Bem-estar urbano: desafio para a Região Metropolitana do Recife

Em Pernambuco, no que diz respeito à relação do morador com a cidade, vale o “mundo particular”. É uma convivência de amor e ódio que fica bem sensível e evidente nos centros urbanos da Região Metropolitana do Recife (RMR), que índices de geografia e estatística têm dificuldade de mensurar. O desafio é ainda maior quando se trata de algo subjetivo como “bem-estar”. É justamente em cima dessa sensação de satisfação, atrelada diretamente à qualidade dos serviços e equipamentos públicos das cidades, que se debruça o estudo do Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu), do Observatório das Metrópoles, do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia.

One thought on “Bem-estar urbano: desafio para a Região Metropolitana do Recife

  1. Bem-estar urbano: desafio para a Região Metropolitana do Recife
    Postado em: setembro 21, 2013 por: Tania

    Domingo 08:06 manhã