Presos transportados no calor

Vida de presidiário não é fácil. Não estou aqui defendendo que eles mereçam mordomia, sombra e água fresca. Não é isso. Estão atrás das grades, com exceção dos poucos injustiçados, porque cometeram algum crime. Precisam pagar pelo erro. Essa é obrigação da Justiça e do Estado, punir e ressocializar quem erra. No entanto, ressocialização é um sonho distante. As pessoas deixam as unidades prisionais, no geral, piores do que quando entraram.

Veículos não têm nenhuma entrada de ventilação. Fotos: Divulgação

Veículos não têm nenhuma entrada de ventilação. Fotos: Divulgação

Para nós, é conveniente saber que quase 30 mil homens e mulheres estão presos em Pernambuco. Dá uma falsa sensação de segurança. A sociedade simplesmente vira as costas para quem está privado de liberdade. Restam a essas pessoas, às vezes, o apoio da família, a sorte e a morosidade da Justiça. A lista de coisas a se corrigir é grande. Imagens enviadas ao blog mostram as condições do caminhão utilizado para fazer o transporte de presos e presas para audiências e transferências.

É um veículo adaptado sem nenhum estudo técnico sério. Apelidado de Lapão, o caminhão é uma verdadeira sauna para quem entra nele. Uma contradição à regulamentação do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária, que prega a obrigatoriedade de alguns itens de segurança exigidos pela lei de trânsito. Tais como: iluminação, ventilação, cinto de segurança para todos os passageiros, indicação no veículo da capacidade máxima de passageiros, entre outras coisas.

Presos passam por verdadeiras saunas durante as viagens

Presos passam por verdadeiras saunas durante as viagens

Segundo fontes do blog, quando os presos são levados de uma unidade prisional para outra chegam molhados de suor e, muitas vezes, vomitando. Tá certo que o nosso transporte público não está longe de proporcionar isso também aos seus usuários, mas o Ministério Público e entidades de direitos humanos bem que poderiam intervir para amenizar essa situação dos presos.

3 thoughts on “Presos transportados no calor

  1. “Vida de presidiário não é fácil”, quem não tem vida fácil somos nós cidadãos honestos, que pegamos ônibus lotados parecendo uma lata de sardinha e enfrentamos um trânsito caótico e estressante isso todos os dias.
    Mim faça o favor!!!

  2. Sinceramente, não vejo nenhum veículo de comunicação falar do cidadão que é vítima desses e outros bandidos com tanta preocupação e veemência. As instituições prisionais estão como estão e o que se vê é bandido não se importando nem um pouquinho de ir pra lá. Até porque sabem que é algo absolutamente provisório e que logo estarão nas ruas.

  3. -Acordar todo dia, as 5hrs para pegar tranporte público e ir ao trabalho, com o único proposito de enriquecer mais o patrão.-Trabalhar mais que 10 horas, quando a legislação fala em 8. – Voltar para casa num trânsito caótico. -Correndo sempe o risco de sofrer um assalto e perder a vida pelas mãos daqueles que não tem nenhum conforto para ir do presidio ao fórum, mas vivem as custas do trabalhador pagador de imposto. Quem tem vida fácil no Brasil???