A audiência do Super Bowl passa de 100 milhões de telespectadores nos EUA pelo 9º ano seguido. Mas com queda em 2018

Super Bowl de 2018: Philadelphia Eagles 41 x 33 New England Patriots. Foto: Shawn Hubbard/NFL

O Super Bowl de 2018, em Minneapolis, foi incrível, sendo a partida com mais jardas avançadas na história da NFL, considerando qualquer fase. Somando as jogadas de Philadelphia Eagles e New England Patriots, foram 1.151 jardas! Avanço e eficiência. Não por acaso, foram anotados 74 pontos – um a menos que a edição de 1995 entre 49ers e Chargers. E no fim, contra os prognósticos, deu Eagles, pela primeira vez em sua história. O quarterback reserva Nick Foles fez a partida de sua vida, mesmo diante de um Tom Brady que também jogou muito, embora tenha ‘dropado’ a bola no lance capital.

E diante da televisão, nos Estados Unidos, quase 1/3 da população. Com isso, o evento máximo do esporte no país ultrapassou a barreira de 100 milhões de telespectadores pelo 9º ano seguido. Porém, segundo os dados do instituto Nielsen, que mensura a audiência de 56 regiões metropolitanas por lá, esta foi a edição com a menor audiência absoluta entre as marcas centenária. Considerado o evento com o comercial mais caro do mundo (US$ 5 milhões por 30 segundos, valor aplicado em 2017 e 2018), este Super Bowl teve 7,9 milhões de telespectadores a menos. Teria sido consequência do pleno favoritismo do Patriots? Pois o Troféu Vince Lombardi foi para a ‘zebra’…

Audiência média do Super Bowl nos EUA, em milhões de telespectadores
2010 – 106,4 mi (46,4 pts), New Orleans Saints 31 x 17 Indianapolis Colts
2011 – 111,0 mi (47.9 pts), Green Bay Packers 31 x 25 Pittsburgh Steelers
2012 – 111,3 mi (47.8 pts), New York Giants 21 x 17 New England Patriots
2013 – 108,4 mi (48.1 pts), Baltimore Ravens 34 x 31 San Francisco 49ers
2014 – 111,5 mi (47.6 pts), Seattle Seahawks 43 x 9 Denver Broncos
2015 – 114,4 mi (49.7 pts), New England Patriots 28 x 24 Seattle Seahawks
2016 – 111,9 mi (49.0 pts), Denver Broncos 24 x 10 Carolina Panthers
2017 – 111,3 mi (48.8 pts), New England Patriots 34 x 28 Atlanta Falcons
2018 – 103,4 mi (47.4 pts), Philadelphia Eagles 41 x 33 New England Patriots

% da população dos EUA que assistiu ao Super Bowl (população estimada)
2010: 34,4% (308.745.538)
2011: 35,7% (310.792.611)

2012: 35,5% (313.100.430)
2013: 34,3% (315.368.796)
2014: 35,1% (317.655.775)
2015: 35,7% (320.004.267)
2016: 34,7% (322.260.431)
2017: 34,3% (324.485.597)
2017: 31,7% (325.853.538)

No Brasil, o ‘SB LII’ foi exibido na ESPN e nos cinemas. O país, que teria 15,2 milhões de aficionados, segundo pesquisa do Ibope, foi o 5º com mais ingressos comprados para o jogo, atrás de EUA, Canadá, México e Austrália.

Super Bowl de 2018: Philadelphia Eagles 41 x 33 New England Patriots. Foto: Ben Liebenberg/NFL

One thought on “A audiência do Super Bowl passa de 100 milhões de telespectadores nos EUA pelo 9º ano seguido. Mas com queda em 2018

  1. Complemento do post

    Apesar da franca exibição internacional – somente no Brasil são cinco jogos por semana na temporada regular -, a NFL segue bem atrás do futebol.

    Copa do Mundo (final)*
    2010 – 909 milhões (Espanha 1 x 0 Holanda)
    2014 – 1,013 bilhão (Alemanha 1 x 0 Argentina)
    * Pessoas que assistiram pelo menos 1 minuto da partida

    Eurocopa (final)**
    2012 – 300 milhões (Espanha 4 x 0 Itália)
    2016 – 300 milhões (Portugal 1 x 0 França)
    ** Audiência média

    Com uma influência muito maior no planeta, o soccer ocupa os três primeiros lugares no ranking mundial de audiência na tevê. Em 3º lugar, a a decisão da Champions League já passa de 200 milhões, com a Euro e a Copa do Mundo em escalas bem maiores. Por sinal, 1/7 da população da Terra assistiu à última final do Mundial, no Maracanã. Mesmo se for considerado só a média, aquela partida segue imbatível, com 700 milhões acompanhando a vitória da Alemanha sobre a Argentina. Veremos em 2018, na Rússia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>