MERCADO PUBLICITÁRIO

Uma importante ferramenta para definição de estratégias

Resultados apontados pela pesquisa são importante termômetro da percepção do público e ajudam a nortear trabalho das agências

Muito além de um levantamento que aponta quais são as marcas mais lembradas pelos consumidores, a pesquisa Marcas Preferidas é considerada uma ferramenta de extrema importância pelo mercado publicitário. Os resultados servem como um termômetro da percepção do público, além de ser um indispensável norteador para que as agências vejam onde estão acertando e, se for o caso, revejam suas estratégias, sempre em busca de um equilíbrio entre o posicionamento das empresas e a necessidade de seus públicos.

“Para uma marca ser considerada preferida, ela naturalmente precisa estar na lembrança das pessoas. E a pesquisa é o melhor feedback que podemos ter sobre o trabalho de comunicação que está sendo desenvolvido. Significa que tudo está sendo bem feito e o objetivo, alcançado”, afirma Manoel Cavalcanti, co-presidente da Ampla. De acordo com ele, há marcas que, apesar de serem líderes em venda, não figuram entre as mais lembradas pelo público. “Nesses casos, há um campo a ser explorado. Elaboramos uma estratégia de comunicação focada no público que queremos atingir”. Nesse cenário, ele destaca que o trabalho das agências precisa ser muito mais assertivo. “Obviamente que a comunicação de massa é importante, mas ela precisa ser complementada pelas estratégias personalizadas (para cada público)”.

Diretor da Italobianchi, o publicitário Miguel Melo concorda, e acrescenta que é preciso continuar sempre investindo para continuar na preferência do público. “Em comunicação a continuidade do investimento é um dos pilares mais importantes para estar sempre presente na vida das pessoas e fazer uma marca ser escolhida ou não no momento de compra. E uma marca preferida é aquela que sempre é consumida com mais frequência”, diz. Em um cenário de recuperação econômica, ele ressalta que as marcas que estão na preferência dos consumidores acabam tendo um desempenho melhor que as demais. Para Miguel, o maior desafio atual é lidar com uma grande variedade de canais. “Temos que estar sempre atentos às oportunidades para que aconteça o contato das marcas com seus consumidores e que esse contato seja sempre de forma natural”.

Essa presença em múltiplos canais também é destacada por Ulisses Andrade, diretor de mídia da agência LCM. Ele ressalta que as empresas e os consumidores estão cada vez mais próximos, cabendo às marcas estar sempre conectadas ao público. “A marca e a empresa precisam estar sempre no ar, no papel, na TV, no jornal, na rádio, na internet, no celular e, principalmente, na mente do consumidor”. Nesse cenário, o publicitário ressalta ainda que marcas amadas crescem com o poder que hoje os consumidores têm. “Um cliente satisfeito é o maior vendedor de qualquer marca. Essa frase é antiga e continua atual”. Ulisses também concorda que investimento contínuo é fundamental para se manter sempre no topo. “A repetição por anos (de campanhas) constrói imagens mentais no consumidor. Por isso, campanhas isoladas e não frequentes são regras para a falta de consolidação ou mesmo esquecimento de uma empresa ou marca”.

Agências Premiadas
Agência DestaqueAmplaAporte
Agência RevelaçãoÍtalo BianchiM3
Agência EvoluçãoLCMMartpet

Em meio a esse cenário, a Martpet está atenta a essas tendências, modificando suas estratégias conforme as necessidades do público e também de seus clientes. “Em todos eles (clientes) podemos trabalhar desde uma websérie com mais de 2 milhões de views ou com um panfleto distribuído pelas ruas”, afirma Edison Martins, sócio-diretor da agência. Ele acrescenta que não importa se a campanha é online ou não. “Não importa se é verba grande ou pequena. Não importa se é pra amanhã, pra hoje ou pra ontem. Continuamos colocando a visão e os sonhos dos consumidores na frente de cada briefing. E pra entendê-los, estudamos todo dia, nos colocamos no lugar, vemos o que está dito nas entrelinhas do Marcas Preferidas, colocamos cérebro e coração a serviço das marcas”.

Gerente de planejamento da agência M3, Rúbia Bezerra reforça a importância da pesquisa Marcas Preferidas. “É um termômetro de avaliação da marca e produto diante do cliente final”, destaca, acrescentando que os resultados ajudam a incrementar as ações publicitárias. Ela concorda com Miguel Melo no que diz respeito à necessidade de investimento contínuo para manter a preferência do público. “Acaba imprimindo a marca na memória do consumidor já fidelizado e angaria novos para a experiência do uso e consumo”.

Investir em profissionais capacitados para atender às novas tendências na relação entre marca e consumidor é uma das práticas da Aporte. Presidente da agência, Angelo Melo destaca que os consumidores hoje interagem por meio de “diferentes telas”, e que as marcas precisam estar presentes em vários momentos da vida dos clientes. “Temos apostado em profissionais preparados para esse novo tipo de comunicação. Para isso, temos um núcleo voltado para as mídias sociais, investimos em pesquisas e trabalhamos com elas”, destaca. Ele ressalta ainda que a agência possui um relacionamento duradouro com os clientes, permitindo que sejam desenvolvidos trabalho de médio e longo prazos.

Edison Martins: cérebro e coração a serviço das marcas

Rúbia Bezerra reforça importância da pesquisa

Ulisses Andrade, da LCM Comunicação, ressalta que um cliente satisfeito é o maior vendedor de qualquer marca