Polícia Militar diz que vai reforçar segurança na Av. Boa Viagem

Em relação à reclamação sobre os arrombamentos aos quiosque da orla de Boa Viagem, o comando do 19º Batalhão, através da assessoria de comunicação social da Polícia Militar de Pernambuco, informa que o policiamento na área foi reforçado com o lançamento de mais uma viatura fazendo rondas durante 24 horas.

Segundo a PM, a segurança da orla de Boa Viagem é contemplada, diariamente, com rondas de uma viatura 24 horas, bem como cinco ciclopatrulhas até as 23h. O comandante do policiamento da área irá se reunir com os comerciantes da orla para obter sugestões e informações sobre caracteristicas dos suspeitos, no intuito de subsidiar as ações operacionais dos PMs que atuam na localidade.

A PMPE informa ainda que denúncias devem ser formalizadas através do número 190 e também que a população registre as queixas dos crimes na Polícia Civil, a fim de serem realizadas as investigações.

Leia mais sobre o assunto em:

Donos de quiosques da Avenida Boa Viagem pedem segurança

Donos de quiosques da Avenida Boa Viagem pedem segurança

Proprietários de quiosques da Avenida Boa Viagem relatam que os estabelecimentos têm sido alvos constantes de arrombamentos. Segundo eles, os crimes acontecem sempre de madrugada. Revoltada com mais uma investida, uma comerciante estampou uma faixa na vidraça no estabelecimento pedindo mais segurança na área.

“Como alimentar nossos filhos? Fomos depredados 12 vezes. A quem recorrer?”, informava o cartaz. Segundo comerciantes vizinhos, foram levados três liquidificadores industriais, um notebook e garrafas de uísque.

Comerciante fez protesto contra os furtos. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Comerciante fez protesto contra os furtos. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Dono da barraca 29, próximo à Ribeiro de Brito, José Marcos da Silveira, 49, diz que perdeu as contas de quantas vezes foi furtado. O último crime ocorreu há um mês. Os ladrões agiram de madrugada e levaram um rádio. “Quando cheguei de manhã, vi que tinham arrombado. Tive um prejuízo de R$ 250, sem contar com os outros arrombamentos”, disse.

Segundo ele, a fragilidade dos quiosques é uma das facilidades para a ocorrência dos furtos. “É um material muito fraco. Até a esquadria de alumínio é de segunda. Fizeram uma reforma e meu vidro já está caindo”, afirmou Silveira. A requalificação das barracas foi feita em maio, em preparação para Copa do Mundo de 2014. A estrutura delas utiliza, em sua maioria, vidro.

Em nota, a Emlurb informou que realizou outras reformas entre 2009 e 2011. “Essas ações contaram com a parceria do Ministério do Turismo e, para o financiamento das obras, era necessário que o projeto original não fosse alterado, ou seja, os equipamentos não poderiam ser modificados. As obras foram fiscalizadas pela Caixa Econômica Federal”.

De acordo com o delegado Manuel Martins, a polícia está colhendo imagens de câmeras de segurança para identificar suspeitos e efetuar prisões em flagrantes. Ele informou que de 2013 para 2014 houve redução de 12% no número de furtos na AIS3, que engloba vários bairros como Boa Viagem, Jordão e Pina. Já a Polícia Militar não respondeu à solicitação do Diario sobre o assunto.

O desabafo da família de uma vítima da impunidade

Há 11 anos, os familiares de Lara de Menezes Albert esperam por justiça. A garota foi atingida por um tiro quando estava dentro de casa, no bairro de Boa de Viagem.

Leia o e-mail enviado na íntegra à redação:

Hoje, dia 24 de junho, completou-se onze anos da tragédia da qual nossa família foi vítima. Lara de Menezes Albert, à época com 07 anos de idade, foi subitamente atingida na cabeça por um disparo de arma de fogo, enquanto assistia à televisão na sala do seu apartamento. Naquela fatídica noite, os fogos juninos, ao contrário de simbolizarem a alegria e felicidade típica da época, marcaram a dúvida acerca da sua sobrevivência, o que, por intervenção divina, acabou por acontecer.

Lara tinha sete anos quando foi baleada. Fotos: Teresa Maia/DP/D.A Press

Lara tinha sete anos quando foi baleada. Fotos: Teresa Maia/DP/D.A Press

A investigação policial atribuiu a responsabilidade pelo disparo a Tibério Gentil Figueiredo de Lima e que, por ironia, era um tenente da policia militar de Pernambuco, pago pelo Estado para promover a segurança da população. O que torna o caso ainda mais grave é constatar que o autor do tiro, que quase ceifou a vida de uma inocente, apesar de ter sido condenado em todas as instâncias no Tribunal de Justiça de Pernambuco, nunca cumpriu sequer um dia da pena, favorecido pelo instituto da prescrição. Do mesmo modo, o processo administrativo, instaurado na Corregedoria da Polícia Militar – PE, também prescreveu, razão pela qual o atual capitão continua exercendo sua profissão sem maiores obstáculos.

Marca de tiro ficou na parede da sala

Marca de tiro ficou na parede da sala

Inegável: ainda que o instituto da prescrição seja capaz de fazer a Justiça “esquecer”, pela passagem do tempo, determinados fatos, ele não é aplicável às memórias do coração. Por isso, nas noites de São João, para nossa família, as fogueiras queimando reacendem o sentimento de revolta, ao lembrar-nos que os estrondos ouvidos naquela noite, infelizmente, não eram de simples fogos de artifício.

Todavia, hoje a nossa intenção não se resume apenas a reprisar os momentos de desespero vividos pela nossa família. A nossa grande missão, neste momento, é continuar denunciando esse caso, que engrossa as estatísticas da impunidade, contribuindo para disseminar a violência. É comum ver nos jornais diários notícias divulgando casos de famílias destruídas pela ação irresponsável de quem acionou uma arma e disparou uma “bala perdida” no corpo de um inocente.

Por outro lado, há motivos para comemorar. Depois de um período de dificuldades, Lara se encontra em processo de recuperação, desenvolvendo gradualmente as atividades normais de uma jovem com sua idade.
Nós, família de Lara, agradecemos a todos os amigos, aos parentes e aos profissionais de diferentes áreas que nos ajudaram e continuam ajudando nessa árdua caminhada, que ainda não terminou.

Por fim, acreditamos na existência de instâncias superiores, não terrenas, para as quais, assim como o coração, a prescrição é inaplicável e a justiça, por consequência, inexorável. Diante delas, as instâncias componentes da justiça mundana não são senão meras tentativas vãs de restabelecer o equilíbrio das coisas, imperfeitas por natureza.

Que Deus ilumine a vida de todos vocês!

Lara e Família.

Polícia mais perto dos assassinos do médico Artur Azevedo

Novos depoimentos sobre o caso do cirurgião torácico Artur Eugênio de Azevedo Pereira, 36 anos, serão colhidos nesta segunda-feira. Desde a última terça-feira, a equipe da 11ª Delegacia de Homicídios de Jaboatão dos Guararapes está em campo para desvendar o crime e tentar prender os suspeitos do assassinato. Até agora, o delegado Guilherme Caraciolo, responsável pelo inquérito, recebeu os laudos periciais produzidos do local do crime, em Jaboatão, e do veículo que foi encontrado carbonizado no bairro da Guabiraba, no Recife.

Cirurgião foi abordado em frente ao prédio onde vivia, no bairro de Boa Viagem (WAGNER OLIVEIRA/DP/D.A PRESS)
Cirurgião foi abordado em frente ao prédio onde vivia, no bairro de Boa Viagem

Faltam ainda os laudos tanastocópico (do corpo) e o do Instituto de Identificação de Tavares Buril (IITB). O Diario apurou que três impressões digitais foram encontradas num recipiente usado para transportar o líquido que pode ter sido usado para incediar o carro do médico. Ainda segundo a polícia, as imagens das câmeras de segurança colhidas até o momento estão ajudando bastante as investigações. Além dos registros feitos pelas câmeras das empresas e do poder público (CTTU e SDS) que ficam no trajeto feito pela vítima, a polícia conta ainda com as imagens dos prédios na Rua dos Navegantes, Boa Viagem, de onde o médico foi levado na noite da última segunda-feira antes de ser assassinado com quatro tiros à queima-roupa.

O carro do profissional (D) foi encontrado carbonizado na Guabiraba (TV CLUBE/REPRODUCAO (esq), ARQUIVO PESSOAL (dir))
O carro do profissional (D) foi encontrado carbonizado na Guabiraba

A polícia investiga a possibilidade de Artur ter sido vítima de vingança. Uma das linhas é de que ele estava sendo ameaçado após a realização de uma cirurgia na Paraíba em que o paciente teria morrido. Outras hipóteses ainda não foram descartadas pela polícia. O Disque-Denúncia está oferecendo o valor de R$ 10 mil para quem tiver informações que levem à prisão dos envolvidos. Quem tiver alguma pista do paradeiro dos criminosos pode telefonar para o número 3421-9595, na Região Metropolitana do Recife (RMR) e Zona da Mata Norte, ou para o telefone (81) 3719-4545, no interior do estado. O anonimato é garantido.

Formado em medicina pela Universidade Federal de Campina Grande (2003), Artur era paraibano e morava na capital pernambucana havia três anos. Trabalhava no HCP e ajudava pacientes vitimas do câncer. Artur era Doutor em Cirurgia Torácica pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); Especialista em Cirurgia Torácica pela FMUSP; Cirurgião Torácico do Hospital das Clínicas da UFPE; – Cirurgião Torácico do Instituto de Medicina Integral de Pernambuco (IMIP).

De acordo com os colegas de trabalho, era uma pessoa alegre, querida, estudiosa e muito competente. Ele era casado com uma médica e pai de um menino de pouco mais de um ano.

Médico executado foi levado por criminosos da porta de casa

O cirurgião torácico Artur Eugênio de Azevedo Pereira, 36 anos, foi arrastado por dois homens na entrada do prédio onde morava, na Rua dos Navegantes, Boa Viagem. Depois de sair do Hospital Português, Artur seguiu para sua residência, mas não conseguiu entrar no edifício Marbella. Uma dupla em um carro interceptou o Golf preto dele, de placas OYS-1564, e um homem armado entrou no veículo à força.

Na sequência, o carro saiu em alta velocidade com o suspeito e a vítima. As câmeras de monitoramento do prédio registraram a ação e as imagens estão em poder da Polícia Civil. Artur morava nesse endereço havia três anos.

Vítima chegava de carro ao prédio, quando foi surpreendido por uma dupla que o obrigou a deixar o local (WAGNER OLIVEIRA/DP/D.A PRESS)

Uma testemunha teria visto o momento em que o médico foi levado. Além dos familiares da vítima, essa pessoa será chamada a depor. Até o momento, os investigadores seguem apurando se o médico foi vítima de vingança. No entanto, outras hipóteses ainda não foram descartadas. Uma dos possibilidades investigadas seria a de supostas ameaças feitas ao profissional após a realização de uma cirurgia que teria causado a morte de um paciente na Paraíba.

PMs de Boa Viagem e Pina ganham 20 bicicletas para patrulhas

Os policiais militares que trabalham em Boa Viagem ganharam 20 bicicletas para ajudar no deslocamento e patrulhamento do bairro. A doação foi uma parceria da Secretaria de Segurança Urbana do Recife com a Sertel. Os equipamentos serão utilizados por policiais do 19º Batalhão e serão usados na orla das praias de Boa Viagem e Pina e no entorno das escolas dos dois bairros.

Bikes irão ser usadas para atender dois bairros. Foto: Luciano Ferreira/PCR

Bikes serão usadas para atender dois bairros. Foto: Luciano Ferreira/PCR

A entrega das bikes é resultado da parceria entre os pactos Pela Vida do Recife e de Pernambuco. “Esses equipamentos vão potencializar o trabalho da polícia e aumentar a sensação de segurança da população e dos turistas que frequentam a cidade”, afirmou o secretário de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti.

“Desde 2009 nossa frota de bicicletas não era renovada. Com esse reforço, vamos poder intensificar nossa atuação, principalmente nos horários de pico e nos finais de semana, quando a circulação de pessoas na orla aumenta”, explicou a Tenente-coronel Conceição Antero, comandante do 19º BPM.

Com informações da assessoria da Secretaria de Segurança Urbana do Recife

PCR fará campanha contra a violência de gênero na praia de Boa Viagem

Neste domingo, a Prefeitura do Recife irá realizar ações de conscientização pelo fim da violência de gênero na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A Secretaria da Mulher irá distribuir material educativo, apresentações artísticas e orientação sobre denúncias pelo fim da violência contra a mulher.

Um total de 40 orientadoras estarão presentes, das 9h às 12h, em dois pontos da orla: em frente ao Edifício Acaiaca e Pina. Serão entregues folders da campanha estadual Violência Contra a Mulher é Jogo Sujo, junto aos telefones do Centro de Referência Clarice Lispector e do Disk Orientação. Os grupos Maracatu Baque Mulheres e da Orquestra 100% Mulher se apresentarão na orla.

Com informações da assessoria de imprensa da Secretaria da Mulher

Morte de Antônio Carlos Escobar e do menino-aranha completa oito anos

No dia 17 de dezembro de 2005, numa noite de sábado. Dois crimes de repercussão foram registrados pela polícia no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Poucas horas separaram as mortes do médico psicanalista Antônio Carlos Escobar, 60 anos, e do adolescente Tiago João da Silva, que ficou conhecido como menino-aranha.

Reprodução internet

Escobar morreu ao tentar evitar um assalto. Foto: Reprodução internet

Escobar, um dos psicanalistas mais experientes do país, foi assassinado enquanto tentava salvar um casal de um assalto no semáforo da Avenida Domingos Ferreira com a Rua Tomé Gibson. No carro da vítima, um Clio, apenas a mulher dele, a psicóloga Teresa Guimarães, presenciou a cena do disparo. Segunda ela, Escobar buzinou e bateu no carro da frente na tentativa de afastar os assaltantes, mas terminou penalizado com um tiro que bateu no braço direito, na altura do ombro.

Foto: Tiago João foi apreendido várias vezes. Teresa Maia/DP/D.A Press

Tiago João chegou a ser apreendido várias vezes. Foto: Teresa Maia/DP/D.A Press

Do outro do bairro, nas proximidades da praça de Boa Viagem, alguém que se tornou famoso por protagonizar cenas de violência caiu sem vida, depois de ser atingido por 14 tiros. O assassinato pôs fim à série de “escaladas” do menino-aranha, que foi apontado pela polícia como autor de vários assaltos a apartamentos de classe média alta no Grande Recife. Tiago ganhou várias manchetes de jornais após ter conseguido escalar prédios altos, entrar nos apartamentos e furtar objetos sem ser percebido pelos moradores.

19º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco tem nova comandante

Através da sua página no Facebook, a tenente-coronel Conceição Antero anunciou nessa terça-feira que está deixando o comando do 6º BPM. Em mensagem dirigida à tropa e aos oficiais, a militar agradeceu a todos pela acolhida, confiança, respeito e resultados.

Oficial está pronta para assumir novo desafio. Foto: Reprodução/Facebook

Oficial está pronta para assumir novo desafio. Foto: Reprodução/Facebook

“Vocês são maravilhosos!!! Estou partindo para mais uma missão…desta vez me cabe Comandar o 19º Batalhão de Polícia Militar. Com muito, mas muito orgulho fui a Comandante da Força dos Guararapes!!!!! O que quer que se diga…..cabe dentro da verdade o óbvio, contra números não há argumentos!!!!”, escreveu a oficial.

A área que estava sendo comandada por Conceição Antero já foi considerada umas das mais violentas do estado. Isso porque inclui alguns bairros com histórico de muitos assassinatos no município de Jaboatão dos Guararapes, a exemplo de Prazeres e Cavaleiro. A missão no 19º agora será na área que atende aos bairros de Boa Viagem, Ibura, Ipsep e adjacências. Desde já, o blog deseja boa sorte na nova jornada.

Polícia Civil de Pernambuco entregará intimações via Correios

A Polícia Civil de Pernambuco apresenta nesta segunda-feira, às 9h, na Delegacia de Boa Viagem, o projeto piloto para a nova sistemática de intimações no estado. Trata-se de um contrato de prestação de serviço com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, que, a partir de agora, ficará a responsável pela entrega das intimações policiais.

O projeto piloto faz parte do Programa de Modernização da Polícia Civil e deverá agilizar o serviço e otimizar os recursos humanos e materiais.  A princípio, será contemplada a Delegacia de Boa Viagem. A intenção da polícia é de abranger  todas  as delegacias da Capital e Região Metropolitana.

Cerca de 330 intimações são expedidas por mês pela Delegacia de Boa Viagem. Com a intimação enviada através dos Correios, a Polícia Civil pretende dar mais celeridade e qualidade na atividade da polícia judiciária, além de proporcionar o bem-estar do cidadão. A economia dos recursos humanos e materiais resultarão em mais de 72%.

Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil