Todos os jogadores na Seleção Brasileira numa conexão direta com Pernambuco

Pernambucanos na Seleção Brasileira

A Confederação Brasileira de Futebol dispõe de inúmeras categorias na formação da seleção. Além da equipe principal, existia a chamada “seleção de novos”, com atletas acima de 20 anos, sem muita experiência.

Trata-se de uma formação para os classificatórios aos Jogos Pan-americanos e Olímpicos. Atualmente, a própria CBF denomina a categoria de “seleção olímpica”, ainda que a partida em questão não seja em uma Olimpíada.

Há também as categorias de base. A mais tradicional é a júnior, no Sub 20, cujo torneio continental existe desde 1954. Já o juvenil, o Sub 17, tem um torneio à parte desde 1985. Recentemente foi criada divisão infantil, Sub 15.

A participação pernambucana numa conexão direta com a camisa verde e amarela foi iniciada em 1959. Considerando todas as categorias em questão já foram convocados 59 atletas atuando no estado para a Seleção Brasileira, sendo que 5 deles atuaram em mais de uma categoria.

Abaixo, os números de cada clube do Recife, com uma ressalva. Esse post será atualizado na medida em que novos dados forem divulgados, pois a própria confederação nacional segue levantando o histórico das seleções de base.

Vale destacar que os dados foram turbinados em 1959 porque a seleção pernambucana foi convidada pela CBD, precursora da CBF, para representar o país. A pesquisa teve como base o guia oficial da CBF (1914/2004), Rsssf e revistas. Para entrar na lista, basta a convocação, mesmo sem atuar de fato.

Atualizado em 14/10/2014.

Sport – 26 convocados/24 atletas*

Principal (12)
Édson (zagueiro) – 1959, Copa América no Equador
Elcy (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Traçaia (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Zé Maria (meia) – 1959, Copa América no Equador
Bria (zagueiro) – 1959, Copa América no Equador
Roberto Coração de Leão (atacante) – 1981, amistoso
Betão (lateral-direito) – 1983, amistoso
Adriano (zagueiro) – 1995, amistoso
Chiquinho (meia) – 1996, amistoso
Jackson (meia) – 1998, amistoso
Bosco (goleiro) – 1999, Eliminatórias da Copa
Leomar (volante) – 2001, Eliminatórias da Copa e Copa das Confederações

Seleção de novos (5)
Betão (lateral-direito) – 1983, Torneio de Toulon na França
Joãozinho (atacante) – 1983, Torneio de Toulon na França
Juninho Pernambucano (meia) – 1995, Torneio de Toulon na França
Leonardo (atacante) – 1995, Torneio de Toulon na França
Adriano (zagueiro) – 1995, Torneio de Toulon na França

Sub 20 (6)
Erivaldo (zagueiro) – 1983, amistoso
Sidclay (zagueiro) – 1995, Sul-americano na Bolívia
Eduardo (zagueiro) – 2000
Leozinho (meia) – 2004
Saulo (goleiro) – 2009, Campeonato Mundial no Egito
Ciro (atacante) – 2009, Campeonato Mundial no Egito

Sub 17 (2)
Joelinton (atacante) – 2012, amistoso
Adryelson (zagueiro) – 2014, amistoso

Sub 15 (1)
Carlos Henrique (lateral-esquerdo) – 2014, amistoso

* Betão e Adriano participaram da Seleção em duas categorias diferentes.

Santa Cruz – 22 convocados/21 atletas*

Principal (13)
Biu (volante) – 1959, Copa América no Equador
Clóvis (zagueiro) – 1959, Copa América no Equador
Geroldo (volante) – 1959, Copa América no Equador
Goiano (ponta-esquerda) – 1959, Copa América no Equador
Servílio (volante) – 1959, Copa América no Equador
Tião (ponta-direita) – 1959, Copa América no Equador
Zé de Mello (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Dodô (lateral-esquerdo) – 1959, Copa América no Equador
Valter Serafim (goleiro) – 1959, Copa América no Equador
Moacir (meia) – 1959, Copa América no Equador
Givanildo Oliveira (atacante) – 1976, Torneio Bicentenário dos EUA
Nunes (atacante) – 1978, amistoso
Carlos Alberto Barbosa (lateral-direito) – 1979, amistoso

Seleção de novos (5)
Zé Carlos (atacante) – 1972, Olimpíada de Munique
Santos (atacante) – 1976, Olimpíada de Montreal
Neílson (atacante) – 1979, amistoso
Marlon (atacante) – 1986, Copa Odesur no Chile
Lula (zagueiro) – 1986, amistoso

Sub 20 (3)
Carlos Alberto Barbosa (lateral-direito) – 1975, Sul-americano no Peru
Deinha (meia) – 1979, Sul-americano no Uruguai
Valnei (zagueiro) – 2001, Sul-americano no Equador

Sub 17 (1)
Ricardinho (atacante) – 2001, amistoso

* Carlos Alberto Barbosa foi chamado para a Canarinha em duas categorias

Náutico – 16 convocados/14 atletas*

Principal (9)
Elias (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Geraldo José (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Givaldo (zagueiro) – 1959, Copa América no Equador
Paulo Pisaneschi  (atacante) – 1959, Copa América no Equador
Waldemar (goleiro) – 1959, Copa América no Equador
Zequinha (zagueiro) – 1959, Copa América no Equador
Fernando Florêncio (ponta-esquerda) – 1959, Copa América no Equador
Nado (atacante) – 1966, amistoso
Douglas Santos (lateral-esquerdo) – 2013, amistoso

Seleção de novos (2)
Mirandinha (atacante) – 1983, Torneio de Toulon na França
Lúcio Surubim (zagueiro) 1987, Torneio de Toulon na França

Sub 20 (3)
Lúcio Surubim (zagueiro) – 1986, amistoso
Paulinho CT (lateral-direito) – 2004, amistoso
Douglas Santos (lateral-esquerdo) – 2012, Sul-americano na Argentina

Sub 17 (2)
João Victor (volante) – 2004, amistoso
Jefferson Nem (atacante) – 2012, amistoso

* Lúcio Surubim e Douglas Santos foram convocados em duas categorias.

30 thoughts on “Todos os jogadores na Seleção Brasileira numa conexão direta com Pernambuco

  1. Chico Lima,

    A matéria pode até ser ruim, mas a informação que você questiona está claríssima no texto. Preste mais atenção.

  2. Ate agora ninguem respondeu pq o jogadorzinho da barbie n entrou na pelada BOLIVIA X BRASIL? ah ja sei felipão ta preservando pra copa do mundo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Mundiça rubro negra, vocês passam o tempo todo brigando e rasgando as saias. Isso é coisa de gentinha mesmo, gente tipo, que gosta de curtir músicas sem cultura como calipso sertanejo e etc. vocês são carniça mesmo, e digo mais um homem inteligente não briga!

  4. Sou alvirrubro, mas venho aqui desabafar..

    Poxa, queria que o náutico fosse assim como o Sport.. Eles conseguem ganhar títulos nacionais.. por que nós não??? O Náutico é Luxo! Foi seis vezes seguidas campeão estadual, apesar de ser o que menos ganhou.. Hexa é luxo!

    Paulo Wanderley, eu sei que agora você está em casa, querendo ligar pras rádios e dizer que o juiz não apita mais jogos do Náut.. Eita, é.. o Náutico não joga a LBF.. Paulo Wanderley, nós temos que parar de morder a fronha de raiva um pouco e montar algum time.. nem que seja de totó.. O Sport foi campeão brasileiro de 1987.. campeão da Copa do Brasil de 2008.. Já foi vice-campeão de Copa dos Campeões (2000).. vice-campeão de Copa do Brasil (1989).. E agora eles ganham o Brasileiro de basquete..

    Ai que raiva dessa coisa.. êniiiii =/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>