Choque de gerações com a verde e amarela

Ronaldo e Neymar, juntos na Seleção Brasileira. Foto: Conmebol/divulgação

Ronaldo diz que Neymar é o seu provável sucessor na Seleção Brasileira.

Potencial, o craque do Santos tem de sobra. É genial e tem tudo para evoluir ainda mais.

Então, o sonho (da torcida) vai virar realidade?

O primeiro teste será na Copa América, em julho, onde o atacante de 19 anos chega como o protagonista da Canarinha, já visado para o Mundial de 2014.

Acima, o único registro da dupla pela Seleção, no amistoso contra a Romênia.

Um verdadeiro choque de gerações.

É a transição natural no futebol… Que a nova geração siga com o nível da anteior.

Blitzkrieg feminino

Playboy da Alemanha

Postagem especial…

Em busca do primeiro título mundial, a Seleção Brasileira será convocada nesta sexta.

Playboy da AlemanhaDas 25 jogadoras que vem treinando na Granja Comary, no Rio de Janeiro, 21 serão relacionadas para a Copa do Mundo na Alemanha, a partir de 26 de junho.

No país anfitrião, no entanto, as jogadoras germânicas estão tendo muito “trabalho”…

Cinco jovens atletas (Annika Doppler, 19 anos, Kristina Gessat, 20, Ivana Rudelic, 19, Julia Simic 22, e Selina Wagner, 20) acabam de fazer um ensaio pra lá de sensual em um rio para a revista Playboy.

Elas também concederam entrevistas ao site alemão da publicação, defendendo a sensualidade das mulheres no futebol.

“Me irrita quando dizem: ‘você não se parece nada com uma jogadora’, pois tem a ideia de que não podemos ser atraentes”.

Declaração de Julia Simic.

Sem dúvida, essas são as cinco melhores jogadoras da Alemanha.

Rivalidade e cordialidade das emoções

Santa Cruz, de Thiago Cunha, treina no CT do Náutico. Foto: Bernardo Dantas/Diario de Pernambuco

Notícia no mínimo curiosa…

Nesta quinta-feira, o Santa Cruz anunciou uma atividade no Centro de Treinamento Wilson Campos, na Guabiraba. Esse  CT, é bom lembrar, pertence ao Náutico.

A informação foi confirmada pelos dois clubes através do Twitter, de maneira formal. Os alvirrubros liberaram o espaço de graça, diga-se.

A rivalidade do Clássico das Emoções foi deixada de lado?

Nada disso. Porém, a cordialidade entre as duas diretorias resultou em um episódio pra lá de incomum – culpa do Santa, que ainda não possui um CT.

As duas torcidas (rivais) aprovaram ou reprovaram a atitude?

Em Pernambuco, Central e Porto dividiram nos últimos três anos o centro de treinamento do Gavião. Em troca, a Patativa cedeu o seu estádio ao rival.

Em 2008, durante o Brasileirão, a diretoria do Sport cedeu a Ilha para o treinamento do… Flamengo. O rubro-negro carioca estava no Recife para enfrentar o Náutico.

É incomum, mas acontece…

Flamengo treinando na Ilha do Retiro em 2008. Foto: Jaqueline Maia/Diario de Pernambuco

Possível uniforme do Real Madrid no Recife

Camisa do Real Madrid para a temporada 2011/2012. Foto: Real Madrid/divulgação

Se o Real Madrid confirmar a pré-temporada no Recife de 23 dias entre julho e agosto do ano que vem, eis os possíveis uniformes que o clube merengue irá utilizar.

O padrão para a temporada 2011/2012 foi revelado nesta quinta-feira, pela Adidas, fabricante de material esportivo e patrocinadora do gigante espanhol.

A principal mudança é a cor dourada nas camisas. Segundo o Real, essa novidade está associada aos títulos do clube mais vencedor da história – fato confirmado pela Fifa. Talvez, também, para diminuir a distância imposta na atualidade pelo Barça.

A camisa já está à venda na loja oficial online do clube por 74,98 euros, ou R$ 172.

O termo “possível” no título do post se deve ao fato de que o Real poderá lançar outro uniforme antes da pré-temporada para 2012/2013…

Confira os novos uniformes de outros grandes clubes europeus aqui.

Camisa comemorativa do Vasco e do novo Rio

Camisa do Vasco pelo título da Copa do Brasil de 2011

Aposta certa! A cada novo título, o dia seguinte com uma camisa especial, comemorativa. O modelo sempre vaza na internet poucas horas após a conquista.

No caso do Vasco, campeão da Copa do Brasil, a camisa só chegará na loja oficial do clube na sexta-feira, mas o modelo já foi divulgado, assim como o preço (R$ 49,90).

Esse troféu pode ser um marco na Guanabara. O título nacional da Cruz-de-malta foi o 5º do futebol carioca nas últimas 11 competições nacionais (Série A e Copa do Brasil).

A “conta” começa em 2006, quando o Flamengo venceu o próprio Vasco na decisão da Copa do Brasil, acabando um jejum de cinco anos do estado em competições nacionais.

Série A: 2009 (Fla) e 2010 (Flu). Copa do Brasil: 2006 (Fla), 2007 (Flu) e 2011 (Vasco).

Assim, o Rio de Janeiro igualou os títulos de São Paulo, também com cinco taças no período. Apenas um título não ficou com esta dupla: em 2008, com o Sport.

Coincidência ou não, a volta da boa fase ocorreu após a saída do polêmico Eduardo Vianna da presidência da Ferj, a “FPF” do Rio.

A camisa comemorativa é do Vasco. Porém, ela marca também a consolidação deste ressurgimento do Rio. Após a zorra da década 1990 e 2000, um mínimo de organização…

81 estrelas douradas nacionais

Campeões nacionais no Brasil de 1959 a 2011

Como já virou tradição no blog, aqui vai a atualização do ranking de títulos nacionais do futebol brasileiro. Além da Copa do Brasil de 2011 para o Vasco, uma outra conquista entrou na lista. Como a CBF ainda não foi notificada pela Justiça Federal sobre “1987″, então o Flamengo acrescenta a Copa União ao ranking, pela primeira vez no blog.

Ao todo, existem 22 clubes campeões nacionais em 81 torneios realizados.

10 – Palmeiras (A: 1972, 1973, 1993 e 1994; R: 1967 e 1969; CB: 1998; TB: 1960 e 1967; C: 2000)
9– Flamengo (A: 1980, 1982, 1983, 1987, 1992 e 2009; CB: 1990 e 2006; C: 2001)
9 – Santos (A: 2002 e 2004; R: 1968; CB: 2010; TB: 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965)
7 – Corinthians (A: 1990, 1998, 1999 e 2005; CB: 1995, 2002 e 2009)
6 – Grêmio (A: 1981 e 1996; CB: 1989, 1994, 1997 e 2001)
6 – Cruzeiro (A: 2003; CB: 1993, 1996, 2000 e 2003; TB: 1966)
6 – São Paulo (A: 1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008)
5 – Vasco (A: 1974, 1989, 1997 e 2000; CB: 2011)
4 – Internacional (A: 1975, 1976 e 1979; CB: 1992)
4 – Fluminense (A: 1984 e 2010; R: 1970; CB: 2007)
2 – Bahia (A: 1988; TB: 1959)
2 – Botafogo (A: 1995; TB: 1968)
2 – Sport (A: 1987; CB: 2008)
1 – Atlético-MG (A: 1971)
1 – Guarani (A: 1978)
1 – Coritiba (A: 1985)
1 – Criciúma (CB: 1991)
1 – Juventude (CB: 1999)
1 – Atlético-PR (A: 2001)
1 – Paysandu (C: 2002)
1 – Santo André (CB: 2004)
1 – Paulista (CB: 2005)

Legenda: Série A (A), T. Roberto Gomes Pedrosa (R), Copa do Brasil (CB), Taça Brasil (TB), Copa dos Campeões (C).

Os títulos foram somados sem distinção. O blog sabe que as competições têm pesos bem diferentes, é claro. Já a diferença nas posições com clubes com o mesmo número de taças foi estabelecida pelo último título, com vantagem para o mais antigo.

Obs. As competições de elite levadas em consideração foram a Taça Brasil (1959/1968), Robertão (1967/1970), a Série A (1971/2010), a Copa do Brasil (1989/2011) e a Copa dos Campeões (2000/2002). O que todos esses campeonatos têm em comum? Todas eles classificaram os vencedores à Libertadores.