Sport perde do Avaí na Ilha e chega a seis jogos em vencer. E a meta vai mudando…

Série A 2017, 23ª rodada: Sport 0 x 1 Avaí. Foto: Roberto Ramos/DP

O Sport entrou em parafuso no Brasileirão. Numa queda de rendimento acentuada, o time chegou a seis jogos sem vitória, quatro jogos sem marcar gol e três derrotas seguidas. De um primeiro turno na zona na Libertadores a uma aproximação perigosa da zona de rebaixamento, com adversários mais organizados, embora tecnicamente inferiores. Como foi o caso do Avaí, consciente de sua limitação, mas eficiente diante de um time bem ansioso.

Por sinal, se o time catarinense finalmente saiu do Z4, deve-se à melhor largada no returno e, a longo prazo, à baita colaboração dos pernambucanos, que perderam lá e lô por 1 x 0. Na Ilha, com quase dez mil espectadores, o visitante começou como se esperava, atrás da linha da bola, com duas linhas de quatro. Atacaria pouco, explorando a bola aérea, um calo da atual dupla de zaga do Sport, Ronaldo Alves e Henríquez. E assim saiu o gol de Júnior Dutra, embora a jogada tenha começado numa saída errada de André, que carregou demais a bola. Gerou o contragolpe para o lance decisivo.

Série A 2017, 23ª rodada: Sport 0 x 1 Avaí. Foto: Aníbal Monteiro/cortesia

O Sport abusaria do mesmo jogo aéreo, com 57 cruzamentos! Segundo o Footstats, 44 tentativas saíram erradas. Nas poucas certas, perdeu duas chaves incríveis, aumentando o jejum do sistema ofensivo, outrora bem positivo. Houve luta (desta vez), mas a falta de variação de jogadas irritou a torcida, cuja paciência seria ínfima. O desempenho em campo acabou afastando o apoio, numa panela de pressão até o fim, sobretudo em Diego Souza. Esta falta de organização também se estende a Luxemburgo, que durante a semana, apesar da bronca em Porto Alegre, manteve o time.

Durante o jogo Luxa também não foi eficaz na leitura, mantendo Wesley e acionando Bruno Xavier, que estreou numa fogueira. E assim o revés colocou em xeque o objetivo do Sport. Apesar de o técnico dizer que irá buscar “coisas boas”, a disputa, agora, parece ser a de quase sempre: a permanência.

O jejum de vitórias do rubro-negro na Série A
02/08 – Sport 2 x 2 Fluminense
05/08 – Corinthians 3 x 1 Sport
13/08 – Sport 0 x 0 Ponte Preta
20/08 – Cruzeiro 2 x 0 Sport
02/09 – Grêmio 5 x 0 Sport
10/09 – Sport 0 x 1 Avaí

Série A 2017, 23ª rodada: Sport 0 x 1 Avaí. Foto: Roberto Ramos/DP

3 thoughts on “Sport perde do Avaí na Ilha e chega a seis jogos em vencer. E a meta vai mudando…

  1. Oi a meta não ser campeão Brasileiro e depois da Libertadores??? PREPOTÊNCIA E MEGALOMANIA, ALÉM DA BABAÇÃO INFINITA DA IMPRENSA. Viram o que Diego deusouza fez com Vitor Bastos da globo??? continuem babando esses elementos KKKKKKK.

  2. Nao ha nenhuma surpresa, esse time da cachorra eh uma piada. Ganhou o time que foi superior, que tem mais camisa e tradicao do que o boi do mangue, que escapou de levar uma goleada em casa e agora segue firme a serie b. Sem surpresas.

    Obs.: Estou num teclado sem acentuacao, foi mal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>