SERVIÇO FINANCEIRO

Não há dúvidas de que o setor financeiro nacional tem sofrido reflexos do atual momento econômico. Com a restrição de crédito, aumento da taxa de juros e alta da inflação, as instituições financeiras atravessam um momento desafiador. Apesar do cenário nada positivo, analistas acreditam que a conjuntura deve começar a melhorar, ainda que a passos lentos, a partir dos próximos meses. E como os momentos difíceis podem ser convertidos em oportunidades, as marcas continuam trabalhando para se manterem na preferência dos consumidores.

Caixa no topo do ranking

Banco foi o preferido dos residentes na região metropolitana do recife

O ano começou bem para a Caixa. O banco registrou lucro líquido de R$ 1,5 bilhão no primeiro trimestre de 2017, o que representa um crescimento de 81,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado foi gerado pelo crescimento das receitas com operações de crédito, avanço nas receitas com prestação de serviços e controle das despesas. Além disso, o índice de inadimplência encerrou o trimestre com redução de 0,7 pontos percentuais em 12 meses, permanecendo abaixo da média de mercado nacional. Um dos pontos positivos do primeiro trimestre está na carteira imobiliária da instituição, que alcançou um saldo de R$ 412,9 bilhões, aumento de 6% nos últimos 12 meses. O banco, hoje, tem a liderança no mercado de crédito para habitação, com participação de 67,5% nos financiamentos feitos em todo o país.

A intensa participação no sonho dos brasileiros da casa própria pode ser um dos fatores que levou a Caixa a ser a Marca Preferida dos pernambucanos na categoria Banco em 2017. “Se para o povo de Pernambuco, a Caixa é muito mais que um banco é porque para a Caixa o povo de Pernambuco é muito mais que cliente”, afirma o diretor regional de Negócios da Caixa, Paulo Nery. Segundo ele, o prêmio é motivo de orgulho para toda a equipe. “É como muita alegria que recebemos a indicação de ser o banco preferido do pernambucano. Nós, que fazemos a Caixa, recebemos com felicidade esse título da sociedade pernambucana. Temos orgulho porque representa o trabalho que fazemos todos os dias para nossos clientes”, reforça Nery.

A primeira agência inaugurada pela Caixa em Pernambuco foi a Agência do Cais do Apolo em 31 de outubro de 1936, que hoje está localizada no Shopping Paço Alfândega. No total, o banco tem 103 agências no estado, além de 434 lotéricas, 317 correspondentes bancários e 147 caixas eletrônicos filiados. Em 2016, a Caixa atingiu a marca de 4.186.123 milhões de clientes correntistas pernambucanos. A última loja foi inaugurada também em 2016, em Porto de Galinhas.

No Brasil, ao final de março deste ano, a Caixa possuía 86,2 milhões de correntistas e poupadores, uma evolução crescente de 3,2% em 12 meses, dos quais 83,8 milhões são clientes pessoas físicas e 2,4 milhões de pessoas jurídicas. Atualmente, a rede de atendimento da Caixa possui 59,4 mil pontos em todo o país. São 4,2 mil agências e postos de atendimento, 24 mil correspondentes Caixa Aqui e lotéricos e 31,1 mil máquinas distribuídas nos postos e salas de autoatendimento.

Um cartão de crédito com o DNA pernambucano

Hipercard aposta em novidades para continuar prestigiado no mercado

A bandeira Hipercard acaba de lançar uma nova modalidade de crediário para financiamento de compras parceladas. Nesse serviço, lojistas poderão contar com a redução do prazo de repasse, de 30 dias para dois dias, além de taxas menores (MDRs) nas operações feitas com os cartões. Para os clientes, a promessa é de juros menores que os praticados pelo mercado. Com isso, o Itaú Unibanco, gestor da bandeira Hipercard, espera alinhar o produto ao novo cenário de juros rotativos e parcelados. O movimento ocorre após a liberação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que homologou um acordo neste ano permitindo que bandeira seja aceita em qualquer máquina de cartões. Com a mudança e a nova modalidade de crediário, o Itaú espera aumentar o número de negócios credenciados.

“O incentivo ao crediário é extremamente relevante para o setor, pois propicia ao comércio um meio acessível e transparente de financiamento das vendas. Além disso, diminui os subsídios cruzados presentes na indústria, ao reduzir o prazo de pagamento aos lojistas, aliviando sua necessidade de capital de giro. Por isso, trouxemos essa inovação no momento da abertura de mercado da bandeira Hipercard”, declara Marcos Magalhães, diretor-executivo do Itaú Unibanco. A bandeira já começou a operar dessta forma desde maio deste ano.

Para Rubens Fogli, diretor do Itaú Unibanco, ser a Marca Preferida dos pernambucanos em 2017, na categoria cartão de crédito, é resultado da estratégia de crescimento traçada para a marca na região. “Ficamos realmente muito felizes, ainda mais agora que estamos entrando em uma nova fase do Hipercard, com a expansão da sua rede de aceitação com a abertura de mercado. Continuaremos trabalhando para oferecer melhor condições de crediário para nossos clientes.”

A marca existe há mais de 40 anos e possui uma presença importante em Pernambuco. O início foi em 1970, quando a empresa administrava o cartão fidelidade do Grupo Bompreço. No ano de 1982, o cartão fidelidade passou a se chamar Cartão Hiper, e os clientes a ter crédito rotativo para realizar compras nas lojas da rede Bompreço.

O Nordeste como uma aposta do crescimento da empresa

Sulamérica tem feito investimentos direcionados para região

A SulAmérica continua crescendo, mesmo diante dos desafios econômicos do país. Em Pernambuco, a seguradora registrou alta de 7,3% nos negócios entre janeiro e março, com destaque para o crescimento de 13,8% no ramo de saúde no primeiro trimestre de 2017, frente ao mesmo período de 2016. Como resultado do aumento de demanda no estado, no início deste ano, a seguradora inaugurou a filial Petrolina. Em 2016, a cidade se destacou com expansão de 51% nas carteiras de saúde e alta de 208% na previdência privada.

“Trata-se de um mercado em franco desenvolvimento”, afirma o diretor da Regional Norte e Nordeste da SulAmérica, José Henrique Pimentel. Segundo ele, a empresa tem planos para a região Nordeste. “Continuaremos com nossos investimentos, ampliando nossa rede de prestadores para atendimento aos segurados e também aprimorado nosso relacionamento com esses parceiros, pois é fundamental que estejam alinhados conosco em nossa diretriz de excelência em atendimento”, ressalta Pimentel.

Ele acrescenta que a companhia também tem intensificado os treinamentos para corretores parceiros, para que possam oferecer produtos adequados às necessidades dos consumidores. “Somos a maior seguradora independente do país, e isso se deve à parceria consolidada com os corretores de seguros independentes, que cada vez mais têm assumido um papel de consultores de proteção. Nossos investimentos em treinamento têm reforçado justamente essa função estratégica e de confiança que o corretor tem na vida do cliente”, completa.

A SulAmérica atua no estado há várias décadas, tendo sido uma das pioneiras no mercado segurador pernambucano. Ao longo desses anos, contribuiu para o desenvolvimento do setor regionalmente, trabalhando com diversas linhas de negócios – saúde e odonto, auto e massificados (empresarial, residencial e condomínio), investimentos, vida, Previdência e capitalização. Na capital pernambucana, a marca tem a sede da regional Norte e Nordeste da SulAmérica, a filial Recife e dois centros automotivos, que oferecem atendimento completo em caso de sinistro de veículo segurado.

“Para a SulAmérica, este reconhecimento é de extrema importância pois nos mostra que estamos no caminho certo ao priorizar a excelência em atendimento aos nossos segurados. Sabemos que uma marca forte é resultado de um trabalho bem estruturado, tanto dentro da companhia quanto junto aos nossos parceiros de negócios”, afirma José Henrique Pimentel, ressaltando que a empresa chega aos 121 anos de atuação no Brasil inovando para atender os seus clientes.

PREMIADOS

Categoria
Bancos Caixa Itaú Banco do Brasil
Cartão de Crédito Hipercard Visa Mastercard
Seguradora Sul América Bradesco Itaú Seguros