A primeira rodada de Santa, Salgueiro e Sport e Náutico na Copa do Brasil 2016

Sorteio da Copa do Brasil. Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Um sorteio na sede da CBF, no Rio, definiu o caminho dos pernambucanos na Copa do Brasil de 2016 até a terceira fase, pois só depois entram os representantes do país na Libertadores. E poderemos ter um Clássico das Emoções já na segunda fase. Até hoje, nunca houve um confronto local.

Confira o chaveamento completo clicando aqui.

Campeão pernambucano em 2015, o Santa irá estrear contra o campeão capixaba, o Rio Branco. Já o Náutico, que só teve a sua vaga confirmada em dezembro, sendo um dos dez beneficiados pelo ranking da CBF, irá encarar o Vitória da Conquista, na viagem mais curta na primeira etapa. Participa com a necessidade de fazer dinheiro. Ou seja, somar as cotas de participação a cada fase. Sobre o possível clássico, em 1999, na Ilha, os rivais disputaram uma seletiva da Copa do Brasil. Na ocasião, o Tricolor venceu por 1 x 0.

Na condição de segundo representante do estado devido ao vice-campeonato no certame local, o Salgueiro pega a Ferroviária de São Paulo. É a terceira participação sertaneja em quatro anos. Curiosamente, também poderá sair um confronto estadual aí, mas na terceira fase, contra o Sport. Único nordestino com uma taça do torneio, em 2008, o Leão jogará contra o Aparecidense, vice-campeão goiano. Mais uma vez terá que “escolher” entre Copa do Brasil e Sul-Americana no segundo semestre, devido ao bizarro critério da confederação.

Possíveis adversários:

Santa Cruz (campeão estadual)
1ª fase – Rio Branco-ES
2ª fase – Náutico ou Vitória da Conquista-BA
3ª fase – Vasco, Remo, CRB ou Ivenhema-MS

Salgueiro (vice-campeão)
1ª fase – Ferroviária-SP
2ª fase – Fluminense ou Tombense-MG
3ª fase – Sport, Aparecidense-GO, Atlético-GO ou Ypiranga-RS

Sport (3º lugar)
1ª fase – Aparecidense-GO
2ª fase – Atlético-GO ou Ypiranga-RS
3ª fase – Fluminense, Tombense-MG, Salgueiro ou Ferroviária-SP

Náutico (Ranking da CBF)
1ª fase – Vitória da Conquista-BA
2ª fase – Santa Cruz ou Rio Branco-ES
3ª fase - Vasco, Remo, CRB ou Ivenhema-MS

Distâncias aéreas:
1.839 km – Sport (Recife) x Aparecidense (Aparecida-GO)
1.810 km – Salgueiro (Salgueiro) x Ferroviária (Araraquara-SP)
1.484 km – Santa Cruz (Recife) x Rio Branco (Cariacica-ES)
998 km – Náutico (Recife) x Vitória (Vitória da Conquista-BA)

A última vez que um representante local caiu logo na eliminatório foi em 2013, com o Náutico despachado pelo Crac nos Aflitos. Aquele ano marcou o início do regulamento que obriga o clube a sair da Copa do Brasil no máximo até a terceira fase para poder disputar a Sul-Americana. Com a pré-vaga internacional na ocasião, a direção timbu abriu logo mão do torneio nacional.

Desempenho na 1ª rodada da Copa do Brasil (1989-2015):

Santa Cruz
21 participações
15 classificações (71%)
6 eliminações (última em 2012)

Salgueiro
2 participações
2 classificações (100%)

Sport
21 participações
19 classificações (90%)
2 eliminações (última em 2011)

Náutico
20 participações
17 classificações (85%)
3 eliminações (última em 2013) 

Total*
67 participações
55 classificações (82%)
12 eliminações (última em 2013)
*Incluindo as participações de Central (2) e Porto (1)

3 thoughts on “A primeira rodada de Santa, Salgueiro e Sport e Náutico na Copa do Brasil 2016

  1. Vish, o Salgueiro deu azar demais no sorteio… Pegou a Ferroviária/SP, times de SP tem dinheiro e sempre tem times bons no início do ano, apesar do Salgueiro decidir em casa pra mim a Ferroviária é a favorita. Vamos ver se o Salgueiro mostra sua atual grandeza!!

  2. Pingback: As chances de Sport e Santa Cruz para ir à Sul-Americana de 2016 via Copa do Brasil | Blog de Esportes

  3. Pingback: Pernambuco na Copa do Brasil com 86 classificações e 66 eliminações até 2015 | Blog de Esportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>