Voltou para ficar

Homenageando o Corinthians, que venceu o Ceará por 2 x 0 (no sábado) e garantiu a sua classificação antecipada para a Série A de 2009, vou colocar aqui o vídeo da histórica goleada aplicada há 25 anos, em 9 de fevereiro de 1983. Na Primeira Divisão.

O Timão enfrentou o combalido Tiradentes, do Piauí, e massacrou por 10 x 1. É até hoje a maior goleada da história do Brasileirão.

Gols corintianos: Sócrates (4), Paulo Egídio (2), Biro-Biro, Ataliba, Wladimir e Vidotti.

Sabará fez o gol do Tiradentes.

Sabará, por sinal, abriu o placar no Canindé…

Parabéns, Corinthians! Os próprios jogadores do Timão afirmaram após a partida no sábado que o ano só não foi perfeito por causa do vice na Copa do Brasil.

Pois é justamente por isso que os rubro-negros dizem o contrário…

Boca leonina de urna

Charge de Paulo BrazilNenhuma das duas candidaturas ainda é oficial, mas os seus nomes são apontados nos bastidores como os cabeças de chapa da situação e oposição na eleição do Sport, que irá definir o presidente para o biênio 2009/2010.

Nova enquete (caso o consenso não seja mesmo costurado):

Quem é o favorito para a eleição rubro-negra?

  • Milton Bivar, atual presidente e campeão da Copa do Brasil de 2008
  • Homero Lacerda, ex-presidente e campeão brasileiro de 1987

Opine!

Confira as fichas dos dois possíveis candidatos clicando AQUI.

Saiba mais sobre a história das eleições do Sport clicando AQUI.

Arte: Paulo Brazil/DP

Enquete: São Paulo acelera para o tri

Mostrando força mais uma vez na reta final do Nacional, o atual bicampeão São Paulo – que já é o vice-líder – venceu a enquete desta semana, sendo apontado pelos internautas como o favorito para conquistar o título de 2008. Mas a disputa foi equilibrada. Confira.

Quem será o campeão brasileiro de 2008? (ao lado, a classificação atual do time na Série A)

  • São Paulo (25%, 15 votos) – 2º
  • Cruzeiro (24%, 14 votos) – 3º
  • Grêmio (20%, 12 votos) – 1º
  • Flamengo (19%, 11 votos) – 4º
  • Palmeiras (12%, 7 votos) – 5º

Total de votos: 59

Caldeirão ferve ao contrário

Náutico empata com a Lusa e se complica no BrasileiroEu havia dito antes do jogo nos Aflitos que um público abaixo de 15 mil pessoas seria decepcionante.

Acho que só para ser do contra, a presença acabou sendo menor (14.213 torcedores). E para piorar, segundo o técnico Roberto Fernandes, a pressão da arquibancada acabou sendo direcionada para o próprio time pernambucano.

O treinador deixou isso claro na entrevista coletiva após o empate por 1 x 1 com a Lusa.

“Memória no futebol é zero. Com cinco minutos (do segundo tempo) já estavam pedindo Kuki. No ano passado, ele foi execrado, e acabou indo para o Santa Cruz. Se a torcida não ajudar a jogar a favor, ela irá empurrar o time para a Série B”, disparou Roberto, que foi bastante vaiado o final.

É preciso haver paciência (da torcida e do técnico) nesse momento complicado do Timbu na Série A. Ao contrário das rodadas anteriores, porém, não haverá tempo para esfriar a cabeça… A equipe voltará a jogar já nesta quarta-feira, contra o Internacional, em Porto Alegre.

Uma bronca daquelas. Mas é hora de acreditar, confiar, torcer. E corresponder em campo também.

Foto: Alexandre Gondim/DP

Quer apostar que será um jogão?

Dentro de uma hora (9h30) começará um clássico que vale nada menos que a liderança do Campeonato Inglês. O Chelsea, treinado pelo brasileiro Luiz Felipe Scolari, receberá o Liverpool no estádio Stamford Bridge, em Londres. Ambos com 20 pontos, sedentos por mais 3 na classificação.

Apesar do clima que cerca essa partida na Premier League, milhares de ingleses irão assistir o jogo com outra preocupação. Financeira, diga-se. Na Inglaterra, os jogos de futebol são alvos das casas de apostas londrinas. E não são os apenas os resultados que importam.

Todas as ações dos craques Lampard e Gerrard serão alvo de apostas neste domingo – disponíveis no site do Chelsea (clique AQUI). Veja abaixo as cotações das apostas em libras esterlinas (1 libra vale R$ 3,68).

Lampard, o craque do ChelseaGerrard, o craque do LiverpoolPrimeiro chute a gol
4/5 – Lampard
10/11 – Gerrard

Primeiro gol
1/3 – Lampard
2/9 – Gerrard

Primeiro cartão amarelo
2/11 – Lampard
1/6 – Gerrard

Atualização às 12h30: O Liverpool venceu por 1 x 0 e assumiu a liderança isolada, sendo agora o único invicto do campeonato. Quem gastou dinheiro aguardando alguma das possibilidades acima se deu mal. Os resultados de todas as apostas aconteceram ainda no primeiro tempo.

O primeiro chute foi de Deco (3 minutos), o gol foi marcado por Alonso (9) e o cartão foi dado a Riera, do Liverpool (22). A derrota acabou com a invencibilidade de 86 jogos em casa do Chelsea (4 anos e 8 meses). Felipão também viu cair a sua invencibilidade de 12 partidas (9 vitórias e 3 empates).

Síndrome do relógio

Relógio timbuO empate por 1 x 1 com a Portuguesa, neste sábado, nos Aflitos, foi bem amargo para o Náutico. Pela 5ª vez neste Brasileirão, o Timbu perdeu pontos preciosos nos minutos finais da partida. O assunto já foi abordado no blog, como você pode ver AQUI.  Esse post aqui será apenas uma (infeliz) atualização.

Com o objetivo de mostrar o tamanho do prejuízo por causa da falta de atenção do time nos instantes finais…

Até agora, o Alvirrubro já deixou escapar 10 pontos no finzinho. Se isso não tivesse acontecido, a equipe de Rosa e Silva estaria com 42 pontos, em 11º lugar, absolutamente tranqüilo. Mas como foi dito no outro post, não existe “se” no futebol.

Foi um jogo bem difícil, com o Náutico melhor no primeiro tempo (além do gol marcado, Felipe também acertou o travessão numa cobrança de falta) e a Lusa dominando o segundo. Pressionou, acertou a trave (como já tinha feito na primeira etapa) e aos 41 minutos marcou o gol de empate.

Um gol que proporcionou uma dor já comum na torcida alvirrubra nesta temporada. E que poderá custar bem caro no dia 7 de dezembro. Mais atenção com o relógio, Timbu!

Desigualdade triunfal

100 anos do campeonato paraenseCelebrando os 100 anos do campeonato paraense, a federação de futebol do estado está promovendo a Copa Centenário, com a participação de todos os campeões desde 1908.

Mas não será um torneio inchado não…

Afinal, foram apenas 4 vencedores em 100 anos! Todos da capital. Somente Remo e Paysandu ganharam 84 vezes.

Trata-se da “maior concentração de taças” em um estado do Brasil. Superior até mesmo a Pernambuco, que tem apenas 7 campeões, nenhum deles do interior. Mas aqui, o último vencedor fora do “trio de ferro” foi o América, em 1944.

Em Belém (digo, no Pará…), a última vez que isso aconteceu foi em 1910. Ano em que o União Esportiva (escudo abaixo) conquistou o seu segundo título (o outro havia sido na estréia, em 1908). Desde então, o troféu passa do Remo para o Paysandu, e do Paysandu para o Remo. De vez em quando a Tuna Luso se mete na história e ganha também, mas a última vez foi em 1988.

O quadrangular está sendo custeado pelo governo do estado, e a maior atração está sendo mesmo a volta do União Esportiva, que há décadas não disputava um campeonato local. Para isso, foi necessária uma parceria com o Clube Municipal de Ananindeua, que emprestou jogadores e a sua comissão técnica.

E não é que na estréia, em 18 de outubro, o time do “bairro do Marco” venceu o Paysandu por 2 x 1!? Gols de Cléo e Tales Macarrão. Paulo de Tássio (é assim mesmo que se escreve) descontou.

Todas as partidas da copa estão sendo realizadas no Mangueirão. Os dois primeiros colocados farão a final no dia 8 de novembro. Você pode ler mais sobre a Copa Centenário clicando AQUI e AQUI.

Ah, o clássico Remo x Paysandu será disputado neste sábado, às 17h. Pela movimentação das torcidas pelo Orkut, o jogo deverá ter um público pequeno. Depois do rebaixamento do Remo para a Série D e da eliminação do Paysandu, que ficará na C em 2009, é até compreensível. As tradicionais torcidas do Leão Azul e do Papão merecem algo melhor mesmo.

Sociedade Atlética União Esportiva, primeira campeã paraenseCampeões do Pará
42 títulos – Paysandu e Remo
10 títulos – Tuna Luso
2 títulos – União Esportiva

Obs. No comecinho do século passado, o futebol paraense era bem mais desenvolvido que o pernambucano, tanto que o campeonato estadual de lá começou em 1908, enquanto o de cá só foi realizado pela primeira vez em 1915. Por isso, a histórica vitória do Sport por 3 x 2 sobre o combinado Remo/Paysandu, em 1919, valeu não só o troféu “Leão do Norte” como o mascote do Rubro-negro.

Além do fanatismo

Você teria paciência para ver o jogo "assim"?Apesar de surreal, trata-se de um caso verídico.

Vou acreditar na fonte, por mais que algo assim só se acredite vendo.

Mas nesse caso isso não seria possível.

No último domingo, a Argentina parou para acompanhar o superclássico de Buenos Aires, que terminou com a vitória do Boca Juniors sobre o River Plate por 1 x 0 (gol de Lucas Viatri), dentro de um Monumental lotado.

Até aí, nada demais… Porém… Dos três canais de televisão do país que passaram a partida, apenas um mostrou as imagens do jogo.

Não entendeu? Não é mesmo para compreender de primeira. Explicação: só um canal de TV aberta tem o direito de transmitir as partidas do torneio apertura. Mas para não passar outra coisa – que não daria audiência mesmo -, os outros canais exibiram apenas as imagens das torcidas no estádio (ao vivo). A transmissão ficou restrita a uma locução, como no rádio. Com a “vantagem” de acompanhar o fanatismo dos hinchas, é claro!

Cabe uma pergunta: por que alguém assistiria o jogo pela televisão sem ver de fato uma partida que está passando livremente em outro canal?

Não sei o motivo, mas algum maluco deve ver dessa forma, ou então as emissoras não fariam isso.

Você pode ver a enorme cobertura do Olé sobre o jogão clicando AQUI.

Fonte do post: Humberto Santos (editor do Aqui PE), que esteve em Buenos Aires no último domingo e viu de perto a loucura no país por causa de um único jogo 8)

Lo que importa es el tenis

Nalbandian vence Rafael Nadal e é campeão do Masters de Paris, em 2007Rivalidade à parte, é preciso admitir: a escola de tênis da Argentina está bem na frente do Brasil. Ainda mais agora que Gustavo Kuerten se aposentou. Esse, aliás, conseguia sozinho inverter a situação.

Mas para não perder o foco: a Argentina terá pela 3ª vez em sua a história a chance de conquistar a Copa Davis, espécie de mundial por equipes do tênis.

E como o regulamento prevê o duelo em apenas um país, os argentinos deram a sorte de decidir em casa, contra a poderosa Espanha, dos craques Rafael Nadal (somente o nº 1 do mundo) e David Ferrer, e campeã em 2000 e 2004. Os 5 jogos (4 de simples e 1 de duplas) serão realizados na cidade de Córdoba, no estádio Orfeu, de 21 a 23 de novembro, como informou a Associação Argentina de Tênis (AAT).

E não será no saibro, como a maioria dos argentinos gosta, até mesmo porque Nadal é quase imbatível nesse solo. A final será disputada no carpete, piso preferido de David Nalbandian, a maior aposta dos hermanos na finalíssima. Por sinal, Nalbandian – o 8º no ranking da ATP – venceu Nadal duas vezes no carpete, em 2007, em Paris (foto acima) e Madri.

Capa do Olé de 3 de junho de 2004O “time” argentino deverá ser formado ainda por Juan Martín del Potro, de apenas 20 anos e que foi decisivo na semifinal contra a Rússia (no Parque Roca, em Buenos Aires), e Guillermo Cañas, que jogará nas duplas, com Nalbandian.

A imagem ao lado foi a capa do jornal Olé em 3 de junho de 2004, quando Nalbandian eliminou Gustavo Kuerten nas quartas-de-final de Roland Garros. Por que o tênis importa tanto? Porque na noite anterior a Argentina havia perdido do Brasil por 3 x 1, em algo que não importa tanto… O que então? Eliminatórias da Copa do Mundo de futebol.

Obs. Nas duas primeiras finais da Copa Davis, a Argentina foi vice-campeã como visitante, perdendo em 1981 para os Estados Unidos (3 x 1) e em 2006 para a Rússia (3 x 2).

Você pode ver mais detalhes sobre a Copa Davis no site oficial da competição e AQUI.

Apitos para 2010

A Fifa divulgou a lista dos 38 árbitros pré-convocados para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Assim como no Mndial anterior (na Alemanha), o gaúcho Carlos Eugênio Simon foi o único brasileiro inscrito. Os juízes irão ainda realizar testes técnicos, físicos, médicos e psicológicos. A decisão com a lista final sairá no final do próximo ano. Que Simon não apite a decisão da Copa…

CAFÁfrica (CAF): Mohamed Benouza (ALG), Coffi Codjia (BEN), Koman Coulibaly (MLI), Jerome Damon (AFS) e Eddy Allen Maillet (SEI. Obs. Apenas um árbitro do país sede foi inscrito para a Copa

ConcacafAmérica do Norte e Central (Concacaf) – Joel Antonio Aguilar (ESA), Benito Armando Archundia (MEX), Carlos Alberto Batres (GUA), Jair Marrufo (EUA) e Marco Antonio Rodriguez (MEX)

ConmebolAmérica do Sul (Conmebol) – Carlos Amarilla (PAR), Hector Walter Baldassi (ARG), Jorge Larrionda (URU), Pablo Antonio Pozo (CHI), Oscar Ruiz (COL), CARLOS SIMON (BRA) e Martin Vazquez (URU)

AFCÁsia (AFC) – Khalil Ibrahim al-Ghamdi (ARA), Matthew Breeze (AUS), Ravshan Irmatov (UZB), Subkhiddin Mohd Salleh (MAS) e Yuichi Nishimura (JAP)

UefaEuropa (Uefa) – Olegário Bartolo (POR), Ivan Bebek (CRO), Massimo Busacca (SUI), Frank De Bleeckere (BEL), Thomas Einwaller (AUT), Grzegorz Gilewski (POL), Martin Hansson (SUE), Viktor Kassai (HUN), Stephane Lannoy (FRA), Tom Henning Ovrebo (NOR), Roberto Rosetti (ITA), Wolfgang Stark (ALE), Alberto Undiano Mallenco (ESP) e Howard Melton Webb (ING)

OFCOceania (OFC) – Michael Hester e Peter O’Leary (NZL)