O futuro do futebol nordestino está perto

Arenas da Copa do Mundo de 2014 no Nordeste

Falta menos de um ano para o futebol do Nordeste passar por uma revolução estrutural.

Até o fim de 2013 nada menos que quatro estádios inseridos no mais alto padrão do caderno de encargos da Fifa estarão funcionando na região.

Palcos espalhados em Recife, Salvador, Fortaleza e Natal, que abrigam os nove maiores clubes nordestinos. As quatro arenas do Mundial irão disponibilizar 202.426 cadeiras.

Para isso, um investimeno bilionário. Ao todo, uma despesa de 2,059 bilhões de reais. O financiamento federal para as quatro obras corresponde a 71% do gasto total.

A tendência é um avanço no comportamento das torcidas, paralelamente ao conforto e aos serviços oferecidos. Espera-se que os clubes consigam crescer no mesmo ritmo, tanto na questão técnica quanto na governança. O Nordestão pode ser a força motriz.

Abaixo, a situação atual de cada um e os projetos originais. Saindo do papel…

Fortaleza – Castelão, 100%.
Clubes: Fortaleza e Ceará. Títulos: 2 regionais.

Estádio Castelão, em Fortaleza/CE. Foto: Danilo Borges/ Portal da Copa

Estádio com 63.903 lugares, orçado em R$ 518,6 milhões.

Projeto da Arena Castelão. Crédito: Arena Castelão/divulgação

Salvador – Fonte Nova, 90%.
Clubes: Bahia e Vitória. Títulos: 2 nacionais e 6 regionais.

Arena Fonte Nova, em Salvador/BA. Foto: Portal da Copa

Estádio com 50.223 lugares, orçado em R$ 591,7 milhões.

Projeto da Arena Fonte Nova. Crédito: Odebrecht/divulgação

Recife – Arena Pernambuco, 84%.
Clubes: Náutico, Santa Cruz e Sport. Títulos: 2 nacionais e 3 regionais.

Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Foto: Eduardo Martino/Odebrecht

Estádio de 46.214 lugares, orçado em R$ 532 milhões.

Projeto da Arena Pernambuco. Crédito: Odebrecht/divulgação

Natal – Arena das Dunas, 50%.
Clubes: ABC e América. Títulos: 1 regional.

Arena das Dunas, em Natal/RN. Foto: ME/ Portal da Copa

Estádio de 42.086 lugares, orçado em R$ 417 milhões.

Projeto da Arena das Dunas. Crédito: OAS/divulgação

15 thoughts on “O futuro do futebol nordestino está perto

  1. Caro Marco Antônio, O futebol é o balé dos humildes.  Se não fosse, o que seria da peleja sem um Garrincha entre tantos outros, e aquela deixada de bola do Rivaldo para o gol de R9 na copa 2002 – foi ou não um balé ?!

    O futebol é a arte do povo !       

  2. concordo em tudo com o q disseram Alexandre e Thiago Rubro-Negro.infelizmente há aqui neste blog,muitos”bairristas”tolos.q vão atrás de um”Geraldo Freire”e se ferram!nosso povo(não só o nordestino)está muito atrasado em termos educacionais!

  3. O Futebol, neste caso é apenas um detalhe…  Importante, muito importante mas apenas um detalhe na esfera do poder.

    E vejam que haverá no Brasil, no próximo ano e em 2014, milhares de jornalistas de todo o mundo que verão e noticiarão as mazelas de nosso país, infelizmente.

    Dengue, esgotos a céu aberto, falta de assistência médica, de segurança para a população, tudo isto será registrado pelas câmeras dos reporteres internacionais.  Nada será esquecido.  Nada que não conheçamos, infelizmente.

    Tudo isto sub-produto da falta de educação deste povo, resultado da falta de investimento dos governos federal, estadual e municipal, cujos politicos só se preocupam com a próxima eleição e em repartir o espólio de “guerra” eleitoral passada.  Nosso país é sugado e sucateado, não há dinheiro que chegue!   E dinheiro há, mas é preciso fazer chegar na educação de ensino fundamental, educação integrada a uma profissão, e em período integral.

    É preciso fazer que estes jovens tenham espaço e possam praticar esportes e deixando de lado esta violência bestial, é preciso revolucionar este país.  Revolucionar pela educação! 

    Do contrário, estes estádios serão os novos ”coliseus” de César:  circo e sangue.    

     

  4. Caro Claudio,

    no meu texto fiz referência ao futebol do Nordeste mas, é claro que a situação do futebol brasileiro é bem pior.  Quem quer participar de um confronto entre as torcidas do Corinthians e Palmeiras ?!  Concordo contigo que a situação em outros estados no Sul maravilha é pior e revela o caos e a disparidade sócio-econômica entre a população mais humilde e a população verticalizada.

    A raiz disto tudo é a falta de educação de base.  Falta respeito entre as pessoas e isto é mais grave no nordeste onde se havia cortezia entre cidadãos.   Infelizmente a situação está se agravando e nada é feito para atacar o problema.

     
    E falta interesse dos governos em corrigir   A falta de educação da população brasileira é notoria e, principalmente tende a piorar pois não se vê investimento nesta área.   

  5. Caro alexandre do Rio de Janeiro,

    Pelo que se sabe, no Sul e Sudeste, os vandalos-torcedores vão nos treinos dos times pra dar porrada nos jogadores, matam na saída dos estádios e marcam batalhas por internet. Você acha que aí no Rio de Janeiro é pior ou melhor do quê aqui? Na minha opinião é tudo a mesma coisa…mesmos vândalos, mesmos marginais. 
    Voce tem certeza que mora nesse Estado mesmo???

    Fazer um comentário desse, falando da construção dos estádios no Nordeste e esquecer de olhar o proprio umbigo é, no mínimo, leviano. BOA TARDE!!!

  6. Caro Alexandre, 

    Concordo em parte com que você disse. Acredito que os torcedores em sua maioria não tem educação para utilizar esses estádios, mas, discordo completamente quando você destaca que essa é uma realidade nordestina…

    Já viajei muito assistindo jogos Brasil a fora e a situação não é muito diferente em São Paulo, Rio, Minas ou Rio Grande do Sul por exemplo.
    Se o que estou afirmando é uma inverdade me explique por que em Minas Clássicos são assistidos por uma só das torcidas? Por que no Rio “torcedores” invadem o gramado para bater em jogadores até no treino? Por que em São Paulo em dias de jogos são montados esquemas de guerra e mesmo assim ocorrem mortes “até dentro do estádio”? Por que no Rio grande do Sul torcedores se matam mesmo em dia em que não há Grenal e quantas vezes as diretorias de ambos os clubes tiveram que fazer reparos no estádio do rival?

    Sendo isento de regionalismo você está sendo no mínimo injusto…

     

  7. Em relação a Arena PE acredito que será palco de grandes eventos e eu explico o por que. Recife já tem recebido grandes shows mesmo sem ter estrutura adequada. Quem imaginaria por exemplo que Paul McCartney tocaria no Arruda e com excelente público ? A Arena PE não será utilizada apenas no futebol, mas em grandes eventos com atrações nacionais e internacionais, sem dúvida gerará um boa receita. No tocante ao nível de educação do brasileiro realmente é algo preocupante, mas não creio que seja relevante deixar de construir um equipamento que auxiliará no desenvolvimento daquela área da RMR e da economia do estado como um todo. 

  8. Junior,

    O valor de R$ 40 milhões está dividido no faturamento geral do Nordestão. O estudo considerando direitos de transmissão, patrocinadores (da competição) e renda dos jogos. A cota de R$ 300 mil é apenas uma das cotas do evento. Há ainda a premiação, de R$ 1 milhão para o campeão, por exemplo. Valeu!

  9. Felipe Feitosa,

    Considerei apenas os títulos nacionais de elite. Tanto que também não entrou a Série C conquistada pelo ABC de Natal. Um abraço!

  10. Cassio, voce pode me responder a seguinte pergunta, se voce souber, claro?

    Pelo que andei sabendo em muitos veículos de informação foi noticiado de que a copa do nordeste foi negociada por 200 milhoes, com 5 anos de contrato, o que daria um total de 40 milhoes por ano. Mas fiquei sabendo pelo jornal do superesportes do ultimo domingo que a cota de cada time seria de 300 mil. e então fiquei pensando, e o resto do dinheiro? fui tentar encontrar mais informaçoes e nada, achei que a copa dará esse valor (300 mil) aos times participantes na primeira fase, na segunda, eles ganham 100 mil, se continuar passando na semifinal ganha 200 mil, o vice ganha 400 mil e o campeao 800 mil, somei todo esse valor mas mesmo assim ele continua irrisório se formos comparar a esses 40 milhoes, voce sabe algo concreto a respeito de quanto foi pago pelo certame deste ano e as repartiçoes por cada clube/fase?

    Obrigado desde já. 

  11. CARO CASSIO , PERNAMBUCO NÃO TEM 2 TITULOS NACIONAIS E SIM  3 COM O SPORT CLUB DO RECIFE!!!!!!!!!!!SÉRIE A, B E COPA DO BRASIL!!!!!!!!!!!!!

  12. Boa Alexandre… reforçando que não se trata de preconceito contra Nordestinos, sou de Recife, torcedor do SPORT e frequento os 3 estádios. TODAS, REPITO, TODAS as torcidas tem bandidos uniformizados. Há realmente quem se salve no meio disso tudo, mas meus amigos, garanto que de 10, 8 são extremamente mal educados e desrespeitam quem está ao seu lado nas ORGANIZADAS e no restante do estádio, 4 entre 10 torcedores também tem a mesma falta de educação.

    Não adianta ter padrão FIFA e modernidade se a mente das pessoas é ultrapassada, se não há educação. Aí dizem: “aaahh.. mas a Africa é mais pobre que o Brasil e não teve problema nenhum”. 

    Realmente, para quem assistiu na TV não houve nenhum incidente, mas alguem tava lá para comprovar? Quem garante? A Globo? A Band? A SPORTV ou similares? 

    Outra coisa, o amor pelo futebol lá é diferente da “doença” aqui.

    Aqui no Recife mesmo, se um tricolor passa perto do portão de acesso da Jovem do Sport dizendo: “acho q o SPORT vai perder hoje”… ou VICE-VERSA, MEUS AMIGOS… É MORTE NA CERTA!

    Num País onde integrantes da MESMA torcida se agridem, torcidas quebram tudo no estádio adversário…. ter um Estádio moderno, com conforto e tecnologia, é o mesmo que mandar uma criança de 9 anos dar enter numa máquina de datilografia.

    Sou torcedor, amo futebol, mas infelizmente moro num País onde ninguém se respeita nas arquibancadas. Infelizmente trocar carros com 173 km rodados por carros 0 km é mais importante que investir em Educação, segurança ou saúde.

  13. Arena Pernambuco, títulos: 2 nacionais e 3 regionais, quem ganhou os cinco? quem ganhou? foi a SARNA? não, foi a BARBIE? não. Acho que foi o Central!

  14. amigo, fico impressionado com o seu sonho. A esperança é uma virtude!  infelizmente a realidade é cruel!!!  Estes novos estádios serão sustentados pelos governos de seus estados mas, não se iluda, a educação de um povo sem trabalho e sem renda não vai melhorar a “qualidade” dos que assistem aos jogos. 

    O que vai ocorrer é a   pouca ocupação destes estádios que certamente ficarão  subutilizados e nós, contribuintes, pagando pelas cadeiras vazias.

    É uma pena mas a educação da torcida destes estádios, principalmente da Bahia, Ceara e Pernambuco não vai melhorar.  Exceto se houver restrição na entrada dos torcedores mais humildes e que são o verdadeiro padrão da torcida nordestina.

    Colunas de concreto não mudarão o abstrato mal educado povo nordestino que não consegue realizar ou participar um simples jogo de basquete devido a ação marginal de torcidas organizadas.

    O   que se pode fazer é aumentar o efetivo da força policial, militar claro, em cada jogo mas isto tornaria a população ainda mais exposta a bandidagem que anda solta e com todas as facilidades possiveis, como a falta de punição, para a prática do crime.

    Vem ai o duelo do Castelão.

    uma pena – a comprovar!             

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>