18 de agosto de 2022
Foto: Reprodução/TSE

Foto: Reprodução/TSE

Compartilhar:

Um levantamento divulgado pelo IPESPE em parceria com o jornal Folha de Pernambuco mostra Marília Arraes (Solidariedade) isolada na ponta de cima da disputa, com 29% das intenções de voto. Os dados também mostram os demais candidatos numa disputa acirrada para a disputa a um eventual segundo turno: Raquel Lyra (PSDB) aparece com 13%, Anderson Ferreira (PL) com 12%, Danilo Cabral (PSB) com 10% e Miguel Coelho (UB) com 9%.

Com a margem de erro apontada pela pesquisa, que é de 3,2 pontos percentuais, os quatro candidatos citados acima estão em empate técnico. Na pesquisa também são citados os pré-candidatos João Arnaldo (PSOL) e Wellington Carneiro (PTB), que aparecem com 1% das intenções de voto. Esteves Jacinto (PRTB) e Jadilson Bombeiro (PMB) não chegaram a somar pontos percentuais. O nome de Jones Manuel (PCB) foi colocado no cenário estimulado, mas não recebeu menções dos entrevistados pela pesquisa.

O número de eleitores “indecisos” também está elevado, na casa dos 15%, o que tende a diminuir com o início da campanha eleitoral e das propagandas, que começam a ser veiculadas no mês de agosto. Os possíveis votos brancos e nulos também superam os dois dígitos, com 12% dos entrevistados optando pela neutralidade do voto.

Entre os jovens

As pré-candidaturas femininas são mais populares: entrevistados pela pesquisa entre 16 e 24 anos demonstram preferência pelos nomes de Marília Arraes (Solidariedade) e Raquel Lyra (PSDB), que estão tecnicamente empatadas, com 19% e 17% das intenções de voto, respectivamente. Anderson Ferreira (PL) aparece logo atrás com 15%. Miguel Coelho (UB) e Danilo Cabral (PSB) são os menos populares entre a faixa etária, com 11% cada.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.