A linha editorial incrivelmente fora da linha

Capas do Olé e do Lance! em 24 de maio de 2012

Duas classificações agônicas, nos instantes finais.

Na Taça Libertadores da América, os populares Boca Juniors e Corinthians avançaram à semifinal de forma emocionante.

No Rio de Janeiro, o tanque Santiago Silva marcou aos 45 minutos do segundo tempo e arrancou a vaga do Fluminense, que levava a disputa para os pênaltis até ali.

No Pacaembu, o volante Paulinho subiu sozinho para cabecear e despachar o Vasco aos 44, colocando o Timão mais uma vez próximo à façanha inédita no continente.

A emoção das partidas acabou transportada para dois importantes jornais esportivos.

Em Buenos Aires e em São Paulo, Olé e Lance!.

Numa coincidência incrível, ambos estamparam sem pudor algum palavrões nas manchetes, incorporando o grito de milhares de torcedores, dos xeneizes à Fiel.

Qual é a sua opinião sobre essa exótica linha editorial?

Funciona em casos especiais, como os citados acima, ou passa do ponto? Comente.

Na opinião do blog, as duas capas desta quinta foram espetaculares. Que não vire uma rotina, mas de forma excepcional tornaram-se históricas.

Confira as capas acima em uma resolução maior aqui e aqui.

21 thoughts on “A linha editorial incrivelmente fora da linha

  1. ” As capas retratam o sentimento de cada torcedor, que trabalha, que luta o dia inteiro, e quer que na hora do jogo, o jogador jogue por ele, lute como se fosse a última de toda as batalhas,  e nesses jogos se viu isso, e as capas retratam o sentimento de alma lavada, de batalha vencida, esse foi o meu sentimento,  e de outros tantos torcedores que disseram após o gol PQP paulinho, precisava ser assim…

  2. É palavrão sim… Se assemelha a palavra FODA, em português.

    A questão é: por muita gente usar, virou um palavrão meio “cult”, mas não deixa de ser palavrão.

    E essa questão de cuidado, eu não entendi… As únicas coisas reproduzidas aqui  foram as capas, e são FIDEDIGNAS aos respectivos jornais, assim como podem ser conferidas em seus respectivos sites…

    Não basta parecer inteligente, antenado e “cult”… É preciso sê-lo.

  3. Caro Cássio, na língua espanhola, carajo não é palavrão. Cuidado ao reproduzir matérias sem conferir a sua fidedignidade. Abraço e parabéns pelo blog.

  4. ASS CAPAS FICARAM MASSA PRECISAMOS É DE JORNAIS ASSIM EM PERNAMBUCO QUE INFLAMEM AS TORCIDAS!!! SERIA MUITO MASSA!!!

    OS QUE CRITICAM NÃO PASSAM DE FALSOS MORALISTAS!!!!

    CHAMO PALAVRÃO PRA CARALHO E PRINCIPALMENTE QUANDO  ESTOU NA ILHA!!!

    E AS CAPAS RETRATAM BEM O SENTIMENTO DO TORCEDOR!! TBM ACHO QUE NÃO DEVE VIRAR ROTINA PELO SIMPLES FATO DE PERDER A GRAÇA E A EMOÇÃO QUE AMBAS AS CAPAS PASSAM!!!!

    ADOREI ESPERO QUE O AQUI PE BOTE PRA ACAR EM CAPAS ASSIM!!!

  5. PARA MIM NÃO É QUESTÃO DE HIPOCRISIA, POIS LÓGICO QUE CHAMO PALAVRÕES, MAS FUI EDUCADO PARA RESPEITAR AS PESSOAS, E PRINCIPALMENTE NA MINHA FUNÇÃO DE EDUCADOR QUANTAS VEZES UM ALUNO ESTÁ TIRANDO A MINHA PACIÊNCIA E ME CONTROLO PARA NÃO FALAR BESTEIRA. MAS POR QUESTÃO DE PEINCIPIOS SOU CONTRA ESTAS CAPAS COMO SOU CONTRA AS MÚSICAS QUE A MAIORIA DOS ADOLESCENTES ESTÃO CANTANDO, COMO POR EXEMPLO DOS MCS SHELDONS DA VIDA, QUE PURA PORNOGRAFIA.E AI O QUE DIZER DISSO TUDO? SAUDAÇÕES ALVIRRUBRAS CONSCIENTES E NÃO FANÁTICAS.

  6. Cássio,
    Seja o primeiro blogueiro ou jornalista na Internet a comentar a lapada que o Santinha levou ontem do CSA. Não há uma só linha a respeito do assunto em nenhum portal conhecido. Isso, si, é que é blindagem! Fosse o glorioso Sport, saía até no Jornal Nacional!

  7. Foram realmente 2 classificações emocionantes ….Principalmente a do Boca Juniors empatando aos 45 contra o NenC. Foi de parar coração literalmente. E vamos vamos que vamos na torcida para que o Boca leve o Hepta. Y DALE Y DALE BOCA!!SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS E BOQUENSES!!

  8. Sou professor de Língua Portuguesa e trabalho na Educação de crianças e adolescentes há 15 anos. 

    É hipocrisia demais achar que os jornais “passaram do limite”… Essas palavras não querem dizer, literalmente, o que está escrito. É uma questão semântica que retrata em palavras o sentimento do torcedor. 

    Concordo integralmente com o comentário 8 (Samuel).

    Uma coisa é falar palavrão pra ofender. Outra coisa, pra desabafar.

    Leve uma topada, se você não falar “porra” ou “caralho”, com certeza vai pensar… O problema é ter coragem de admitir!

  9. Não vi nada demais, é muita hipocrisia, no jogo todo mundo fala palavrão…
    o público alvo da revista fala palavrão.

  10. Sensacional! É exatamente isso que torcedor diz na hora do gol. Na hora do gol o cara abraça quem não conhece e oque mais se ouve é “palavrão”. Ainda mais nessa situação aí, com gol no fimzinho do jogo. Só me lembro da final de 93. Eu disse tanto palavrão contra o Rosa e Silva que meu cérebro não permite que eu o xinge mais…

    Naquele dia eu tava com meu pai e nunca tinha dito um palavrãozinho sequer na frente dele, mas ali foi incontrolável. Eu e ele xingávamos sem parar, durante toda a prorrogação, o Rosa e Silva juntos!!!

  11. Pelas respostas vemos que o Brasil tem muito o que evoluir. Pudor, recalque e hipocrisia reina…..as capas são fantásticas e expressão um sentimento que só o verdadeiro torcedor, aquele que vai a campo suar com o time, sabe qual é. Parabéns!
    Garanto que teve torcedor do curintians e do Boca que choraram ao ver essas capas.

  12. CAPAS DE PÉSSIMO GOSTO. ALGUÉM DIZER QUE FOI “BEM BOLADA” ESTÁ CHEIRANDO A PURA INOCÊNCIA.
    CONCORDO QUE ISSO É FAZER AS PESSOAS DE BESTAS OU DESINFORMADOS.
     
     

  13. NA MINHA OPINIÃO COMO EDUCADOR DE ADOLESCENTES HÁ 33 ANOS, ACHO AS 2 CAPAS RIDICULA, DE PE´SSIMO COMPROMISSO COM O QUE É FUTEBOL.POR ISSO QUE VEJO MEUS ALUNOS E ATÉ ALUNAS COM A BOCA CHEIA DE PALAVRÕES.PODERIAM TER COLOCADO POR EXEMPLO DA-LHE BOCA E FOI DE4MAIS TIMÃO. MAS COMO NA MINHA OPINIÃO O MUNDO CAMINHA PARA SEU FIM, LEIA-SE HUMANIDADE, SÓ TENHO A DIZER ISSO É DEPLORÁVEL, PARA MIM ISSO NÃO É IMPRENSA É BADERNA E DESRESPEITO PRINCIPALMENTE A PESSOA COM INTELIGÊNCIA. SAUDAÇÕES ALVIRRUBRAS CONSCIENTES E NÃO FANÁTICAS.

  14. Quando o AquiPE publica umas capas desse tipo, todo mundo mete o pau, agora a Olé e a Lance fazem uma capa nesse estilo e todos acham algo genial.

  15. Pois é, mas alguns torcedores não tem acesso, não entendem o signifiado do ” PQP “.
    A Capa é bem bolada, porém, já vi muitas manchetes super-bacanas  sem “palavrões”.

  16. Não resta dúvida que ambos se excederam, não concordo com a publicação dos palavrões nas manchetes, isso é pra torcedor.

  17. Genial! As publicações são direcionadas para um público especifico, gente que vai ao estádio e que nos momentos de emoção esquecem todo o falso moralismo na qual somos obrigados a viver. Futebol é paixão e paixão não tem pudor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>