Antes do futebol, o Mercado do Derby

Mercado do Derby, no Recife. Postal datado 1904.

O cartão postal amarelado, datado de 1904, traz lembranças remotas do surgimento do futebol no Recife. Na frente do imponente Mercado do Derby, com os seus 129 metros de comprimento, a história do esporte tomaria um rumo definitivo no ano seguinte.

No mesmo gramado irregular, mais de um século depois, um torneio reunindo 736 adolescentes teve a sua grande final. No campo da Polícia Militar, os jovens da Várzea ganharam dos meninos dos Coelhos por 1 x 0, conquistando a Taça Recife de Comunidades de 2014. A escolha não foi coincidência.

Vale um registro de Carlos Celso Cordeiro, historiador do futebol local.

“No final de 1903, pela persistência de Guilherme de Aquino Fonseca, um pernambucano que estudara na Inglaterra, começou a ser implantado o futebol em Pernambuco. É de se supor que ele não encontrou interesse nos clubes esportivos que existiam na época: Internacional e Náutico. O passo seguinte foi procurar os funcionários ingleses dos bancos, do comércio, da Western Telegraph Company e da Great Western para disseminar o esporte no Recife.

A realização das primeiras práticas de futebol, no ano de 1904, animou Guilherme a planejar a fundação de um clube de futebol. Este plano foi concretizado no dia 13 de maio de 1905 com a fundação do Sport Club do Recife. No início, a prática era restrita a sócios do Sport, a funcionários de companhias inglesas e a times organizados por ingleses.

Além do Football Association, o Rugby e o Cricket eram praticados por estes desportistas, mas não se consolidaram nos costumes locais. O primeiro jogo de futebol no estado foi disputado no dia 22 de junho de 1905, no Campo do Derby, e envolveu o Sport e um time de ingleses radicados na capital. Terminou em 2 x 2. Não foram localizadas informações sobre os goleadores do jogo.”

O prédio ao fundo do jogo pioneiro, presente em inúmeros cartões postais na época, já foi ocupado de diversas formas ao longo dos anos, pontuados por incontáveis reformas e até um incêndio criminoso.

No século XIX havia no lugar um parque de competições hípicas. Acabou comprado pelo empresário Delmiro Gouveia, que construiu uma galeria, inaugurando assim o Mercado do Derby, em 1899. Se vendia de tudo por lá. Carne, verduras, artigos importados, jornais e até gelo. Subúrbio até ali, o terreno foi um divisor na expansão do Recife. Em 1924, já com nova fachada, a edificação tornou-se a sede da Força Pública, a atual PM.

Em 27 de abril de 1997 foi erguido um marco ao acontecimento futebolístico, com 2,5 metros de altura, uma bola estilizada em bronze e duas placas. Numa delas está as escalações das duas primeiras equipes.

Até aquele centenário cartão postal não havia futebol, torcida, rivalidade…

Era só um mercado.

Campo do Derby. Foto: Eduardo Câmara/Panoramio

3 thoughts on “Antes do futebol, o Mercado do Derby

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>