18 de agosto de 2022
Foto: Sandy James/DP Foto

Foto: Sandy James/DP Foto

Compartilhar:

Seguindo o que já estava sendo especulado nos últimos dias, o pré-candidato ao Governo de Pernambuco pelo União Brasil, Miguel Coelho, anunciou nesta quinta-feira (30), a deputada estadual e ex-secretária de Cidadania de Santa Cruz do Capibaribe, Alessandra Vieira (UB), como candidata à vice em sua composição de chapa.

O evento contou com a presença de diversos apoiadores e lideranças políticas. Entre eles, o ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe e esposo de Alessandra, Edson Vieira, junto aos presentes do Podemos e do PSC: Ricardo Teobaldo, João Luiz, respectivamente. Também Marcaram presença ao anúncio pré-candidatos à Assembleia Legislativa e Câmara Federal pelo Patriota, partido este que deve declarar apoio oficial à candidatura do ex-prefeito de Petrolina nos próximos dias.

Miguel iniciou a sua fala no evento dizendo que o anúncio de Alessandra Vieira (UB) como vice não era motivada por “troca de interesses”, mas sim por “compromisso e disposição”, criticando indiretamente outros pré-candidatos que disputam a vaga no Palácio do Campo das Princesas.

Pré-candidatos ao governo e à vice, Miguel Coelho e Alessandra Vieira junto a apoiadores e pré-candidatos do União Brasil, Podemos, PSC e Patriota. Foto: Sandy James/DP Foto

Em seguida, o pré-candidato destacou a importância da presença feminina na vice, prometendo que, caso eleito, a sua vice terá voz e será “protagonista” em seu mandato:

“Mulher não pode ter lugar determinado, tem que estar onde ela quiser (…) tem que ser reconhecido a sua competência, empenho e dedicação, e o que fez ela (Alessandra Vieira) chegar aqui foi tudo isso”, completou.

Como forma de tentar conquistar aproximar-se do eleitorado feminino, o vídeo de anúncio veio com o depoimento de diversas mulheres, que elogiaram a atuação da pré-candidata à vice como deputada estadual e Secretária de Cidadania.

Após a exibição do material de pré-campanha, a agora pré-candidata a vice-governadora discursou, prometendo que será atuante e reiterando que a parceria não é “fruto de interesses políticos”:

“Não estou aqui por cota de mulher, não estou aqui leiloando o meu nome. Em nenhum momento pensei em exigir algo, quero cobrar apenas dias melhores para a nossa gente”, disparou.

Alessandra, que tem como principais áreas de foco os direitos das mulheres e assistência a pessoas com deficiência prometeu advogar em favor destas causas ao longo de toda a campanha e caso seja eleita, reforçando a promessa de campanha de construir cinco hospitais espalhados pelo estados com polos especializados em PCD.

Trajetória

A atual deputada estadual, aos dez anos, já ajudava a mãe e os quatro irmãos em casa e na feira de confecções, vendendo a mercadoria fabricada dia e noite. Alguns anos depois, Alessandra ajudou a família a ampliar a produção e a montar uma das maiores indústrias de confecção do Brasil.

“Superando as dificuldades, a gente ajudou a costurar o sucesso do Polo de Confecções de Santa Cruz”, lembra.

Aos 15 anos, começou a se envolver com a militância política, onde conheceu o marido, Edson Vieira, que é ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe. Em 2013, Alessandra foi nomeada secretária de Cidadania e Inclusão Social de Santa Cruz do Capibaribe. À frente da pasta, implantou e desenvolveu ações voltadas para a defesa e a garantia dos direitos das mulheres e a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade.

Foi eleita em 2018 deputada estadual eleita com 45 mil votos, dedicando seu mandato ao combate à violência contra a mulher, à proteção da primeira infância, ao apoio às pessoas com deficiência e aos microempreendedores do Polo de Confecções.

“Senti na pele a dor e o sofrimento de ter muito pouco dentro de casa. E me coloco sempre no lugar do outro. Aprendi que através da política a gente pode transformar vidas”, diz Alessandra Vieira, que agora é pré-candidata a vice de Miguel Coelho.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.