Radares reduzem 400 acidentes por mês no Recife no primeiro trimestre de 2015




  Manter os motoristas sob a rédea curta é a estratégia da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) para reduzir os acidentes de trânsito na capital pernambucana com o aumento da fiscalização eletrônica. Ao todo são 64 radares e …Continue lendo…

Recife registra 150 acidentes com ônibus por mês e acende um alerta




  Os acidentes envolvendo ônibus na Região Metropolitana chamam atenção para dois aspectos que precisam ser investigados pelos órgãos de trânsito e gerenciados pelo sistema de transporte público: ou os motoristas estão mais desatentos ou estão adoecendo mais. Embora não …Continue lendo…

Bocas de lobo e galerias são armadilhas nas ruas do Recife para condutores e pedestres




A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife gasta por mês uma média de R$ 330 mil na reposição e manutenção de tampas de galerias e bocas de lobo, o que equivale a R$ 3,9 milhões ao ano. O …Continue lendo…

Retornos em excesso no corredor Norte/Sul do Recife preocupam especialistas




Enquanto a lógica nos centros urbanos é reduzir ou eliminar retornos para dar mais fluidez ao tráfego, a quantidade deles, e de cruzamentos que cortam o corredor central de ônibus da PE-15, onde funcionará o corredor de BRT Norte/Sul, surpreende …Continue lendo…

Estudo mostra escassez de freios ABS nas motos brasileiras




Somente 23% das motocicletas disponíveis no mercado brasileiro oferecem sistema antitravamento de freios (ABS), concluiu um estudo divulgado nesta semana pelo Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária). A fim de “mapear” o cenário das motos disponíveis atualmente no …Continue lendo…

Dnit vai lançar licitação para nova rodovia fora da área urbana de Abreu e Lima




  Os problemas na área urbana do município de Abreu e Lima, distante 20 km do Recife, já foram identificados há muito tempo pelo Dnit, mas a solução da construção de uma variável (contorno) por fora da cidade ainda não …Continue lendo…

Previdência ameaçada no futuro com mortes de jovens no trânsito




  Foi no início da década de 1990 que o sociólogo Eduardo Biavati foi chamado para fazer parte de uma pesquisa na rede hospitalar Sarah Kubitschek, em Brasília. A missão era identificar as causas dos atendimentos de pacientes vítimas de …Continue lendo…