Primeiro estádio da Copa 2014. Primeiro jogo também…

Estádio Larry Gomes, em Trinidad e Tobago

Serão 832 partidas na fase eliminatória, antes dos 64 jogos na Copa do Mundo de 2014. Porém, a competição começa oficialmente nesta quarta-feira, 15 de junho, em Malabar, distrito residencial de Arima, em Trinidad e Tobago.

Construído para o Mundial Sub-17 de 2001, o estádio Larry Gomes, com a modesta capacidade de 10 mil lugares, irá receber o duelo entre Belize e Montserrat, respectivamente a 172ª e a 202ª no ranking da Fifa.

O nome do estádio é uma homenagem a um jogador local de… críquete.

Em campo, uma partida de nível técnico baixíssimo com os dois times semiamadores do Caribe, ambos com poucos habitantes, com 4.600 em Montserrat e 330 mil em Belize.

De qualquer forma, sem o glamour do futebol arte e a exigente estrutura da Fifa, será lá em Malabar o ponta-pé do Mundial do Brasil. Provavelmente, nem Belize nem Montserrat vão se aparecer aqui. No máximo, na torcida…

Copa do Mundo de 2014. Logotipo oficialDepois deste “confronto”, serão mais dois anos de disputas em todos os continentes, valendo 31 vagas para o maior torneio de futebol do planeta, agendado para o inverno do Brasil.

Ao todo, 203 países se inscreveram para a Copa que vai suceder a edição da África do Sul.

Apenas Butão, Guam, Mauritânia e Brunei ficaram de fora entre os membros reconhecidos pela Fifa.

O cronograma das Eliminatórias da Copa de 2014 finalmente está disponível na web.

Vale lembrar que o sorteio dos grupos europeus só vai ocorrer em 30 de julho, no Rio de Janeiro.

Enquete: Nordestão, mesmo com time “B”?

NordestãoAinda em discussão, o Campeonato do Nordeste deverá ser reeditado novamente em 2011.

No ano passado, na sua volta após um hiato de sete anos, o torneio foi um fiasco.

Públicos baixíssimos, jogos com times reservas e cobertura pequena. Cenário inverso àquele de 2001, no auge do Nordestão.

Ausente em 2010, o Sport articula a sua volta nesta temporada. Pernambuco também seria representado por Náutico e Santa Cruz.

Os três clubes, no entanto, ensaiam equipes mistas para a disputa. Então, este será o foco da nova enquete do blog.

Até que ponto é válido participar um campeonato tão importante na região sem tanto afinco? Ao mesmo tempo em que praticamente relega a chance de brigar pelo título, o clube movimenta jogadores pouco utilizados no elenco principal. Ou 8 ou 80.

Importante: Caso você não consiga votar na enquete abaixo, por algum problema no navegador, basta clicar na mesma enquete na barra à direita do blog. Participe!

Você quer que o seu clube dispute o Nordestão de 2011, mesmo que seja com um time "B"?

  • Sport - Sim (36%, 114 Votes)
  • Santa Cruz - Sim (26%, 84 Votes)
  • Sport - Não (19%, 62 Votes)
  • Náutico - Sim (10%, 32 Votes)
  • Santa Cruz - Não (5%, 16 Votes)
  • Náutico - Não (4%, 13 Votes)

Total Voters: 321

Loading ... Loading ...

Herzlichen Glückwunsch, Dirk.

Dirk Nowitzki é o MVP da NBA 2011. Foto: NBA/divulgação

Aos fãs do basquete de altíssimo nível, a glória máxima na NBA.

A milionária liga norte-americana de basquete tem um novo MVP.

Ele não nasceu em nenhum dos 50 estados dos EUA. Nem no vizinho Canadá ou na ilha de Porto Rico. Muito menos na Argentina…

O nome do craque é a dica da nacionalidade: Dirk Nowitzki. O Most Valuable Player.

Ala-pivô alemão de 2,13m, nascido em Wüzburg.

Experiente, o jogador vai completar 33 anos no próximo domingo.

O presente, obviamente, foi muito bem antecipado. Para Dirk e para todos os alemães que jamais imaginaram produzir um jogador deste porte para a NBA…

Pois foi o que ocorreu em Miami, onde o Dallas venceu o dono da casa por 105 x 95 e conquistou a NBA pela primeira vez em sua história.

Fez 4 x 2 na série contra o poderoso Heat e devolveu o vice de cinco anos atrás.

Se a mão de obra foi estrangeira nas quadras, fora delas os americanos não perdem a mão nunca. No minuto seguinte ao título inédito do Dallas Mavericks, começou a venda de produtos oficiais do campeão. O kit completo sai por 80 dólares.

Aí, a NBA é realmente imbatível. Money com as cestas de Nowitzki.

Produtos do Dallas campeão da NBA 2011. Crédito: NBA