Militares do Exército deixam as ruas do Grande Recife nesta terça

Depois de quase um mês ajudando no patrulhamento da Região Metropolitana do Recife (RMR), os militares do Exército deixarão, nesta terça-feira (3), de fazer a segurança nas ruas. A Operação Leão do Norte foi iniciada no dia 9 de dezembro do ano passado e contou com a participação de 3,5 mil homens do Exército, Aeronáutica e Marinha. Após o dia 19 ocorreu a redução para 500 homens, os quais só trabalharão até está terça-feira. Apesar da presença dos militares nas ruas, muitas pessoas continuaram reclamando da violência.

MIlitares atuaram na segurança de rua. Foto: Igo Bione/Esp. DP

MIlitares atuaram na segurança de rua. Foto: Igo Bione/Esp. DP

Diante da ameaça da Polícia Militar de iniciar uma greve, o governador Paulo Câmara havia solicitado, no último dia 6 de dezembro, ao governo federal reforço caso a paralisação fosse deflagrada. O emprego das Forças Armadas foi autorizado pelo presidente Michel Temer através do decreto 8928.Durante os dias em que o Exército atuou nas ruas foram vistos tanques de guerra, caminhões e helicópteros. As tropas foram divididas em grupos e atuaram nos municípios de Olinda, Abreu e Lima, Paulista, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes, além da capital pernambucana. No interior do estado, o efetivo da Polícia Militar está trabalhando normalmente.

Cinco estupros são registrados por dia em Pernambuco

Cinco estupros são registrados pela polícia por dia em Pernambuco. De janeiro a agosto deste ano, 1.126 casos chegaram à Secretaria de Defesa Social (SDS). Embora as estatísticas sejam assustadoras em todo Brasil, o retrato fiel da violência sexual pode ser muito pior. O 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revela que apenas 35% das vítimas de crimes sexuais denunciam o caso às autoridades.

Essa é uma das vítimas desse tipo de violência. Foto: Peu Ricardo/Esp.DP

Essa é uma das vítimas desse tipo de violência. Foto: Peu Ricardo/Esp.DP

Muitas dessas vítimas são violentadas por familiares. Outras, como nos casos divulgados recentemente, são abordadas por desconhecidos. A Lei Federal 12.015/2009 alterou a conceituação de estupro, passando a incluir, além da conjunção carnal, os atos libidinosos e atentados violento ao pudor. Entre as vítimas, estão homens e mulheres, embora o sexo feminino seja o mais vitimado. Na superedição deste final de semama, o Diario de Pernambuco traz relatos de duas vítimas de estupro, uma delas que foi abusada pelo irmão por ser lésbica. O jornal já pode ser comprado a partir deste sábado.

Saiba quem são os dez homens mais perigosos do estado

Por Paulo Trigueiro, do Diario de Pernambuco

Dez homens e 46 mortes nas costas. Após deixarem um rastro de violência e sofrimento, os dez mais perigosos da lista de procurados pela polícia pernambucana continuam sendo uma ameaça à sociedade. O ranking leva em consideração uma média ponderada entre crimes, uma espécie de índice da maldade, em que rendem mais pontos os homicídios e latrocínios (roubo seguido de morte). Depois, vêm as tentativas de homicídio, o tráfico e os crimes violentos contra o patrimônio.

O grau de periculosidade é obtido após cálculo matemático. O primeiro lugar, José Cledenor Júnior, tem grau 36. Ele teria cometido sete assassinatos. Só entra na lista dos dez mais quem já matou alguém. Três foragidos da relação são procurados há 17 anos. Um dos delegados da divisão de inteligência da Polícia Civil, que não pode revelar seu nome, revela que embora a lista pública com os 100 mais procurados só seja atualizada geralmente a cada seis meses, o ranking dos 10 têm, por vezes, atualizações semanais, que leva em consideração a pontuação e também eventuais prisões e mortes de procurados.

Tiroteio perto de shopping em Boa Viagem deixou dois homems mortos

Quem passava pelo estacionamento do Shopping Center Recife, por volta do meio-dia de ontem, levou um susto ao se deparar com viaturas de polícia, ambulâncias e pessoas aglomeradas perto da entrada que liga o centro de compras à Avenida Visconde de Jequitinhonha. Dois homens baleados após uma suposta briga entre gangues rivais pelo domínio do tráfico de drogas correram até o estacionamento, onde foram socorridos por uma brigada de emergência e encaminhados ao Hospital da Restauração.

Tiros foram disparados na Avenida Visconde de Jequitinhonha, mas houve tensão no estacionamento para onde as vítimas foram. (TERESA MAIA/DP/D.A.PRESS)

Maik Henrique Bezerra da Silva, 20 anos, e Thiago Rodrigues de Oliveira, 25, morreram. Já os dois suspeitos de terem atirado neles perto de uma parada de ônibus estão sendo procurados pela polícia. Apesar de imagens de câmeras de segurança terem sido analisadas, a baixa qualidade não permitiu que os mesmos fossem identificados.

O delegado Joaquim Braga, da Força-Tarefa do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, informou que as imagens mostram o momento em que as vítimas saem do shopping em direção à Avenida Visconde de Jequitinhonha, onde deixaram as motos estacionadas.

Leia matéria completa na edição impressa do Diario deste sábado.