Treme a terra do frevo rubro-negro

Orquestra da "Treme-Terra", do Sport. Foto: diassport.blogspot.com.br

Num passado não muito distante, o bloco Leão Coroado arrastava uma multidão de rubro-negros no Recife. O bloco pode ter parado para respirar, mas os frevos rubro-negros seguem em alto e bom som nos metais, nos estádios, e, claro, no carnaval, nas ladeiras de Olinda e até no Galo da Madrugada.

Na Ilha do Retiro, a orquestra da Treme-Terra puxa o frevo-de-rua mais famoso do clube, já com 58 anos, numa composição de Nelson Ferreira, um torcedor tricolor, diga-se. A música Cazá Cazá, ainda tocada nas rádios, foi composta a pedido de Eunitônio Edir Pereira em 1955, ano do cinquentenário do Sport.

O mesmo Eunitônio anos depois escreveria o hino oficial. Mas, seguindo o tom carnavalesco, tem um frevo-canção ainda mais antigo, de 1936, também sob a batuta de Nelson Ferreira, em parceria com Sebastião Lopes, o “Pelo Sport Tudo”, o famoso brado do clube. A música ficou conhecida como Moreninha. Um música com vários elementos do carnaval, retrando bem a época.

Moreninha que estas dominando…
Desacatando agora pelo entrudo (2x)
Chegou a hora de gritares loucamente
Hip, Hip, Hip, Hurra Pelo Sport Tudo!
Vejo no batom dos teus lábios
E no teu cabelo ondulado
As cores que dominam altaneira por morena
Do meu glorioso estado
Moreninha que estas dominando
desacatando agora pelo entrudo (2x)
Chegou a hora de gritares loucamente
Hip, Hip, Hip, Hurra Pelo Sport Tudo!
Ter passado o carnaval
Pra que não te falte a boa sorte
Tira da minha vida e te manter eternamente
Tudo, tudo pelo Sport
Cazá, cazá, cazá, cazá, cazá
A turma é mesmo boa… É mesmo da fuzarca!
Sport! Sport! Sport!

Entre outros frevos do Sport, Haroldo Praça, autor do gol da vitória rubro-negra sobre o Santa Cruz por 6 x 5 na inauguração da Ilha do Retiro, em 1937, é citado no Frevo Nº 1 do Recife, de Antônio Maria, gravado em 1951 pelo Trio de Ouro.

Um concurso da revista Placar sobre torcidas, em 1974, terminou com a vitória do Leão no estado. No embalo, Jovino Falcão emendou: “Está comprovado / já foi conferido / que o mais amado / o mais amado é o que é / É ele o maior do nosso estado / é o consagrado campeão do norte / é o nosso Sport”.

Há espaço até para homenagem a um dirigente após uma conquista emblemática. Com Jarbas Guimarães assumindo a presidência, em 1975 o Sport acabou com o jejum de doze anos. Mereceu um frevo-canção de Rogério de Andrade, “Este ano, nosso time / vai ser mesmo campeão / todo mundo vai cantar e dizer / ninguém segura o Sport não”. 

Pelo Sport Tudo / Moreninha (1936, Nelson Ferreira e Sebastião Lopes)

Cazá Cazá (1955, Nelson Ferreira)

7 thoughts on “Treme a terra do frevo rubro-negro

  1. Pingback: Os caboclos de lança que pesam uma toneladaBlog de Esportes | Blog de Esportes

  2. “Está comprovado / já foi conferido / que o mais amado / o mais amado é o que é / É ele o maior do nosso estado / é o consagrado campeão do norte / é o nosso Sport”.

  3. E O SPORT CONTINUA ”AZUCRINANDO” A CABEÇA DOS ADVERSARIOS ATE QUANDO SE TRATA DO NOSSO FREVO . DA-LHE E TOME FREVO NA CABEÇA

  4. Sport e Frevo é o casamento perfeito, ritmo vibrante e torcida apaixonada. O cazá cazá instrumental de 1955 é contagiante, bom demais (essa versão do vídeo é um pouco diferente, tem outra original no HD do Leão) Quando a treme-terra entra na Ilha tocando o “Ninguém segura o Sport” o estádio inteiro acompanha. O frevo faz parte da história do clube mais popular de Pernambuco. PELO SPORT TUDO!

  5. Só faltou comentar que o Cazá Cazá é uma cópia descarada do grito de guerra do Vasco. Grito este que nasceu com a equipe de remo da equipe carioca na década de 20, muito antes do campeonato pernambucano de 1938 ou da chegada de Ademir Menezes ao Vasco, então jogador do Sport, segundo versão do clube. Criatividade mandou lembranças!

  6. Achei uma outra versão do trecho final da “Moreninha”:

    E passado o carnaval,
    Pra que não te falte a boa sorte
    Dirais: “Na minha vida,
    Hei de fazer eternamente
    Tudo, tudo pelo Sport!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>