Capes oferece 1,4 mil vagas para doutorado sanduíche no exterior

Capes oferece 1,4 mil vagas para doutorado sanduíche no exterior

Por Correio Braziliense

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) vai destinar 1,4 mil vagas para doutorado no exterior, de acordo com o Edital 19º/2020, do Programa de Doutorado-Sanduíche no Exterior (PDSE).

Os selecionados ganharão bolsas para passar de quatro a seis meses em país estrangeiro. Os programas de pós-graduação (PPG) com nota igual ou superior a 4 na Avaliação Quadrienal de 2017, relatório que avalia o desempenho dos PPG, devem selecionar os candidatos internamente até 12 de março.

Após a seleção realizada pelas instituições de ensino superior, os aprovados devem se inscrever no sistema on-line da Capes até 1º de abril.

O orçamento de R$ 89,8 milhões, destinado pelo programa, vai custear as 1,4 mil bolsas de estudo e possibilitar que alunos matriculados em cursos de doutorado realizem uma parcela de seus estudos fora do país.

No fim do período estipulado, os estudantes devem retornar ao Brasil para defender a tese e concluir o curso.

Confira as etapas do processo:

  • Seleção interna dos candidatos e publicação do resultado final: até 12 de março
  • Inscrição das candidaturas no sistema da Capes: de 15 de março até 1º de abril
  • Homologação dos candidatos inscritos no sistema da Capes: de 6 abril até 12 de abril
  • Publicação da relação de inscrições homologadas: até 15 de abril
  • Análise documental das candidaturas pela Capes: a partir de 16 de abril
  • Interposição de recurso administrativo nos casos de indeferimento na etapa de análise documental: em até três dias úteis após a comunicação realizada pela Capes
  • Publicação da relação de aprovados em análise documental: de 1º de junho até 30 de setembro
  • Emissão das cartas de concessão: a partir de 19 de abril
  • Início das atividades no exterior: de julho a setembro de 2021
Nova pesquisa do Procon-PE confirma queda nos preços de materiais escolares

Nova pesquisa do Procon-PE confirma queda nos preços de materiais escolares

Uma nova pesquisa do Procon Pernambuco sobre os valores de materiais escolares no estado confirmou que a maioria dos itens solicitados pelas escolas teve manutenção ou queda de preço. O levantamento, divulgado nessa segunda-feira (18), foi feito entre 21 a 23 de dezembro e de 12 a 14 de janeiro. Os preços das duas pesquisas foram comparados. Dos 34 produtos observados pelo Procon, 14 caíram de preço, 15 mantiveram os valores e cinco tiveram aumento.

Os produtos que registraram as maiores quedas foram a caixa de lápis de cor ecológica, com 12 unidades, passou de R$ 11,59 para R$ 6,60 (43,05%); a mochila escolar, de R$ 39,90 foi para R$ 24,00 (39,85%); e a caneta esferográfica Cristal BPS GRIP 07mm, que saiu de R$ 3,20 para R$ 2,60 (18,75%).

Os fiscais pesquisaram 72 itens, divididos entre as seguintes categorias: lápis preto; lápis de cor; canetas esferográficas comum e cristal, giz de cera; borrachas branca e bicolor; massa de modelar; tintas; apontador de lápis; tesoura; cadernos espiral e brochura; agendas, lancheira; mochila e papelaria.

No último dia 4, o Procon havia divulgado pesquisa onde eram comparados os preços dos materiais escolares de 2021 e os valores praticados em 2020. Dos 31 produtos pesquisados, 12 tiveram queda no preço; 11 registraram manutenção dos valores e nove apresentaram aumento em relação ao ano anterior.

Os itens que mais tiveram queda de preço entre 2020 e 2021, segundo o órgão estadual, foram caneta esferográfica, passou de R$ 6,50 para R$ 3,20 (redução de 50,77%); caixa de lápis de cor ecológica, com 12 unidades, de R$ 19,99 foi para R$ 11,59 (queda de 42,02%), e apontador de lápis de metal, que saiu de R$ 1,90 para R$ 1,25 (diminuição de 34,21%).

O Procon-PE ressalta que os resultados mostram que, mesmo com a queda de valor na maioria dos itens em relação a pesquisa do ano anterior, é fundamental pesquisar antes de comprar, pois há diferenças significativas de preço entre os estabelecimentos visitados. O apontador de lápis com depósito, por exemplo, foi o produto que apresentou a maior divergência de uma loja o para outra. O mesmo produto pode ser encontrado por R$ 1 e por R$ 4,80, uma diferença de 380%.

Orientação

O órgão estadual também elaborou duas notas técnicas para orientar tanto as unidades de ensino quanto os pais e responsáveis por estudantes em relação a contratos de prestação educacional e na lista de material escolar. O Procon-PE fez duas listas, sendo uma de produtos que não podem ser pedidos, de uso coletivo, e outros que podem ser solicitados pelas escolas, desde que obedeça o limite quantitativo indicado pelo órgão.

Por causa da pandemia da Covid-19, um novo produto entrou na lista de produtos proibidos: o álcool gel ou líquido 70%, que deve ser fornecido pelas escolas. Por outro lado, as instituições podem incluir, no fardamento escolar, o uso de máscara de proteção, já que faz parte do protocolo de segurança. No entanto, pais e alunos podem escolher o melhor modelo e onde vão adquirir o item de proteção pessoal.

MEC divulga selecionados na primeira chamada do Prouni 2021

MEC divulga selecionados na primeira chamada do Prouni 2021

Por Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, hoje (19), a relação dos candidatos aprovados na primeira chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021.

Os selecionados terão até o dia 27 de janeiro para comprovar as informações prestadas na inscrição. O resultado da segunda chamada será divulgado em 1º de fevereiro. A lista está disponível no site.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Só para cursos na modalidade de educação a distância, a oferta é de 52.839 bolsas. No total, mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni.

Critérios

Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Neste ano, excepcionalmente, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Os candidatos não convocados nas duas primeiras chamadas devem manifestar interesse em continuar no processo seletivo entre os dias 18 e 19 de fevereiro. A lista de espera estará disponível para consulta em 22 de fevereiro.

Pernambuco abre mais de 15 mil vagas para cursos técnicos

Pernambuco abre mais de 15 mil vagas para cursos técnicos

A Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco abriu nesta segunda-feira (18) as inscrições para 15.095 vagas de cursos técnicos integrados ao ensino médio. Dessas, 7.190 vagas são para o Ensino a Distância (EAD) semipresencial e 7.905 vagas na forma subsequente presencial, voltadas para quem já terminou o ensino médio. As inscrições seguem até o dia 25 de janeiro e podem ser realizadas, gratuitamente, neste link. Serão ofertados 35 cursos em 76 escolas de 58 municípios do Sertão, Agreste, Zona da Mata e Região Metropolitana.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem ter concluído o ensino fundamental e estar com a seguinte documentação: CPF, e-mail válido, Certidão de Nascimento, Carteira de Identidade, duas fotos 3X4, comprovante de residência e cópia do Cartão de Vacina atualizado.

As provas serão compostas por 20 questões, sendo dez de língua portuguesa e dez de matemática. O horário e local de realização do exame estarão disponíveis no cartão de inscrição do candidato. Os estudantes poderão optar por se inscrever em um dos cursos das áreas de Agronegócio, Audiovisual, Comunicação, Cultura, Design, Educação, Energia, Gestão, Indústria, Infraestrutura, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia e Turismo.

A previsão é de que as provas sejam realizadas entre os dias 27 de janeiro e 05 de fevereiro. A divulgação do resultado definitivo, após o recebimento dos recursos, deve acontecer no dia 12 de fevereiro. O início das aulas está marcado para o dia 08 de março. “O Governo do Estado está sempre trabalhando para garantir uma melhor infraestrutura e ensino de qualidade para os estudantes pernambucanos com a oferta de formação profissional. Por isso, começar o ano com o lançamento de edital de cursos que buscam uma maior profissionalização é um grande avanço já que estaremos contribuindo para a geração de mais oportunidades para os nossos estudantes”, afirma o secretário de Educação do Estado, Marcelo Barros.

Protocolo de Segurança

Para que as atividades presenciais dos cursos técnicos sejam retomadas de forma segura e responsável durante a pandemia da Covid-19, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco elaborou um caderno de protocolo com regras que garantem o distanciamento social, além de assegurar mecanismos de proteção, monitoramento e comunicação da doença.
É importante destacar que todas as escolas estão preparadas para receber os estudantes, professores e demais profissionais, pois seguem um rigoroso protocolo de segurança estabelecido pela Secretaria Estadual de Saúde para evitar a contaminação do novo coronavírus. As unidades de ensino irão, por exemplo, aferir a temperatura corporal dos estudantes, disponibilizar totens de álcool em gel pelos corredores, pias para higienização das mãos, dispenser de álcool em gel em cada entrada de sala de aula, máscara e faceshield para professores e demais profissionais, tapetes sanitizantes e cartazes de orientação.

Confira aqui a íntegra do Protocolo Setorial de Educação.

As aulas da Educação à Distância (EAD) estarão disponíveis no aplicativo “Conecta Aí”, ou seja, os estudantes da EAD poderão acessar os conteúdos gratuitamente, sem a necessidade de utilizar seu pacote de dados. O programa “Conecta Aí” patrocina dados de internet dos estudantes da rede pública estadual para que eles possam acessar gratuitamente o material disponibilizado na Plataforma Educa-PE, no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e no Google Classroom, e também auxilia os projetos que estão sendo desenvolvidos pelas escolas de aulas não presenciais e outras atividades complementares e podcasts.

Além disso, o programa também auxilia os professores que atuam na rede pública estadual na transmissão das aulas pela internet, no acesso às ferramentas virtuais de interação com os estudantes e na participação em diversos cursos oferecidos pela Secretaria de Educação e Esportes através da plataforma Educa-PE.

Cronograma de inscrição

Período de inscrição dos candidatos: 18 a 25/01/2021
Realização das provas objetivas: 27/01 a 05/02/2021
Divulgação da prova para revisão: 08/02/2021
Recebimento de Recursos: 09/02//2021
Divulgação do Resultado Definitivo (após os recursos): 12/02/2021
Período de matrícula: 18 e 19/02 e 22 a 24/02/2021
Divulgação do Resultado – remanejamento: 26/02/2021
Período de matrícula – remanejamento: 01 e 02/03/2021
Início das aulas: 08/03/2021

Leiturinha do Bem: Ação solidária distribui livros para crianças em todo o Brasil

Leiturinha do Bem: Ação solidária distribui livros para crianças em todo o Brasil

Para fomentar a leitura entre as crianças brasileiras, a Leiturinha acaba de anunciar um projeto em parceria com a editora MOL, maior editora de impacto social do mundo, e com as ONGs Gerando Falcões, Amigos do Bem, Associação Vaga Lume, Aldeias Infantis SOS Brasil e a Pequena Casa da Criança. Até a primeira semana de fevereiro, as pessoas poderão adquirir kits de livros na Loja Leiturinha para doar à instituição que escolher. A cada kit comprado, a Leiturinha doará mais um para a instituição selecionada, dobrando a quantidade de livros distribuídos.

Chamado de “Leiturinha do Bem”, o objetivo do projeto é permitir a crianças de periferias, favelas e comunidades rurais o acesso ao universo dos livros e, assim, levar novas possibilidades a estes públicos. A leitura é fundamental em todas as idades; para as crianças, permite explorar diferentes realidades e conhecimentos, educando e desenvolvendo a partir de elementos lúdicos e criativos.

“Sabemos que o Leiturinha do Bem é um passo pequeno diante de tudo que ainda precisa ser feito. Mas para cada criança e jovem que recebe esse kit, ele é imensurável. E tudo isso pode ser potencializado pelas contribuições dos nossos assinantes que, junto com a Leiturinha, impactam a vida de crianças e jovens através da educação”, diz Leonardo de Paula, diretor geral da Leiturinha.

Interessados em participar do projeto podem adquirir os kits para doação por R$ 54,90 na Loja Leiturinha. Os kits estão à venda para assinantes e não-assinantes.

Sobre a Leiturinha

A Leiturinha é o maior clube de assinatura de livros infantis do Brasil e um dos produtos oferecidos pela PlayKids. Criada em 2014, ela promove o hábito da leitura compartilhada para 170 mil famílias, em mais de 5.100 cidades brasileiras. A atuação da Leiturinha se baseia no incentivo à leitura e na excelência da curadoria dos livros, para proporcionar experiências de aprendizado e diversão em família. Para saber mais, acesse: leiturinha.com.br.

Termina hoje inscrição para primeira seleção de 2021 do ProUni

Termina hoje inscrição para primeira seleção de 2021 do ProUni

Por Agência Brasil

Terminam hoje (15), às 23h59, as inscrições para a primeira seleção de 2021 do Programa Universidade para Todos (ProUni), que seleciona candidatos a bolsas de ensino integral e parcial em instituições particulares de ensino superior.

Nessa primeira seleção, o ProUni oferta 162.022 bolsas, sendo 76.855 integrais e 85.167 parciais, segundo o Ministério da Educação (MEC). Os estados com o maior número de bolsas ofertadas são São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul.

A relação das instituições e dos cursos disponíveis pode ser consultada na página do programa, na internet. Também é possível pesquisar as opções ofertadas por cidade e por tipo de bolsa e modalidade de ensino, presencial e a distância.

Para concorrer à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Neste ano, excepcionalmente, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e ainda não foram realizadas.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 19 deste mês.

O ProUni oferece ainda duas oportunidades para os candidatos concorrerem às bolsas de estudo, que são a segunda chamada e a lista de espera. O cronograma completo também pode ser consultado na página do programa.

Veja abaixo a tabela de oferta de vagas por estado:

Tabela de ofertas de vagas do ProUni 2021 por estado.