A cartilha

Bola murchaCartilha básica para o rebaixamento no Campeonato Brasileiro:

1) Não transformar o mando de campo em pontos;

2) Troca sistemática de técnicos;

3) Atrito entre jogadores e diretoria;

4) Pressão da torcida sobre o próprio time;

5) Contratações para fazer número no grupo, e não para aumentar a qualidade;

6) Perder todos os duelos possíveis justamente para os adversários diretos na briga contra a zona de rebaixamento.

Algo comum no Recife, não é verdade? 8-O

One thought on “A cartilha

  1. Cássio, em relação ao Náutico, concordo contigo! Mas o Sport ? O exemplo de organização que “cresceu com as próprias pernas” ? O time que a imprensa pernambucana disse, logo após a eliminação pelo fraco Palmeiras, que voltaria a Libertadores 2010 ? Veja que reportagem realista :
    http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/05/13/esportes1_0.asp.
    Uma potência, um gigante nacional como o Sport não faz esse tipo de coisa que vc citou. Como pregam a imprensa e a sábia e crítica torcida do Sport tem planejamento, tem estrututura de dar inveja a Palmeiras e São Paulo. É um clube do nível de Inter , Grêmio e Cruzeiro, ou seja, é um dos times que os times de São Paulo tremem! Tanto que o Sport só perde em seus domínios para potências sul-americanas como Avaí e Atlético-PR! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>