SAÚDE

A crise macroeconômica que se instalou no Brasil há alguns anos não afetou apenas o mercado de produtos e serviços secundários. Setores prioritários, como o da saúde, vêm amargando perdas significativas, que podem ser facilmente percebidas no nosso dia a dia. Levantamento recente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apontou que mais de 1,3 milhão de usuários de planos de saúde privados migraram para o Sistema Único de Saúde (SUS) entre 2015 e o primeiro trimestre deste ano. Diante desse cenário, as vencedoras do segmento do Marcas Preferidas vêm conseguindo driblar a crise sem perder a credibilidade.

O resultado de uma aposta na medicina humanizada

Hospital Real Português adquiriu respeito ao longo do século de sua existência

Presente na vida dos pernambucanos há 161 anos, ao longo do tempo o Real Hospital Português (RHP) vem fortalecendo sua relação com o público. A edição 2017 do Marcas Preferidas atesta isso ao mostrar que a instituição centenária é a mais lembrada e preferida pelos moradores do Grande Recife. Na avaliação de Alberto Ferreira da Costa, provedor do RHP, a preocupação com uma medicina humanizada é um dos fatores que explica a força que instituição possui no mercado.

A qualidade do serviço e o alto grau de capacitação da equipe são outros pontos destacados por ele, assim como a inovação. Fatores que fizeram o RHP manter o crescimento junto ao mercado, com uma média de atendimento de 17 mil (emergência) e mais de dois mil internamentos. “Também conseguimos manter o crescimento com conquistas importantes, como a acreditação hospitalar pela Joint Commission International, a inauguração do novo Centro de Material e Esterilização, a aquisição de equipamentos, entre outros”, informa.

Para este ano, Alberto adianta que a novidade será a inauguração do Edifício Santo Antônio, prevista para o segundo semestre. “O foco do empreendimento é ampliar e modernizar o serviço de nefrologia do RHP”, diz, acrescentando que novos equipamentos na área de imagem serão adquiridos a um custo de US$ 3 milhões.

Na avaliação dele, ser uma das marcas preferidas do consumidor é sinal de que a instituição está no caminho certo. “Mostra que o nosso cliente percebe o nosso esforço em oferecer um atendimento diferenciado e nos prestigia com sua escolha”, destaca. Para os próximos anos, a expectativa do RHP é continuar investindo na saúde, oferecendo o que há de mais moderno no segmento, com qualidade e humanização.

Dentro do complexo hospitalar do RHP, localizado na Ilha do Leite, estão instaladas 63 clínicas especializadas e quatro laboratórios. A instituição possui 779 leitos e realiza, mensalmente, mais de 1,2 mil cirurgias. Toda essa estrutura emprega diretamente aproximadamente cinco mil funcionários. Ao longo das décadas, destacou-se pelo pioneirismo na realização de alguns procedimentos, como os primeiros transplantes de rim do Norte e Nordeste, em 1976, de medula óssea, em 1999, e foi palco do primeiro transplante de coração realizado no estado, em 1991.

Na contramão do mercado de saúde

Enquanto o setor vem perdendo clientes, Hapvida aumentou sua carteira

Com 3,6 milhões de clientes em todo o país, o plano de saúde Hapvida apresenta números que vão de encontro às dificuldades enfrentadas pelo setor no país. Enquanto 1,4 milhão de pessoas deixaram de ter planos de saúde, o crescimento da empresa, em número de clientes, foi de 7,9% nas modalidades convencionais e 19,6% nos planos odontológicos. O resultado positivo mostra a preferência dos consumidores pela empresa, que têm entre seus diferenciais uma grande quantidade de unidades próprias e um preço bastante competitivo.

Diante desse cenário, a Hapvida é o plano de saúde preferido dos pernambucanos. Para chegar a esse patamar, a diretora de comunicação e marketing da empresa, Simone Varella, destaca que a eficiência no atendimento é um dos pontos-chave para garantir a fidelização. “Aliado a isso, estão também a rede própria, profissionais qualificados e tecnologia. Para atender os clientes sempre de forma mais eficiente, o Hapvida mantém constantes investimentos em estrutura, que também é um dos principais fatores da nossa liderança”, destaca.

O ano de 2017 será de novidades para a empresa. “Pretendemos ampliar a nossa rede exclusiva, com a nova torre no Hospital Ilha do Leite, nova Hapclínica, novos leitos e unidades com atendimento com hora marcada e um novo hospital com capacidade para atender pacientes que precisam de internação”, adianta Simone. Atualmente, somente em Pernambuco, a Hapvida possui cinco hospitais, quatro unidades de pronto-atendimento e 12 Hapclínicas, que, juntas, possuem três mil colaboradores.

Entre os serviços oferecidos pela Hapvida estão as ações preventivas e de estímulo à prática de exercícios físicos, como o Hapvida +1k, programa gratuito de assessoria de corrida e caminhada, que atua em seis pontos no Recife e conta com cerca de 1,7 mil participantes. “Há muita satisfação em estar entre as finalistas do Marcas Preferidas como a mais lembrada. Isso prova o reconhecimento da população por todo o amor e dedicação do Hapvida ao estado”, afirma Simone, acrescentando que a empresa acredita na capacidade produtiva dos pernambucanos e continuará a investir na saúde da região.

Cliente é sempre prioridade

Cerpe mantém forte investimento na melhoria nos serviços oferecidos

Com mais de 40 unidades espalhadas em Pernambuco e três mil tipos diferentes de exames realizados, a rede de Laboratórios Cerpe investe continuamente na melhoria dos serviços oferecidos. Tanto que é a marca preferida dos pernambucanos entre os laboratórios de análise existentes no mercado local. A grande aposta para este ano é uma relação mais próxima também da classe médica.

“Além dos investimentos para melhoria das unidades e atendimento ao cliente, a marca também está reforçando o atendimento à classe médica, através de um novo setor de relacionamento médico”, explica Gustavo Bosco, diretor regional Nordeste do Grupo Dasa (detentor da marca Cerpe), acrescentando que a estratégia tem como objetivo desenvolver um trabalho contínuo de melhora na comunicação entre os médicos demandantes de exames e o corpo clínico especializado dos laboratórios da rede.

No primeiro semestre deste ano, duas novas unidades foram inauguradas: uma em Rio Doce (Olinda) e outra em Prazeres (Jaboatão dos Guararapes). Além da forte presença no estado, outro diferencial adotado pelo Cerpe, segundo Bosco, é a preocupação com a satisfação do cliente. “Temos investido muito para proporcionar um serviço e um ambiente cada vez melhor, através da implementação de itens e serviços exclusivos, como totens para recarga de celulares, espaços infantis personalizados, desjejum diferenciado e muito mais”, exemplifica. Para os próximos anos, Gustavo assegura que o Cerpe continuará investindo em qualidade técnica, relacionamento médico e padrão de excelência no atendimento aos clientes.

Ser uma das marcas preferidas pelos pernambucanos, nesse contexto, é algo que tem extrema importância. “O reconhecimento de um trabalho sério e focado na qualidade do serviço e atendimento e em conhecer e atender as necessidades do cliente Cerpe é o nosso principal objetivo”, ressalta.

Fundado em 1969, o Cerpe tem uma forte atuação em Pernambuco, sendo laboratório exclusivo de hospitais como Santa Joana, Memorial São José e Jayme da Fonte. Desde 2010, faz parte da Dasa, a maior empresa de medicina diagnóstica e saúde preventiva da América Latina e a quarta maior do mundo.

Unidade exclusiva para atender o público feminino

Boris Berenstein investiu R$ 400 mil no novo espaço, com exames específicos para as mulheres

Mesmo com todas as incertezas econômicas que atingiram o país em 2016, a rede de clínicas e diagnóstico por imagem Boris Berenstein obteve um crescimento de 5% no número de atendimentos em relação ao ano anterior. Para 2017, a grande novidade é o lançamento de um espaço para atendimento personalizado e exclusivo ao público feminino. Denominado Espaço Mulher, o empreendimento possui 200 metros quadrados de área tem investimentos da ordem de R$ 400 mil.

“No local, são oferecidos exames de mamografia, colposcopia, citologia e ultrassonografia. Com a ampliação, a expectativa do Boris é obter um incremento de 20% na demanda até o final deste ano”, explica o médico Boris Berenstein, fundador do grupo que leva o seu nome. Ainda de acordo com ele, no próximo semestre serão inauguradas as instalações de ressonância magnética 100% digital na unidade de Boa Viagem. “Seremos pioneiros em oferecer o serviço na Zona Sul”, salienta.

Para se manter sempre na preferência dos consumidores, a qualidade do atendimento é outra preocupação, tanto que a rede fechou contrato com uma consultoria especializada em atendimento ao cliente na área de saúde para capacitar os colaboradores que lidam diretamente com o público. “Foram cinco meses de treinamento intensivo para aprimorar nossas demandas de atendimento ao paciente e treinar nossos colaboradores. Também demos continuidade ao nosso investimento em tecnologia com a aquisição dos equipamentos da Phillips”, ressalta Boris.

A estratégia de expansão com abertura de novas unidades é outra prioridade para o grupo. Nos próximos meses, devem ser iniciadas as obras de construção de um megacentro de diagnósticos localizado na Avenida Bernardo Vieira de Melo, em Piedade. O projeto está em fase final de aprovação pela prefeitura e, quando estiver em operação, contará com estrutura de cinco pavimentos. Há interesse em novas expansões para os próximos três anos. “Nossa meta é obter pelos menos mais três unidades. Estamos em estudo e ainda não sabemos ao certo se serão todas realmente novas ou se faremos outras ampliações, pois entendemos que hoje não dá mais para termos clínicas pequenas. Temos que pensar grande. A demanda do nosso estado é cada vez maior”, pontua Boris Berenstein.

PREMIADOS

Categoria
Hospital Particular Português Esperança Santa Joana
Laboratórios de Análises Clínicas Cerpe Gilson Cidrim Marcelo Magalhães
Plano de Saúde Hapvida Unimed Recife SulAmérica
Clínica de Raio X/Diagnósticos por Imagem Boris Berenstein Vida & Imagem (Hapvida) Real Imagem