Quem dera fosse assim todos os dias

Por Raphael Guerra

Do Diario de Pernambuco

Um dia histórico no enfrentamento à violência. Essa foi a definição dada pelo governador Eduardo Campos ao anunciar que, na última segunda-feira, Pernambuco não registrou nenhum homicídio. É a primeira vez que isso acontece desde que as estatísticas começaram a ser monitoradas, em janeiro de 2004. No Recife, somente neste ano, esse resultado foi obtido 52 vezes. Já em 43 dos 184 municípios do estado o balanço é ainda mais expressivo: nenhum assassinato registrado desde 1º de janeiro. O governador pontuou que esses números são um “presente” ao programa Pacto pela Vida, que, no próximo dia 8, completa seis anos.

“Pela primeira vez zeramos os homicídios em território pernambucano. Isso merece uma celebração à vida. É um dia que queremos que se repita sempre, pois se trata de uma conquista da sociedade pernambucana. Esse dia histórico é resultado do trabalho articulado, da dedicação e da perseverança nas metas de redução da violência”, definiu o governador.

Crédito: Editoria de arte/DP

Crédito: Editoria de arte/DP

Segundo ele, o estado é o único do Nordeste a alcançar uma queda de mais de 35% nos índices de assassinatos. Campos destacou o trabalho diário de monitoramento das estatísticas, aliado às ações articuladas de repressão às drogas e aos grupos de crimes organizados. “Segurança não é só tarefa da polícia. Tem que haver coragem de acompanhar e apostar na transparência da ação para reduzir a violência”, disse.

Das 43 cidades sem homicídios neste ano, Limoeiro, no Agreste do estado, foi uma das destacadas durante a entrevista coletiva. Isso porque, em maio de 2007, quando o Pacto pela Vida foi criado, eram contabilizadas cerca de 82 mortes para cada 100 mil habitantes. Atualmente, o índice é de 9. Salgadinho, também no Agreste, chama a atenção. O último crime aconteceu em 2009.

O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, lembrou que, por inúmeras vezes, o estado chegou a registrar mais de 30 homicídios numa segunda-feira. Isso sem contar os altos índices nos fins de semana e feriados. “Agora vamos concentrar esforços nos delitos de âmbito familiar, como os contra a mulher. Conseguimos reduzí-los em 38,8%, a maior queda registrada no país”, afirmou.

Reforço
O relançamento do programa Patrulha do Bairro, em agosto de 2012, também contribuiu com a redução de 21,3% nos crimes contra o patrimônio, entre eles os assaltos. Morador de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, o portuário Lúcio Arcoverde, 48, garante que já sentiu a diferença. “As viaturas passam com frequência pelas ruas, o que acaba afastando a presença de bandidos”, disse.

 

Mais de 3 mil foragidos do livro da SDS já foram presos

Balanço da Secretaria de Defesa Social (SDS) apontou que 59% dos criminosos considerados mais perigosos do estado, listados nas edições do livro Alvos Procurados, foram presos pela polícia. Criado em junho de 2011 como ferramenta para auxiliar na identificação dos acusados, o Sistema de Contenção ao Crime contabilizou 5.746 pessoas apontadas como prioridades no combate à violência. Dessas, 3.410 foram capturadas.

Livro está na 5ª edição. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press

Livro está na 5ª edição. Foto: Teresa Maia/DP/D.A.Press

No livro, cuja quinta edição foi publicada em dezembro passado, estão catalogados, com fotos e histórico criminal, os homens e mulheres que possuem maior número de acusações por homicídios e latrocínios (assalto seguido de morte). Há ainda aqueles que praticaram apenas um assassinato, mas são responsáveis por outros delitos graves. A iniciativa veio para auxiliar as ações policiais, contando com o apoio de operações qualificadas, como a Operação Malhas da Lei, cuja missão é cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão.

“Com a criação do Sistema de Contenção ao Crime, conseguimos qualificar as nossas buscas aos procurados. Conseguimos também uma melhor performance nessas capturas, porque trabalhamos com informações qualificadas desses alvos”, afirmou o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio.

Além dos presos em território pernambucano, quatro alvos foram capturados em outros estados. O último deles, Jobson Severino Bispo, foi preso em 3 de janeiro deste ano, no município de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. A ação foi realizada por policiais da Delegacia de Polícia Interestadual e Capturas de Pernambuco.

Na última edição do livro, o maior número de prisões aconteceu na Região Metropolitana do Recife. Foram 21% dos casos. Já na capital pernambucana, a SDS capturou 20% dos procurados presos.

“Se você perde a cabeça, você perde a sua vida”

A mensagem vai ser passada de forma contundente. Os três filmes e as peças publicitárias desenvolvidos pela agência blackninja para conscientizar a população sobre a Cultura de Paz já estão no ar. O trabalho é a mais nova aposta da Secretaria de Defesa Social (SDS) para tentar frear o aumento da violência por motivos fúteis. Segundo a própria SDS, 49% dos homicídios investigados em Pernambuco, em 2012, foram crimes por impulso. O slogan da campanha é “Se você perde a cabeça, você perde a sua vida.”

Campanha será veículada em várias mídias. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Campanha será veiculada em várias mídias. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

O secretário Wilson Damázio ressaltou a importância de reduzir esse tipo de crime, que muitas vezes independe da presença de polícia nas comunidades. “As vinganças, as brigas familiares e as discussões por causa de som alto são as principais causas dessas mortes por impulso. O que podemos fazer para evitar casos assim é realmente conscientizar as pessoas”, ponderou.

Damázio apresentou a campanha nesta quarta. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

Damázio apresentou a campanha nesta quarta. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A Press

A campanha será veiculada na televisão, no rádio, no jornal, na internet, como também em outdoor e backbus no Recife, Região Metropolitana e cidades do Interior, além de cartazes e adesivos para carros. “Tivemos um exemplo muito bom o resultado dessa campanha na cidade de Caruaru, no Agreste. Esperamos agora que Cultura da Paz seja bem aceita em todo Pernambuco”, finalizou Damázio.

 

Policiais e bombeiros terão posto para monitorar o Rio Capibaribe

Durante a consulta pública para a elaboração do Pacto pela Vida do Recife realizada nesse sábado, o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, anunciou uma parceria com a Prefeitura do Recife para a instalação de um posto de monitoramento do Corpo de Bombeiros no Rio Capibaribe, no Centro do Recife. No local, também devem trabalhar guardas municipais e policiais.

Chamada pelo secretário de base fluvial, a unidade é uma iniciativa da SDS para melhorar o patrulhamento nas águas do Capibaribe. A ideia é utilizar um prédio do município que fica na Avenida Martins de Barros, em frente ao Fórum Thomaz de Aquino. O investimento necessário para a construção do posto é de R$ 2,5 milhões.

“Já temos algo semelhante na orla de Boa Viagem e queremos levar isso também para o Centro. O próximo passo para concretizar esse projeto é pedir autorização dos órgãos ambientais”, afirmou Damázio.

O secretário também pediu apoio da PCR para que a Guarda Msunicipal atue em parceria com a Polícia Militar nos postos comunitários. A ideia é que uma dupla de guardas fique nos postos prestando atendimento à população e acionando a polícia via rádio, enquanto os PMs estariam realizando a ronda na comunidade.

Com informações do Diario de Pernambuco

Pernambuco é um dos três estados que mais entrega armas

Pernambuco foi apontado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) como um dos três estados do Brasil que mais têm se empenhado pelo desarmamento e a queda da criminalidade no país. O instituto publicou um estudo, em parceria com a ONG Viva Rio, que apontou queda de 40,6% na de armas de fogo de 2002 a 2009, em todo o Brasil – o Estatuto do Desarmamento entrou em vigor em dezembro de 2003. O levantamento destaca Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo como as três unidades da federação com resultados mais positivos, embora não especifique um ranking.

Armas podem ser entregues sem burocracia. Foto: Juliana Santos/DB/D.A.Press

Armas podem ser entregues sem burocracia. Foto: Juliana Santos/DB/D.A.Press

Em Pernambuco, segundo a Polícia Federal, 3.591 armas e mais de 10 mil munições foram entregues de 23 de maio de 2011 a 15 de março deste ano. Para a PF, o aumento no valor do pagamento das indenizações – que agora variam de R$ 150 a R$ 450 e são depositadas em até 24 horas – e do número dos postos de entrega contribuíram para o crescimento na entrega de armas.

“A população de Pernambuco está entendendo que ter uma arma em casa não é sinônimo de segurança, principalmente quando essa arma não tem registro. Muitas vezes, os bandidos descobrem e acabam invadindo o imóvel para roubá-la”, alertou o assessor de comunicação da PF, Giovani Santoro. Ele também credita a redução da violência ao trabalho do Pacto pela Vida, implantado em 2007 pelo governo do estado, e que ganhará uma versão municipal no Recife, com metas a serem definidas em uma reunião no próximo sábado.

“Não restam dúvidas de que a Campanha do Desarmamento ajudou a recolher armas, mas a Polícia Militar, num período de um ano, apreende cerca de sete mil armas ilegais das ruas”, acrescentou o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio.

Pernambuco foi o único estado do Nordeste a apresentar resultados positivos no combate à violência entre 2000 e 2010, período também abordado pelo estudo do Ipea. Segundo o Mapa da violência 2013 – Mortes por armas de fogo, divulgado no início de março, o estado reduziu em 27,8% o número de homicídios em 10 anos, enquanto Alagoas, Ceará e Bahia, por exemplo tiveram aumento na casa dos 200% no mesmo período.

Do Diario de Pernambuco

 

Policiais militares irão monitorar percurso das ciclofaixas móveis

Depois de anunciar que as ciclofaixas móveis do Recife serão expandidas para outros bairros, o secretário de Turismo e Lazer, Felipe Carreras, adiantou que enviará, nesta segunda-feira, um ofício para a Secretaria de Defesa Social (SDS) pedindo que algumas duplas de policiais militares de bicicletas sejam deslocadas para acompanhar o percurso das duas rotas que levam os ciclistas ao Marco Zero.

Rotas serão acompanhada pelos PMs. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

Rotas serão acompanhada pelos PMs. Foto: Wagner Oliveira/DP/D.A.Press

“Farei a solicitação ao secretário Wilson Damázio como uma forma de oferecer mais seguranças às pessoas que estão participando do projeto. Apesar de não termos registrado nenhum incidente, vamos tomar esse cuidado. Pedirei pelo menos cinco duplas para cada trajeto”, disse Carreras, enquanto pedalava na manhã de ontem na Avenida Mário Melo, em Santo Amaro.

Carreras diz que medida é preventiva. Foto: Filipe Falcão/DP/D.A.Press

Carreras diz que medida é preventiva. Foto: Filipe Falcão/DP/D.A.Press

Diferentemente das reclamações da última sexta-feira, quem usou as ciclofaixas ontem não fez queixas da presença de outros tipos de transporte no local, apesar de algumas pessoas de patins ainda terem frequentado o espaço. No dia do feriado, o Diario chegou a flagrar um homem montado num cavalo. Ele usou a ciclofaixa da Zona Sul e se deslocou do Pina ao bairro do Cabanga sem ser importunado. “Estou pedalando desde cedo e até agora não tivemos nenhum registro de incidente”, apontou Felipe Carreras, acrescentando que os novos destinos da expansão ainda não foram definidos.

Leia matéria completa na edição impressa do Diario de Pernambuco desta segunda-feira.

CTTU e SDS agora têm 558 câmeras monitorando o Recife

Ocorrências como roubos de carro, acidentes, assaltos e depredação do patrimônio público poderão ser flagradas e investigadas com mais facilidade a partir de agora, com a integração dos circuitos de câmeras da Secretaria de Defesa Social (SDS) e da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU). Juntos, os dois órgãos terão 558 equipamentos vigiando as ruas do Recife todos os dias. A parceria inédita no estado foi assinada ontem pelo prefeito Geraldo Julio e o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio. O convênio permitirá a integração entre 519 equipamentos da SDS e 39 das 66 câmeras da CTTU.

A operação conjunta é implementada em um momento em que o órgão de trânsito da capital passa por uma reformulação para melhorar a mobilidade e a segurança na cidade durante a Copa das Confederações, que acontecerá no mês de junho. O Centro de Monitoramento da CTTU tem câmeras que podem identificar veículos com infrações pendentes ou estacionados de forma irregular. Outro equipamento, que está em testes, foi feito especialmente para registrar acidentes de carro e disparos de arma de fogo.

A presidente da CTTU, Taciana Ferreira, lembrou que a integração já existia informalmente e agora está oficializada. “Ambas as centrais de monitoramento funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana. Haverá pessoas da SDS trabalhando no nosso sistema, assim como teremos servidores da CTTU na central do Ciods”, informou.

O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, ressaltou a importância da parceria. “Já temos um resultado muito bom com o monitoramento das nossas câmeras no que diz respeito à solução de crimes e prisões de pessoas que cometem delitos. Agora, iremos obter um desempenho ainda melhor”, previu.

O secretário de Segurança Urbana do Recife, Murilo Cavalcanti, frisou as diferente funções do sistema. “Teremos mais de 500 câmeras espalhadas pela cidade, cujos ‘olhos’ estarão voltados para o trânsito, a segurança e outros problemas”.

 

Novos policiais civis tomam posse nesta terça-feira

A Polícia Civil de Pernambuco realiza na manhã desta terça-feira, a cerimônia de posse dos novos agentes e escrivães de polícia. Mais de 600 servidores policiais vão receber das mãos do secretário de Defesa Social, Wilson Damázio e do chefe de Polícia Civil, Osvaldo Morais o termo de posse, a nova carteira funcional e o bóton da instituição.

A solenidade acontece no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, em Olinda. O secretário Estadual de Planejamento e Gestão, Frederico Amâncio, irá ministrar uma palestra aos mais novos funcionários públicos sobre as ações e metas do governo do estado. O objetivo da apresentação é alinhar o trabalho desses policiais civis às ações estratégicas do Pacto Pela Vida.

O primeiro lugar do Curso de Formação da Polícia Civil vai fazer um juramento em nome dos demais agentes e escrivães empossados. Também será apresentado um vídeo institucional com os melhores momentos do curso, realizado entre os meses de outubro de 2012 a janeiro deste ano, no Centro de Ensino Recife (Cere), da Academia Integrada de Defesa Social (Acides).

Com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil

 

Onda de assaltos aterroriza moradores do município de Panelas

Os moradores do município de Panelas, no Agreste do estado, estão apavorados com a onda de assaltos que está acontecendo na região. Segundo relatos enviados ao blog, os crimes têm sido praticados sobretudo no distrito de São José do Bola. Os criminosos, segundo a população, estão aterrorizando pequenos e grandes comerciantes e até mesmo os agricultores que moram lá.

Cidade do Agreste está perdendo a tranquilidade. Foto: Jaqueline Maia/DP/D.A.Press

Quem vive em Panelas diz ainda que as autoridades locais não fazem nada para conter a violência. A população pede que o secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, mande “policiais capacitados para investigar e acabar com a falta de respeito para com a população daquela localidade”. Atenção, SDS e governo do estado, as providências precisam ser tomada antes que as tragédias passem a acontecer. O alerta está dado.

Segurança confessa tiro contra jovem, mas diz que foi acidental

Revelada a identidade do autor do disparo que mantém o torcedor do Náutico, Lucas Lyra, de 19 anos, sob risco de vida no Hospital da Restauração. José Carlos Feitosa Barreto tem 37 anos. Ele trabalhava a serviço de uma empresa de ônibus e confessou ter disparado a arma acidentalmente. O suspeito, no entanto, negou que trabalhasse como segurança. Segundo ele, que não tem porte de arma, a empresa nunca autorizou o uso de arma de fogo. José Carlos descreveu sua função como “controlador de tráfego”. Os responsáveis pela investigação concederam entrevista coletiva na tarde dessa terça-feira, no auditório da sede da Polícia Civil.UNICOM - Policia Civil<br /><br /><br /><br /><br />
José Carlos Feitosa Barreto, 37 anos, suspeito de efetuar disparo contra torcedor do Náutico

José Carlos não foi apresentado à imprensa e segue detido na Departamento de Homícidos e Proteção à Pessoa (DHPP) para contribuir com o resto das investigações. O secretário de defesa social do estado, Wilson Damázio, deu detalhes da operação. Intimado a comparecer a se apresentar após o avanço das investigações, José Carlos prestou depoimento na sede da DHPP na tarde da última segunda-feira. Na ocasião, confessou ter sido o autor do disparo, mas acabou liberado porque a Justiça ainda não havia expedido o mandado de prisão, o que só ocorreu horas depois.

No início da manhã dessa terça-feira, o suspeito foi detido na casa de uma companheira, em Nova Descoberta, sem oferecer resistência. Segundo a versão do próprio José Carlos, o tiro foi consequência do revide a uma tentativa de apedrajamento por parte de alguns dos torcedores envolvidos no tumulto ocorrido na frente da sede do Náutico, sábado à noite, pouco antes do início do jogo entre Náutico e Central.

O segurança confessou ter espancado três torcedores que estariam entre os seus agressores. Um deles era primo de Lucas Lyra, que teria partido pra cima de José Carlos ao ver a cena. Segundo o relado do acusado, o tiro saiu acidentalmente quando ele usava a arma para bater na cabeça dos torcedores. De acordo com o diretor geral de polícia especializada, Joselito Kehrle, pelas imagens da câmera da Secretaria de Defesa Social (SDS) usadas na investigação, não é possível discernir se o tiro foi ou não acidental.

Do Super Esportes. Leia matéria completa na edição impressa do Diario desta quarta-feira.