Clubes, CBF e Planalto discutem renegociação das dívidas ficais. Náutico, Santa e Sport devem R$ 105 milhões

As dívidas tributárias de 24 grandes clubes brasileiros em 2014. Crédito: BDO (dados)/Estado de S.Paulo (infográfico)

As dívidas tributárias dos clubes brasileiros estão na casa dos R$ 2,7 bilhões. A bola de neve vem rolando há três décadas, ainda sem destino final. Com cada vez mais credores batendo na porta – o desfecho de inúmeras gestões sem qualquer comprometimento organizacional -, os clubes passaram a apelar junto ao governo federal para um refinanciamento. Ao menos das dívidas fiscais, que tomam boa parte dos passivos circulante e não circulante.

Em julho, dois encontros discutiram isso. No dia 25, no Palácio do Planalto, em Brasília, 12 presidentes de clubes (entre eles Antônio Luiz Neto, do Santa Cruz) se reuniram com a presidente da república, Dilma Roussef. No dia 28, na sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro, os mandatários dos 40 times das Séries A e B debateram sobre o mesmo tema com o presidente da CBF, José Maria Marin.

O projeto de lei tem até nome: Proforte. O sistema de refinanciamento das dívidas tributárias dos clubes do país teria como contrapartida para aqueles que não cumprirem com a suas obrigações até a perda de pontos e punição aos dirigentes.

Reunião no Palácio do Planalto com 12 clubes das Séries A e B, em 28 de julho de 2014, para discutir um refinanciamento para as dívidas fiscais dos clubes. Foto: Stuckert Filho/PR/governo federal

De fato, a situação é crítica, sobretudo para os quatro principais times cariocas, que lideram a lista ao lado do Atlético Mineiro. Só neste quesito, Fla, Botafogo, Vasco e Flu devem juntos R$ 1,24 bilhão!  A consultoria BDO elencou 24 clubes, considerando os dados de 2013, numa lista divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Somadas, as dívidas fiscais dos grandes do Recife chegam a R$ 105,1 milhões.

No ranking não aparece o Santa Cruz, mas o blog traz o tamanho do rombo coral na parte fiscal: R$ 34,4 milhões. Enorme, mas bem abaixo da dívida do Náutico, de 54,2 milhões de reais, a 16ª maior do Brasil. No estado, o Sport é o único que vem reduzindo o passivo. Apenas três equipes tradicionais do país devem menos.

Abaixo, as dívidas tributárias do trio pernambucano e o peso no passivo geral, incluindo dívidas trabalhistas, financiamentos, acordos etc.

Náutico – R$ 54,2 milhões (61,6% do total, R$ 87,9 mi)
Santa Cruz – R$ 34,4 milhões (48,2% do total, R$ 71,3 mi)
Sport – R$ 16,5 milhões (72,6% do total, R$ 22,7 mi)

Relembre os balanços financeiros de Náutico, Santa e Sport de 2011 a 2013 aqui.

Qual é a sua opinião sobre o novo projeto de lei? Justo? Necessário?

Reunião na CBF com os 40 clubes das Séries A e B, em 28 de julho de 2014, para discutir um refinanciamento para as dívidas fiscais dos clubes. Foto: Rafael Ribeiro/CBF

20 Replies to “Clubes, CBF e Planalto discutem renegociação das dívidas ficais. Náutico, Santa e Sport devem R$ 105 milhões”

  1. ESSE PROJETO É UMA VERGONHA. NAO SE PODE DE MANEIRA NENHUMA PREMIAR AS MALAS ADMINISTRAÇOES. A CORRUPÇAO NA CBF E NOS CLUBES É CASO DE POLICIA. CPI NELES. CADEIA PARA OS CORRUPTOS.

  2. CT do BRasil na granja COMARI,que em 80% do tempo nao permite treinamento no campo com uma forte neblina.? é algo tb BIZARRO.(é outra ESCULHAMBAÇÃO).enquanto ALEMANHA treinou pesado, suou pacas e ganhou TUDO!!!!. ede Golleada 7X1 !!!!.,alguem ganhou muito dinheiro vendendo gato por Lebre..!
    A Granja comari serviria para um Hotel de repouso…isso SIM!!!
    Cadê a imprensa que fica CALADA e nao denuncia NADA!!!!:?

  3. Falar da minhoca?;

    Dizer q çanta cruii ta FALINDO…eita cara Burro…hahahhahahah!a
    mas,: vamos falar de assunto serio:
    Apos o Brasil levar a Goleada de 7X1….1-..O presidente do Brasil ( DILMA) deveria Tirar todos os dirigentes da CBF e Ouvir os clubes, o Bom Senso,e alguns personagens Importantes do Futebol como Romario,Leão…e Pele inclusive..etc. para Reformular totalmente o Futebol Brasileiro, ..2-Tranferir Imediatamente a CBF para BRASILIA!! e vender a sede na BARRA da TIJUCA que é uma Vergonha essa SEDE!! no RJ!! 3-Transferir IMEDIATAMENTE o STJD para Brasilia!!!!!(funciona mafiosamente no RJ) 4-Mudar radicalmente a LEI PELE!!

    Esse TB é um ASSUNTO que MERECE ATENCAO DA IMPRESA SERIA!! pq INTERFERE EM TUDO DO FUTEBOL BRASILEIRO.;…

  4. Saudações Corais!!!
    ………………… ADORAM FALAR DA COOOBRA…NÃO TIRAM ELA DA BOCA(—-_

  5. Jailson Sampaio,

    O Santa Cruz não foi listado no estudo da consultoria BDO, divulgado no jornal O Estado de S. Paulo.

    Conforme o texto deixa claro, o dado do Santa Cruz foi levantado pelo blog.

  6. Para mim não é justo, nem tão pouco necessário, criar um programa de refinanciamento das dívidas fiscais dos clubes. Os mais endividados(Sul e Sudeste) devem assumir o ônus por terem realizado uma gestão irresponsável dos recursos dos clubes, sem malabarismos nem fórmulas mágicas, apenas reduzindo os gastos até uma margem que permita custear o clube e pagar as dívidas e isso naturalmente leva tempo. Em vez de “passar a mão na cabeça” dos irresponsáveis o governo deveria deixar claro que não virá socorro algum e que as dívidas continuarão a ser cobradas, isto serviria como EXEMPLO a ser seguido por todos.

  7. A Arena nao pertence e nunca pertencera ao Nautico.Acredito que Odebrech sabera Implementar acordos com os clubes de torcida maiores de PE,nem precisa dizer quais..de forma que a Ocupação de uma Arena de 45.000 lugares seja mantida com uma boa media.Sport jogara la por uns 3 anos coma construcao da ARENA-LEÃO…!
    Uns poucos aqui me lembram aquelas pessoas mediocres,que
    no passado..nao muito distante…chamavam o Centro de convenções de ” ELEFANTE Branco.”.e
    na realidade o Centro de convenções se mostrou um Centro super Dinamico e que Impulsiona o setor de serviços/Industria de Recife-PE e do Brasil.
    O Futebo de Pe é suficientemente vivo.e tem condições de ter uma “estadiozinho” de quarenta e poucos mil lugares,

    cara Da um tempo..né???vai curtir teu despero por torcer pela Barbii…rsrssss!

  8. Nenhum Projeto vai funcionar se não houver fiscalização, assim como acontece com qualquer empresa no Brasil.

    Já houveram vários financiamentos, re-financiamentos e nada mudou !

    Como pode um clube dever milhões e:
    – ainda ser patrocinado por um empresa pública ?
    – continuar a contratar sem nenhum lastro financeiro ?
    – os gestores não responderem criminalmente ?
    – ter folhas salariais que não podem pagar ?

    E depois quem paga é o contribuinte !

    Isso não é papel de um Presidente da República, quem tem que legislar são os deputados, e mais tem que abrir uma CPI na CBF e Federações !

    Os clubes que não têm responsabilidade fiscal, trabalhista, e financeira tem que falir, assim como qualquer empresa no Brasil.

  9. Esse Proforte premia as más gestões do futebol nacional. Os 4 de Rio de Janeiro estão nas 5 primeiras posições. Enquanto os dirigente se reuniam em Brasília, o Flamengo abria negociação pra pagar 900 mil de salários a Robinho. É um absurdo. Sou contra tudo isso e todo torcedor brasileiro também deveria ser. Independente de clubismo. Um título estadual, nacional ou internacional não vale o dinheiro que sai do nosso bolso pra ajudar aos clubes.

  10. As informações não procedem. Cito a dívida dos clubes pernambucanos, que é de R$ 105 milhões. O Náutico deve R$ 54,2 milhões e o Sport R$ 16,5 milhões, logo a dívida do Santa Cruz seria R$ 34,3 milhões, e ficaria em 18º lugar ocupando a posição do Avaí. Outra coisa o próprio clube do Arruda já divulgou que a dívida do Santa Cruz está em torno de R$ 28 milhões, embora a cobrança pela justiça esteja no valor de 40 milhões. Fato é que a dívida do Santa Cruz não aparece na tabela divulgada.

  11. A dívida do Náutico é inversamente proporcional à presença da sua torcida na Arena. Enquanto a dívida só aumenta, os torcedores do Náutico fogem da arena de Dudu como o diabo foge da cruz. Num futuro muito próximo o Náutico não mais terá torcida de estádio, porque aqueles que ainda insistem em ir lá, naquelas matas, vão com certeza comprar pacotes de TV a cabo para assistir as partidas em casa, pois ninguém é doido de viajar àquele lugar.

  12. Se esta lista fosse a classificação do campeonato brasileiro, até ai o sportiminho seria o PORTEIRO.
    Vai gostar de ser PORTEIRO assim, lá na ilha da fantasia, bando de CACHORRAS DE PERUCAS.
    Ôôôôôô!! O porteiro voltou, o porteiro voltou, o porteiro voltouooooooo!!

  13. O Sport pagou cerca de 5 milhões no mês passado de dívidas e tributos relativos a FGTS e Previdência.

  14. EDU,

    A ARENA ESTÁ VAZIA POR QUE O NÁUTICO ESTÁ NUMA MÁ FASE E AINDA TEM A GREVE DOS ÔNIBUS, CASO O NÁUTICO VENHA A MELHORAR, A ARENA VOLTA A FICAR MAIS CHEIA.

  15. E mais uma vez o elefantão branco chamado Arena Pernambuco vazio…
    Esse estádio não resiste cinco anos…
    Será um mico do tamanho da Arena Amazonas e Pantanal

  16. Acho justo sim, ou melhor… É obrigação dos clubes pagar pelo que deve, e essa pode ser uma boa medida disto acontecer. Pelo que eu entendi, não será feita a anistia das dividas, sim uma renegociação de forma como paga-las e tendo inclusive, punições para quem não seguir o acordo. Acho a medida interessante, por tanto que tenham segurança que o acordo será realmente cumprido e que quem não cumpra que seja de fato punido.

  17. essa presidanta nossa gosta de jogar o dinheiro do povo na privada… queria que no fim do ano alguém fizesse um levantamento de quanto dinheiro esse governo literalmente jogou no lixo, Petrobras, fifa, clubes…

  18. A situação do Náutico é pré falimentar. Jogando no elefante branco da Arena Pernambuco ,faturando 20 milhões por ano e devendo R$ 60 de impostos , mostra um caminho semelhante ao doBotafogo

  19. Uma palhaçada sem tamanho. Ta na cara que ninguem vai fiscalizar isso (tao falando que sera a cbf , ou seja, ninguem).

    Vao abrir a porteira pra novas dividas impagaveis. Flaglobo cheio de dividas e tentando robinho por 900 mil.

    Enquanto isso, alguns que nao investiram em jogador para pagar a divida (atlePR, Sport, Figueirense, entre outros) vao ficar com a sensacao de palhaço, do brasileiro tipico honesto, que faz as coisas certas e é taxado de otario.

  20. Injusto, pune clubes que já alguns anos são responsáveis em suas gestões. E só serve para o clube que é extremamente irresponsável e sabemos quais são ao não respeitar as leis já presentes, quando 4 clubes devem um montante que chega a quase a metade da dívida trabalhista dos clubes de todo o país, o que iriam fazer pra mudar agora? Acho que nada. Por isso sou contra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*