Sai mais um campeão brasileiro de 2008

Parabéns, Atlético-GOUma campanha absolutamente incontestável.

81 gols em 29 jogos (sendo 25 do artilheiro Marcão, que no começo do ano se chamava “Marquinhos”)

73,56% de aproveitamento

Mesmo folgando na noite de quarta-feira, os jogadores do Atlético-GO comemoraram bastante.

Direto da concentração, o grupo acompanhou a derrota do Campinense diante do Rio Branco (2 x 1). Um resultado que garantiu antecipadamente o título da Série C para o time rubro-negro. O segundo campeão brasileiro da temporada (o primeiro foi o Corinthians, no Nacional da Série B)

O time de Goiânia – treindo por Mauro Fernandes (ex-Sport, Santa e Náutico) – ainda jogará 3 vezes no octogonal final da Terceirona. O primeiro jogo dessa série será nesta noite, contra o Brasil de Pelotas, em uma festão agendado no Serra Dourada.

O Atlético Clube Goianinese (fundado em 2 de abril de 1937) tornou-se também o primeiro bicampeão brasileiro da Terceirona (!!!), pois o time já havia vencido a edição de 1990. Compare as duas campanhas:

1990 (10 jogos) – 7 vitórias, 2 empates e 1 derrota; 23 GP e 6 GC
2008 (29 jogos) – 20 vitórias, 4 empates e 5 derrotas; 81 GP e 28 GC (lembrando que ainda restam 3 partidas)

Após conquistar o título goiano de 1988, o time começou a despencar (semelhante ao que aconteceu com o Avaí, como você pode ver AQUI). Tanto que em 2005 o Atlético disputou a 2ª divisão do Estadual (e venceu). No entanto, o time não conseguia rivalizar com o Vila Nova. E muito menos com o Goiás – quase o “dono” do futebol do Centro-Oeste.

A recuperação começou em 2007, com o 10º título goiano do clube, acabando com o jejum de 19 anos. Depois, veio a reforma na sede, nas categorias de base, a volta da torcida… Tudo aquilo que é de praxe em uma volta por cima.

Obs. Este foi o título nacional do futebol goiano, todos em categorias de acesso, sendo 1 Série B (1999, Goiás) e 3 Séries C (1990 e 2008 com o Atlético e 1996 com o Vila Nova).

Parabéns ao Atlético-GO, campeão brasileiro de 2008. 8-)

Série C “brasileira”

Na abertura, em 6 de julho, eram 63 times. Hoje, restam apenas 8 na Série C. Quatro vagas estão em disputa na última etapa da competição. Após três fases regionalizadas, finalmente a competição irá reunir equipes de todos os cantos do Brasil. Entre os participantes do octogonal final da Terceirona estão o tradicional Guarani, campeão da Série A de 1978, o gaúcho Brasil de Pelotas, 3º lugar no Brasileirão de 1985, além de times com tradição em seus estados, como Atlético-GO, Confiança/SE e Campinense/PB.

Como não custa nada “chutar”… Gostaria que se classificassem para a Série B de 2009 os seguintes clubes: Guarani, Confiança, Campinense e Rio Branco. A presença deste último tem o objetivo de colocar o estado do Acre no mapa da bola. Já a torcida pelos nordestinos também visa acabar com o tabu de 10 anos sem título para a região. O primeiro, e único por sinal, campeão foi o Sampaio Corrêa, de São Luís, em 1997 (foto abaixo).

Sampaio Corrêa, o último clube nordestino campeão da Série C (1997)Octogonal final (ranking da CBF)
Águia (PA) – 278º (2)
Atlético (GO) – 57º (303)
Brasil (RS) – 86º (131)
Confiança (SE) – 82º (151)
Campinense (PB) – 89º (123)
Duque de Caxias (RJ) – 390º (0)
Guarani (SP) – 13º (1409)
Rio Branco (AC) – 91º (111)

Por regiões:
Norte – 2
Nordeste – 2
Sudeste – 2
Centro-Oeste – 1
Sul – 1

Troféu irá apenas para o primeiro lugar, mas os 4 times classificados irão festejar do mesmo jeito.1ª rodada (sábado, 04/10)
Águia x Guarani
Brasil x Rio Branco
Campinense x Átletico-GO
Duque de Caxias x Confiança

Tricolores não podem parar

Estádio Amigão, em Campina Grande, dia 6 de julho. O calvário do Santa Cruz na Terceirona começou quando o relógio do árbitro baiano Carlos Nogueira marcou 16h00. Uma verdadeira multidão de tricolores havia invadido a cidade paraibana. O público oficial da partida foi de 10.737 pagantes, apesar de a crônica esportiva da Paraiba ter dito que a quantidade foi bem maior. Apesar do apoio maciço na arquibancada (cerca de 4,5 mil tricolores viajará até Campina Grande), o Santa acabou sendo derrotado pelo Campinense por 2 x 1.

O Santa Cruz voltará nesta quarta-feira, às 20h30, ao ponto de partida da árdua caminhada na Série C. e contra o mesmo Campinense. Outra mega-caravana coral vem sendo articulada, e essa nova presença da torcida será essencial para o Tricolor se recuperar do mau resultado da estréia na segunda fase (empate por 2 x 2 com o Salgueiro, no Arruda). Só fica o registro para que não se repitam os incidentes ocorridos na primeira rodada, quando torcedores do Santa Cruz e do Campinense brigaram fora do estádio e até no centro da cidade. Uma ação mais eficaz das Polícias Rodoviária e Militar será necessária.

Faça a sua parte no Amigão, torcida coral. Repita a mesma festa que coloriu de vermelho, preto e branco o Amigão.

Será que o setor destinado aos tricolores ficará novamente como no vídeo abaixo?