Seis finalizações em 90 minutos, com goleada coral

Pernambucano 2012: Belo Jardim 0x3 Santa Cruz. Foto: Edvaldo Rodrigues/Diario de Pernambuco

Nem o gramado e nem a iluminação ajudaram no estádio Sesc-Mendonção.

O placar da noite, porém, mostra que a vitória coral foi fácil.

Atuando em Belo Jardim, o Santa Cruz goleou por 3 x 0 e chegou à quarta vitória consecutiva no Estadual, ficando a dois pontos do 3º lugar, o Náutico.

No jogo isolado desta quarta-feira, cumprindo a tabela da 15ª rodada, o Tricolor surpreendeu com um ótimo aproveitamento nas finalizações.

Os três gols saíram de apenas seis finalizações. Aproveitamento de 50%…

O primeiro saiu aos 33 minutos, quando o zagueiro Alenílson, do Calango, desviou um cruzamento com as mãos. Na área? Pênalti claro, marcado por Sandro Meira Ricci.

De pênalti, Dênis Marques chegou a sete gols no Pernambucano, confirmando o status de melhor contratação coral no ano. Uma surpresa, pois veio de longa inatividade.

O gol salvava o primeiro tempo, fraquíssimo tecnicamente. Um show de passes errados.

Mas o tento de DM9 foi, na verdade, o início da boa vitória da equipe de Zé Teodoro.

Logo depois, aos 37, Luciano Henrique mandou de fora da área. Golaço. Os mesmos autores dos gols na vitória sobre o Central, no domingo, voltavam a balançar as redes.

Antes do intervalo, Luciano Henrique de novo, o “LH10″. Tabelou com Renatinho e bateu bem. Na etapa final, o jogo continuou fraco, mas com uma diferença. Sem gols…

Ao Santa, a importante recuperação moral após a Copa do Brasil. De volta à briga?

Pernambucano 2012: Belo Jardim 0x3 Santa Cruz. Foto: Edvaldo Rodrigues/Diario de Pernambuco

O melhor time do interior na Copa do Brasil

Copa do Brasil

Em 2013, a Copa do Brasil será ampliada, passando de 64 para 86 clubes.

Pernambuco deverá ter uma vaga extra na reformulada competição.

A origem da vaga está sendo costurada pela Federação Pernambucana de Futebol para garantir todos os anos pelo menos um time do interior na disputa nacional.

Inicialmente, seria através da Copa Pernambuco, numa tentativa de valorizar o torneio.

Ao blog, o presidente da FPF, Evandro Carvalho, confirmou que na última reunião com a CBF foi feito o pedido para que o melhor intermediário do Estadual fique com a vaga.

Ou seja, o campeão e o vice do Pernambucano irão automaticamente. A 3ª vaga não iria para o 3º colocado necessariamente, mas ao melhor time do interior.

A CBF deve confirmar a informação até maio, com o anúncio do calendário oficial do futebol brasileiro na próxima temporada.

Até hoje, apenas Central (2008 e 2009) e Porto (1999) representaram o interior na Copa do Brasil. Que outros clubes tenham esta oportunidade…

Após Teixeira/Evandro, a vez de Marin/Evandro

Evandro Carvalho (e) e José Maria Marin (c), presidentes da FPF e CBF, respectivamente. Foto: CBF/divulgação

Em viagem ao Rio de Janeiro, o presidente da FPF, Evandro Carvalho, teve a sua primeira reunião a portas fechadas com o novo mandatário da CBF, José Maria Marin.

O vídeo está disponível no site oficial da CBF. Veja aqui.

Evandro era próximo a Teixeira. Também parece próximo a Marin…

Encontro à parte, a FPF registrou um lucro de R$ 898 mil em 2011. Confira o balanço.

Adeptos do Trio de Ferro ganham R$ 2,2 bilhões por mês

O dado acima não está ligado aos clubes, mas aos seus aficionados…

Mensalmente, os 4,3 milhões de torcedores de Sport, Santa Cruz e Náutico ganham, segundo a pesquisa da Pluri Consultoria, R$ 2,25 bilhões. Na média, R$ 524 (veja aqui).

Deste montante, rubro-negros, tricolores e alvirrubros teriam um potencial de consumo mensal sobre produtos envolvendo os clubes de R$ 43 milhões. Razoável?

O número corresponde a exatamente 1,9% do faturamento geral da torcida.

Ao contrário do número de adeptos, presente entre os 20 maiores do país, o trio do Recife fica abaixo deste nível considerando as torcidas de maior renda.

Confira o gráfico sobre o poder de consumo de cada clube clicando aqui.

Pesquisa sobre a renda mensal das torcidas brasileiras em 2012. Crédito: Pluri Consultoria

Cerveja na marca do pênalti para o Mundial

Charge de Jarbas Domingos/Diario de Pernambuco

Haja confusão por causa da venda de cerveja na Copa do Mundo de 2014…

O governo federal parece ter desistido da Câmara dos Deputados e devolveu a bronca para os estados. Quer que cada uma das 12 subsedes libere atravésde leis estaduais…

Aqui, o estado proibiu em janeiro de 2009. Por sinal, a comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios é o tema da enquete do blog. Participe aqui.