As torcidas estrangeiras na Sul-americana

Com 47 clubes voando por todos os cantos da América do Sul, muitas torcidas também têm encarado longos percursos para acompanhar a Copa Sul-americana. A partir disso, a organização do torneio lista um ranking interessante, apenas com a quantidade de torcedores visitantes.

Considerando que Náutico e Sport disputarão um clássico local, a tendência é ver alguns milhares de “visitantes” nas duas partidas. Na fase seguinte, com o classificado atuando no exterior, qual é a expectativa de apoio?

Nas participações internacionais anteriores de alvirrubros e rubro-negros, na Taça Libertadores, as campanhas foram bem distintas. Em 1968 o Timbu quase não contou com torcedores na Venezuela. Já em 1988, cerca de trinta rubro-negros encararam uma maratona até o Peru assistir aos dois jogos.

Em 2009, um dado impressionante dos leoninos. Em Santiago, a estreia contra o Colo Colo, 1.800 torcedores pernambucanos pagaram ingresso, estabelecendo o recorde de torcida estrangeira no estádio do Albo.

Abaixo, as três maiores torcidas visitantes no exterior na Sul-americana 2013.

1.849 chilenos da Universidad de Chile contra o Real Potosí, na Bolívia.

Torcida da Universidad de Chile na Bolívia na Copa Sul-american 2013. Crédito: twitter.com/SudamericanaCSF

918 chilenos do Colo Colo contra o Montevideo Wanderers, no Uruguai.

Torcida do Colo Colo, do Chile, no Uruguai pela Copa Sul-american 2013. Crédito: twitter.com/SudamericanaCSF

528 colombianos do Atlético Nacional contra o Inti Gas, no Peru.

Torcida do Atlético Nacional da Colômboa na Copa Sul-americana 2013. Crédito: twitter.com/SudamericanaCSF

One Reply to “As torcidas estrangeiras na Sul-americana”

  1. Vocês sabem que o sport não precisa provar a ninguém. lembram da libertadores em 2009?

    abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*