Canal 100 reativado no Cine PE

Canal 100

O tradicional festival de cinema do estado, o Cine PE, em sua 17ª edição, entra no clima dos grandes torneios de futebol que o país irá sediar e terá o futebol como tema. Em 2013 o slogan é “Brasil – País do futebol e do cinema”.

Nos sete dias do festival, de 26 de abril a 2 maio, serão exibidos 39 filmes, com uma mostra especial sobre o esporte bretão. Além das películas, alguns exemplares de acervo histórico do Canal 100, o cine-jornal exibido nas salas de cinema do Brasil inteiro antes da proliferação da televisão aberta.

O Canal 100 produziu verdadeiros documentários sobre o futebol nacional de 1957 a 2000. Levou imagens em preto e branco do Maracanã lotado, de Pelé dando show no Pacaembu, sempre com narrações dramáticas.

No Cine PE serão exibidos três vídeos do Canal 100 com os grandes clubes do estado. No caso, três derrotas, mas ainda assim vale a pena pelo saudosimo.

29/12/1967 – Palmeiras 2 x 0 Náutico – Após uma vitória para cada lado, o título da Taça Brasil foi disputado num terceiro jogo em campo neutro, no Maracanã. Em uma noite chuvosa, o público da decisão foi de 16.577 pagantes.

12/11/1969 – Santa Cruz 0 x 4 Santos – Pelé marcou dois gols na goleada pelo Robertão e ficou a apenas um do gol 1.000. Com a enorme expectativa pela marca no Recife, a Ilha do Retiro foi tomada por 34.132 torcedores. O milésimo gol do Rei sairia uma semana depois, contra o Vasco, no Maracanã.

08/11/1975 – Fluminense 3 x 0 Sport  – O Leão já havia vencido o Flamengo no Maracanã naquele ano, com destaque para o meia Assis Paraíba. O desempenho rendeu uma filmagem na apresentação seguinte no Mário Filho, com 46.115 pessoas. Diante da “Máquina Tricolor” de Rivelino o Sport sucumbiu.

7 Replies to “Canal 100 reativado no Cine PE”

  1. André,

    Faltou você falar na Série C de 1999, quando o Náutico fez uma bela campanha e ficou entre os 4 melhores, atrás somente do Fluminense, do São Raimundo-AM (tricampeão do Norte) e do Serra-ES.

  2. A nível de Campeonato Brasileiro, atual e histórico, o Náutico têm números de dar inveja a qualquer clube pernambucano e nordestino.
    Na nova fase do Campeonato Brasileiro, o Náutico é o maior clube Pernambucano em pontuação e o 2º colocado no Nordeste.

    E a diferença só vai aumentar este ano, sem falar no fato de que o Náutico será o clube pernambucano mais bem posicionado no Ranking da CBF, ao término de 2013 e o pioneiro no estado nas duas principais competições internacionais: a Libertadores e a Sulamericana.

    Se hoje já temos a folha mias cara do estado e ao longo do ano no Campeonato Brasileiro, o quer dizer quando o Shopping nos Aflitos tiver pronto e mais 1,5 milhão POR MÊS nos cofres alvirrubros.

    Único clube Pernambucano na Série A, o Alvirrubro recomeça a construir uma história de SUPERIORIDADE ao seu maior rival. E o rivalzinho pobrinho afundar ladeira abaixo, no poço da Séries D e C.

    Por isso que digo, apesar de tudo, o futuro VERMELHO, está escrito.

    Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro a partir de 2003 (era dos pontos corridos):

    Classificação – Pontos (2003-2012)
    (Excetuando-se a temporada de 2013)

    1) Vitória – 246
    2) Náutico – 180
    3) Sport – 175
    4) Fortaleza – 142
    5) Bahia – 139
    6) Ceará – 86
    7) Santa Cruz – 28
    8) América de Natal – 17

    Participações oficias na Série A (1959-2013):
    Bahia – 44
    Náutico -35
    Sport – 35
    Vitória – 33
    Santa Cruz – 23 (eita clube de expressão nacional, kkkkkkk), 17 vezes
    Ceará – 21
    Fortaleza – 20

    Série C:
    Santa – 3

    Série D:
    Santa – 3

    Na história doi Campeonato Breasileiro, o Náutico chegou entre os quatro primeiros colocados por cinco vezes, ficando apenas atrás do Santos neste quesito na fase do Campeonato Brasileiro/Taça Brasil. Nas seis edições em que participou deste torneio, o Náutico disputou 38 jogos, com 19 vitórias, 6 empates, 13 derrotas, 62 gols a favor e 46 contra. O vice-campeonato de 1967 foi a melhor colocação, com o Timbu ficando 2 vezes em terceiro e outras 2 em quarto, além do sétimo lugar em 1964, na colocação menos brilhante do Náutico na Taça do Brasil.

    Considerando a terceira colocação na Copa do Brasil de 1990, por seis vezes o Náutico ficou entre os quatro melhores colocados de torneios disputados em formato de copas/campeonatos nacionais, melhor performance de um clube do Norte-Nordeste, considerando este parâmetro.

  3. Meu Deus, esses rubronegros não aceitam números nem da CBF:

    Antes da unificação, o Náutico era o 2º clube de pernambuco com mais participações no Brasileirão e o 2º no Ranking da CBF. Acontece que o Náutico está ultrapassando o Sport nos 2 quesitos ao final deste ano.

    Sobretudo no Ranking da CBF, ao final de 2013 ,o Náutico estará entre 16º e 18º e, provavelmente, o Sport estará fora dos 20 maiores. Ponto final. E o “Santinha” continuará lá pela 48ª posição.

    Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro a partir de 2003 (era dos pontos corridos):

    Classificação – Pontos (Excetuando-se 2013)

    1) Vitória – 246
    2) Náutico – 180
    3) Sport – 175
    4) Fortaleza – 142
    5) Bahia – 139
    6) Ceará – 86
    7) Santa Cruz – 28
    8) América de Natal – 17

    Participações oficias na Série A (1959-2013):
    Bahia – 44
    Náutico -35
    Sport – 35
    Vitória – 33
    Santa Cruz – 23 (eita clube de expressão nacional, kkkkkkk)
    Ceará – 21
    Fortaleza – 20

    Série C:
    Santa – 3

    Série D:
    Santa – 3

    A superioridade VERMELHA está se desenhando. E ainda não está construído o Shopping Aflitos: 1,5 MILHÃO POR MÊS para o Alvirrubro.

    Se hoje, já temos a maior receita do ano para um clube pernambucano, o que dizer do futuro que se desenha.

    Ao longo do ano, o Náutico terá uma receita 1/4 maior que o Sport e 3 vezes e meia maior que o Santa Cruz.

    Aviso aos runegros: o Bahia passou 11 anos em ganhar título recentemente e nem por isso deixou de ser infinitamente MAIOR que o Sport, sobretudo por ser Bicampeão Brasileiro da Série A, jogando com os grandes, e sem botar estrelinha da Série B no escudo, na camisa.

    Avante, Náutico. Reescrevendo, mais uma vez, sua superioridade.

  4. EL CAMPEÓN-87 - MANIA DE SER CAMPEÃO TAMBÉM NO BASQUETE, O FOLGADO E CABULOSO E TRINACIONAL E TETRANORDESTE!!! no dia disse:

    MEGALUCIANO BIVAR – o Presidente TRINACIONAL, TETRANORDESTE, também CAMPEÃO BRASILEIRO NO BASQUETAÇO – pelo MAIOR DO NORDESTE; o Presidente BERILO – pela barbie-HEXAPINICO; e ZÉ DAS NEVES-NETINHO, pelo sarna-FITA AZUL DA SEGUNDAÇA BRASILEIRA (13,5 anos lá), juntamente com o APOIO NUCLEAR DO FUTURO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, O EDUARDAÇO, entrando na CORTE DE GAIA, digo, de HAIA, contra tais projeções. TRÊS LAPADAÇAS NOS DA CAPITÁ, aí é laska!

    Só serão CONSENTIDCAS passar A FINAL DA COPA DO BRASIL 2008 (FUMO ALUCINANTE no Cavalo-Pé de Pano de São Jorge), LAPADELHA DO LEÃO, FINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1987, contra o GUARANI, e FINAL DA SEGUNDAÇA-1990 – como CAMPEÃO -, contra o ATLÉTICO DO PARANÁ. Fora disto, METAM AS PRETENDIDAS PROJEÇÕES NOS SEUS RESPECTIVOS MEGAPAPEIROS. PUTS!

    PELO MEGAREI TUDO!!!

  5. EL CAMPEÓN-87 - MANIA DE SER CAMPEÃO TAMBÉM NO BASQUETE, O FOLGADO E CABULOSO E TRINACIONAL E TETRANORDESTE!!! no dia disse:

    E de quebra, ZIRPOLAÇO, A GAGA ENTRANDO EM AÇÃO. Leiamos.

    MC – A GAGAGA FOFOQUEIRA TUDO-SABE! OO NONOSSO MARMARCELO – COCOM AQUEQUELES ÓÓCUCULOS AALULUCICINANANTES – MAMNAMAIS PAPARERECENCENDO COCOCOM OO CRACRAÇO DADAS TETELAS IITATALILIANAS, OO MAMASTROTROIIANANII. EESTE, NONOS CICINENEMAS; AAAQUEQUELE, CRACRAÇO NONO TEMTEMPLO SASAGRAGRADO LELEOONINO.SHOW!

    MC – A GAAAGA FOFOQUEIRA TUDO-SABE! EEENQUUANTO OO MAMAGNANATA LELELELELELEÃO TRETRETREIIINANARÁ EEMM CACAMPIPINAS, AA BABABARBIE NANA *AARERENA* CHUCHUCHUCHUPA CACACACABRA DEDE OOOROROBÓ, EE OO GOGOGOGOGOGO NANA *AARERENA* DEDE LILILIMOMOEIRO! RIRICO ÉÉÉ LALALALASKA! PEPPEPEELO BABABARÃO TUTUTUDO!!!

    MC – A GAGAGA FOFOQUEIRA TUDO-SABE! OO PIPINICÃO ESESTATADUDUAL – AALULUGAGADO ÀÀ SASARNA-FITA AAZUUL DADA SESEGUNGUNDA DIDIVIVISÃO BRABRASISILELELEIRA – RERESERVAVADO PAPAPARA TRETREIINOS DODODOS JUJUJUÍÍZES COCOPEPEIIROS, CROCRONINISTAS BUBUCHUCHUDOS EEEE GANGANGANDUDULAS. POPOPOBRE ÉÉ LALALASKA!
    O CCCT DODO LELEÃO – UMUMUM DODODOS MAMAMAIS ESESPPETATACUCULATES DAS AAAMÉMÉRICAS – NONO NONORDESDESTE OOO MAMAMAIS COMCOMPLEPLETO – JÁJÁ ESESESCOLCOLHIDO PEPELA SESESELELEÇÃÇÃO ESESESPANPANHOHOLA. OOO DAAA BARBARBIE-HEHEXAPIPIPINICO, PAPAPARA AAAA SESESELEÇÃÇÃO DEDEDE ANGOLA. UULA, UULA!

    PELO MEGAREI TUDO!!!

  6. EL CAMPEÓN-87 -MANIA DE SER CAMPEÃO TAMBÉM NO BASQUETE, O FOLGADO E CABULOSO E TRINACIONAL E TETRANORDESTE!!! no dia disse:

    GALUCIANO DUBAÇO – pelo TRINACIONAL, TETRANORDESTE E CAMPEAO BRASILEIRO TAMBÉM NO BASQUETE -, ZÉ DAS NEVES-NETINHO – pelo gogo-FITA AZUL DA SEGUNDA DIVISÃO BRASILEIRA (13,5 anos lá) -, e o Presidente BERILO – pela barbie-HEXAPINICO, acordados, ENTRANDO, de sola, NA CORTE DE GAIAA, digo, HAIA, solicitando PROIBIÇÃO DE TAL MATERIAL: TRÊS LAPADAÇAS NOS DA CAPITÁ. ASSIM É LASKA! Agradecimentos, antecipados, ao futuro PRESIDENTE DA REPÚBLICA, O EDUARDAÇO, pelo APOIO INCONDICIONAL pela iniciativa.

    PELO REI TUDO!!

  7. Dos três jogos, o único importante foi Palmeiras e Náutico, final da Taça Brasil/Brasileirão de 1967. O Palmeiras venceu no Recife. O Náutico venceu em São Paulo. E a finalíssima no Rio.

    E lá se foi a melhor campanha de um time pernambucano na história do Campeonato Brasileiro (1959-2012), enfrentando os grandes, sobretudo os bam-bam-bam da época Santos de Pelé e Palmeiras.. É muito pouco para PE, ainda que sejamos um estado mediano do Brasil, 2ª força do Norte-Nordeste.

    Pobríssimos em Campeonato Brasileiro, os pernambucanos invejam o Bahia, Bicampeão Brasileiro, da Série A, dos grandes, enfrentando os grandes. Esse sim, o único do Norte-Nordeste que conseguiu vencer um grande na final de um Campeonato Brasileiro. Bicampeão em cima do Santos da pré-era Pelé e em cima do Internacional de Porto Alegre.

    Parabéns ao Bahia, único time de ESTADO GRANDE, que tem a minha simpatia.

    E lembrando: Campeonato Brasileiro não é uma Copa do Brasil.

    Copa do Brasil, Grêmio e Cruzeiro tem 4 cada um. Criciúma, Santo André, Paulista de Jundiaí, Juventude e Sport tem uma conquista. E nenhum deles é colocado pra cima pela mídia do Brasil. A não ser aqui, em Pernambuco. Acho que é porque somos um estado mediano e não somos MUITO respeitados no Brasil, a nível de futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*