“Felicidade é torcer pelo Sport”, de Ariano Suassuna para a eternidade

Ariano Suassuna na Ilha do Retiro, com Fumagalli, em 2007. Foto: Edvaldo Rodrigues/DP/D.A Press

“O Sport, pra mim, é – e sempre foi – uma das coisas mais importantes na minha vida.”

“Felicidade é torcer pelo Sport.”

As frases foram ditas há tempos por Ariano Suassuna, paraibano de nascimento e pernambucano de coração. Ambas tornaram-se inerentes ao escritor, um frequentador assíduo da Ilha do Retiro desde 1938, levado ainda criança pelo compositor tricolor Capiba, amigo da família.

Um rubro-negro na essência, sempre vestido de vermelho e preto, ou “Sport Fino” segundo a descrição do próprio, presente nas grandes conquistas do clube. Tamanha paixão pelo Sport lhe rendeu uma homenagem especial.

Em julho de 2013, as declarações foram gravadas no uniforme do Leão, numa linha inspirada nos traços armoriais, o estilo regional criado pelo autor.

“Agora estando ou não no estádio, estou sempre presente. Estarei lá por meio da camisa.”

Ali, já tratava-se de uma grande verdade.

Em 13 de maio deste ano, Ariano comemorou o último aniversário do clube, gravando um vídeo de parabéns destinado à torcida leonina.

Aos 87 anos, após resistir o quanto pôde, Ariano nos deixou, ficando na eternidade. Dono de uma personalidade com nuances na cultura, no esporte e na política, o escritor de O Auto da Compadecida está marcado na história.

Clubismo à parte, ficará na memória de rubro-negros, alvirrubros e tricolores.

Admiradores de um pernambucano nato.

Camisa especial do Sport para Ariano Suassuna. Foto: Alexandre Barbosa/DP/D.A Press

17 thoughts on ““Felicidade é torcer pelo Sport”, de Ariano Suassuna para a eternidade

  1. Faço das suas palavras as minhas: “Felicidade é torcer pelo Sport, vestir Sport Fino” e Tristeza é torcer Nacruz.

  2. Faço das suas palavras as minhas: “Felicidade é torcer pelo Sport” e tristeza é torcer Nacruz.

  3. A estrela retornou aos céus para brilhar para sempre!! Vai com Deus grande Mestre. Foi um grande privilégio estar vivo para ver seu incomparável talento. Paraibano de nascença, Pernambucano de coração e Rubro-negro até a morte!

  4. A estrela retornou aos céus para brilhar para sempre!! Adeus grande Mestre. Ilustríssimo Pernambucano, Paraibano de nascença e Rubro Negro de coração. Foi um grande prazer estar vivo para conhecer tamanha grandeza!

  5. GRANDE “SPORTISTA” , GRANDE ESCRITOR, GRANDE “PARABUCANO”. GRANDE BRASILEIRO, GRANDE HOMEM.

  6. “UM GRANDE HOMEM EM TODOS OS SENTIDOS E ALÉM DO MAIS TORCEDOR DO SPORT” VÁ EM PAZ!!!!!!!! pelo SPORT tudo!!!!!!!!!!

  7. Ao Ariano mais negro do Brasil
    23/7/2014

    Irás para onde for o vento e a ventania ferrar as terras do sertão. O vento saberá fazer sorrir teu riso e gargalhar tua preguiça entre as árvores rebuliças que balançam pra ti. A açucena levará e trará o cheiro primeiro e embalará teu sono no relento do compasso do frevo que emana lá de Olinda. E saiba: não são naquelas ladeiras que a vida finda. Ela veio da Paraíba e adentra agora o mar entre recifes e peixes, ondas e corpos molhados e quentes. Mas a vida vai mais longe ainda. Sobe e desce ruas e vielas. Irás vê-las, mais uma vez, a sambar com grandes bonecos, poucas notas, troças de nordestino a bailar embriagado no paralelepípedo menor onde irá sentar para ser acalentado pela brisa do mar. Lá em cima, tristonha e enfadonha por tua morte, a lua irá fingir que teus personagens se esqueceram de chorar a morte maior e farão troças e rezarão terços. E ficará, essa lua de amargura, branquinha e bisonha, escondida entre as nuvens sem brilho e cor. Galos não cantarão, pássaros se aninharão bem juntinhos a esquentar teu último verso, tua finada prosa, tua escancarada risada, matinal e de voz grossa. Um ou outro homem lembrará teu nome, teu jeito nordestino formado pernambucano a escolher entre o destino e o mero esculhambo. E as horas seguirão, minuto a minuto, a brincarem de segundos fecundos e fundos na frieza que teu corpo irá tomar. Anjos chorarão, Deus pedirá banquete maior, meninos e meninas que já moram no céu brincarão de pegar pedras de diamantes e jogá-las ao alto. Quase todas cobrirão teu corpo que rebrilhará. Aos poucos, a madrugada orvalhada irá criar uma estrada de cristais de chão que reluzem debaixo do céu para antever tua chegada. Daí, como um auto de compadecida qualquer, alguém se compadecerá de tua morte e gritará viril e forte: “Veio para ficar, por fim, no fim derradeiro que milagre nenhum consegue reverter. Mas, saiba, que aos mantos da mãe de Deus, farás milagres para quem, crendo na tua alegria e esperança, de modo igual chegar aqui. Senta ao lado do pai, dorme ao colo da mãe e brinca, criança, com milhões de anjos que há muito acharam ser a alegria a oração derradeira, verdadeira e final. São Suassuna.”

    Santo Ariano Suassuna, do Nordeste da minha infância que me deu a essência de quem sou, me acolhe com tuas bênçãos no dia que eu cair do cavalo e chegar por aí.

  8. Grande matéria, Cássio, meus parabéns! E que descanse nos braços de nosso senhor Jesus Cristo o mestre Ariano.

  9. salve, ariano vilar suassuna, um dos maiores escritores da história da humanidade. e sempre vestido de “sport fino”.

  10. “Eles não sabem o que é felicidade, porque felicidade é torcer pelo Sport”.
    “Não troco o meu “oxente” pelo “ok” de ninguém”.
    imortal, ariano vilar suassuna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>