Torcidas uniformizadas liberadas no Recife, mais uma vez

Camisas das uniformizadas Inferno Coral, Torcida Jovem e Fanáutico

As torcidas organizadas estão de volta aos jogos de futebol na capital. Em uma audiência no Juizado Especial do Torcedor, Torcida Jovem, Inferno Coral e Fanáutico, acompanhadas de seus advogados, conseguiram nesta segunda um termo de conciliação. Para isso, “ajudou” o fato de a FPF não ter enviado um representante para a audiência. A proibição vigorava desde 20 de fevereiro.

Camisas, bandeiras e baterias foram liberadas para a festa. Que o ônus não seja o de sempre nessas decisões, com o aumento da violência.

A notícia da liberação foi logo repercutida nas páginas das três organizadas no facebook. Impressiona a quantidade de seguidores de cada uma. São 7.475 alvirrubros, 30.378 tricolores e 62.731 rubro-negros. Mais de 100 mil pessoas…

Na prática, vários integrantes das três maiores organizadas do estado continuavam presentes nas partidas no Recife, com os gritos de guerra e aglomerações em setores característicos dos estádios, como a geral da Ilha, no lado esquerdo das cabines, e atrás das barras no Arruda e nos Aflitos, no lado direito. Inclusive com escolta policial, fato comum nas uniformizadas

Nos últimos dez anos foram inúmeras proibições após brigas dentro e fora dos estádios, tiros e confusões em ônibus. As determinações da justiça sempre foram de curto prazo, como agora. Qual é a sua opinião o termo de conciliação?

Decisão liberando as torcidas organizadas no Recife em 3 de junho de 2013

20 Replies to “Torcidas uniformizadas liberadas no Recife, mais uma vez”

  1. PARABENS PARA A JUSTIÇA, FEDERAÇÃO, AUTORIDADES EM GERAL. SÓ QUE TEM UMA COISA, IR PARA A ARENA DO TIMBU JÁ ERA, SÓ VOU QUANDO ESTE ESTADO EM QUE NASCI TIVER HOMENS COM VERGONHA NA CARA.PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO É UM HOMEM QUE NÃO ESTÁ NEM AI PARA A SEGURANÇA DOS VERDADEIROS TORCEDORES.

  2. Nenhuma novidade.

    Enquanto ñ se atacar o real problema, isso ñ será solucionado.
    E o problema ñ são as organizadas em si, mas a falta de educação e punição a delitos cometidos por marginais.

    Marginais existem desde a formação da sociedade, e eles o são independente do traje q utilizam.

    Enquanto ñ houver um diálogo p/ entender e transformar a mente, e se depois disso continuar a baderna, ñ houver punição, a baderna continuará e pior, aumentará.

  3. ja foi provado que camisa não diz quem e vandalos e quem não e porissor que muitos hoje se aproveita disso eu e muitos tenho certeza que vai selecionar jogos para ir torcer.

  4. eu acho que foi feito o melhor por camisa não quem presta ou quem não presta os vandalos são aqueles que não tem consideração a ele proprio

  5. muito me comove ver a FPF-PE dando apoio para essas organizadas.estou adorando ver as mascaras caindo de nossa imprensa,dirigentes e torcida.essa é a terra da hipocrisia!adora olhar os defeitos dos outros.quando está sendo com os nossos,todos se calam. Recife(e por tabela,o estado)FALIU!

  6. O BADERNEIRO AGORA PODE IR PARA O ESTÁDIO E USAR A CAMISA DA SUA TORCIDA. FAZ MEDO ATÉ OUVIR PELO RÁDIO

  7. se proíbem ou não, não faz diferença dentro do estadio é tudo lindo o problema é fora,estando vestidos ou não eles fazem a mesma arruaça de sempre,elas estao a quase 90 dias sem poderem ir aos estadio e todos os jogos a gente fica sabendo de brigas e confusões sempre nos mesmos cantos,ou seja com organizada ou sem organizada a violência acontece do mesmo jeito.só se banissem de vez para não existir mais ai sim poderia mudar alguma coisa.

  8. É por essas e outras que há muitos anos parei de freqüentar os estádios. Nem me surpreendo mais, não espero absolutamente nada desse estado brasileiro infestado por incompetência, burocracia e corrupção.

  9. Sou torcedor do sport, tenho 20 anos, gosto de ir a ilha do retiro e ver uma torcida organizada cantando e vibrando , empurrando o time pra jogar o futebol , sendo o camisa 12 do time !!!
    Mas por outro lado não sou a favor de brigas fora do estádio e de depredações , é por esse motivo que não vou com camisa de torcida organizada, me recordo que uma vez eu estava com uma camisa amarela sem nenhum indicio de torcida jovem, e fui agredido por um policial do CHOQUE sem sentido, sabe como é né… tapa dada não volta atrás… não entendi o motivo da agressão, mas não pude fazer nada…
    Vejo as torcidas organizadas como alvo de preconceito por parte de policiais e população !!!
    Saibam que as torcidas organizadas fazem mobilizações constantes desde doações de sangue a doações de comida, e isso eu nunca vi passar em jornal algum da região metropolitana do recife…
    Marginais existem !!! e não é por que estão de ‘torcedores’ que devemos punir a maioria, vejo essa liberação como um modo de reconhecimento de que as brigas fora dos estádios não tem nada a ver com organizadas e sim com o poder publico que não dá conta da demanda !!!

  10. No meu entendimento proibir as organizadas de entrar nos estádios, com bandeiras, instrumentos e uniformes não evitar a violência, eis que tudo acontece fora dos estádios, o que não pode acontecer é as organizadas terem privilégios com cortesias de ingressos e serem escoltadas, ou seja, a polícia deve adotar o esquema de segurança igual para qualquer cidadão e quem violar a lei ir preso de imediato.

  11. não que vá mudar muita coisa… afinal, marginal é marginal com ou sem camisa. Mas estou pensando seriamente em não ir ao jogo no proximo sabado.

  12. Ao que se deveu essa “ausência” da Federação? Existe realmente um Departamento Jurídico lá, com alguém que cuide da agenda das obrigações da instituição? Se for isso, no mínimo, é incompetência, se for por outro motivo é omissão, o que, para mim, constitui crime e uma grave afronta a todos aqueles que foram roubados, machucados e até mortos por conta de uma bandidagem institucionalizada. Mas dá dinheiro, né? Se a Jovem consegue vender uma camisa polo (que deve custar uns 60 ou 70 reais) para cada um de seus integrantes, quanto isso deve dar pro bolso dos seus “dirigentes” e pro clube que cede a imagem do escudo para eles estamparem nas camisas? Ou os clubes são lesados assim tão descaradamente em seus direitos? Até estava cogitando ir pra o jogo de sábado, mas só de imaginar o auê, vou é ficar em casa, tenho muito a perder, e quem ainda defende a desordem e a violência (não que sejam monopólio das organizadas, mas que elas fomentam até aqueles que não fazem parte delas pra serem truculentos com o outro ser humano cujo único “defeito” é não torcer para o mesmo time que eles) ou não tem nada a perder ou estão tão ocupados reproduzindo discursos e práticas violentas que não enxergam a própria imbecilidade.

  13. É bom para o espetáculo, mas sem dúvida o mais importante é a paz nos estádios de futebol. Acredito que pode se fazer espetáculo sem violência.
    OBS: quem pública todas essas matéria tem que parar de super valorizar o Sport, pq sempre é a primeira em tudo. Acho que vc é Rubro negro.

  14. sou apaixonado pelo meu time sport e tou td pra ver o meu time pq a paixão de um torcedor e vencer e perde coisas que ñ são capaz de torna realidades

  15. É ELES VOLTANDO E EU PARANDO DE IR A ESTÁDIO, FLW AFLITOS, ARENA PERNAMBUCO GUARDAREI ÓTIMAS LEMBRANÇAS DE VC, TV SUA LINDA MINHA COMPANHEIRA EM DIAS DE JOGOS VOLTA A SER VC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*