As boas vindas da Conmebol ao Sport na Sul-Americana. Falta confirmar a vaga

Conmebol dando boas vindas ao Sport pela participação na Copa Sul-Americana 2014. Crédito: twitter.com/SudamericanaCSF

“¡Nos volvemos a ver por segundo año consecutivo! Sport Recife estará en la Copa Sudamericana 2014. ¡Bienvenidos!”

A conta no twitter da Copa Sul-Americana deu as boas vindas ao Leão pela participação no torneio desta temporada.

O perfil no facebook também atualizou a lista de clubes, agora com 26 dos 47.

Campeão da Copa do Nordeste, o Rubro-negro conquistou a vaga internacional.  Na verdade, trata-se de uma pré-vaga, apesar das mensagens oficiais…

Para confirmar a participação no torneio, o Sport precisa ser eliminado na Copa do Brasil até a terceira fase, com o mesmo formato absurdo às outras sete vagas do país. Assim, teria a sua presença assegurada na fase nacional da “Sula”.

Eduardo Batista não ficou em cima do muro e diz preferir jogar a Sul-Americana.

Assim, o futebol pernambucano chegaria a sua sexta campanha internacional. Podem ser até sete, se uma combinação de resultados ajudar o Náutico – foi desta forma que o Sport jogou em 2013. Veja como está a “fila de espera” aqui.

Em termos de resultados internacionais, o máximo local foi chegar nas oitavas.

Taça Libertadores da América
1968 – Náutico (fase de grupos, 1ª fase – 6 jogos)
1988 – Sport (fase de grupos, 1ª fase – 6 jogos)
2009 – Sport (oitavas de final, 3ª fase – 8 jogos)

Copa Sul-Americana
2013 – Náutico (fase nacional, 2ª fase – 2 jogos)
2013 – Sport (oitavas de final, 3ª fase – 4 jogos)

Conmebol dando boas vindas ao Sport pela participação na Copa Sul-Americana 2014. Crédito: facebook.com/CopaSudamericanaConmebol

Hiato de US$ 40 milhões entre as taças da Libertadores e da Champions League

Regulamento da Taça Libertadores 2014

Apesar do prestígio do maior torneio interclubes da América do Sul, a premiação oficial da Taça Libertadores da América ainda deixa a desejar.

O campeão da edição de 2014 receberá da Conmebol uma premiação de US$ 5,1 milhões. A conta, presente no regulamento do torneio, considera todas as classificações a partir da fase de grupos, oficialmente a segunda etapa da competição. Convertendo para o real, o prêmio total do campeão continental chega a R$ 12 milhões. Valor modestíssimo para o peso do torneio.

Caso o grande vencedor saia da primeira fase, chamada popularmente de “Pré-Libertadores”, o valor será acrescido da menor cota, de 250 mil dólares, subindo o montante para 5,35 milhões de dólares (R$ 12,6 mi).

Presente na disputa, o Cruzeiro chega referendado pelo título brasileiro de 2013, cujo prêmio foi de R$ 9 milhões, ou US$ 3,8 mi na conversão. Nota-se que o valor pago à Série A não está tão distante assim. Enquanto isso, na Liga dos Campeões da Uefa – evento “paralelo” à Libertadores -, o campeão receberá US$ 45 milhões. Nada menos que 106 milhões de reais. Haja diferença.

Confira o regulamento da 55ª edição da Libertadores aqui.

Apenas oito ex-campeões entre os 38 clubes da Libertadores 2014

Os 38 clubes da Taça Libertadores da América de 2014. Crédito: facebook.com/CopaBridgestoneLibertadoresConmebol

Após ligas e copas nacionais, além de seletivas, enfim conhecemos os 38 clubes da Taça Libertadores da América de 2014. A última vaga ficou com a Universidad de Chile, que ganhou no domingo a liguilla do país.

Com representantes de onze países, o torneio terá novamente uma primeira fase com seis confrontos diretos, mais conhecida como “Pré-Libertadores”, e a segunda etapa com a fase de grupos, formada por 32 equipes.

O Brasil será com a nação com mais times na disputa. O sexteto é formado por Atlético Mineiro, Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, Atlético Paranaense e Botafogo.

A 55ª edição da competição continental terá apenas oito dos 24 clubes que já ergueram a taça: Peñarol (5), Nacional (3), Grêmio (2), Cruzeiro (2), Flamengo (1), Atlético Nacional (1), Vélez Sarfield (1) e Atlético-MG (1).

Desde 2006 a Libertadores não contava com um número tão baixo de ex-campeões. Porém, pesa mais na nova temporada o fato de que no período surgiram quatro novos vencedores (Inter, LDU, Corinthians e Galo).

2006 – 8
2007 – 10
2008 – 10
2009 – 11
2010 – 9
2011 – 13
2012 – 11
2013 – 9
2014 – 8

Confira a lista de clubes classificados em uma resolução maior aqui.

Algum favorito para a disputa? Caso um clube do país conquiste a novamente a Libertadores, o Brasil chegará ao inédito pentacampeonato.

Neymar, o primeiro com hat-tricks na Liga dos Campeões e na Taça Libertadores

Hat-tricks de Neymar no Barcelona (Liga dos Campeões) e Santos (Libertadores). Crédito: Youtube/reprodução

Neymar tornou-se o primeiro jogador da história a marcar três gols em um jogo tanto na Taça Libertadores da América quanto na Uefa Champions League.

No Peixe, marcou todos gols da vitória sobre o Inter, em 2012, na Vila Belmiro. Agora, em sua temporada de estreia no Barça, foi decisivo na goleada sobre os escoceses do Celtic, no Camp Nou. Assista aos seis gols do craque brasileiro.

Fazendo história…

Barcelona 6 x 1 Celtic (11/12/2013) – Liga dos Campeões

Santos 3 x 1 Internacional (07/03/2012) – Taça Libertadores

Provocação gremista, resposta colorada e compartilhamentos na rede social

Facebook de Grêmio e Internacional em 09/12/2013

O Grêmio terminou a temporada como o vice-campeão brasileiro de 2013. Assim, o tricolor gaúcho garantiu uma vaga na fase de grupos da Taça Libertadores. No dia seguinte ao desfecho do campeonato nacional, a fanpage oficial do clube no facebook modificou a sua imagem de capa. Provocação pura.

Às 16h30, a imagem de um torcedor de binóculos tentava “enxergar” o rival Inter, quase rebaixado à segundona e fora do maior torneio continental em 2014. A brincadeira fez sucesso, com 1.900 curtidas e 318 compartilhamentos.

Exatamente uma hora depois, o Colorado deu o troco, simulando a “visão” do tal torcedor. Nada menos que os troféus conquistados pelo Internacional nos últimos anos, como Mundial da Fifa, Libertadores (duas) e Copa Sul-Americana, justamente no período de jejum do Grêmio, que não ganha uma competição além do Estadual desde a Copa do Brasil de 2001.

Os torcedores do lado vermelho do Sul curtiram a publicação 2.474 vezes, com 344 compartilhamentos. Que a brincadeira tenha parado aí, de forma saudável…

Contextualizando com o futebol local, e se esse tipo de brincadeira acontecesse com as fanpages dos clubes pernambucanos?

Libertad x Sport, um duelo oficial até no Pro Evolution Soccer 2014

Game "Pro Evolution Soccer 2014", da Konami. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

Assunção – Mesmo na segunda divisão, o Sport foi mantido no popular game Pro Evolution Soccer 2014. O jogo recém-lançado no Brasil, no Playstation 3, traz o Rubro-negro e outros três clubes presentes na atual Série B, mas todos com contratos em vigência com a produtora Konami.

Tradicionalmente, a empresa lista apenas os times na elite nacional na temporada anterior ao ano do jogo. No novo PES já estava confirmado o Náutico. O Timbu, aliás, está estampado também na capa do jogo para o comércio brasileiro.

Game "Pro Evolution Soccer 2014", da Konami. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

Entre os demais latino-americanos, contudo, o game chegou uma semana antes. No Paraguai, já é exposto nas televisões de lojas especializadas do Shopping del Sol, na área nobre da capital.

Entre as várias ligas cadastradas, com mais de 600 equipes licenciadas, é possível realizar partidas que muitas vezes só são aconteceeriam na ficção dos videogames. Nesta quarta, o duelo Libertad x Sport deixa de ser uma dessas partidas…

Game "Pro Evolution Soccer 2014", da Konami. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

A camisa do Libertad vale ingresso, mas não é tão fácil achá-la

Venda de camisas da seleção paraguaia, Olimpia e Cerro Porteño, no centro de Assunção, no Paraguai. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

Assunção – Sem surpresa, o Sport ainda é um desconhecido no Paraguai. Nunca atuou no país e a sua única ligação com o futebol local são dois amistosos contra o Cerro Porteño, em 1996 e 1997, ambos no Brasil e com vitória rubro-negra por 2 x 0. Contudo, a impressão é de que o Libertad, adversário nas oitavas de final da Copa Sul-americana, tem mais prestígio com os brasileiros do que com os próprios paraguaios.

Talvez por estar quase sempre presente na Libertadores e na própria Sul-americana. No cenário local, apesar da maioria dos títulos nacionais na última década, o apelo popular é pequeno. Em uma caminhada pelo centro político e econômico da cidade não é fácil encontrar algo que remeta ao Guma, como é conhecido do “time do presidente”.

Na Plaza de la Libertad, apesar do nome, não havia nenhuma camisa ou bandeira do time à venda. Já os tradicionais rivais, Olimpia e Cerro Porteño, dominam o cenário . Os uniformes dos clubes e da seleção paraguaia dividiam o espaço nos varais em frente ao Banco Nacional. A camisa grande sai por 40 guaranis (Gr$), ou 21 reais.

Copos de clubes paraguaios. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

A vendedora foi suscinta sobre a falta de camisas do Libertad. “Tem pouca gente interessada, então não tem para quer tomar o espaço”. Segundo ela, para encontrar, teria que “andar muito”. De fato, no caminho até o hotel, o único produto sobre o clube foi um copo de vidro, bem escondido.

Esse cenário explica de certa forma as promoções do Libertad para o confronto contra o Leão, no estádio Feliciano Cáceres. Com a partida a 20 quilômetros do centro de Assunção, a torcida do mandante deve ser ainda menor. Ou pelo menos seria, pois sócio não pagará e nem mesmo quem for com a camisa oficial. Os demais pagarão Gr$ 5, ou R$ 2,60. Enquanto isso, a torcida do Sport terá que desembolsar 100 guaranis para ficar na arquibancada (R$ 52)..

Vale ressaltar que camisa do Sport não terá direito a qualquer desconto…

Bandeiras de Olimpia e Cerro Porteño, em Assunção. Foto: Cassio Zirpoli/DP/D.A Press

Próximo destino rubro-negro na Copa Sul-americana: Paraguai

Copa Sul-americana 2013, oitavas de final: Libertad (Paraguai) x Sport

Pela quinta vez em sua história, o Sport jogará de forma oficial no exterior. As quatro primeiras partidas aconteceram nas duas participações na Taça Libertadores da América, em 1988 e 2009. Saldo de três vitórias e uma derrota.

1988 – Universitario 1 x 0 Sport (Lima, Peru)
1988 – Alianza 0 x 1 Sport (Lima, Peru)
2009 – Colo Colo 1 x 2 Sport (Santiago, Chile)
2009 – LDU 2 x 3 Sport (Quito, Equador)

Agora, pela Copa Sul-americana, é a vez de viajar para o Paraguai…

Do Aeroporto Internacional dos Guararapes até Assunção, a capital do país.

No acanhado estádio Nicolás Leoz, o Leão enfrentará o Libertad, no jogo de ida pelas oitavas de final do torneio, em setembro. Um time tarimbado nos torneios no continente, com 14 participações na Libertadores e 9 na Sul-americana.

À margem dos populares Olimpia e Cerro Porteño, o Libertad ficou 26 anos sem ganhar a liga nacional. O hiato acabou em 2002. Desde então, ergueu o troféu paraguaio oito vezes, dominando o cenário. Neste período, os dois principais rivais ganharam, juntos, cinco campeonatos. Ao todo, o Repollero tem 16 títulos.

2013 – Libertad x Sport (Assunção, Paraguai)

A partida de volta, valendo a vaga nas quartas de final, será na Ilha do Retiro.

Ou na Isla…

O clube mais popular da América, via redes sociais

Facebook da Conmebol

A Conmebol lançou a fase final da enquete sobre o clube mais popular da América, através do facebook. Nas redes sociais, com ações em massa das torcidas, a disputa deve ser acirrada, envolvendo 28 times dos dez países membros da entidade.

Do Brasil, os campeões de audiência Flamengo e Corinthians. Além deles, duas forças nordestinas, Sport e Bahia, que saíram da primeira fase da votação, com os nove clubes presentes na Copa Sul-americana de 2013.

O Leão ficou em primeiro nessa “fase nacional”, com mais de dois mil votos.

Agora, a votação inclui distintivos tradicionais como Boca Juniors, River Plate, Peñarol, Nacional, Colo Colo, Universidad de Chile, Olimpia…

Para participar da votação, clique aqui.

Sport e Náutico no Clube dos 100 da Conmebol

Náutico e Sport no "Clube dos 100" da Conmebol. Crédito: site oficial da Conmebol

A Conmebol lançou nesta temporada uma seção especial em seu site oficial dedicada aos clubes centenários do continente, com tradição nacional e participações internacionais, o El Club de los 100. Na ocasião, em 8 de abril, nenhum time pernambucano foi destacado.

Com a dupla participação local na Copa Sul-americana, a lista acaba de ser atualizada, com Náutico e Sport ampliando a tabela. Passou de 55 para 60 times centenários, de oito países. Apenas dois filiados ainda não contam com representantes, Equador e Venezuela.

Descrição da página:

“A construção de um clube esportivo é uma sublime crônica de sacrifícios e esperanças. Muito além de ideias políticas, dogmas religiosos ou posição econômica. Um clube de futebol é a frágua das tradições, onde o ser humano alimenta suas ilusões, expõe a tolerância e dimensiona sua liberdade expressando-se como tal. Os clubes sul-americanos são o tecido social mais valioso que esta atividade se depara em todos os seus aspectos.”

Confira a lista completa dos clubes centenários aqui.