SDS anuncia o reforço no policiamento para Semana Santa

Um total de 9.045 profissionais de segurança estão garantindo a tranquilidade da população local e dos turistas que procuram os municípios de Brejo da Madre de Deus (Nova Jerusalém), Gravatá e Recife durante o feriadão da Semana Santa. O incremento em relação ao ano passado foi de 7,8%. O esquema de segurança foi iniciado no dia 21 e seguirá até o Domingo (31).

A Polícia Militar utiliza um efetivo de 5.715 policiais nos principais pontos de grande concentração. Policiais das unidades especializadas como Regimento de Polícia Montada – RPMon, CIPMoto, Ciatur, BPtran, BPRv, Ciosac estão apoiando os batalhões e companhias das respectivas localidade. Em Fazenda Nova, o efetivo lançado foi de 3.828 PM´s distribuídos em 40 viaturas, um posto de comando, 33 patrulhas e sete plataformas.

Em Gravatá, 288 profissionais militares também foram destacados para garantir a segurança dos moradores e visitantes que participam dos shows realizados na cidade, além de 21 viaturas, um posto de comando, três plataformas e uma unidade especializada. No Marco Zero, no centro do Recife, 780 PM’s estão garantindo a segurança de quem irá assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo, além de 20 viaturas, três plataformas e três unidades especializadas. As rodovias que dão acesso aos municípios onde ocorrem os espetáculos também estão contando com esquema especial.

A Polícia Civil conta com o policiamento total de 1.109 profissionais de segurança sendo 957 no Agreste, entre delegados, agentes, escrivães e motoristas, além de 34 viaturas. Serão quatro delegacias móveis atendendo em Fazenda Nova, Gravatá e Recife. Em Gravatá a Polícia Civil, conta com 120 policiais . No Marco Zero, Centro do Recife, a Polícia Civil empregou um efetivo de 152 policiais e 11 viaturas.

O Corpo de Bombeiros, está atuando, nas rodovias e nas praias além do município de Brejo da Madre de Deus, com um total de 2.221 homens. Em Fazenda Nova, são 1.077 homens, em Gravatá, 226 bombeiros, no Recife, 56 bombeiros. O efetivo também foi espalhado nas diversas rodovias que dão acesso aos locais da encenação com 539 homem em 19 postos avançados. Nas praias são 234 homens utilizando 13 embarcações e 8 viaturas. Neste ano o Corpo de Bombeiros está utilizando o total de 33 viaturas, 80 embarcações e 21 postos avançados.

Com informações da assessoria de imprensa da SDS

 

Patrulha do Bairro ganha reforço

A partir da próxima segunda-feira, as ruas do Recife contarão com reforço na segurança, principalmente durante a madrugada. As 105 viaturas da Patrulha do Bairro passarão a circular 24 horas por dia. De acordo com o coordenador do programa, tenente coronel Josué Limeira, o objetivo é garantir ainda mais a queda dos índices de crimes contra o patrimônio (CVP). Desde que foi criada, a Patrulha do Bairro funciona, em média, das 7h às 23h.

Vários bairros irão receber novas viaturas. Foto: Glynner Brandão/DP/D.A.Press

Vários bairros irão receber novas viaturas. Foto: Glynner Brandão/DP/D.A.Press

A mudança foi possível graças à formatura de 800 policias militares no início deste mês. As equipes serão substituídas a cada 12 horas. Outra novidade, que será anunciada hoje à tarde pelo governador Eduardo Campos, é a entrega de mais 70 viaturas que vão contemplar os municípios de Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Paulista, Abreu e Lima, Itamaracá, Itapissuma, Igarassu, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, São Lourenço da Mata e Camaragibe. O número de viaturas do programa vai saltar de 190 para 260.

“O critério para a escolha dos bairros e cidades que devem receber o reforço é justamente aqueles que apresentam maior quantidade de crimes contra o patrimônio. Em breve, outras 19 irão ser entregues em cidades da Zona da Mata, Agreste e Sertão”, afirmou Josué Limeira. A Patrulha do Bairro foi relançada pelo governo do estado em agosto do ano passado. Seis meses depois, a Secretaria de Defesa Social comemorou a redução de 21,3% nos CVPs.

Do Diario de Pernambuco

 

CTTU e SDS agora têm 558 câmeras monitorando o Recife

Ocorrências como roubos de carro, acidentes, assaltos e depredação do patrimônio público poderão ser flagradas e investigadas com mais facilidade a partir de agora, com a integração dos circuitos de câmeras da Secretaria de Defesa Social (SDS) e da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). Juntos, os dois órgãos terão 558 equipamentos vigiando as ruas do Recife todos os dias. A parceria inédita no estado foi assinada ontem pelo prefeito Geraldo Julio e o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio. O convênio permitirá a integração entre 519 equipamentos da SDS e 39 das 66 câmeras da CTTU.

A operação conjunta é implementada em um momento em que o órgão de trânsito da capital passa por uma reformulação para melhorar a mobilidade e a segurança na cidade durante a Copa das Confederações, que acontecerá no mês de junho. O Centro de Monitoramento da CTTU tem câmeras que podem identificar veículos com infrações pendentes ou estacionados de forma irregular. Outro equipamento, que está em testes, foi feito especialmente para registrar acidentes de carro e disparos de arma de fogo.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, lembrou que a integração já existia informalmente e agora está oficializada. “Ambas as centrais de monitoramento funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana. Haverá pessoas da SDS trabalhando no nosso sistema, assim como teremos servidores da CTTU na central do Ciods”, informou.

O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, ressaltou a importância da parceria. “Já temos um resultado muito bom com o monitoramento das nossas câmeras no que diz respeito à solução de crimes e prisões de pessoas que cometem delitos. Agora, iremos obter um desempenho ainda melhor”, previu.

O secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, frisou as diferente funções do sistema. “Teremos mais de 500 câmeras espalhadas pela cidade, cujos ‘olhos’ estarão voltados para o trânsito, a segurança e outros problemas”.

 

Novos PMs e policiais civis reforçam a segurança

O policiamento do Recife, Região Metropolitana e interior do estado teve um reforço a partir da formatura de 1.996 policiais civis e militares. A solenidade de conclusão de curso aconteceu nesta segunda-feira, no Quartel do Derby, com a presença do governador Eduardo Campos. A maior parte do efetivo (800 soldados da Polícia Militar) irá incrementar o efetivo do Programa Patrulha dos Bairros. Os novos PMs irão para as ruas de imediato, segundo informações da Secretaria de Defesa Social (SDS).

A primeira experiência para atuar junto ao público o grupo adquiriu no carnaval deste ano, quando os soldados foram escalados para trabalhar durante o desfile do Galo da Madrugada. O reforço na segurança pública também será nas delegacias especializadas e nas instaladas nos bairros, com a contratação de 415 agentes e 201 escrivães. O investimento no curso de formação foi de R$ 18,5 milhões.

De acordo com o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, os novos policiais irão substituir na capital servidores mais antigos que solicitaram transferência para outras delegacias. Em relação aos 800 soldados da PM, afirmou que eles serão distribuídos nos cinco batalhões da capital e designados para o trabalho na Patrulha dos Bairros. “Eles irão atuar com a nova filosofia de segurança pública que é de interagir com a população”, destacou. Wilson Damázio disse, ainda, que a partir desse reforço a Patrulha dos Bairros vai passar a funcionar 24 horas por dia.

Segundo o comandante da Polícia Militar, coronel Luiz Aureliano, o restante do efetivo da PM será distribuindo na capital, Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão. Questionado sobre desatinação de um maior efetivo para o Recife, ele afirmou que todos os policiais foram treinados para trabalhar com a nova filosofia de policiamento comunitário. “Mas a capital não está tendo uma atenção especial por isso porque todas áreas merecerem a mesma atenção”, ponderou.

O diretor da Polícia Civil, Osvaldo Morais, lembrou que desde 2007 o efetivo da corporação tem recebido um aumento importante e que a perspectiva para 2013 é de crescer em 10% o número de agentes e em 100% o de escrivães. “Essa contratação (dos novos policiais) é muito importante para aumentar a produção de inquéritos nas delegacias e dar o retorno que a população espera”, frisou. De acordo com dados da SDS, o investimento anual do governo do estado em segurança pública chegou a R$ 2,6 bilhões, sendo R$ 2,1 bilhões com pagamento de salários dos funcionários da ativa, R$ 500 milhões com custeio e R$ 100 milhões com investimentos (compras de equipamentos e construção).

Por Rosália Rangel do Diario de Pernambuco

 

Concurso da Polícia Militar de 2009 prorrogado por mais dois anos

O governo do estado resolveu, através de portaria conjunta das secretarias de Defesa Social e Administração, prorrogar, por mais dois anos, a vigência do concurso público para soldados da Polícia Militar de Pernambuco realizado no ano de 2009. A portaria conjunta de Nº 09 foi publicada no Diário Oficial no último dia 19 de fevereiro. O resultado final foi homologado pela Portaria Conjunta SAD/SDS nº 15, de 17 de fevereiro de 2011.

Muitas pessoas que não tinham conseguido se classificar e perguntavam se ainda teriam uma chance para entrar na PM podem ter essa oportunidade agora. Atualmente, 1.390 alunos do curso de formação para soldados estão terminando o estágio para se formarem e irem atuar no policiamento ostensivo.

A Secretaria de Defesa Social ainda não disse quando irá começar a chamar os classificados, mas adiantou que eles serão convocados de acordo com a necessidade do governo de aumentar o efetivo, o que, aos nossos olhos, é mais que necessário para ontem.

 

Segurança confessa tiro contra jovem, mas diz que foi acidental

Revelada a identidade do autor do disparo que mantém o torcedor do Náutico, Lucas Lyra, de 19 anos, sob risco de vida no Hospital da Restauração. José Carlos Feitosa Barreto tem 37 anos. Ele trabalhava a serviço de uma empresa de ônibus e confessou ter disparado a arma acidentalmente. O suspeito, no entanto, negou que trabalhasse como segurança. Segundo ele, que não tem porte de arma, a empresa nunca autorizou o uso de arma de fogo. José Carlos descreveu sua função como “controlador de tráfego”. Os responsáveis pela investigação concederam entrevista coletiva na tarde dessa terça-feira, no auditório da sede da Polícia Civil.UNICOM - Policia Civil<br /><br /><br /><br /><br />
José Carlos Feitosa Barreto, 37 anos, suspeito de efetuar disparo contra torcedor do Náutico

José Carlos não foi apresentado à imprensa e segue detido na Departamento de Homícidos e Proteção à Pessoa (DHPP) para contribuir com o resto das investigações. O secretário de defesa social do estado, Wilson Damázio, deu detalhes da operação. Intimado a comparecer a se apresentar após o avanço das investigações, José Carlos prestou depoimento na sede da DHPP na tarde da última segunda-feira. Na ocasião, confessou ter sido o autor do disparo, mas acabou liberado porque a Justiça ainda não havia expedido o mandado de prisão, o que só ocorreu horas depois.

No início da manhã dessa terça-feira, o suspeito foi detido na casa de uma companheira, em Nova Descoberta, sem oferecer resistência. Segundo a versão do próprio José Carlos, o tiro foi consequência do revide a uma tentativa de apedrajamento por parte de alguns dos torcedores envolvidos no tumulto ocorrido na frente da sede do Náutico, sábado à noite, pouco antes do início do jogo entre Náutico e Central.

O segurança confessou ter espancado três torcedores que estariam entre os seus agressores. Um deles era primo de Lucas Lyra, que teria partido pra cima de José Carlos ao ver a cena. Segundo o relado do acusado, o tiro saiu acidentalmente quando ele usava a arma para bater na cabeça dos torcedores. De acordo com o diretor geral de polícia especializada, Joselito Kehrle, pelas imagens da câmera da Secretaria de Defesa Social (SDS) usadas na investigação, não é possível discernir se o tiro foi ou não acidental.

Do Super Esportes. Leia matéria completa na edição impressa do Diario desta quarta-feira.

Preso segurança do ônibus suspeito de ter atirado no torcedor do Náutico

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife, o segurança suspeito de ser o autor do disparo que atingiu o jovem Lucas de Freitas Lyra, de 19 anos, na noite do último sábado.

O homem tem 37 anos. O suspeito vai ser apresentado pela polícia ainda nesta tarde. Lucas permanece internado no Hospital da Restauração em estado grave após ter sido baleado na frente do clube alvirrubro. O suspeito identificado até o momento apenas como Mano foi preso porque a polícia já havia conseguido o mandado de prisão preventiva contra ele.

O horário da apresentação do caso ainda está sendo definido entre a chefia da Polícia Civil e a Secretaria de Defesa Social (SDS). O segurança foi identificado a partir das imagens de uma câmara de segurança da SDS instalada na frente da sede do Clube Náutico Capibaribe, onde aconteceu a confusão na noite do sábado.

Estamos atualizando essa notícia que foi publicada às 8h59.

 

SDS promete pagar bolsas dos alunos da PM até está sexta-feira

Apontados como os grandes responsáveis pela pouca violência no carnaval de Pernambuco, os alunos do curso de formação da Polícia Militar estão revoltados porque até está quinta-feira não tinham recebido o valor de R$ 970 referente ao pagamento da bolsa do mês de janeiro. Questionado sobre a falta de pagamento dos novos miliatres, que por sinal ainda nem receberam seus certificados, o secretário Wilson Damázio afirmou que houve um atraso no repasse do dinheiro por parte da Secretaria da Fazenda.

Secretário garantiu pagamento das bolsas. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

“Esse dinheiro entrou na conta na última sexta-feira. É um montante de R$ 2,7 milhões e vai ser repassado para pagar as bolsas dos 1.390 alunos do curso de formação. O dinheiro deve ser libarado para eles, no máximo, até está sexta-feira”, garantiu o secretário da SDS. Os alunos do curso da PM também estão reclamando porque não tiveram direito às diárias de carnaval que os policiais receberam para trabalhar de pouco mais de R$ 90. Representantes da cúpula da polícia ressaltaram a importância da participação desses alunos no policiamento. POr outro lado, o blog recebeu denúncias de que essas moças e rapazes estavam passando por dificuldades até para comprarem comidas.

Balanço

Pernambuco teve uma redução de 15,9% no número de mortes durante os quatro dias de carnaval em comparação ao ano passado. Foram 53 pessoas assassinadas em todo o estado. Esse foi o número divulgado nesta tarde pelo secretário de Defesa Social, Wilson Damázio. …Continue lendo…

SDS divulga nesta quinta-feira redução de crimes durante os dias de folia

Apesar da morte do soldado da Polícia Militar Moisés Félix da Silva, 35 anos, durante o desfile de um bloco na Ilha de Itamaracá, a Secretaria de Defesa Social (SDS) divulga hoje os números da maior redução de crimes nos quatro dias de folia já registrada no estado. O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, disse ontem ao Diario que o carnaval foi considerado bastante tranquilo em Pernambuco. “A festa deste ano foi de muita tranquilidade. A ocorrência de maior destaque, infelizmente, foi a morte do soldado. Mesmo assim, o crime não aconteceu em um polo oficial de folia. Foi uma tentativa de assalto durante a qual o PM acabou reagindo”, ressaltou Damázio. O corpo do soldado que estava na Polícia Militar há seis anos foi sepultado no final da tarde de ontem, no Cemitério de Abreu e Lima.

População afirma ter visto mais PMs nas ruas. Foto: Arthur de Souza/DP/D.A.Press

De acordo com os números da SDS, nos quatro dias de folia, em todo o estado, houve um total de 33 ameaças, 78 ocorrências de vias de fato ou agressão e duas tentativas de homicídio. O comandante do policiamento da capital e da Região Metropolitana, coronel Paulo Cabral, afirmou que os dias de Momo foram calmos, inclusive durante o desfile do Galo da Madrugada.“Observamos uma festa muito tranquila neste ano. Tivemos um efetivo de 5.125 homens trabalhando somente no sábado de Zé Pereira, 30% a mais que no ano passado. Não tivemos registros de grandes ocorrências, apenas pequenos furtos”, comentou Cabral. A sensação de segurança da população, em parte, foi o reflexo do envio dos 1.390 alunos do curso de formação da PM às ruas.

Leia mais sobre o assunto em:

Dois suspeitos de matar PM em Itamaracá estão presos

Policial Militar assassinado durante desfile de bloco em Itamaracá

Tapando o sol com a peneira

A ação da polícia para alguns e vistas grossas para outros

Desde as prévias momescas até os primeiros dias de carnaval, tenho observado que os agentes de segurança pública têm focado sua atuação também para grupos de jovens que se reúnem para consumir e vender loló durante a folia. Atitude louvável, já que esse tipo de droga também causa males à saúde, principalmente se usado em excesso.

Câmaras de segurança da Secretaria de Defesa Social (SDS) estão ajudando a Polícia Militar a identificar e deter essas pessoas. No entanto, esses olhos eletrônicos da SDS e os PMs só podem impedir as pessoas que estão brincando no meio da rua de usarem tal produto.

Enquanto isso, também desde as prévias, em quase todos os camarotes por onde aconteceram festas regadas a muita bebida inclusa nos ingressos, um velho e conhecido entorpecente voltou a fazer parte do kit festa dos jovens economicamente bem favorecidos do Grande Recife. O lança-perfume tem sido usado e comercializado dentro desses espaços sem que nenhum dos consumidores seja importunado.

Produto considerado ilegal tem circulado com facilidade nos camarotes da folia. Foto: Polícia Federal/Divulgação

Nem os seguranças, nem os organizadores dos eventos têm coragem de tentar impedir que as pessoas consumam o produto nesses espaços, apesar dos riscos de alguém passar mal. A título de informação, lança-perfume é considerado produto ilícito e está sempre na mira da Polícia Federal. Porém, a fiscalização por parte das polícias passa longe desses camarotes.

Com base nos números disponibilizados no site da SDS, nos três primeiros dias de carnaval, a polícia apreendeu um total de 1.145 tubos de loló nos focos de folia. Como já havia comentado acima, na lista dos entorpecentes sequer aparece a descrição do lança-perfume, que é uma droga cara e difícil de ser encontrada atualmente.