Até dez clássicos entre Santa Cruz e Sport em 2016, do Estadual à Sul-Americana

Clássico das Multidões. Arte: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

Em 2008, tricolores e rubro-negros não se enfrentaram uma vez sequer. Resultado do regulamento esdrúxulo no Estadual, somado à fraca campanha coral na competição e às divisões distintas no Campeonato Brasileiro. O hiato foi um incômodo na temporada, o primeiro em muito tempo. Em 2016, por outro lado, há a possibilidade de uma overdose de Clássico das Multidões. Com o retorno do Santa Cruz à Série A e ao Nordestão, torneios também com a presença do Sport, os destinos podem se cruzar várias vezes…

O número de confrontos oficiais pode ir de 4 a 10 jogos.

Estadual (de 2 a 4 jogos)
Além das duas partidas no hexagonal (21/02 e 10/04), os rivais podem se enfrentar no mata-mata (semifinal ou decisão). O histórico mostra que a chance é considerável. Nos últimos cinco anos foram quatro vezes, com três triunfos tricolores (todos na final) e um dos rubro-negros (na semi).

Copa do Nordeste (até 2 jogos)
Por pouco os times não ficaram logo no mesmo grupo. No sorteio, o Sport foi o cabeça de chave do D. O Santa Cruz estava no segundo grupo de bolinhas, e só foi sorteado na chave C, encabeçada pelo Bahia. De toda forma, o confronto pode acontecer a partir das quartas de final (como em 2014, na semi).

Série A (2 jogos)
Após quinze anos, o Clássico das Multidões está de volta à elite nacional, sendo a primeira vez nos pontos corridos. Desde 1971 foram 13 partidas. Mais duas entrarão na lista, uma no turno e outra no returno do Brasileirão.

Copa Sul-Americana (2 jogos…?)
Sula? Acredite, há chance. Caso o Sport termine a Série A atrás de São Paulo e Inter (e apenas um cenário improvável faria ser diferente), o time terá a pré-vaga da Sul-Americana, já no pote 1 da “fase nacional”. Enquanto isso, o Santa pode acabar a Segundona como vice (basta vencer o Vitória). Assim, teria uma chance razoável de obter a sexta vaga na fila do Brasileiro (a Ponte, vice da última Série B, conseguiu em 2015). E o Tricolor também pode ir via título do Nordestão. Em ambos os casos ficaria no pote 2. Como são quatro confrontos brasileiros, haveria 25% de chance no sorteio da Conmebol. Não duvide.

Obs. Em tese, ainda há a Copa do Brasil, mas nunca houve um confronto entre os grandes do estado, pois a tabela não costuma ter clássicos nas três primeiras fases. Já na quarta (oitavas), ambos ficariam no pote 2 do sorteio. Ou seja, o clássico só poderia acontecer nas quartas de final, a 5ª fase do torneio. Em caso disputa na copa, não haveria chaveamento na Sula.

10 thoughts on “Até dez clássicos entre Santa Cruz e Sport em 2016, do Estadual à Sul-Americana

  1. Pingback: Troféu Givanildo Oliveira, a homenagem ao centenário do Clássico das Multidões | Blog de Esportes

  2. No próximo ano o Clássico das Multidões completará 100 anos.
    O primeiro Clássico das Multidões
    24 de dezembro de 1916
    Sport 4-1 Santa Cruz
    Local: Campo da Ponte d’Uchoa (antigo Pernambuco British Club, hoje Museu do Estado – Avenida Rui Barbosa, Graças, Recife). Fonte: Wikipédia
    Portanto é uma ótima oportunidade para os Clubes, as Torcidas, Federação e a Imprensa em geral fazerem uma grande campanha para celebrar a marca de 100 anos da maior rivalidade de Pernambuco, e uma das maiores do Nordeste e do Brasil.

  3. Com relação à copa do Brasil, a CBF não faz nenhum direcionamento dos clubes. Ela apenas divide os clubes em oito potes e faz o sorteio.
    O fato de não ser comum cruzamentos entre clubes de um mesmo estado nas fases iniciais se deve apenas à estatística: é muito mais provável enfrentar um clube pertencente a um dos outros 26 estados do que enfrentar um clube de seu próprio estado.
    Considerando a distribuição atual dos potes, se Santa Cruz, Náutico e Sport passarem da primeira fase, existe 25% de chances de ocorrer um duelo entre pernambucanos já na segunda fase (Santa contra Sport ou Náutico).

  4. Sabemos que o Santa Cruz é o segundo maior freguês do Brasil, perdendo apenas para o Vila Nova de Goiás. O SPORT tem 65 vitória a mais, e nos dois últimos anos, foram 05 lapadas na minhoca raquítica do esgoto!! Vamos aumentar essa diferença!!!

  5. Cássio, segundo o site: http://rankingcbf.blogspot.com.br/2015/11/copa-do-brasil-2016-2011-classificacao.html , atualmente, o Sport está classificado no pote B e o Santa Cruz no pote C.
    O chaveamento das três primeiras fases da Copa do Brasil 2015 foi :

    pote A x pote E
    pote D x pote H
    pote B x pote F
    pote C x pote G

    O que possibilita um Sport x Santa Cruz a partir da segunda fase e total de até 12 clássicos em 2016.

    Nota do blog

    Douglas, até há a possibilidade, mas a CBF quase sempre evita esse tipo de coisa. Em 2015 houve Avaí x Figueirense na segunda fase, o que gerou muita reclamação dos catarinenses, justamente por nunca ocorrer. Não é descartável, claro, mas acho improvável.

  6. Boa, Cássio!
    Só chamo a atenção de que, para ser vice, ao Santa não basta vencer o Vitória, precisa também manter um saldo maior que o do América.
    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>