Levantamento do Paraná Pesquisas, com 10 mil entrevistados, aponta 6 clubes do Nordeste com torcidas acima de 1 milhão

Pesquisa de torcidas do instituto Paraná Pesquisas, com dados de março a dezembro de 2016. Arte: Cassio Zirpoli

Durante dez meses, entre março e dezembro de 2016, o instituto Paraná Pesquisas ouviu 10,5 mil pessoas no Brasil, resultando em uma das maiores amostragens em pesquisas nacionais de torcida. Percorrendo 25 estados, o levantamento – publicado pelo jornal O Globo – trouxe dados interessantes, como os 40 milhões de brasileiros (19,5%) que não torcem por time algum, embora esse percentual já seja o “líder” há algumas pesquisas. Já o pódio, com Flamengo, Corinthians e São Paulo, é o de sempre, hoje concentrando 37,3%.

No viés nordestino, chama a atenção o fato de seis clubes estarem entre os vinte primeiros colocados e com torcidas acima de um milhão. Todos reconhecidamente populares, mas, considerando os dados divulgados pelos institutos, a última vez que isso havia acontecido fora em 2010, numa pesquisa do Ibope. Há seis anos, o Leão da Ilha estava em primeiro e o Vozão em sexto. Agora, a ordem é a seguinte: Bahia (4,1 milhões, num ótimo 11º lugar geral), Sport (2,6 mi), Ceará (2,2 mi), Fortaleza (1,6 mi), Vitória (1,6 mi) e Santa Cruz (1,4 mi). Margem de erro, metodologia, momento do time etc. O fato é que Bahia e Sport já revezam no topo desde 1998, no estudo Lance!/Ibope. Entre os maiores clubes da região, apenas o Náutico não figurou neste patamar (a última vez que isso aconteceu foi em 2013, na lista da Pluri, com 1,1 milhão).

Voltando ao Paraná Pesquisas, esse foi o segundo levantamento nacional apresentado este ano, possivelmente uma ampliação do quadro anterior, de março a abril (na ocasião, com 4 mil pessoas e apenas 14 times). Abaixo, a projeção do blog sobre a torcida absoluta de cada clube a partir da estimativa oficial da população brasileira, atualizada pelo IBGE em 30 de agosto de 2016.

Paraná Pesquisas / Brasil 2016
Período: março a dezembro de 2016
Público: 10.500 (em 288 municípios de 25 estados)
Margem de erro: 1,0%
População estimada (IBGE/2016): 206.081.432

1º) Flamengo – 16,2% (33.385.191)
2º) Corinthians – 13,7% (28.233.156)
3º) São Paulo – 7,4% (15.250.025)
4º) Palmeiras – 5,8% (11.952.723)
5º) Vasco – 4,6% (9.479.745)
6º) Cruzeiro – 4,0% (8.243.257)
7º) Grêmio – 3,5% (7.212.850)
8º) Santos – 3,1% (6.388.524)
9º) Atlético-MG – 2,8% (5.770.280)
10º) Inter – 2,7% (5.564.198)
11º) Bahia – 2,0% (4.121.628)
12º) Botafogo – 1,7% (3.503.384)
13º) Fluminense – 1,6% (3.297.302)
14º) Sport – 1,3% (2.679.058)
15º) Ceará – 1,1% (2.266.895)
16º) Atlético-PR – 0,8% (1.648.651)
16º) Fortaleza – 0,8% (1.648.651)
16º) Vitória – 0,8% (1.648.651)
19º) Coritiba – 0,7% (1.442.570)
19º) Santa Cruz – 0,7% (1.442.570)
21º) Remo* – 0,6% (1.268.013)
22º) Náutico* – 0,4% (853.739)
23º) Paysandu* – 0,3% (734.112)
24º) Goiás* – 0,2% (567.269)
24º) Vila Nova* – 0,2% (567.269)
26º) Figueirense* – 0,2% (412.156)
27º) Paraná* – 0,1% (294.397)
27º) Avaí* – 0,1% (264.957)
29º) Chapecoense* – 0,1% (235.518)
29º) Joinville* – 0,1% (235.518)

Outros times* – 5,1% (10.510.153)
Sem clube – 19,5% (40.185.879)

* O instituto divulgou até o 20º lugar, com os demais citados apenas de forma regionalizada. A partir disso, o blog calculou percentual geral do 21º ao 30º.

34 thoughts on “Levantamento do Paraná Pesquisas, com 10 mil entrevistados, aponta 6 clubes do Nordeste com torcidas acima de 1 milhão

  1. Concordo, na ponta Flamengo e Corinthians se estabeleceram na posição desde os anos de 1980, São Paulo superou o Palmeiras nos anos de 1990/2000 e Vasco figurando em quinto. Acho discrepantes as diferenças entre Atlético Mineiro e Cruzeiro bem como Grêmio e Internacional. No Nordeste o Bahia sempre foi a massa, seguido de Sport e o Ceará, que tem cerca de 2/3 da torcida em seu estado, situando se um pouco abaixo e tendo subido posições desde os anos de 1990, com Vitória e Santa Cruz colados em representatividade. Permanece o Clube do Remo com quase o dobro de torcida que o Paysandu. Sem detalhes e metodologia firmes na aferição.

  2. Possíveis equívocos nessa pesquisa…

    Indiscutivelmente que o Bahia é e sempre foi o Maior do Nordeste, mas o Sport sempre esteve a sua cola com 0,1-0,2 até um 0,3% atrás… Mas 0,7% é muito desproporcional a realidade…
    Historicamente o Vitória sempre foi o 3° no nordeste, perdendo por pouquíssimo para o Sport e as vezes até sendo o 2° na região, sem lógica o Ceará estar aqui na 15° posição.
    O Remo realmente é um pouco maior que o Paysandu, mas pouca coisa mesmo, e não o dobro como se diz aí, esta mais para 0,1% de diferença.
    Goiás e Vila Nova empatados, quando o Goiás sim poderia aparecer com o dobro de torcida dos demais em Goiás, e como é que o Atlético não aparece na pesquisa?
    Aparece o Paraná e não apareceu o Londrina…
    Aparecem quatro de SC e o maior deles o Criciúma não apareceu, sem contar que Figueirense é sim maior que o Avaí, mas não tem o dobro não
    Se aparecem estes de SC tipo Joinville e Chapecoense, como não aparecer Brasil de Pelotas, América-RN, América-MG, ABC-RN, CSA-AL, CRB-AL, ASA-AL, Portuguesa-SP, Botafogo-PB, Botafogo-SP, Campinense-PB, Treze-PB, Sampaio Correa-MA, Moto Club-MA, Sergipe-SE, Confiança-SE, Itabaiana-SE, Guarani-SP, Ponte Preta-SP, Caxias-RS, Juventude-RS, Comercial-SP, Bangu-RJ, América-RJ, Pelotas-RS, Uberlândia-MG, Tupi-MG , Uberaba-MG, XV de Piracicaba-SP, Fluminense de Feira-BA.

  3. Pesquisa que causa muita duvida no torcedor
    o Bahia quer queira quer nao e o clube detentor de maior torcida
    ate com certa disparidade perante os outros so nao entra na minha cabeça
    o Ceara ultrapassar o Vitoria bem como o Fortaleza ter a mesma proporçao
    analisando resultados outroras observa-se larga vantagem do clube baiano
    o que sera que aconteceu? alguma catastrofe ? morreram muitos torcedores do VItoria e cresceu de forma radical as torcidas de Ceara e Fortaleza? nao acredito.

  4. O interessante é o Bahia, um time que estava praticamente falido, dava até pena do time e hoje está totalmente diferente.

  5. Remo, maior torcida do Norte. Todos os anos tem a melhor média de público da região no campeonato brasileiro (todas as séries). Sempre a frente da torcida azul-calcinha.

  6. Gostaria de dizer ao dono do comentário abaixo, que sei muito mais sobre o futebol goiano do que ele imagina. Ao morar em Brasília por décadas, por alguns fins de semanas, um amigo goiano, torcedor do Vila, por vezes me convidava a fazer companhia a ele em agradáveis visitas a Goiânia para ver jogos do Vila. Muitos desses jogos foram justamente contra o Goiás em sua fase de Rei absoluto do futebol goiano. Dentro de campo posso afirmar que o Vila quase sempre levava uma surra, mas o que se via nas arquibancadas era justamente o contrário. O Vila apesar das lapadas, quase sempre tinha superioridade nas arquibancadas, na pior das hipóteses se igualava. Se o torcedor do Goiás não vai a campo,ou não se “empolgam”, são outros quinhentos. Isso prá mim não é ser torcedor, mas sim admirador.

  7. Sobre os times que são da região norte e claro que não inclui times do Sudeste , o paysandu tem a maior torcida no Amapá e tem a segunda maior no Amazonas atrás do nacional, vem cá essa pesquisa é sério mesm? kkkkkkk pqp

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>