O RANKING DAS AGÊNCIAS CAMPEÃS

Uma direção para garantir o caminho certo da estratégia

Índice de desempenho, criado pelo Diario de Pernambuco e Datamétrica, aponta quais agências publicitárias tiveram mais efetividade na promoção dos seus clientes

Mais do que apontar quais são as marcas que conquistaram a preferência dos consumidores, a pesquisa Marcas Preferidas é uma ferramenta de extrema importância tanto para as empresas quanto para as agências de comunicação. Na avaliação de representantes do mercado publicitário, os resultados do levantamento apontam quão assertivas estão sendo as estratégias adotadas, além de servir como parâmetro para o posicionamento das marcas junto aos consumidores e também aos concorrentes.

“Não há dúvidas de que a pesquisa é uma métrica para nós. Ela aponta se estamos no caminho certo e dá a ideia do que devemos aperfeiçoar”, diz Manuel Cavalcanti, co-presidente da Ampla e diretor de criação da agência. Ele ressalta que para o mercado da comunicação a resposta dos consumidores é a mais importante de todas. “Claro que não é apenas a comunicação. O produto também tem que ser de qualidade, mas temos um papel importante na divulgação do produto e na hora da escolha. As pessoas escolhem marcas como escolhem amigos. Então, ser uma das marcas mais preferidas é importante”, afirma.

É o que também destaca Miguel Melo, diretor da Italo Bianchi. “O levantamento é muito importante para as marcas, porque dificilmente elas contratariam uma pesquisa dessas para saber o posicionamento como preferência”, ressalta, afirmando que, para as agências, os resultados servem para balizar as estratégias. “É a prova de que tudo aquilo que estamos fazendo na comunicação está certo, aproximando assim as marcas dos clientes”.

Miguel lembra que algumas marcas, como a Italiana e a Vitamilho, mantêm a preferência dos consumidores há um bom tempo. “Isso é uma comprovação de que a nossa estratégia, enquanto agência, está dando certo”.

Sócia-diretora da agência Blackninja, Renata Gusmão afirma que “medir a relação de carinho do consumidor com uma determinada marca ajuda profundamente no direcionamento da campanha publicitária e das ações de marketing”. Ela ainda destaca que as estratégias só podem ser bem elaboradas quando há pesquisas que ajudem a embasá-las. “O resultado positivo de uma pesquisa de marca preferida significa que o caminho está sendo bem feito e devemos seguir em frente. Ter um grande concorrente em primeiro lugar, por outro lado, aponta para uma revisão conceitual”, pondera.


Classificação Índice de desempenho absoluto das agências Índice agência revelação de desempenho
1º lugar Ampla Ítalo Bianchi
2º lugar Aporte M3
3º lugar BG9 Maturi

“O detalhamento da pesquisa com fatores determinantes de compra, sensibilidade a preço, reconhecimento e desempenho por áreas geográficas, análise da concorrência, entre outras informações, contribui para validação ou revisão das estratégias comerciais e de marketing”, reforça Kika Saraiva, da Talk Comunicação.

No entanto, os profissionais alertam que o fato de estar na preferência dos consumidores não significa que as marcas manterão essa posição sempre. Diante das constantes mudanças no mercado, é preciso investir continuamente num trabalho de comunicação. “Estar entre as preferidas é necessário, mas continuar com esse título requer estratégia, planejamento e investimento”, ressalta Márcio Quirino, diretor de atendimento da Reserva Comunicação, lembrando que o surgimento de novas marcas faz com que o mercado fique cada vez mais competitivo.

“Manter os investimentos é alimentar essa relação”, acrescenta Antônio Carlos Vieira, presidente do Sindicato das Agências de Propaganda de Pernambuco e diretor da Aporte Comunicação. “De forma alguma as marcas podem deitar em berço esplêndido”, diz Manuel Cavalcanti, alertando que a fidelidade é uma característica que vem perdendo força entre o público. “Todos os dias surgem concorrentes. As pessoas gostam de experimentar”

RECUPERAÇÃO

Em um cenário no qual a economia brasileira começa a dar os primeiros sinais de retomada, as marcas consideradas preferidas tendem a se recuperar numa velocidade maior em relação às demais, na avaliação dos publicitários. “As marcas que lograram êxito na pesquisa são aquelas que atravessaram a crise e, por estarem mais preparadas, estão ultrapassando essa fase com menos danos”, pontua Márcio Quirino.

Manuel Cavalcanti, por sua vez, afirma que, mesmo estando na preferência dos consumidores, as marcas precisarão inovar. “É preciso inovar, seja fazendo promoção ou criando um produto de custo mais barato”, diz, lembrando que durante momentos de crise há uma natural migração dos consumidores para marcas mais baratas.

“Não há dúvidas de que a pesquisa é uma métrica para nós”

Manuel Cavalcanti

Co-presidente da Ampla e diretor de criação da agência

[ As campeãs

Algumas agências de comunicação se destacaram pela quantidade de clientes que estão entre as marcas preferidas do público. Confira:

Agência
AmplaComunicação
Clientesvencedores
Vitarella
Pitú
BateriasMoura
FerreiraCosta
Agência
ItaloBianchi
Clientesvencedores
Vitamilho
FiatItaliana
FarmáciadosPobres

“É uma comprovação de que a nossa estratégia está dando certo”

Miguel Melo

Diretor da Italo Bianchi