Com gol de falta de Marlone, o Sport se salva em Caruaru e empata com Central

Pernambucano 2018, 5ª rodada: Central x Sport. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O Sport escapou da derrota no Lacerdão, jogando mal a maior parte do tempo e ainda com um a menos após a expulsão de Henríquez, aos 13/2T. O leão só igualou o marcador (1 x 1) numa cobrança de falta de Marlone, na reta final. Justamente o meia poupado na escalação inicial. Isso porque Nelsinho havia apostado num meio-campo com Anselmo, Rithely (estreia no ano), Thallyson e Neto Moura. Três volantes, na visão do treinador, com Neto mais adiantado, como o apoiador. No ataque, Gabriel e André, justamente o nome que vinha se queixando de dores no joelho – se o treinador poupou outros nomes, achei arriscada essa decisão. Pois essa combinação não durou meia hora.

Com a baixa produtividade, o técnico acionou o centroavante Leandro Pereira, de volta após seis meses – lesão no joelho. Com isso, sacou Thallyson. A esta altura, o Central já vencia com um gol de cabeça de Leandro Costa, aos 9/1T. O atacante, que deu trabalho a Náutico e Santa, concluiu a jogada iniciada pelo arisco meia Júnior Lemos, que seria substituído pouco depois após sofrer um rodízio de faltas. Sem o seu camisa 10, a patativa recuou, mas nem assim passou sufoco, pois o visitante só buscou a bola aérea, sem sucesso.

Pernambucano 2018, 5ª rodada: Central x Sport. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Marlone só entrou no intervalo, no lugar de Neto, um dos poucos com lucidez. Com isso, o time chegou à 3ª proposta de jogo na tarde (4-4-2, com ‘quatro’ volantes; 4-4-2, com 2 centroavantes; 4-3-1-2, com um meia mais livre). Embora tenha tido mais intensidade, o leão limitou-se aos cruzamentos e lançamentos (mais de 20). Era isso ou esperar a qualidade individual, como foi na batida de Marlone, no empate aos 31/2T – considerando também a colaboração do goleiro. Após tomar o gol, o alvinegro aumentou o ritmo e criou algumas chances, mas teve que se contentar com o placar, garantindo um turno sem derrotas para o trio de ferro. O favorito Sport se contentou também.

Histórico de Central x Sport (todos os mandos)
266 jogos
176 vitórias rubro-negras (66,1%)
62 empates (23,3%)
28 vitórias alvinegras (10,5%) 

Última vitória do Central: 1 x 0, em 01/05/2015 (desde então, 7 partidas)

Pernambucano 2018, 5ª rodada: Central x Sport. Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

2 thoughts on “Com gol de falta de Marlone, o Sport se salva em Caruaru e empata com Central

  1. Kkkk o Sport tá ruim como os outroa da capital e o Salgueiro, pois é inicio de temporada, mas perder para o Central é desaforo, menos mal esse empate!

  2. Complemento do post

    Os últimos 5 jogos com mando da patativa
    01/03/2015 – Central 1 x 0 Sport (turno)
    29/04/2015 – Central 0 x 5 Sport (3º lugar)
    10/02/2016 – Central 1 x 2 Sport (turno)
    09/04/2017 – Central 1 x 3 Sport (turno)
    03/02/2018 – Central 1 x 1 Sport (turno)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>