Náutico perde no Rei Pelé e aumenta a cobrança por reforços no ataque

Série B 2015, 17ª rodada: CRB 1x0 Náutico. Foto: Itawi Albuquerque/Futura Press

O Náutico partiu para dois jogos fora de casa, ambos no Nordeste, com o objetivo de mudar o seu desempenho como visitante, o que poderia levá-lo de volta ao G4. Era uma questão fundamental, com todo o grupo consciente. Mas, esbarrando em seus limites, o time perdeu do CRB por 1 x 0 e chegou a cinco derrotas em oito jogos fora da Arena Pernambuco, diminuindo ainda mais o seu aproveitamento neste contexto, agora de apenas 20,8%.

A apresentação no Rei Pelé, sem criatividade, deixou a torcida receosa sobre o andamento da competição, aumentando a cobrança por reforços, algo que Lisca admite publicamente. A lacuna principal está no ataque, sem um definidor, alguém que realmente chame a responsabilidade. Douglas, grata surpresa nesta Série B, funcionaria mais como um coadjuvante nessa composição.

Até a contratação de peças ofensivas, a curto prazo, o Náutico continuará na briga pelo acesso, mas com a confiança menor em relação às primeiras rodadas. Se antes, com 28 pontos, mesmo em 5º lugar, tinha a pontuação do vice-líder, agora está a dois pontos do 4º. Contra os alagoanos, dirigidos por Mazola, o gol de Zé Carlos, aproveitando o rebote dele mesmo, desanimou o time aos 15 do segundo tempo. Cedo demais, em todos os sentidos.

Série B 2015, 17ª rodada: CRB 1x0 Náutico. Foto: CRB/Ascom (www.crb.esp.br)

4 Replies to “Náutico perde no Rei Pelé e aumenta a cobrança por reforços no ataque”

  1. Você foi muito feliz na análise Cássio, seu trabalho é ótimo sempre em alto nível. Também notei que o Náutico esbarrou no seu limite técnico, achei que o time teve uma estratégia vencedora em todos os sentidos, e só não saiu a vitória por pura falta de qualidade no ataque, enfim, o time chegou no limite técnico e se a diretoria quiser continuar na luta do acesso vai ter que contratar. Aliás, isso não é só pró Nautico, isso vale pra Paysandu e Botafogo que também tiveram um excelente início, Lisca tava fazendo milagre até agora.

  2. Primeiramente FELIZ DIA DOS PAIS à todos que acompanham este blog.
    Meu nobre Cassio, pode botar Cristiano Ronaldo, Ibrahimoic, Neymar ou qualquer outro que não vai adiantar nada, o maior problema está no meio campo com Hiltinho e Marino que não roubam uma bola, não sabem lançar e nem chutar em gol, ou seja, são improdutivos.
    E por azar o cara que iria fazer a diferença, o meia Dakson parece que se machucou, nem quero falar de Pedro Carmona.
    A diretoria tem que tomar uma atitude URGENTE em relação ao Sr. Lisca, que está levando o Náutico pro fundo do poço com sua teimosia em escalar errado e substituir mais errado ainda (Até agora não entendi a entrada do Gil Mineiro, que alias é outro que não produz nada).
    Passou uma semana treinando pra gente ver aquilo? É um absurdo o time não ter uma jogada ensaiada, é só chutão pra frente, não tem centroavante que consiga fazer um gol desse jeito, o time não tem pegada no meio campo e nem toca dois passes certos.
    É muita coisa errada que não dá para escrever tudo aqui, uma coisa é certa: ou muda de atitude ou não voltamos mais para o G-4.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*