A assinatura para o último campeonato estadual sem o trio de ferro

Jarbas Guimarães, presidente do Sport, assina o acordo para tirar o time do Campeonato Pernambucano de 1978. Foto: Arquivo pessoal

O Campeonato Pernambucano chegará a cem edições em 2014.

Até hoje, apenas o Santa Cruz participou de todas as competições desde 1915.

Náutico e Sport não jogaram o pioneiro torneio. Desde então, o Alvirrubro se fez presente em todos os estaduais.

Já o Rubro-negro ainda ficaria ausente mais uma vez. Há 35 anos…

Por não concordar com a tabela e por divergências com a FPF, o Sport tirou uma licença por tempo indeterminado, após decisão do conselho deliberativo.

O presidente leonino na época, Jarbas Guimarães, disse o seguinte:

“Em pescoço de leão, canga não, só a juba”.

O time da Ilha do Retiro voltou na temporada seguinte.

Em 1978, porém, o torneio vencido pelo Tricolor foi deficitário. Mas a situação acabou sendo ruim para todos, pois o próprio Leão, em crise e sem a bilheteria dos jogos, se desfez de alguns atletas para bancar as suas despesas.

Como parte das comemorações dos 80 anos do dirigente, a família de Jarbas Guimarães resolveu homenageá-lo, contando a sua história em um livro.

No acervo fotográfico para a publicação, a imagem do momento exato em que o Sport abdicou do campeonato estadual, com a assinatura de Jarbas.

Um ato histórico. Vale o registro do polêmico capítulo do futebol local…

10 thoughts on “A assinatura para o último campeonato estadual sem o trio de ferro

  1. Obrigado pela resposta, Cássio. Só acessei agora para olhar.

    Realmente, o episódio da caixinha foi muito inteligente.

  2. José Casado,

    Primeiramente, obrigado pela leitura.

    Fiz a correção em relação à votação no Conselho Deliberativo do Sport.

    Muito bom esse episódio relatado por você sobre a “caixinha”, driblando o veto à venda de ingressos.

    Abraço!

  3. Cassio, bom dia.

    Estou usando o e-mail de minha filha para poder citar alguns pontos.

    Hoje tenho 64 anos, na época 29.

    Antes de tudo, não foi decisão unanime, eu, que era do conselho e participativo, votei contra a saída. Como outros companheiros votaram contra. Contudo, como venceu a maioria por uma pequena diferença de votos, todos apoiaram. Já que o no Sport era assim, na época.

    Não se de onde saiu essa informação que foi unanime, mas é aquela historia, 4 x 3 era a mesma coisa que 7 x 0.

    Outro ponto, é muito importante.

    Enquanto o campeonato pernambucano rolava, o Sport fazia seus amistosos contra clubes do Nordeste. O que aconteceu, em nossos primeiros jogos, nos obtivemos uma média de publico superior ao do primeiro clássico entre santa x náutico. E uma renda tbm superior.

    O presidente da federação, RUBEM MOREIRA, conseguiu, não sabe-se como, obrigar que não pudéssemos cobrar ingressos em nosso jogos, já que estávamos desfilados.

    Aí então, surgiu a ideia geniosa de Dr. Jarbas Guimarães. A Caixinha Rubro-Negra.

    Onde os rubro negros depositariam ali o Valor que quisessem, para ajudar o clube.

    Renda do Sport praticamente DOBROU em relação a jogos anteriores.

    Lógico, a situação do Brasil era muito melhor naquela época, existia menos pobreza, e a população poderia ajudar mais. Mas mesmo assim, o Sport conseguiu um feito extraordinário que deveria se muito lembrado.

    Logico que, sem campeonato, nao conseguimos patrocínio, assim, menos verba e realmente acabou que foi um ano deficitário para o leão, contudo, volto a ressaltar, a força do leão começou ali para a arrancada que terminou nos títulos de 87 e 90, nos brasileirões de 82 e 88 que formos roubados.

  4. Pingback: Ranking de pontos do Pernambucano 1915/2013Blog de Esportes | Blog de Esportes

  5. Murillo,

    Está sendo lançado neste mês. O nome do livro é “Jarbas Guimarães – 80 anos”, dividido em 4 capítulos: O homem, O arquiteto, O empresário e O desportista.

  6. FOI SIM FALTA DE DINHEIRO, POIS NA ÉPOCA O SPORT ESTAVA MERGULHADO NUMA GRANDE CRISE FINANCEIRA. É UMA PENA QUE SE ESCONDAM OS VERDADEIROS FATOS, COMO SEMPRE A BABAÇÃO CONTINUA.

  7. Falta um presidente assim hoje no Sport, que brigue e lute pelo clube, hoje são frouxos e se calam para os desmandos!!!

  8. Certo ou errado ele teve peito e coragem para tal ato, exatamente o que falta para os dirigentes dos clubes Pernambucanos hoje, a FPF faz os seus absurdos e eles simplesmente aceitam…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>