Apesar do registro de falhas e lentidão, mais de 474 mil estudantes já se inscreveram no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) no primeiro dia de funcionamento da plataforma. Os dados são do Ministério da Educação (MEC) até as 18h30 desta terça-feira (21). As inscrições, que podem ser feitas em até dois cursos por estudante, são aproximadamente 826 mil. O período de inscrições fica aberto até as 23h59 de domingo (26).

O Sisu é a principal forma de acesso ao ensino superior público com uso da nota do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem). Para concorrer, é preciso não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. O procedimento de inscrição é gratuito e deve ser feito na página do programa na internet.

Ao se inscrever, o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. Ao final, o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.Inicialmente, a data final de inscrições seria sexta-feira (24).

Com as inconsistências na correção das provas do Enem, o MEC decidiu dar mais tempo para os estudantes. Já os resultados serão divulgados no dia 28 de janeiro. As outras datas do cronograma do Sisu são: matrícula ou registro acadêmico nas instituições participantes até 4 de fevereiro; lançamento da ocupação nas vagas pelas instituições participantes até 7 de fevereiro; manifestação de interesse para constar na lista de espera até as 23h59 de 4 de fevereiro.