Tradição construída ainda na categoria júnior

Universitario, campeão da Libetadores Sub-20 de 2011. Foto: Universitario/divulgação

Entre os profissionais, o futebol do Peru jamais conquistou uma Taça Libertadores.

O ponto mais alto foi o vice-campeonato, em duas oportunidades. Em 1972, com o Universitario, e em 1997, com  Sporting Cristal. Ambos de Lima.

Agora, a primeira a conquista oficial, como deixa claro o troféu acima.

Bem parecido com a “Libertadores”, é verdade. Mas a peça é o símbolo maior da nova Libertadores Sub -20, cuja primeira edição foi realizada justamente no Peru.

Com 12 clubes – Flamengo represetando o Brasil -, o torneio durou 16 dias. Enxuto.

E o campeão foi o Universitario. Bateu os argentinos do Boca Juniors nos pênaltis.

A Conmebol acertou duas vezes com a ideia…

1) Criou uma versão Sub-20 do maior torneio interclubes das Américas.
2) Montou uma base de tradição já na abertura, com um troféu que já o identifica.

One thought on “Tradição construída ainda na categoria júnior

  1. esse é o 1o passo para a volta do Futebol Peruano em nível elevado.e precisa.o país foi o PIOR nas últimas eliminatórias para a copa da áfrica do sul.e concordo com a conmebol em fazer esses torneios de Base entre clubes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>