ACESSÓRIOS

O mercado de acessórios, que inclui malas, relógios, bolsas, bijuterias e instrumentos de escrita, deve movimentar US$ 645 bilhões até 2020, cifra que representa um crescimento médio de 4,1% ao ano pelo próximo quadriênio, segundo estimativa da consultoria Euromonitor Internacional. No Brasil, dados do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos mostram que a exportação brasileira cresceu em nove dos 16 itens analisados no primeiro quadrimestre de 2016. Só o setor de joalheria, ourivesaria e metais preciosos exportou 28% a mais – passou de 7,3 mil unidades para 9,4 mil.

RELUZINDO O MERCADO

Martins cita afinidade da marca com consumidor pernambucano - Foto: Divulgação

Martins cita afinidade da marca com consumidor pernambucano – Foto: Divulgação

Nesse cenário, a Rommanel, que está presente no mercado pernambucano há quase 30 anos, adota o lema de “não parar nunca”. Graças a esse empenho, ela foi a mais lembrada dos consumidores na categoria acessórios. Para permanecer na preferência dos consumidores, a empresa pretende continuar oferecendo produtos de qualidade aos clientes, sempre com a preocupação de levar até o público o melhor do que há no design brasileiro. Sócio-fundador da marca, Antônio Carlos Martins creditou o sucesso da marca no estado ao envolvimento e à competência dos distribuidores espalhados em todo o território pernambucano.

Estar entre as melhores mesmo diante da atual crise econômica não é fácil. Segundo Martins, há um grande esforço para que qualquer assunto referente à conjuntura econômica não afete o dia a dia da empresa. “Não podemos nos conformar com a situação e para isso é necessário continuar inovando”, salientou, afirmando que, para continuar a desenvolver produtos de qualidade, a empresa pesquisa constantemente e tem feito parcerias inovadoras, sempre na busca para oferecer o melhor ao cliente.

Ao longo das quase três décadas que está presente em Pernambuco, a Rommanel conseguiu firmar seu espaço no mercado e conquistar os clientes. “O consumidor pernambucano, assim como todos os consumidores do Nordeste, têm uma afinidade muito grande com a marca, prezam muito a questão da qualidade e os nossos produtos atendem muito bem a essa necessidade”, disse.
Atualmente, a Rommanel fabrica mais de 3 mil modelos de joias folheadas a ouro 18 quilates e ródio (tipo de metal), além de joias em aço. Para produzir as peças, a empresa possui um moderno parque industrial com equipamentos que realizam todo o processo sem agredir o meio ambiente.

Para driblar os períodos de adversidade, como o atual, a Rommanel adota o lema “não parar nunca”, priorizando a qualidade

NA HORA CERTA

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A paixão por fabricar relógios e a consciência de que o consumidor está sempre em primeiro lugar são alguns dos diferenciais que fizeram da Technos uma das marcas mais preferidas pelos pernambucanos. Presente no estado desde 1958, mesmo ano em que chegou ao Brasil, a empresa acredita que ser uma das mais lembradas é sinal de que o trabalho está sendo desenvolvido no caminho correto.

“O sentimento é de muito orgulho. Nós nos predispomos a encantar nossos consumidores através da nossa marca e dos nossos produtos”, disse Ezequiel Amorim, gerente regional da empresa. “Todas as nossas iniciativas e até mesmo investimentos são pautados na paixão por fabricar relógios e na consciência de que o consumidor está sempre em primeiro lugar, e mesmo diante um cenário desafiador, não eliminamos ou reduzimos nenhuma ação que fosse direcionada para o nosso consumidor”, acrescenta. Para continuar sempre na lembrança e na preferência dos pernambucanos, a empresa está buscando cada vez mais entender o público. “Por isso já estamos investindo em novas pesquisas para conhecer sobre os desejos e atender ainda mais às expectativas e necessidades dos consumidores”, diz Amorim, acrescentando que a marca ampliou seu canal de comunicação pela internet para criar um melhor diálogo e estreitar o relacionamento com a sociedade.

O gerente regional destaca, ainda, que Pernambuco é uma das principais praças de atuação da marca e tem uma grande importância para a empresa. “Reconhecemos o quanto o povo pernambucano contribuiu para a história e trajetória que a Technos trilhou no Brasil até os dias de hoje”, salienta.

Nascida na Suíça, em 1900, pelas mãos da família Gunzinger, a marca cresceu bastante e, em 1945, tornou-se internacionalmente reconhecida pela qualidade dos relógios e pelo preço competitivo. Chegou ao Brasil 13 anos mais tarde e, nos anos 1970, o país passou a ser o principal representante da marca no mundo. Desde 1984 a empresa mantém uma fábrica em Manaus e em 1986 a Technos se consolidou como líder do ramo. A cada ano, cerca de 300 novos produtos são lançados por ano.

Desde quando chegou ao Brasil, há seis décadas, a Technos está presente na vida dos pernambucanos

PREMIADOS

Categoria
Joias e Relógios Rommanel Technos Champion