Mais quatro anos de naming rights no Pernambucano

Campeonato Pernambucano Coca-Cola 2014. Crédito: FPF

O Estadual foi rebatizado pela primeira vez em 2011. Após firmar um contrato através do naming rigths, a FPF cedeu os direitos sobre o nome da competição.

Assim, o torneio tornou-se oficialmente “Campeonato Pernambucano Coca-Cola”. O acordo de quatro anos renderia R$ 600 mil por edição.

Valor abaixo da estimativa de R$ 800 mil em 2009, quando o torneio quase se chamou “Campeonato Pernambucano Brahma Fresh de Futebol”. O veto à venda de bebidas alcoólicas nos estádios inviabilizou o acordo.

Com a Coca-Cola, o presidente da FPF, Evandro Carvalho, garante ter elevado a cota nos últimos dois anos, apesar de não revelar a quantia.

O modelo foi aprovado pela cúpula da entidade e a competição continuará tendo o nome atrelado a um patrocinador. O mesmo ocorre na Copa do Brasil (Sadia), Libertadores (Bridgestone) e Sul-Americana (Total), por exemplo.

O novo contrato já está sendo formulado, novamente com quatro anos de duração. Entre 2015 e 2018, a competição local terá um novo nome.

São quatro empresas na briga, incluindo a própria Coca-Cola.

Quantas temporadas são necessárias para que a denominação comercial do torneio seja adotada pelo torcedor?

3 thoughts on “Mais quatro anos de naming rights no Pernambucano

  1. Pode vim a maior empresa do Mundo mais nenhuma juntamente com a Federação Pernambucana investem em categorias de Base e nem sequer fazem parcerias com Clubes que SÃO excluídos da COTA DE TV (paga pela Globo aos integrantes do Clube dos 13).

    Cadê o Legado, que esses investimentos trará Socialmente e Profissional a Vida dos Pernambucanos e os que aqui vivem!!!

    É sempre assim para povo só tem PÃO e CIRCO!!!
    Para a NOBREZA CHAMPAGNE e LAGOSTA!!!

    E O SALÁRIO OOOOHHHH!!!

  2. Concordo com o Leandro Rocha. O torcedor nunca chamará o campeonato pelo nome do patrocinador, independente de quanto tempo ele patrocine.
    A vantagem da empresa q patrocina é ter sua imagem a todo instante sendo mostrada nos veículos de comunicação.

  3. Acho que nunca o torcedor vai se acostumar e posteriormente chamar um campeonato, seja ele qual for, pelo nome da empresa patrocinadora.
    Ninguém chama a Copa do Brasil, Libertadores pelo nome da empresa, ninguém chamou o Pernambucano de: “Campeonato Pernambucano Coca-Cola”, por exemplo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>