1,5 milhão de torcedores e renda de R$ 23,8 milhões nos jogos oficiais na RMR

Torcidas de Sport, Santa Cruz e Náutico

A temporada 2013 de Náutico, Santa Cruz e Sport teve 95 partidas, considerando apenas os jogos oficiais com o mando de campo do trio recifense, em duelos nos Aflitos, Ilha do Retiro, Arena Pernambuco e Arruda. O blog analisou todos os borderôs disponíveis nos sites da federações responsáveis e apresenta com exclusividade o levantamento com a participação do público local e a arrecadação só com a bilheteria.

Em termos absolutos, nada mal, apesar deste ano não ter sido o de maior média dos clubes locais, nem no Estadual nem no Brasileiro. A renda bruta foi de R$ 23,8 milhões, para um público presente nas arquibancadas de 1.522.559 pessoas. Para se ter ideia do que essa torcida significa, basta lembrar que a população da capital, segundo os dados mais recentes do IBGE, é de 1.537.704. Ou seja, a diferença entre habitantes e torcedores foi de apenas 15 mil pessoas.

Ao dividir os números, o Santa Cruz mostrou força. O Tricolor avançou nos campeonatos e ganhou os títulos do Estadual e da Terceirona. Nem por isso deixou de ser o que teve menos jogos oficiais em casa, com 27 partidas, contra 33 do Timbu e 35 do Leão. Mesmo assim, os corais levaram 645 mil pessoas ao Mundão, com uma média geral, considerando as quatro competições disputadas pelo clube, de 23.912. O Rubro-negro atuou em cinco competições – incluiu a Sul-Americana -, com 552 mil torcedores na Ilha e na Arena, onde atuou duas vezes. Na média, 15.783. O Náutico, cujo rendimento em campo foi péssimo, registrou um índice de 9.833.

Em relação à renda, os números seguiram a ordem da torcida presente, com o Santa alcançando R$ 9,4 milhões – certamente, tomará a maior parte do balanço do clube em todo o ano. Já o rival leonino teve um faturamento com ingressos de R$ 7,9 milhões – curiosamente, só 1/3 do que recebe da cota de transmissão da Segundona.

Já o Náutico, apesar da presença mais baixa, arrecadou R$ 6,5 milhões, dos quais 5,2 milhões de reais no Brasileirão. A conta é explicada pelo valor pago pelo governo do estado aos bilhetes promocionais do Todos com a Nota na Arena, com R$ 25 por ingresso, bem acima dos valores pagos aos rivais nos outros estádios.

Foram consideradas somente as competições sob as chancelas da FPF, CBF e Conmebol. Nesta conta, então, não entraram os amistosos. Em um deles, na inauguração da arena, Náutico 1 x 1 Sporting proporcionou uma enorme renda de R$ 1.040.104, com 26.803 pessoas.

Santa Cruz
27 jogos (27 no Arruda)
645.637 torcedores
Público médio de 23.912
39,82% de ocupação
R$ 9.425.366
Renda média de R$ 349.087

Estadual – 8 jogos – 165.761 pessoas (20.720) – R$ 2.412.656 (R$ 301.582)
Nordestão – 4 jogos – 91.758 pessoas (22.939) – R$ 1.134.515 (R$ 283.628)
Copa do Brasil – 2 jogos – 22.159 pessoas (11.079) – R$ 264.575 (R$ 132.287)
Série C – 13 jogos – 365.959 pessoas (28.150) – R$ 5.613.620 (R$ 431.816)

Sport
35 jogos (33 na Ilha e 2 na Arena)
552.427 torcedores
Público médio de  15.783
46,78% de ocupação
R$ 7.931.743
Renda média de R$ 226.621

Estadual – 8 jogos – 103.913 pessoas (12.989) – R$ 1.357.077 (R$ 169.634)
Nordestão – 4 jogos – 71.800 pessoas (17.950) – R$ 791.025 (R$ 197.756)
Copa do Brasil – 2 jogos – 11.038 pessoas (5.519) – R$ 96.460 (R$ 48.230)
Série B – 19 jogos – 331.976 pessoas (17.472) – R$ 4.963.331 (R$ 261.227)
Sul-Americana – 2 jogos – 33.700 pessoas (16.850) – R$ 723.850 (R$ 361.925)

Náutico
33 jogos (18 na Arena  15 nos Aflitos)
324.495 torcedores
Público médio de 9.833
27,62% de ocupação
R$ 6.506.982
Renda média de R$ 197.181

Estadual – 12 jogos – 98.425 pessoas (8.202) – R$ 1.042.945 (R$ 86.912)
Copa do Brasil – 1 jogo – 3.026 pessoas – R$ 27.830
Série A – 19 jogos – 214.724 pessoas (11.301) – R$ 5.219.012 (R$ 274.684)
Sul-Americana – 1 jogo – 8.320 pessoas – R$ 217.195

Total
95 jogos (33 na Ilha, 27 no Arruda, 20 na Arena e 15 nos Aflitos)
1.522.559 torcedores
Público médio de 16.026
38,28% de ocupação
R$ 23.864.091
Renda média de R$ 251.200
Competições: Estadual, Nordestão, Copa do Brasil, Sul-Americana e Séries A, B e C

17 thoughts on “1,5 milhão de torcedores e renda de R$ 23,8 milhões nos jogos oficiais na RMR

  1. Diogo Azevedo, os números do sport também são bem maiores, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. A diferença da média do sport para o sarna crui é justamente a diferença do todos com a nota. Vale ressaltar que a torcida do sport é povão e o povão não tem condições de pagar ingresso caro todo jogo.

  3. A cachorra de peruca, eita inveja, que vontade de ser sport, tem o todos com a nota muito menor do que a do Sarna Crui, além de que, a média na série C não se pode comparar a média da B. Veja que quando os jogos foram decisivos, a média do sport foi alta.

  4. MAIS UMA VEZ A CACHORRA DE PERUCA FICOU LA EM BAIXO , SANTA SÓ TEVE 27 JOGOS A COISA 35 ,SÃO OITO JOGOS A MENOS ,VAMOS FAZER UMA MEDIA DE 30 MIL POR CADA JOGO AI QUE VOÇÊS IAM VER A DIFERENCIA ! CHORA CACHORRA DE PERUCA !!!!!!!!!!!!!!!

  5. Cadê a torcida do Sport? Alguém viu? Alguém dá notícias? Nos Blogs do Sul e Sudeste só se fala na torcida do Mais Querido. Feliz 2014 para todos.

  6. Os intelectuais da Cachorra de Peruca falam do todos com a nota olha os valores da renda dos jogos 1,5 Milhões a mais que o popoti e 3,0 milhões a mais que a Barbie, chupa essa tri vice esse ano vai ser uns 5 milhões em vocês e uns 10 na dorme na caixa…

  7. Qual a novidade? Santa a maior torcida do nordeste mais uma vez provada em números! Adeus Cachorra tri-vice!

  8. Esses torcedores da cadela cheia de pulga só falam no TCN.

    Nas finais tivemos ingressos de R$ 40,00 e R$ 60,00 .

    As cadelas rabugentas não conseguem se quer colocar 23,000 pessoas em seu campinho, agora vem falar que a torcida Coral só usa TCN.

    Vão procurar uma lavagem de roupas.

  9. tá claro que o governo que prejudicar o time que tem a maior torcida do estado,primeiro vai construir toda a área do ct do sport,no nautico para um valor superior no tcn,na verdade esse cidadão vai arcar as consequencias do seu ato porque,antes de sermos torcedores somos cidadãos,que pensam e veem que o senhor Dudu quer nos empurrar uma perua goela abaixo e para isso está praticamente enriquecendo os rivais,só sei de uma coisa,jogar na arena um caralhooooo seu DUDU….ALN estamos de olho,o senhor sabe que não queremos aquela arena rosa,nos represente esperamos que não nos decepicione.

  10. Tenta fazer essa comparação com a participação dos clubes de outros estados! Creio q os pernambucanos irão ficar entre os trinta melhores, aqui só falta trabalho serio pq torcedor os times daqui tem.

  11. Ao santa cruz, parabens pelo pubico, mas vale salientar que qdo o time ta bem o pubico comparece, ou seja, chegando na final do estadual e da serie c contribuiu e mto para a torcida se inchar e comparecer. Aliada tb aos 15 mil ingressos gratuitos nos jogos.

  12. Infelizmente ainda existe uma diferença de valores de clubes mto grande entre os 3 do recife….é o Sport e depoooois vem o nautico e bemmmmmm depooooois, la embaixo, o santa cruz. A diferença entre os clubes de recife ainda é mto grande.

  13. Os três clubes camuflam publico. Isso é comum.

    O santa cruz jogou 8 jogos a menos. Sendo que, desses 27, no mínimo 3 foram mata-mata, que arrecada um publico MUITO maior do que em jogos de liga.

    E ainda tem o todos com a nota.

    Os públicos realmente ficaram MUITO proporcionais esse ano. Parabéns ao estado.

    Casso, faltou somente você colocar a proporção de enchimento do estádio em percentagem.

  14. Sou torcedor do Santa Cruz e isso já não me surpreende. O Cássio deveria lembrar em sua matéria, que a diretoria do Santa Cruz “camufla” sua renda e público para fugir dos cobradores em dia de jogo, ou seja, esses números são bem maiores; tanto em público quanto em renda! Gostaria de lembrar aos rubro-negros choradores de plantão, que o Santa Cruz tem o TCN em 15.000 ingressos, o Sport, salvo engano, tinha 10.000 no Pernambucano e depois passou para 8.000 – me corrijam se tiver errado. O Santa Cruz manteve uma faixa de R$ 15,00 o valor mínimo de ingresso e R$ 30,00 o de maior valor – variando para cima nas partidas decisivas da Série C! Sem contar que na final não tínhamos o TCN, com ingressos chegando ao valor mínimo de Libertadores, coisa de R$ 60,00 o mais caro. Então, rubro-negros do Sport Recife, o choro sempre será livre para vocês. Abraços!

  15. um cara com um nome de coisa, deve ter fumado alguma coisa diferente, jumento tu colocou esse ano ingresso a 8,00 e a 10,00 o meu o menor foim 15,00 teve jogo que não tive o TCN, tu fala que teu campo cabe 35.000 e já teve ate 50 e tantos mil hj tu não coloca nem 30.000 vai se informar melhor, aproveita e faz pesquisa com Cassio animal

  16. A diferença pró sport é justamente o todos com a nota que é maior, além de que os ingressos são mais baratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>