Classificação da Série B 2017 – 16ª rodada

A classificação da 16ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesportes

Dois empates e pouco a comemorar entre os pernambucanos. Na sexta-feira, o Santa cedeu o empate ao Boa Esporte, na Arena Pernambuco, e perdeu uma ótima chance para se aproximar do G4. Até subiu do 9º para o 8º lugar, mas a diferença ao grupo de acesso cresceu. De 2 para 3 pontos.

Na tarde do sábado, no interior paranaense, o Náutico ficou num empate sem gols com o Londrina. Nos últimos cinco jogos, apenas uma derrota alvirrubra. No entanto, como foram três empates, a lanterna da Segundona segue bem pesada. O 16º colocado, o primeiro time fora do Z4, está a 12 pontos…

Resultados da 16ª rodada
América 4 x 2 Figueirense
Santa Cruz 1 x 1 Boa
Luverdense 1 x 1 Paraná
Ceará 0 x 1 Goiás
Criciúma 2 x 1 ABC
Vila Nova 2 x 1 Inter
Londrina 0 x 0 Náutico
Oeste 3 x 0 Juventude
Brasil 2 x 1 Paysandu
CRB 1 x 1 Guarani 

Balanço da 16ª rodada
5V dos mandantes (16 GP), 4E e 1V dos visitantes (9 GP)

Agenda da 17ª rodada
25/07 (19h15) – ABC x Brasil (Frasqueirão)
25/07 (21h30) – Internacional x Oeste (Beira-Rio)
28/07 (19h15) – Juventude x América (Alfredo Jaconi)
28/07 (21h30) – Paysandu x Ceará (Mangueirão)
29/07 (16h30) – Figueirense x Vila Nova (Orlando Scarpelli)
29/07 (16h30) – Goiás x CRB (Serra Dourada)
29/07 (16h30) – Guarani x Londrina (Brinco de Ouro)
29/07 (16h30) – Paraná x Santa Cruz (Durival Britto)
29/07 (19h00) – Náutico x Criciúma (Arena Pernambuco)
29/07 (19h00) – Boa x Luverdense (Dilzon Melo)

Náutico empata em Londrina e depende de rendimento de G4 para evitar queda

Série B 2017, 16ª rodada: Londrina 0 x 0 Náutico. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina E.C.

A postura do Náutico em Londrina foi muito diferente em relação ao jogo em Belém, onde quase não atacou. Pelo futebol no segundo tempo, saiu lamentando o empate em 0 x 0, que mantém o 16º colocado bem distante.

Com o time paranaense buscando o G4, o desfalcado alvirrubro iniciou de forma mais precavida, estudando o rival. Com o decorrer e os sucessivos erros na saída de bola do mandante, o timbu resolveu se arriscar. A partir dos 15 do segundo tempo, o técnico Beto Campos lançou o time mais à frente. Primeiro, colocou Erick, poupado de cara devido a uma virose. Depois, acionou Gerônimo, também da base, no lugar do lateral Suelinton, que àquela altura atuava como atacante – e perdeu uma ótima oportunidade de cabeça. Com velocidade, os dois melhoraram o time, com duas chances nos minutos finais. Na primeira, num chute cruzado de Gerônimo, o goleiro defendeu. Nos descontos, Erick abusou das firulas, limitando-se a pedir pênalti.

Com o empate, o Náutico chegou a 8 pontos em 16 rodadas. Na Série B, considerando a era dos pontos corridos, apenas um clube se salvou do descenso com uma campanha assim. Em 2010, o Vila fez os mesmos 8 pontos, mas com uma vitória a mais (2 x 1). Ao fim daquela edição, o alvirrubro goiano se livraria após somar 38 pontos em 22 rodadas, com 57% de aproveitamento. Nível de G4. E a largada ocorreu justamente a partir da 17ª rodada, iniciando uma sequência de seis (!) vitórias seguidas. Ou seja, ao alvirrubro pernambucano, somente uma campanha fora da curva…

O lanterna da Série B após 16 rodadas (e a situação após a 38ª)
2006 – 12 pontos, Remo (12º, 46 pts)
2007 – 14 pontos, Remo (19º, 36 pts)
2008 – 9 pontos, CRB (20º, 24 pts)
2009 – 9 pontos, Campinense (19º, 37 pts)
2010 – 8 pontos, Vila Nova (16º, 46 pts)
2011 – 5 pontos, Duque de Caxias (20º, 17 pts)
2012 – 7 pontos, Barueri (20º, 30 pts)
2013 – 11 pontos, ABC (14º, 46 pts)
2014 – 8 pontos, Vila Nova (19º, 32 pts)
2015 – 11 pontos, Ceará (15º, 45 pts)
2016 – 11 pontos, Sampaio Corrêa (20º, 27 pts)
2017 – 8 pontos, Náutico

Série B 2017, 16ª rodada: Londrina 0 x 0 Náutico. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina E.C.

Classificação da Série B 2017 – 15ª rodada

A classificação da 15ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesportes

Terça-feira cheia no Campeonato Brasileiro, com sentimentos distintos nos dois representantes pernambucanos. Abrindo a rodada, o Náutico perdeu no Mangueirão, numa partida de pouquíssimo ímpeto ofensivo do lanterna da Série B. Ao menos, se é que podemos dizer assim, manteve a diferença de 10 pontos em relação ao 16º colocado. Na sequência, na Arena Pernambuco, o Santa superou o Vila Nova num jogo complicado, com boas chaces desperdiçadas na segunda etapa. Com isso, pela segunda rodada seguida, o tricolor reduziu a diferença ao G4, desta vez de 4 para 2 pontos.

Na briga pela ponta da segundona, Guarani e Juventude empataram em seus respectivos estádios. Melhor para outro alviverde, o América, que ganhou em Natal e proporcionou um triplo empate, todos com 27 pontos. É a menor marca de um líder (empatada com 2006) após 15 rodadas.

Resultados da 15ª rodada
Figueirense 0 x 0 Oeste
Juventude 1 x 1 CRB
Paraná 4 x 1 Brasil
Paysandu 1 x 0 Náutico
Guarani 2 x 2 Ceará
ABC 0 x 1 América
Santa Cruz 1 x 0 Vila Nova
Goiás 0 x 1 Londrina
Internacional 1 x 0 Luverdense
Boa 2 x 0 Criciúma 

Balanço da 15ª rodada
5V dos mandantes (12 GP), 3E e 2V dos visitantes (6 GP)

Agenda da 16ª rodada
21/07 (19h15) – América x Figueirense (Independência)
21/07 (20h30) – Luverndese x Paraná (Passo das Emas)
21/07 (20h30) – Santa Cruz x Boa (Arena Pernambuco)
21/07 (21h30) – Ceará x Goiás (Castelão)
22/07 (16h30) – Vila Nova x Internacional (Serra Dourada)
22/07 (16h30) – Londrina x Náutico (Estádio do Café)
22/07 (16h30) – Criciúma x ABC (Heriberto Hulse)
22/07 (19h00) – CRB x Guarani (Rei Pelé)
22/07 (19h00) – Oeste x Juventude (Arena Barueri)
22/07 (19h00) – Brasil x Paysandu (Bento Freitas)

Náutico comete outro pênalti, o 8º nesta Série B, e perde do Paysandu em Belém

Série B 2017, 15ª rodada: Paysandu 1 x 0 Náutico. Foto: Premiere/reprodução

Apesar dos cinco pontos somados nos três jogos anteriores, o Náutico não “andou” na classificação, obrigando o time, ainda lanterna, a conquistar ao menos um resultado positivo na sequência como visitante para impulsionar a reação na Série B. Contra Paysandu (Mangueirão) e Londrina (Estádio do Café). Na primeira tentativa, passou longe disso. O time armado por Beto Campos praticamente não atacou, numa noite pouco inspirada.

Alison, com 1 gol marcado em sete meses, abusou da paciência da torcida alvirrubra presente. Acabou substituído aos 31 minutos do segundo tempo, dando lugar ao também atacante Leílson, que pouco acrescentou. Após o intervalo, o time só tinha chegado uma vez, com Erick. Muito pouco. É verdade que o Papão também jogava mal, abusando da bola aérea, com a zaga alvirrubra cortando todas – no lance em que o mandante mandou para redes desse jeito, foi assinalado impedimento, corretamente.

Entretanto, a bronca é mesmo “por baixo”, com o time do Náutico falhando sucessivamente na área. Terminou em outro pênalti cometido neste Brasileiro. O 8º! E foi o terceiro de Tiago Cardoso derrubando um adversário (vs Inter, Boa e Papão). Na cobrança, o ex-alvirrubro Bérgson anotou o gol solitário, 1 x 0. Embora tenha sido uma partida tecnicamente fraca, venceu quem ao menos buscou o resultado de fato… Ao Náutico, a 10ª derrota em 15 jogos.

Os pênaltis cometidos pelo timbu na Série B
4 – Inter 4 x 2 Náutico (2 convertidos e 2 defendidos por Tiago Cardoso)
1 – Boa 2 x 1 Náutico (1 convertido)
2 – Guarani 2 x 1 Náutico (2 convertidos)
1 – Paysandu 1 x 0 Náutico (1 convertido)

Série B 2017, 15ª rodada: Paysandu 1 x 0 Náutico. Foto: Premiere/reprodução

Podcast – A análise do 7º clássico entre Náutico e Santa em 2017. O primeiro 0 x 0

Série B 2017, 14ª rodada: Náutico 0 x 0 Santa Cruz. Foto: Peu Ricardo/DP

O 45 minutos analisou o Clássico das Emoções na Arena Pernambuco, num empate insatisfatório para os dois rivais visando a Série B A igualdade manteve o timbu muito distante do objetivo de sair do Z4, com a diferença aumentando. No tricolor, o hiato ao G4 até diminuiu, mas o futebol opaco deixou a torcida reticente. Ao menos, os dois próximos jogos são na mesma arena, agora na condição de mandante. Estou nesta gravação, num debate sobre as questões técnica e tática, além de análises individuais. Ouça!

15/07 – Náutico 0 x 0 Santa Cruz (51 min)

Clássico das Emoções termina em 0 x 0. Ruim para os dois, pior para o Náutico

Série B 2017, 14ª rodada: Náutico x Santa Cruz. Foto: Peu Ricardo/DP

Após doze jogos, o clássico entre alvirrubros e tricolores acabou em branco, o que não ocorria desde 2014, curiosamente pela mesma Série B. Os dois times saíram devendo no Clássico das Emoções de maior público em 2017, com 13.450 torcedores. Mesmo sem vencer, o Santa Cruz ao menos reduziu a diferença ao G4, de 5 para 4 pontos, graças ao tropeço do Vila Nova. Já o Náutico, mesmo sem perder há três rodadas, não consegue levar essa reação para a classificação, numa caminhada já difícil para escapar do rebaixamento.

Em um campo com sinais de desgaste – após a incomum sequência de jogos do Trio de Ferro em São Lourenço da Mata -, os times entraram sem grandes mudanças. O alvirrubro iniciou num 4-4-2, com o meio num losango, com Giovanni municiando Erick e Alison – era a ideia, mas ele se machucou aos 35/1T. Giva manteve 4-2-3-1 no tricolor, no mesmo padrão desde sua estreia.

Série B 2017, 14ª rodada: Náutico x Santa Cruz. Foto: Rafael Brasileiro/DP

O primeiro tempo foi de poucas chances, com 50% de posse para ambos. O tricolor se apresentou um pouco melhor, prendendo mais a bola no campo ofensivo. Teve uma grande chance, aos 21 minutos. Pitbull ganhou do marcador e tocou para João Paulo, que arrumou de calcanhar para Augusto, frente a frente com Tiago Cardoso. Porém, ele finalizou muito mal, chutando em cima do goleiro. À parte disso, passes curtos e pouca objetividade. Pior foi o timbu, que só chegou uma vez, aos 44. E sem perigo, diga-se.

A etapa complementar foi mais animada, com um grau tensão mais elevado no agora centenário duelo. Logo aos 2, outra chance incrível desperdiçada por Augusto. Desta vez na pequena área, escorando mal uma falta. O atacante seria substituído pouco depois por Barbio, mas Givanildo só modificou a estrutura, de fato, aos 27, quando colocou Sheik no lugar de André Luís. O ponta estava mal, mas o substituto tirou a velocidade. No mandante, muitas bolas esticadas, num indício de desespero. Por baixo, Erick tentou carregar demais, sendo desarmado. Extraindo as oportunidades, só uma real, com Alison cabeceando no ângulo de Júlio César, que fez grande defesa. E não saiu do 0 x 0, com a igualdade mantida no Troféu Gena após sete jogos. A “decisão” ficou para o returno, daqui a 19 rodadas, com objetivos incertos…

Histórico do Clássico das Emoções na Série B
13 jogos
6 vitórias do Santa (última em 2014, 3 x 0)
4 empates (último em 2017, 0 x 0)
3 vitórias do Náutico (última em 2015, 3 x 1)

Série B 2017, 14ª rodada: Náutico x Santa Cruz. Foto: Peu Ricardo/DP

Classificação da Série B 2017 – 13ª rodada

A classificação da 13ª rodada da Série B de 2017. Crédito: Superesportes

Em uma “terça-feira cheia”, o G4 e o Z4 da Série B continuaram com os mesmos integrantes, numa rodada em que o Internacional foi o único visitante a ganhar. Entre os pernambucanos, dois empates. Na Arena, o alvirrubro cedeu a igualdade ao líder. Já no interior do Mato Grosso, o tricolor arrancou o empate aos 43 minutos do segundo tempo, numa penalidade. Enquanto o timbu se manteve na lanterna (e pela pontuação seguirá lá a médio prazo), a cobra coral perdeu duas colocações, encerrando em 9º lugar, a 5 pontos do grupo de acesso.

Resultados da 13ª rodada
Criciúma 1 x 1 Paysandu
Brasil 3 x 1 Oeste
Londrina 3 x 1 ABC
América 2 x 0 Boa
Vila Nova 3 x 2 Paraná
Guarani 1 x 0 Goiás
Ceará 0 x 2 Internacional
CRB 2 x 1 Figueirense
Luverdense 2 x 2 Santa Cruz
Náutico 1 x 1 Juventude 

Balanço da 13ª rodada
6V dos mandantes (18 GP), 3E e 1V dos visitantes (11 GP) 

Agenda da 14ª rodada
14/07 (19h15) – Brasil x Figueirense (Bento Freitas)
14/07 (20h30) – Oeste x Paraná (Arena Barueri)
14/07 (21h30) – Criciúma x Goiás (Heriberto Hulse)
15/07 (16h30) – América x Guarani (Independência)
15/07 (16h30) – CRB x Internacional (Rei Pelé)
15/07 (16h30) – Vila Nova x Paysandu (Juscelino Kubitschek)
15/07 (16h30) – Náutico x Santa Cruz (Arena Pernambuco)
15/07 (19h00) – Ceará x Juventude (Castelão)
15/07 (19h00) – Londrina x Boa (Estádio do Café)
15/07 (21h00) – Luverdense x ABC (Passo das Emas) 

Histórico do Clássico das Emoções na Série B
12 jogos
6 vitórias do Santa (última em 2014, 3 x 0)
3 empates (último em 2014, 0 x 0)
3 vitórias do Náutico (última em 2015, 3 x 1)

Náutico faz jogo equilibrado com o líder Juventude e fica no empate na Arena

Série B 2017, 13ª rodada: Náutico x Juventude. Foto: Roberto Ramos/DP

A reação dos 5.903 alvirrubros após o apito final, mesmo sem a vitória, mostra que há uma confiança na reação, não pela situação na tabela, crítica, mas pela evolução no futebol nas últimas rodadas. Sob aplausos e aos gritos de “Eu acredito, eu acredito”, no maior público do time na competição, o Náutico ficou num empate em 1 x 1 com o Juventude, o líder da Série B. Nada menos que 20 pontos os separam após 13 rodadas. É muita coisa.

Por este contexto, fica claro que a vitória na Arena Pernambuco seria um ponto fora da curva. O time gaúcho chegou com o melhor ataque (19) e a melhor defesa (7), com apenas um revés. Empolgação à parte, após a vitória em Natal, o confronto seria complicado. Só que o timbu jogou de forma organizada, sobretudo defensivamente, com duas linhas de quatro, com os jogadores atendendo aos apelos de Beto Campos, campeão gaúcho pelo Novo Hamburgo – derrotou o alviverde, durante a campanha, por 4 x 1. Foi no primeiro tempo que o Náutico conseguiu construir as suas melhores jogadas – tendo um susto, num gol corretamente anulado do adversário. Aos 36 minutos, abriu o placar. Autor do gol de cabeça no Frasqueirão, Gilmar concluiu uma bola esticada por Ávila, se antecipando bem ao zagueiro.

Com a vantagem, o time pernambucano jogou de forma mais cadenciada na etapa complementar, com Amaral bem na marcação (Darlan destoou). Acabou tomando o empate aos 14, num chute desviado de Wallacer, após bate-rebate. A zaga timbu vinha muito segura, por cima (Breno) e por baixo (Feliphe). Apesar do vacilo, o visitante não se impôs pela virada. Apesar de ter o lanterna do outro lado, a forma como o jogo transcorreu deixou o resultado ‘aceitável’. Quem pressionou mesmo foi o Náutico, até os 49, já insistindo na bola aérea. Sem sucesso. Mas com o reconhecimento…

Série B 2017, 13ª rodada: Náutico x Juventude. Foto: Roberto Ramos/DP

Classificação da Série B 2017 – 12ª rodada

A classificação da 12ª rodada da Série A de 2017. Crédito: Superesportes

Após quatro rodadas sem vitória de clubes pernambucanos, uma rodada bem proveitosa na Série B, com seis pontos. Na terça, o Náutico venceu o ABC, em Natal, conquistando o primeiro triunfo nesta edição. Insuficiente para sair da lanterna, mas foi um alento, pois reduziu de 11 para o 8 pontos a diferença para o 16º, o primeiro time fora do Z4. Na sexta-feira, em São Lourenço da Mata, o Santa goleou o Brasil de Pelotas, ganhando cinco posições – do 12º para o 7º lugar. Reduziu de 5 para 3 pontos a distância ao G4.

Nesta rodada, destaque também para outro tropeço do Inter como mandante, seguindo fora do grupo de acesso, e para a vitória do Juventude no duelo de líder em Caxias do Sul. Com isso, o clube do interior gaúcho abriu três pontos na ponta. Na noite desta terça-feira, o Brasileiro volta a ter uma rodada cheia.

Resultados da 12ª rodada
Paysandu 1 x 2 Londrina
ABC 0 x 1 Náutico
Santa Cruz 3 x 0 Brasil
Goiás 3 x 1 Luverdense
Paraná 1 x 1 América
Figueirense 0 x 2 Ceará
Internacional 1 x 1 Criciúma
Juventude 2 x 0 Guarani
Oeste 2 x 2 Vila Nova
Boa 0 x 0 CRB 

Balanço da 12ª rodada
3V dos mandantes (13 GP), 4E e 3V dos visitantes (10 GP)

Agenda da 13ª rodada
11/07 (19h15) – Criciúma x Paysandu (Heriberto Hulse)
11/07 (19h15) – Brasil x Oeste (Bento Freitas)
11/07 (19h15) – Londrina x ABC (Estádio do Café)
11/07 (20h30) – América x Boa (Indenpendência)
11/07 (20h30) – Vila Nova x Paraná (Serra Dourada)
11/07 (20h30) – Guarani x Goiás (Brinco de Ouro)
11/07 (20h30) – Ceará x Internacional (Castelão)
11/07 (21h30) – CRB x Figueirense (Rei Pelé)
11/07 (21h30) – Luverdense x Santa Cruz (Passo das Emas)
11/07 (21h30) – Náutico x Juventude (Arena Pernambuco)

Após 3 meses e 15 jogos de jejum, o Náutico volta a vencer. Em Natal, a fé

Série B 2017, 12ª rodada: ABC x Náutico. Foto: Andrei Torres/ABC FC

O Náutico não vencia uma partida desde o dia 10 de abril, ainda pelo Pernambucano. Ali, começou a derrocada, com a eliminação na semifinal, revés na disputa pela terceira vaga local no Nordestão e um péssimo início na Segundona. Ao todo, 15 partidas de jejum, com 4 empates e 11 derrotas. Já eram seis derrotas consecutivas, com o fantasma do rebaixamento à Série C onipresente nos Aflitos e a esperança da torcida se esvaindo.

Após a mobilização na arena para enfrentar o CRB, sem resultado, mais uma chance para o “reinício” no Brasileiro. Em Natal, contra o ABC, também em má fase, mas até então com dez pontos a mais. Voltar a pontuar, mesmo com o empate, insuficiente a médio prazo, já era o discurso do técnico Beto Campos. Brecar a má jornada poderia ser um passo, daí o time bem fechadinho, com três zagueiros (Breno Calixto, Léo Carioca e Feliphe Gabriel) e laterais focados na cobertura. À frente, Giovanni isolado na criação, tentando puxar contragolpes em velocidade com Erick e Gilmar. Com o adversário potiguar sem encaixar o seu jogo e pressionado por sua torcida no Frasqueirão, o alvirrubro conseguiu equilibrar o jogo. No primeiro tempo, poucas chances dos dois lados. No segundo, seguiu precavido, mas atento aos erros do mandante, cada vez mais frequentes. Um deles, fatal. Aos 21 minutos, em jogada iniciada por Erick, Suelinton cruzou e Gilmar marcou de cabeça, 1 x 0.

Sim, Gilmar. Aos 33 anos, a sua contratação foi bem questionável – algo compreensível. Craque do Estadual 2009, quando acabou vendido por R$ 2,1 milhões, o atacante voltou nesta segunda passagem sem tanto crédito. Não vinha justificando a oportunidade, mas é um batalhador. E acabou marcando o gol que mantém a fé da timbuzada, com dois jogos em casa a seguir…

O lanterna da Série B após 12 rodadas (e a situação após a 38ª)
2006 – 9 pontos, Remo (12º, 46 pts)
2007 – 9 pontos, Paulista (17º, 45 pts)
2008 – 8 pontos, CRB (20º, 24 pts)
2009 – 6 pontos, Campinense (19º, 37 pts)
2010 – 4 pontos, Vila Nova (16º, 46 pts)
2011 – 4 pontos, Duque de Caxias (20º, 17 pts)
2012 – 4 pontos, Ipatinga (19º, 31 pts)
2013 – 6 pontos, ABC (14º, 46 pts)
2014 – 5 pontos, Vila Nova (19º, 32 pts)
2015 – 7 pontos, Mogi Mirim (20º, 23 pts)
2016 – 6 pontos, Sampaio Corrêa (20º, 27 pts)
2017 – 5 pontos, Náutico

Série B 2017, 12ª rodada: ABC x Náutico. Foto: Andrei Torres/ABC FC