile aderiram ao spray 100% nacional nesta temporada. 8-)

Para a Copa de 2010, deve será difícil alguma mudança da Fifa. Quem sabe, então, para a de 2014, aqui mesmo no Brasil…?

Você concorda com a utilização do spray na arbitragem? Opine!

Contra o Fenômeno

Ronaldo

Nesta quinta-feira, o Sport irá enfrentar o Corinthians pela primeira vez após a decisão da Copa do Brasil do ano passado. Só isso bastaria para deixar a partida, que será realizada no Pacaembu, bem interessante.

Mas, assim como irá ocorrer com uma dúzia de clubes nesta temporada, também tem o fato de jogar contra Ronaldo. E, esta sim, será a primeira vez. Antes, a única edição da Série A do atacante havia sido a de 1993.

Naquele ano, ele marcou 12 gols em 14 jogos vestindo a camisa do Cruzeiro (veja lista completa AQUI). Trata-se de um excelente desempenho! 8-O O time mineiro, porém, não enfrentou o Sport, já que naquele tempo o Nacional era disputado por inúmeras fases, e os times não jogavam contra todos os participantes.

De antemão, pode-se dizer que o Fenômeno também não jogou contra o Náutico. Abaixo, o vídeo do jogo Cruzeiro 6 x 0 Bahia, quando o então “Menino Ronaldo” marcou 5 gols, em 7 de novembro de 93.