Semifinal PE2011: Náutico x Sport

Pernambucano 2011: Sport 1 x 1 Náutico. Foto: Helder Tavares/Diario de Pernambuco

Mote principal da disputa pelo hexacampeonato em 2011, o Clássico dos Clássicos tinha tudo para ser a decisão do Estadual, devido ao investimento milionário da dupla.

Folhas: R$ 1,2 milhão para os rubro-negros e R$ 800 mil para os alvirrubros.

NáuticoSportChegou a hora! O ano de 1968 está em jogo.

O Náutico, líder, encara o arquirrival que não venceu um clássico sequer. Foram três derrotas e um empate nos clássicos para os leoninos. Agora, é bom lembrar, o regulamento do mata-mata será o mesmo adotado na Copa do Brasil.

O choque vai acontecer na semifinal. Primeiro na Ilha do Retiro, em 24 de abril, e depois nos Aflitos, no dia 1º de maio. Dois domingos que vão parar o Recife!

Confronto de 180 minutos envolvendo uma equipe que ainda busca a sua melhor formação, sem brilho algum durante a competição, e um time que já mostrou o seu potencial, tanto para o bem quanto para o mal. Algum favorito? Não.

Em 5 maio do ano passado o blog publicou o post “A 4 jogos do hexa” (veja AQUI).

O texto segue como uma verdade. Porém, para o Náutico serão apenas dois…

Timbu: 47 pontos, 14 vitórias, 5 empates e 3 derrotas, 48 GP, 25 GC. Apt: 71,2%.
Leão: 37 pontos, 11 vitórias, 4 empates e 7 derrotas, 29 GP, 20 GC. Apt: 56,0%.

Qual é a sua opinião sobre este embate, valendo uma vaga na final do PE2011?

Náutico x Sport
390 jogos no Estadual
151 vitórias do Sport (540 gols)
130 vitórias do Náutico (498 gols)
109 empates

Últimos cincos jogos
18/04/10 – Náutico 2 x 0 Sport
02/05/10 – Náutico 3 x 2 Sport
05/05/10 – Sport 1 x 0 Náutico
13/02/11 – Sport 1 x 1 Náutico (foto 1)
17/04/11 – Náutico 1 x 0 Sport (foto 2)

Pernambucano 2011: Náutico 1x0 Sport. Foto: Edvaldo Rodrigues/Diario de Pernambuco

Semifinal do PE2011: Santa Cruz x Porto

Pernambucano 2011: Santa Cruz 2x0 Porto. Foto: Paulo Paiva/Diario de Pernambuco

Ambos eram coadjuvantes antes do início do Campeonato Pernambucano de 2011. O desacreditado Santa Cruz, seguidamente rebaixado em solo nacional, contra o Porto, com a menor folha entre os 12 participantes, de R$ 80 mil mensais.

Agora, os tricolores, do Arruda e de Caruaru, vão decidir uma vaga na final.

Santa CruzPortoA Cobra Coral não alcança esta etapa da competição desde 2006, quando foi vice. Título? O último foi em 2005…

O Gavião, por sua vez, que voltar a decidir o Pernambucano, como em 1998. Desta vez, quer, finalmente, dar um título estadual ao interior.

Para isso, ambos vão se encarar com elencos jovens. No Santa, Gilberto, Renatinho, Natan, Memo… No Porto, Paulista, Naldinho, Alexandre Black…

Dois jogos. Primeiro no Lacerdão, no próximo fim de semana. Depois, no dia 1º de maio (ou 30 de abril), junto ao povão, no Arruda, repleto.

Cobra: 45 pontos, 14 vitórias, e 3 empates e 5 derrotas, 37 GP e 22 GC. Apt: 68,1%.
Gavião: 38 pontos, 12 vitórias, 2 empates e 8 derrotas, 39 GP, 31 GC. Apt: 57,5%

Qual é a sua opinião sobre este embate, valendo uma vaga na final do PE2011?

Santa Cruz x Porto
47 jogos pelo Estadual
22 vitórias do Santa (90 gols)
10 vitórias do Porto (66 gols)
15 empates

Últimos cinco confrontos
08/03/09 – Santa Cuz 2 x 0 Porto
31/01/10 – Porto 3 x 1 Santa Cruz
24/03/10 – Santa Cruz 3 x 2 Porto
03/02/11 – Porto 3 x 1 Santa Cruz (foto 2)
27/03/11 – Santa Cruz 2 x 0 Porto (foto 1)

Pernambucano 2011: Porto 3 x 1 Santa Cruz. Foto: Helder Tavares/Diario de Pernambuco

Pernambucano em 2 linhas – 22ª/2011

Pernambucano 2011, 22a rodada. Fotos: Edvaldo Rodrigues (primeira e terceira) e Ricardo Fernandes/Diario de Pernambuco

Haja luz! A 22ª e última rodada da fase classificatória do #PE2011 ficará marcada pelo apagão em Santa Cruz do Capibaribe nos minutos finais, bem mandrake, assim como o incidente logo na 1ª rodada. Porém, após 132 jogos, os caminhos estão definidos. Inclusive para baixo, com o rebaixamento de Vitória e, surpreendente, do Ypiranga.

Agora, as semifinais: Náutico x Sport e Santa Cruz x Porto. Emocionante!

Na artilharia, liderança para Paulista, do Porto, com 13 gols. Média por rodada: 0,59.

Náutico 1 x 0 Sport – Com times mistos, alvirrubros e rubro-negros, no 500º duelo, fizeram uma partida movimentada. Com o ataque titular, o Timbu se impôs com justiça.

Ypiranga 0 x 0 Santa Cruz – O jogo foi interrompido aos 39 dos 2º tempo após um apagão misterioso. Na volta, não adiantou. A Máquina enferrujou. Agora é de 2ª.

Porto 1 x 3 Petrolina – O time principal do Gavião tem média de idade de 22 anos. Pois é. Imagine, então, os “meninos” desse time. Pois eles jogaram… E faltou experiência.

Salgueiro 0 x 2 Central – Mesmo desanimada com a eliminação, a Patativa matou o Carcará logo no 1º tempo, com Jales, duas vezes. Agora, só a Taça do Interior.

Araripina 1 x 2 América – De virada, o Mequinha venceu fora de casa no último lance. Depois, sofreu pelo rádio, mas o investimento de R$ 120 mil em malas deu certo!

Vitória 0 x 0 Cabense - No jogo mais insosso da rodada, a Acadêmica Vitória não saiu do empate sem gols com o Azulão e acabou mesmo na lanterna, rebaixada.

Veja a classificação atualizada do Estadual AQUI.

Destaque da rodada: América. Na base do milagre, o Mequinha segue na elite!

Carcaça da rodada: Duplo! Apagão no Limeirão e boicote da torcida do Sport.

Última luz dos negócios no Limeirão

Pernambucano 2011: Ypiranga 0x0 Santa Cruz. Foto: Ricardo Fernandes/Diario de Pernambuco

Jogo morninho morninho…

Era um domingo de tranquilidade. Teve até gente tirando um cochilo nas acanhadas arquibancadas do estádio Limeirão.

A calmaria no cimento e no campo não refletiam a situação do time da casa, desesperado para fugir do rebaixamento no Estadual.

Para se ter uma ideia, a premiação da diretoria para esta meta, de R$ 100 mil, foi equivalente a um mês extra de salário no Ypiranga!

No Santa Cruz, uma mala de branca de R$ 50 mil, oferecida pelo não menos desesperado América.

Mas houve a reviravolta daquelas. A cara deste Pernambucano.

Aos 39 minutos do segundo tempo, apagão… Três torres de refletores sem luz.

A ação repetiu o papelão da primeira rodada, em Salgueiro.

Mas o pior, para o Ypiranga, aconteceu, com a vitória do Alviverde da Estrada do Arraial no último lance do jogo no Chapadão do Araripe.

Coincidentemente, dois minutos depois a energia voltou no Limeirão.

O jogo seguiu, com direito a quatro minutosn de acréscimo.

Pois chegou ao fim, no apagar das luzes, literalmente às 18h34, com um 0 x 0.

O Ypiranga caiu… Os jogadores perderam R$ 100 mil.

Os tricolores acabaram em 2º lugar e voltam ao Arruda com R$ 50 mil na carteira.

E ainda falam que a feira de negócios em Santa Cruz não funciona aos domingos…

Pernambucano 2011: Ypiranga 0x0 Santa Cruz. Foto: Ricardo Fernandes/Diario de Pernambuco

Venceu a preliminar a vai para o principal

Pernambucano 2011: Náutico 1x0 Sport. Foto: Edvaldo Rodrigues/Diario de Pernambuco

Centenária, a rivalidade entre alvirrubros e rubro-negros teve neste chuvoso domingo o episódio de número 500.

Esvaziado, com apenas 12 mil torcedores presentes, o Clássico dos Clássicos foi até animado, nos Aflitos.

Peças ilustres das finais estiveram presentes em campo, como Eduardo Ramos, Carlinhos Bala, Ricardo Xavier eMagrão.

E o confronto teve, sim, boas jogadas, sobretudo no primeiro tempo, quando os rivais centenários estiverem perto de abrir o placar.

O volume no clássico era maior, inclusive o interesse, diante da torcida leonina, praticamente ausente.

Mas foi na etapa final que o placar saiu do zero, de apenas um lado.

Vermelho e… branco.

Aos 17 minutos, o lance que marcou a bravura do atacante Bruno Meneghel.

O jogador, que acabara de entrar, recebeu na entrada da área, protegeu muito bem a bola, ganhou da zaga leonina, invandiu e deu um toquinho encobrindo Magrão.

Belíssimo gol. Misturou raça, técnica e categoria.

O gol do triunfo timbu: 1 x 0. Vitória para a festa, da gozação, da rivalidade etc.

E ainda diziam que o clássico não valia nada… Valia. Valeu!

Nos dois próximos domingos, mais capítulos. O 501º e o 502º… Agora, com festa, rivalidade e apenas uma vaga na finalíssima, com 100% dos titulares.

Acabou a preliminar.

Pernambucano 2011: Náutico 1x0 Sport. Foto: Edvaldo Rodrigues/Diario de Pernambuco

A quatro jogos do título, após os aspirantes

Diario de Pernambuco: 17/04/2011Das 132 partidas agendadas para a fase classificatória do Pernambucano de 2011, restam apenas 6.

Todos os jogos da 22ª rodada vão acontecer neste domingo, às 16h.

Na ponta de cima, os quatro finalistas já são conhecidos.

No entanto, a definição das semifinais envolvendo Santa, Náutico, Porto e Sport só vai acontecer após três duelos:

Ypiranga x Santa Cruz, Náutico x Sport e Porto x Petrolina.

Os times mistos podem gerar até 27 combinações possíveis (veja AQUI).

Cobra Coral e Timbu brigam pela liderança, enquanto Gavião e Leão lutam, no máximo, pelo 3º lugar.

So aí vai começar, de fato, o Estadual desta temporada…

Opção 1: Santa Cruz x Sport e Náutico x Porto

Opção 2: Santa Cruz x Porto e Náutico x Sport

Arte: Jarbas Domingos/DP.