Resposta positiva. Até demais para os organizadores…

Fila na Ilha do Retiro para a compra dos carnês para a LibertadoresE a resposta da bilheteria foi surpreendente…

A diretoria do Sport informou que neste primeiro dia de venda dos carnês para a Libertadores foram comercializados 2.500 pacotes. 8-O

A diretoria não revelou a arrecadação. Obviamente, todos os tipos de ingressos foram vendidos. Mas numa conta rápida… Supondo que todos os bilhetes comercializados tenham sido de valor mínimo (R$ 120), o faturamento nesta sexta-feira foi, bem por baixo, de R$ 300 mil. Nada mal.

No entanto, mais impressionante que isso foi a desorganização durante todo o dia na Ilha. A venda começou às 9h. Muitos torcedores, porém, já aguardavam na fila desde as 7h! Porém, com a incrível demora no cadastramento de todos os eles (que tiveram que informar o CPF), o andamento da fila foi quase nulo. Muitos passaram mais de 4 horas para chegar até a secretaria.

Até as 20h30 ainda havia torcedor sendo atendido. Detalhe: a venda, teoricamente, deveria ter sido encerrada às 19h. Os carnês poderão ser adquiridos no sábado, também na Ilha, entre 9h e 13h. Leia a reportagem do diariodepernambuco.com.br sobre o assunto clicando AQUI.

Foto: Júlio Jacobina/DP

Obs. O comentarista Lédio Carmona, titular do blog Jogo Aberto do portal globo.com, também criticou aqui no blog o preço dos ingressos adotado pela diretoria rubro-negra.

“Caro demais, rapaz. Assim complica. Por mais que seja Libertadores”. Veja AQUI.

A resposta na bilheteria

Como o blog havia antecipado, começa nesta sexta-feira a venda dos carnês para os 3 jogos do Sport na primeira fase da Libertadores.

R$ 240, o preço do pacote para a arquibancada frontal.

Com esse valor, seria possível comprar bilhetes para todos os 11 jogos do Sport na Ilha do Retiro no Pernambucano de 2009. E ainda sobraria R$ 20. 8-)

Tudo bem que a Libertadores é um sonho da torcida, mas veremos se a resposta na bilheteria será positiva…

1 milhão de torcedores no PE

Torcidas de Santa, Sport e Náutico lotando as arquibancadas

Tudo bem que foram apenas 4 rodadas, mas a média de público do Pernambucano – sem clássicos no Recife até agora – é a maior desde 1998. Nos 24 jogos realizados, 195.896 pessoas foram aos estádios, estabelecendo uma média de 8.162 pessoas por jogo. Em 98, quando foi implantado o Vale Lazer na gestão do governador Miguel Arraes (semelhante ao TCN do seu neto, Eduardo Campos), a média foi de 10.895, a maior da história.

Para se ter uma idéia do que o número de 2009 representa, basta dizer que na próxima rodada o público deverá superar o total de 1997, quando 232.967 pagaram ingressos nos 112 jogos daquele ano (apenas 2.080 testemunhas por jogo 8-O ). Para isso, serão necessários mais de 37.071 presentes. Acredito que somente no Arruda (Santa Cruz x Ypiranga) teremos algo perto disso. O Estadual de 2009 terá 132 jogos, desconsiderando uma possível final.

E vale lembrar que as torcidas de Santa Cruz e Sport já começaram a disputa para saber quem levará mais gente ao estádio. Uma motivação a mais para lotar as arquibancadas. Por enquanto, a vantagem é da Cobra-Coral, que levou 30 mil pessoas em um jogo. Em 3 partidas na Ilha, o Leão tem uma média de 17.434.

Veja mais detalhes sobre a média de público do Estadual/2009 clicando AQUI.

A FPF contabiliza os dados sobre o público no campeonato desde 1990. E apenas a edição de 1998 bateu a casa de 1 milhão torcedores: 1.002.336. Caso o índice desta temporada seja mantido, o povão na arquibancada chegaria a 1.077.384. Veremos então… :-D

Falcão e o Cazá-Cazá

Falcão, campeão mundial de futsalPor mais que tentasse, dificilmente Falcão, craque nas quadras de futsal, teria conseguido passar anônimo na Ilha do Retiro. De férias na praia de Muro Alto (Litoral Sul), o jogador aproveitou a noite para conhecer a Ilha.

Ele viu o jogo no setor de cadeiras, mas constantemente foi assediados por fãs. Até mesmo porque o seu reinado foi confirmado em 2008, com o título mundial conquistado pela Seleção Brasileira. Por sinal, ele já fez 258 gols pela Canarinha. 8-O

Simpático, o jogador atendeu a todos, tanto para fotos quanto para autógrafos. Essa foi a primeira vez que Falcão assistiu a um jogo de futebol no Recife. Vi de perto a reação do jogador após o Cazá-Cazá puxado pela Rádio Ilha antes da partida. Com mais de 20 mil vozes em uníssono, o jogador, já com o sorriso escancarado, não se conteve: “P…” 8-) Foi o comentário dele para um amigo sentado ao lado.

“É um clima diferente aqui, e essa torcida do Sport faz mesmo a diferença, como na Copa do Brasil”, disse depois, durante a entrevista.

Foto: Inês Campelo/DP

Jogada (quase) mortal

Paulo Baier, o camisa 10 da IlhaAos 12 minutos do 1° tempo da partida entre Sport e Sete de Setembro, na noite desta quarta, Paulo Baier teve a primeira oportunidade em sua especialidade no novo clube: a bola parada.

Uma falta na ponta esquerda da área.

O jogador ajeitou a bola com cuidado. Sabia que a torcida estariamais do que atenta naquele lance. Dutra também estava na jogada, mas logo deixou a oportunidade para o estreante da Ilha.

E Baier mandou bem. Bola na área, forte e com efeito. Certeira. Quem subiu? O capitão Durval, é claro…

Cabeçada forte, quase indefensável. Quase, pois Mondragon fez uma linda defesa.

No final, o Sport sapecou 1 x 0. Mas o que ficou de positivo (além dos 3 pontos, obviamente) foi a possível jogada mortal da equipe na Libertadores. Baier cruzando com veneno, e Durval ou algum atacante (sou mais o zagueiro…) finalizando. A conferir. 8-)

Foto: Inês Campelo/DP

PE 2009 – Ranking dos pênaltis 4

Coube a Odilon a “honra” de perder o primeiro pênalti no Pernambucano. O fato aconteceu somente após 4 rodadas. O meia do Petrolina bateu mal e o goleiro Ibson, da Cabense, conseguiu fazer a defesa. O jogo, vencido pelo time do Cabo, estava 0 x 0… No final, Odilon ainda foi expulso. 8-O

Pênaltis a favor
3 pênaltis – Petrolina (1) e Porto
2 pênaltis – Sport e Náutico
1 pênalti – Salgueiro e Acadêmica Vitória
Nenhum - Santa Cruz, Central, Cabense (2), Ypiranga, Sete de Setembro e Serrano

Pênaltis cometidos
2 pênaltis – Ypiranga, Salgueiro e Central
1 pênalti – Santa Cruz, Sete de Setembro, Acadêmica Vitória, Serrano, Petrolina (1) e Cabense (2)
Nenhum – Sport, Náutico e Porto

(1) O Petrolina desperdiçou uma penalidade.
(2) A Cabense defendeu uma cobrança.

Pernambucano em 2 linhas – 4ª/2009

4ª rodada do 1° turno do Pernambucano. 8-)

Sport 1 x 0 Sete de Setembro – A estreia de Paulo Baier foi presenciada por 20 mil leoninos, que viram um jogo chato. Mas valeu pela vitória, que mantém os 100%.

Ypiranga 3 x 4 Náutico – Os 6 mil torcedores que lotaram o Limeirão viram um jogaço. O Timbu abriu 3 x 1, cedeu o empate, mas Lessa marcou o 4° nos descontos.

Salgueiro 1 x 2 Santa Cruz – 2ª vitória seguida do Santa (há tempos que acontecia) e 1° gol de Marcelo Ramos. No domingo: mais de 30 mil contra o Ypiranga?

Central 2 x 3 Porto – Grande Clássico Matuto! O Central abriu 2 x 0, mas o Porto,  apesar de jovem, não se abalou e virou. Com 2 gols de Guego, artilheiro do PE (5 gols).

Cabense 2 x 0 Petrolina – A piada é velha, mas segue atual… Coringa continua dando as cartas na Cabense. Nesta rodada, o meia marcou os gols que mantém o time em 3°.

Serrano 2 x 1 Acadêmica Vitória – Finalmente o time de Serrta Talhada fez uma graça. Venceu na raça e conseguiu a 1ª vitória. Algo ainda inédito para o Vitória.

Arruda: Segurança sim, bandeirão não

Tradicionalmente, a torcida do Santa Cruz ocupa o lado direito das cabines de TV nos clássicos realizados no Arruda. É o setor do anel superior com a sua estrutura completa. No entanto, por uma questão de segurança, as torcidas rivais serão invertidas nos próximos clássicos contra Náutico e Sport no José do Rego Maciel.

Assim, voltaremos ao início dos anos 90, quando as torcidas adversárias ficavam do lado direito do Arruda. De acordo com o diretor de Segurança Patrimonial do Santa, Alexandre Carvalho, a medida já foi aprovada pelo Batalhão de Choque da PM e pela FPF. Uma das justificativas é a localização da torcida coral, que, segundo a diretoria do clube, está mais presente da Zona Norte do Recife. Assim, os visitantes terão as entradas e bilheterias disponibilizadas na Rua do Canal já no próximo Clássico das Multidões, no dia 8 de fevereiro.

“O modelo proposto acaba com os cruzamentos das torcidas, totalmente aprovado pela Polícia Militar, aumenta a quantidade de acessos para a maioria dos torcedores que são os locais, evita que os ônibus das delegações circulem pela torcida adversária, e proporciona que todas as operações de aquisição de ingressos, acesso e saída dos torcedores ocorra por um mesmo setor”, diz Alexandre Carvalho.

Apenas “uma” torcida não concordou com a mudança. A maior organizada do Tricolor, a Inferno Coral, se queixou da inversão, pois não terá mais como subir o seu bandeirão nos clássicos.

Maiores bandeirões do Brasil
1º) 205m x 40m – Cruzeiro (Máfia Azul)
2º) 162m x 50m – São Paulo (Independente)
3º) 175m x 45m – Santa Cruz (Inferno Coral)
4º) 210m x 36,5m – Ceará (Cearamor)
5º) 160m x 45m – Corinthians (Gaviões da Fiel)

Abaixo, o vídeo com o bandeirão da Inferno Coral.

Obs. Alexandre Carvalho também adiantou que em breve o ingresso para os jogos do Santa virá com o portão de acesso indicado no bilhete, para evitar corre-corre antes do jogo, como aconteceu na última rodada.

Pássaros do Agreste

Clássico MatutoCentral e Porto irão disputar nesta noite o já tradicional “Clássico Matuto” de Caruaru. O jogo será disputado no Lacerdão, “casa” dos dois clubes no Pernambucano. Até hoje, os times já se enfrentaram 33 vezes pelo campeonato estadual.

Após o curioso acordo de treinaram juntos – apresentado pelo blog -, os dois rivais “deram um tempo”. Somente para esse duelo. É o mínimo que se podia fazer… Confesso que fiquei curioso para saber como será o primeiro treino novamente no mesmo CT após o clássico. Marquinhos Caruaru irado com algum zagueiro do Porto… Guego ‘jurando’ Bebeto… :-D

O primeiro duelo caruaruense só ocorreu em 1994, quando o Gavião do Agreste conseguiu o acesso ao Grupo Azul (espécie de Segundona), se classificando para o segundo turno da elite (Grupo Branco). A Patativa, porém, venceu os três jogos naquele Pernambucano. No ano seguinte, o Porto ganhou a 1ª fase do Estadual após golear o rival por 3 x 0, no Lacerdão, diante de 8 mil pagantes. Em 1999, os rivais decidiram a Copa Pernambuco. O título ficou com o Gavião. E em 2000, o Tricolor finalmente ficou em vantagem no confronto.

33 jogos pelo Pernambucano
13 vitórias do Porto
10 vitórias do Central
10 empates

Primeiro jogo: Central 2 x 0 Porto (Lacerdão, 24/04/1994)
Último jogo: Porto 0 x 1 Central (Antônio Inácio, 24/02/2008)

Veja a lista completa com os jogos que mexem com a Capital do Agreste clicando AQUI. Quem irá voar mais alto? 8-)

Abaixo, o vídeo do último clássico. O gol da vitória foi marcado por Fábio Silva, que está fora do jogo de hoje depois da façanha de ter sido expulso depois de deixar o jogo contra o Santa, no domingo.

20% com a colaboração dos co-irmãos

O diretor de Segurança Patrimonial do Santa Cruz, Alexandre Carvalho, enviou para o blog um e-mail sobre a posição do clube em relação à distribuição de ingressos para a torcida visitante nos jogos no Arruda neste Pernambucano. Abaixo, o texto completo.

Caro Cassio, como leitor do seu blog e do nosso Diário, gostaria de esclarecer, com respeito a matéria publicada no dia de hoje (coluna na segunda-feira), que na verdade o que declarei, foi que o Estatuto do Torcedor estabelece nas competições nacionais um limite mínimo de 10% para a torcida adversária. Como o regulamento do campeonato determina um mínimo de 20% dos ingressos para a torcida adversaria, no caso dos clássicos, o Santa Cruz, mesmo com a alteração no posicionamento das torcidas, irá obedecer esta determinação, assim esperando reciprocidade dos nossos co-irmãos.

Grato pela atenção, Alexandre Carvalho
Diretor de Segurança Patrimonial
Santa Cruz

Obs. Espero que Sport e Náutico também liberem a carga de pelo menos 20% dos bilhetes nos clássicos. Sou contra clássicos de ‘torcida única’. Seria como assinar um atestado de incompetência na segurança nos jogos de grande porte. Leia mais sobre o assunto clicando AQUI.