Quando a modernidade desfigurou o Recife Antigo

fev 16, 2017 Sem comentários

A reforma da zona portuária do Bairro do Recife, iniciada na década de 1910 com o objetivo de “afrancesar” a área onde a cidade começou, consistia na abertura de grandes avenidas e na derrubada de prédios do período colonial para o surgimento de edifícios do mesmo nível dos existentes em Paris, respeitando a simetria da […]

Leia mais

A volta do Nokia 3310 e o fim que demora a chegar

fev 16, 2017 Sem comentários

  Receita para o futuro: adaptação e certeza de que o fim não está próximo para ninguém. Vandeck Santiago (texto) Editoria de arte (imagem) Muitos de vocês nem vão acreditar, mas já houve uma época em que os celulares caíam no chão – não uma, mas duas, dez, incontáveis vezes – e não quebravam. Quem […]

Leia mais

Cultura em desconstrução no campus da UFPE

fev 15, 2017 Sem comentários

  Centro de Convenções, na Cidade Universitária, está sem data para ser devolvido à população. Marcionila Teixeira (texto) Marlon Diego (foto) O cenário é de abandono. Mato, resto de material de construção, lixo, tapumes, depredação. Até mesmo urubus integram, vez por outra, a paisagem do Centro de Convenções (Cecon) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), […]

Leia mais

A Romênia não é aqui. Ou: As panelas silenciadas

fev 14, 2017 Sem comentários

  Luta anticorrupção precisa transcender a convicção de que um partido só é responsável por tudo. Vandeck Santiago (texto) Daniel Mihailescu/AFP (foto) Duas notícias de ontem cobram atenção especial. A primeira é que a Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) encaminhou ofício ao presidente Michel Temer pedindo a saída do diretor-geral da corporação, Leandro […]

Leia mais

Quando a multidão reinou no carnaval de Olinda

fev 13, 2017 Sem comentários

Há 40 anos, o compositor Clídio Nigro, autor de cerca de 40 marchas para os carnavais de Olinda e compositor de duas gerações – de Guaiamum e Batutas, Vassouras e Lenhadores, até Pitombeira e Elefante – revelava ao Diario de Pernambuco de 5 de fevereiro de 1977 uma preocupação: o carnaval da cidade estava mudando. […]

Leia mais

O frevo que se canta hoje no Recife

fev 13, 2017 Sem comentários

  É constrangedor ouvir, ver blocos de carnaval do Recife submissos à prosódia dos apresentadores de televisão. Urariano Mota (texto) Silvino (arte) No Marco Zero, tocava uma orquestra afinada, passistas faziam um passo de acrobatas, cercados de gente de muitas idades e lugares. Mas eis que de repente, no azul do céu do cais, foi […]

Leia mais

O incrível encontro do doutor Glaucius

fev 13, 2017 Sem comentários

  Glaucius Nascimento é o médico que liderou equipe salvadora da mãe vítima de uma emergência rara na medicina. Silvia Bessa (texto) Ricardo Fernandes (foto) Estava ele a seis passos do leito hospitalar de Michele. Enquanto doutor Glaucius pede socorro à equipe, a enfermeira avisa: “Ela parou”. Sem gradações, subitamente. O médico joga o celular […]

Leia mais

A pré-história dos ataques de tubarões em Pernambuco

fev 10, 2017 Comentários desativados

O aparecimento de quatro esqueletos humanos retirados do mar, no trecho de Piedade, entre junho e novembro de 1966, fez o Diario de Pernambuco soltar um alerta: o litoral do estado estava sob a ameaça de ataques de tubarão? Havia algum perigo para os banhistas? Há 51 anos, o médico e esportista Ziul de Moura […]

Leia mais

Elis Regina e suas várias possibilidades de inclusão

fev 10, 2017 Comentários desativados

  Ela é a primeira aluna do curso de recepcionista para pessoas com Down a atuar em um evento. Marcionila Teixeira (texto) Arquivo pessoal (foto) Elis Regina, 24 anos, a jovem com nome de estrela da MPB, ama cerimônias de casamento. No domingo passado, esteve em uma delas. Não como convidada. Elis, na verdade, sentiu-se […]

Leia mais

As coisas que só mesmo no Recife

fev 09, 2017 Comentários desativados

Em 1930, com 400 mil habitantes, o Recife era uma cidade que queria ser cosmopolita. Seu porto era movimentado, descarregando cerca de 150 vapores por mês. Marinheiros dos sete mares aproveitavam a parada para procurar uma namorada ou se embebedar nos bares próximos aos cais. A preferência dos ingleses era o Ship Chandlers. Os alemães, […]

Leia mais